Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
25 de abril_de_1974
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

25 de abril_de_1974

  • 462 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
462
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
6
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • Para senhora fato inteiro com saia por cima, com decote sem descobrir os seios, com costas decotadas sem prejuízo do corte das cavas ser cingido nas axilas”. “camisola e calção com corte inteiro, justo à perna e reforço interno da parte da frente, e justo à cintura cobrindo o ventre”.
  • Os portugueses estavam isolados do exterior
  • quando faltavam 5 minutos para as 23 horas que tocou «E Depois do Adeus», era o 1º sinal para o início das operações militares a desencadear pelo Movimento das Forças Armadas.
  • Às 00h20 do dia25 Abrilde1974 na emissora do Rádio Renascença, o arranque da bobine que contém a senha. através dos potentes ouve-se a primeira quadra da canção Grândola, Vila Moreno, de José Afonso. Já no final da transmissão o agente da Censura, ali presente, dá sinais de que escutara algo que não previa Às 00h20 do dia25 Abrilde1974 na emissora do Rádio Renascença, o arranque da bobine que contém a senha. através dos potentes ouve-se a primeira quadra da canção Grândola, Vila Moreno, de José Afonso. Já no final da transmissão o agente da Censura, ali presente, dá sinais de que escutara algo que não previa Às 00h20 do dia25 Abrilde1974 na emissora do Rádio Renascença, o arranque da bobine que contém a senha. através dos potentes ouve-se a primeira quadra da canção Grândola, Vila Moreno, de José Afonso. Já no final da transmissão o agente da Censura, ali presente, dá sinais de que escutara algo que não previa Já no final da transmissão o agente da Censura, Já no final da transmissão o agente da censura dá sinais de que escutara algo não previa
  • No manifesto do MFA diz-se...FORAM CRIADAS AS CONDIÇÕES POLÍTICAS PARA QUE OS ÒRGÃOS DE SOBERANIA FOSSEM ELEITOS PELO POVO.

Transcript

  • 1. Antes do 25 de AbrilPortugal vivia uma guerra em África Todos os homens eram obrigados a ir para a guerra
  • 2. O antigo regimeTodos os homens eram obrigados a ir à tropa a partir 18 anos por causa da guerra colonial.
  • 3. Antes do 25 de Abril as prisões estavam cheiasde presos políticos
  • 4. Antes do 25 de Abril Não se podia fazer GREVE!
  • 5. Antes do 25 de AbrilEm todas as famílias havia um homem que combatia em África, chegando a estar longe até quatro anos
  • 6. Antes do 25 de AbrilSe as pessoas paravam a conversar, em grupo na rua podiam ser presasQuem não estava de acordo com o governo era severamente castigado
  • 7. Antes do 25 de AbrilAs mulheres :• não podiam votar (até 1970)• não podiam usar biquinis e calças•professoras e enfermeiras tinham de pedir autorização ao governo paracasar
  • 8. Antes do 25 de AbrilNenhuma notícia, livro, filme oucanção, escapava ao controlo dacensura, também conhecida como"lápis azul"
  • 9. A CENSURA A CENSURA ,CONHECIDA COMO “LÁPIS AZUL” ERA O QUE ESCOLHIA O QUE AS PESSOAS LIAM , OUVIAM E VIAM NOS JORNAIS, TELEVISÕES E RÁDIO.
  • 10. 25 de Abril de 1974
  • 11. A SOLUÇÃO A solução acabou por vir do lado de quem fazia a guerra: os militares. Cansados desse conflito e da falta de liberdade criaram o Movimento das Forças Armadas (MFA), conhecido como o "Movimento dos Capitães".
  • 12. REVOLUÇÃO DOS CRAVOSO GOLPE DE ESTADO 25 DE ABRIL DE 1974 FICOU CONHECIDO COMO A “REVOLUÇÃO DOS CRAVOS”.
  • 13. UMA REVOLUÇÃO SEM VIOLÊNCIA Não houve a violência habitual da revoluções (manchada de sangue inocente), o povo ofereceu CRAVOS aos militares que os puseram nos canos das armas.
  • 14. Os militares doMovimento das Forças Armadas Fizeram um golpe militar
  • 15. Mas na noite de 24 de Abril de 1974 tudo mudou! na rádio passaram 2 músicas …
  • 16. As senhas Para os militares saberem quando avançar foram lançadas duas "senhas" na rádio. A primeira foi a música "E Depois do Adeus", de Paulo de Carvalho, a segunda foi "Grândola, Vila Morena", de Zeca Afonso, que ficou ligada para sempre ao 25 de Abril.
  • 17. “E depois do Adeus” Paulo de CarvalhoQuis saber quem sou O que faço aqui Excertos do versoQuem me abandonouDe quem me esqueci Perguntei por mim Quis saber de nós 25 de Abril
  • 18. “Grândola Vila Morena” Zeca Afonso Excertos do verso Grândola Vila Morena Terra da Fraternidade O povo é quem mais ordena Dentro de ti, ò cidade 25 de Abril
  • 19. O golpe militar do 25 de Abril de 1974 que foi abraçado pelo povo ficou conhecido para sempre como "Revolução dos Cravos"
  • 20. O golpe militar a 25 de Abril de 1974 – Revolução dos Cravos – foi feitosem violência e derramamento de sangue e o povo ofereceu cravos aosmilitares que os colocaram nos canos das armas
  • 21. O Programa do MFADemocratizarDescolonizarDesenvolver 25 de Abril
  • 22. Depois do 25 de Abril Depois de afastados todos os responsáveis pela ditadura em Portugal, o MFA libertou os presos políticos e acabou com a censura sobre a Imprensa. E assim começou um novo período da nossa História, onde temos liberdade, as crianças todas podem ir à escola e o País juntou-se ao resto da Europa. Mas ainda há muito, muito caminho a percorrer.
  • 23. O caminho a percorrer Passados 34 anos ainda há muito caminho a percorrer… Devemos, cada um de nós, exercer o nosso direito de cidadania para construir um futuro melhor.