Egipto

3,144 views

Published on

egipto_antigo egipto_monumentos funerários_história7º ano_história

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,144
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,058
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Egipto

  1. 1. EGIPTO Arte e Arquitectura
  2. 2. <ul><li>PINTURAS e GRAVURAS </li></ul>A arte Egípcia surgiu a mais de 3000 anos A.C., mas é entre 1560 e 1309 A.C. que a pintura Egípcia se destaca procurando refletir os movimentos dos corpos e por apresentar preocupação com a delicadeza das formas. O local a ser trabalhado primeiramente recebia um revestimento de gesso branco e em seguida aplicava-se a tinta sobre gesso. Essa tinta era uma espécie de cola produzida com cores minerais. Os egípcios ao esculpir e pintar tinham o propósito de relatar os acontecimentos de sua época, as histórias dos Faraós, deuses e do seu povo em menor escala, já que as pessoas não podiam ser representadas ao lado de deuses e nem dentro de templos. O tamanho das pessoas e objetos não caracterizavam necessariamente a distância um do outro e sim a importância do objeto, o poder e o nível social.
  3. 3. ESCULTURA Durante a XIX Dinastia, na época de Ramsés II, um dos mais importantes faraós do Novo Império, foram construídos os gigantescos templos de Abu Simbel, na Núbia, ao sul do Egito. A escultura, naquele momento, alcançou uma nova dimensão e surgiu um estilo cortesão, no qual se combinavam perfeitamente a elegância e a cuidadosa atenção aos detalhes mais delicados. Tal estilo alcançaria a maturidade nos tempos de Amenófis III. A arte na época de Akhenaton refletia a revolução religiosa promovida pelo faraó, que adorava Aton, deus solar, e projetou uma linha artística orientada nesta nova direção, eliminando a imobilidade tradicional da arte egípcia. Deste período, destaca-se o busto da rainha Nefertiti (c. 1365 a.C.).
  4. 4. Diversas esculturas <ul><li>ESTÁTUA DA DEUSA NEFERTIRI </li></ul><ul><li>Máscara Funerária de Tutankhamon </li></ul><ul><li>Estátua de Tutankhamon </li></ul><ul><li>Escultura de corpo feminino – representa a fertilidade </li></ul>
  5. 5. Arquitectura <ul><li>Templo de Abu Simbel </li></ul>
  6. 6. Estátua de Ramsés II »»»»»»» Interior do Templo de Ramsés III
  7. 7. MASTABAS <ul><li>O nome mastaba foi dado a estes sepulcros em tempos modernos. A palavra é de origem árabe e significa banco. Isso porque, quando rodeadas por dunas de areia quase até a sua altura total, fazem lembrar os bancos baixos construídos na parte externa das casas egípcias atuais e nos quais os moradores sentam-se e tomam café com os amigos. </li></ul><ul><li>A partir da cobertura da mastaba um poço em ângulo reto (1) permitia descer através da construção até o subsolo rochoso. Aí era escavada a câmara funerária (2), na qual acomodava-se o sarcófago (3), que a ela descia por meio do poço. Este, após o funeral, era obstruído com pedras para preservar a integridade do sepulcro e sua entrada era disfarçada para que se confundisse com o resto do teto. </li></ul><ul><li>A partir da cobertura da mastaba um poço em ângulo reto (1) permitia descer através da construção até o subsolo rochoso. Aí era escavada a câmara funerária (2), na qual acomodava-se o sarcófago (3), que a ela descia por meio do poço. Este, após o funeral, era obstruído com pedras para preservar a integridade do sepulcro e sua entrada era disfarçada para que se confundisse com o resto do teto. </li></ul><ul><li>Na face oriental da mastaba,nos ensina o historiador Maurice Crouzet, abria-se um primeiro compartimento, a capela (4) do culto dirigido ao defunto; exatamente acima do sarcófago, o seu mobiliário comportava, antes de tudo, a mesa para as oferendas (5), colocada ao pé de uma estela. Atrás desta estela, outro cômodo penetrava na mastaba: era o “corredor” (serdab em árabe) (6), onde eram colocadas as estátuas do morto (7). </li></ul>
  8. 8. Hipogeus
  9. 9. PIRÂMIDES DE GIZÉ <ul><li>Na III dinastia, a capital mudou-se para Mênfis e os faraós iniciaram a construção de pirâmides, que substituíram as mastabas como tumbas reais. O arquiteto, cientista e pensador Imhotep construiu para o faraó Zoser (c. 2737-2717 a.C.) uma pirâmide em degraus de pedra e um grupo de templos, altares e dependências afins. Deste período é o famoso conjunto monumental de Gizé, onde se encontram as pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>As três pirâmides de Gizé , Keóps , Quéfren e Miquerinos , foram construídas como tumbas reais para os reis Khufu (Keóps), Quéfren, e Menkaure (pai, filho e neto), que dão nome às pirâmides. A primeira delas, Queóps, foi construída há mais de 4.500 anos, por volta do ano 2550 a.C. , chamada de Grande Pirâmide , a majestosa construção de 147 metros de altura foi a maior construção feita pelo homem durante mais de quatro mil anos, sendo superada apenas no final do século XIX (precisamente em 1889 ), com a construção da Torre Eiffel . </li></ul>
  11. 11. ESFINGE <ul><li>A Grande Esfinge, a mais famosa estátua desta criatura com corpo de leão e cabeça humana, foi construída em Giza, perto das Grandes Pirâmides do Egito, por volta de 2500 A.C. Esta imensa estátua tem mais de 21 metros de altura e 60 de comprimento. Apesar da cabeça da Grande esfinge ter sido danificada por vândalos já na era antiga, a maior ameaça a este monumento atualmente é o ácido contido no ar poluído. </li></ul>
  12. 12. FIM Rita velez Rodrigues Nº 17 7º B Escola Básica C+S da cruz de Pau

×