Arquipélago da Madeira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Arquipélago da Madeira

on

  • 1,856 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,856
Views on SlideShare
1,856
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
41
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Arquipélago da Madeira Arquipélago da Madeira Presentation Transcript

  • Arquipélago da Madeira
  • Ilha da Madeira Localização A ilha da Madeira fica situada no Oceano Atlântico na parte Oriental. A ilha da Madeira tem este nome porque quando foi descoberta tinha muitas árvores que davam boa madeira.
  • Origem e relevo A Madeira oferece algumas das mais belas paisagens do País. As ilhas são de origem vulcânica. O ponto mais alto é o Pico ruivo com 1862 m na Madeira e o Pico do facho com 517 m, em Porto Santo. Pico ruivo Pico do facho
  • O Pico do Areeiro é a segunda serra maior da ilha Portuguesa. A sua altitude é de 1810 m. Fica no centro – sul da ilha. Pico do Areeiro é revestido de vegetação. Nas encostas pastam rebanhos: cabras e ovelhas.
    • Pico do Areeiro
  • A ilha da Madeira, é caracterizada pelas suas arribas altas, algumas com centenas de metros. O arquipélago já era conhecido no sec. XIV mas só entre 1418 e 1420 foi redescoberto por João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira.
  • Na Madeira não há rios apenas ribeiras que são: Ribeira da Janela que desagua na costa Norte, Ribeira Brava e Ribeira dos Socorridos que desaguam na costa Sul. Ribeira da Janela Ribeira dos Socorridos
  • Gastronomia Na Madeira os pratos mais conhecidos são: a sopa de cebola, bifes de atum e espetadas.
  • Território
    • O arquipélago é formado pelas ilhas da Madeira, cuja a capital é o Funchal, o Porto Santo, que nos oferece uma linda praia de água morna, e pelos ilhéus selvagens (Pitão Grande e Pitão Pequeno) e Desertas (Grande, Bujio e Chão), compreendendo os concelhos de Calheta, Câmara de Lobos, Machico, Ponta do Sol, Porto de Moniz, Porto Santo, Ribeira Brava, Santana, Santa Cruz e São Vicente.
    • Vamos então conhecer a ilha da Madeira.
  • Porto Santo
  • Funchal
  • Calheta e Câmara de Lobos
  • Machico e Ponta do Sol
  • Porto Moniz e Santana
  • Ribeira Brava e Curral das freiras
  • Santa Cruz e São Vicente
  • Usos e costumes Um dos costumes na Madeira é a matança do porco. A matança do porco é um dia de festa, onde se come, dança e canta ao desafio. No folclore é muito conhecido o “Bailinho da Madeira”. Há duas festas que são muito faladas: é a festa da passagem de ano e a festa da Senhora do Monte.
  • Ilha da Madeira Na ilha da madeira planta-se a Cana-de-açúcar, o Maracujá, a famosa Banana da Madeira, o figo, … entre outros. O clima nesta região é ameno, com temperaturas médias muito suaves e uma humidade moderada, o que ajuda para o crescimento das seguintes plantas: Orquídias, Antúrios e Estrelícias, que são exportadas para outros países
  • A Madeira tem cultura e tradições que a distinguem de outras regiões do país. Tem artesanato típico são os trabalhos em verga e os bordados. Madeira é uma região autónoma que tem governo, bandeira e hino próprio.
  • Hino da Madeira Do vale à montanha E do mar à serra Tem povo humilde, estóico e valente, Entre rocha dura te lavrou a terra para lançar do pão a semente Herói do trabalho na montanha agreste que se fez ao mar Em vagas procelosas ou louros da vitória em tuas mãos, Calosas foram a herança que a teus filhos deste. Refrão Por este mundo além Madeira, teu nome continua Em teus, filhos saudosos Que além fronteiras de ti Se mostram orgulhosos, Por esse mundo além, Madeira honraremos a tua história Na senda do trabalho Nós lutaremos alcançaremos Teu bem-estar e glória.
  • FIM Trabalho realizado por: Diana Martins