1a RevoluçãO Industrial

22,433 views

Published on

Inglaterra, carvão, industrial, matérias-primas,invenção

0 Comments
26 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
22,433
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4,120
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
26
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1a RevoluçãO Industrial

  1. 1. 1ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL 1 – Docas de Londres
  2. 2. Revolução AGRÍCOLA <ul><li>Tempo: Séculos XVII e XVIII </li></ul><ul><li>Local: Inglaterra </li></ul><ul><li>Necessidade de alimentos </li></ul><ul><li>e </li></ul><ul><li>Matérias primas </li></ul>Nobreza Rural com o apoio do Parlamento Desencadeou nos campos um movimento de concentração da propriedade. - Enclosures
  3. 3. Revolução AGRÍCOLA <ul><li>Formação de grandes propriedades </li></ul><ul><li>Aumento de Investimentos </li></ul><ul><li>Implementação de Inovações Técnicas </li></ul><ul><li>Sistema de Rotação quadrienal de culturas </li></ul><ul><li>Expansão da área cultivada </li></ul><ul><li>Novas alfaias </li></ul><ul><li>Novas culturas </li></ul><ul><li>Apuramento das raças </li></ul><ul><li>Selecção de sementes </li></ul><ul><li>Melhoria dos solos arenosos </li></ul>
  4. 4. Revolução AGRÍCOLA <ul><li>Consequências </li></ul><ul><li>Aumento da produção de carne e de cereais </li></ul><ul><li>Construção de uma rede de transportes </li></ul><ul><li>Agricultura comercial </li></ul><ul><li>REVOLUÇÃO AGRÍCOLA </li></ul>
  5. 5. Revolução AGRÍCOLA <ul><li>Enclosures – Vedações. O termo aplicou-se às terras comunais apropriadas pelos agricultores abastados de Inglaterra e que depois eram emparceladas e vedadas. Formaram-se grandes propriedades vedadas, o que provocou a revolta dos camponeses e consequentes intervenções militares para lhes pôr cobro. </li></ul><ul><li>Revolução agrícola – Designação dada ao conjunto de transformações – nas técnicas, no regime de propriedade, etc. – ocorridas na agricultura nos séculos XVII e XVIII. Estas transformações tiveram início na Inglaterra, permitindo uma melhoria da produtividade e da produção, mas a sua difusão foi muito lenta. </li></ul>
  6. 6. Revolução DEMOGRÁFICA <ul><li>Progressos na agricultura e nos transportes </li></ul><ul><li>Aumento dos rendimentos dos trabalhadores </li></ul>Alimentação mais abundante e saudável
  7. 7. Revolução DEMOGRÁFICA <ul><li>Maior preocupação com a higiene </li></ul><ul><li>Progressos na medicina </li></ul><ul><li>Diminuição da mortalidade </li></ul><ul><li>Natalidade elevada </li></ul><ul><li>Saldo fisiológico </li></ul><ul><li>positivo </li></ul>
  8. 8. Revolução DEMOGRÁFICA <ul><li>Aumento e rejuvenescimento da população europeia </li></ul><ul><li>Aumento da população e êxodo rural </li></ul><ul><li>Crescimento urbano </li></ul><ul><li>Alteração na fisionomia das cidades </li></ul>
  9. 9. Revolução DEMOGRÁFICA <ul><li>Nas cidades viviam : </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>Industriais </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Comerciantes </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Funcionários </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Pobres, mendigos </li></ul></ul></ul></ul>
  10. 10. Revolução DEMOGRÁFICA 2
  11. 11. Arranque da Revolução Industrial <ul><li>Revolução Industrial – Processo lento de transformações técnica e económica, iniciado em Inglaterra na segunda metade do século XVIII. A transformação dos modos de produção é, de um modo geral, atribuída à invenção da máquina a vapor e à sua aplicação aos engenhos mecânicos das manufacturas e aos transportes. Este processo teve também profundas implicações sociais, políticas e culturais e deu à Europa uma grande vantagem económica e tecnológica sobre o resto do mundo. </li></ul>
  12. 12. Arranque da Revolução Industrial – As Condições para a Prioridade Inglesa <ul><li>A partir de meados do séculos XVIII, conjunto de transformações ocorridas em alguns países do norte da Europa levou à revolução industrial. </li></ul><ul><li>O primeiro país a industrializar-se foi a Grã-Bretanha devido a um conjunto de condições favoráveis: </li></ul><ul><li>Um amplo mercado interno e externo </li></ul><ul><li>Uma grande disponibilidade de capitais e de matérias-primas </li></ul><ul><li>Uma rede de transportes desenvolvida </li></ul><ul><li>Disponibilidade de mão-de-obra e uma sociedade aberta </li></ul><ul><li>Um sistema político - parlamentarismo – sempre atento aos interesses económicos da burguesia e da nobreza. </li></ul>
  13. 13. Arranque Da Revolução Industrial – Progressos Técnicos e sectores de arranque <ul><li>Primeira sector de arranque - sector têxtil (na indústria do algodão) - surgiram as primeiras inovações mecânicas, aumento da procura e à necessidade de produzir a preços mais baixos. </li></ul><ul><li>Os novos inventos exigiam uma fonte de energia muito mais forte do que a humana ou a hidráulica. </li></ul><ul><li>A máquina a vapor de James watt (produzir artificialmente energia, de forma eficaz.). </li></ul><ul><li>É considerado o motor e o símbolo da Revolução Industrial. </li></ul><ul><li>Outro sector primordial para este arranque foi o metalúrgico – o esgotamento das florestas, as necessidades crescentes de ferro e a existência de recursos minerais constituíram um importante estímulo para a aplicação de novas técnicas. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>3-Máquina a Vapor para extrair água nas Minas de Carvão </li></ul>
  15. 15. O Novo Regime Produtivo <ul><li>Maquinofactura – Sistema de produção em que a máquina desempenha o papel principal na produção. A maquinofactura substituiu, a partir de finais do século XVIII, a produção baseada no trabalho manual, ou seja, a manufactura. </li></ul>4
  16. 16. O Novo Regime Produtivo <ul><li>A Maquinofactura provocou profundas alterações na forma de produzir: </li></ul><ul><li>A fábrica as substitui a oficina doméstica (uma máquina a vapor era mais e melhor rentabilidade, os equipamentos concentravam-se e ocupavam mais espaço). </li></ul><ul><li>A produção em série substitui a produção artesanal.(A utilização das máquinas permitiu aumentar a produção e obrigou a uma modernização constante do equipamento). </li></ul><ul><li>A maquinização tomou o lugar do trabalho manual.(A máquina substituía o operário, que tinha sobretudo um papel de vigilância, controlo e verificação do maquinismo). </li></ul><ul><li>Acentuou-se a divisão do trabalho (a maioria do operariado era formada por aqueles que tinham funções mais simples e menos bem remuneradas e uma minoria tinha as funções mais complexas e mais bem pagas). </li></ul>
  17. 17. Principais avanços da maquinofaCtura <ul><li>Em 1733, John Kay inventa a lançadeira volante. </li></ul><ul><li>Em 1740, Benjamin Huntsman desenvolve o processo de produzir aço tipo &quot;crucible&quot;. </li></ul><ul><li>Em 1767 James Hargreaves inventa a “spinning jenny”, que permitia a um só artesão fiar 80 fios de uma única vez. </li></ul><ul><li>Em 1768 James Watt inventa a máquina a vapor. </li></ul><ul><li>Em 1769 Richard Arkwright inventa a “water frame”. </li></ul><ul><li>Em 1779 Samuel Crompton inventa a “mule”, uma combinação da “water frame” com a “spinning jenny” com fios finos e resistentes. </li></ul><ul><li>Em 1785 Edmond Cartwright inventa o tear mecânico. </li></ul>
  18. 18. O Novo Regime Produtivo - A modificação da paisagem: a fábrica e a cidade <ul><li>A paisagem sofreu enormes transformações com o sistema de produção fabril. As fábricas eram edifícios enormes com altas chaminés donde saía permanentemente um fumo negro proveniente da combustão do carvão. </li></ul><ul><li>As fábricas eram extremamente ruidosas e os seus desperdícios amontoavam-se sem critério- poluição. </li></ul><ul><li>Uma Inglaterra verde dava lugar a uma Inglaterra negra. </li></ul><ul><li>As cidades cresceram rapidamente, dado que as fábricas, se instalaram nas suas periferias (aí possuíam recursos abundantes de mão-de-obra, fácil acesso às matérias-primas e possibilidade de escoamento da produção). </li></ul><ul><li>Criaram-se subúrbios para onde, convergiram outras actividades, como o comércio e os serviços. </li></ul>
  19. 19. SÍTIOWEBGRAFIA <ul><li>1,3,4 http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.historianet.com.br/imagens/inddocas.jpg&imgrefurl=http:// www.historianet.com.br / conteudo /default.aspx%3Fcodigo%3D30&h=303&w=450&sz=10&hl=pt- </li></ul><ul><li> 2 ,. http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.abic.com.br/images/scafe/hist_img15_europa_sec18.jpg&imgrefurl=http://www.historia8.blogspot.com/&h=170&w=170&sz=15&hl=pt- </li></ul>

×