0
Riscos Biológicos
<ul><li>São aqueles que incluem infecções agudas ou crônicas, parasitoses, reações tóxicas ou alérgicas a plantas e animai...
São considerados riscos biológicos   <ul><li>Vírus </li></ul><ul><li>Bactérias </li></ul><ul><li>Parasitas </li></ul><ul><...
Classificação dos agentes patogênicos <ul><ul><li>Classe 1  – não representam risco para o manipulador, nem para a comunid...
Classificação dos agentes patogênicos <ul><ul><li>Classe 3   - risco grave para o manipulador e moderado para a comunidade...
<ul><li>A saúde  ocupa o 1º lugar no ranking de registros de acidentes,mesmo com a eficiência dos processos de notificação...
Identificação e avaliação dos riscos biológicos <ul><ul><li>Classificação dos agentes biológicos </li></ul></ul><ul><ul><l...
Condições de Exposição <ul><ul><li>Exposição aguda local </li></ul></ul><ul><ul><li>Exposição crônica local </li></ul></ul...
Microrganismos Patogênicos <ul><li>São capazes de produzir doenças infecciosas aos seus hospedeiros, sempre que estejam em...
Modo de ação <ul><ul><li>Por invasão direta > provocadas pela sua presença </li></ul></ul><ul><ul><li>Por produção de enzi...
Exposição à fatores infecciosos <ul><ul><li>Bactérias </li></ul></ul><ul><ul><li>Vírus </li></ul></ul><ul><ul><li>Fungos <...
Classificação das Bactérias <ul><li>Podem ser classificadas de acordo com o tipo de respiração : </li></ul><ul><ul><li>Aer...
Classificação das Bactérias <ul><li>De acordo com a forma: </li></ul><ul><ul><li>Esféricas – cocos </li></ul></ul><ul><ul>...
Classificação dos Vírus <ul><li>Enterovírus </li></ul><ul><li>É um tipo de vírus severamente contagioso, que ataca o siste...
Classificação dos Vírus <ul><li>Poliovírus </li></ul><ul><li>É um vírus com genoma de RNA simples que serve diretamente pa...
Fungos <ul><li>São seres vivos, uni ou pluricelulares, eucariotas, que podem provocar doença no homem </li></ul>
Parasitas <ul><li>São considerados agressores, pois prejudicam o organismo hospedeiro através do parasitismo </li></ul>
Patologia Infecciosa <ul><ul><li>Leptospirose </li></ul></ul><ul><ul><li>Tétano </li></ul></ul><ul><ul><li>Brucelose </li>...
Outros tipos de patologia <ul><ul><li>Eczemas de tipo alérgico </li></ul></ul><ul><ul><li>Conjuntivites de contato com pós...
Hepatite A <ul><li>É uma doença aguda no fígado, geralmente de curso benigno  </li></ul>
Sintomas Hepatite A <ul><ul><li>Febre </li></ul></ul><ul><ul><li>Perda de apetite </li></ul></ul><ul><ul><li>Fadiga  </li>...
Como Prevenir a Hepatite A <ul><li>O melhor modo de prevenir a hepatite A é através da vacinação </li></ul>
Hepatite B <ul><li>É uma doença infecciosa freqüentemente crônica causada pelo vírus da hepatite B   </li></ul>
Sintomas da Hepatite B <ul><ul><li>Fezes de cor pálida </li></ul></ul><ul><ul><li>Intestino solto </li></ul></ul><ul><ul><...
Como prevenir a Hepatite B <ul><li>O melhor modo de prevenir a hepatite B é através da vacinação </li></ul>
Hepatite C <ul><li>É uma infecção aguda no fígado, causada por um vírus </li></ul>
Sintomas da Hepatite C <ul><ul><li>Cansaço extremo </li></ul></ul><ul><ul><li>Dor nas articulações </li></ul></ul><ul><ul>...
Como prevenir a Hepatite C <ul><li>Até o momento não existe vacina que previna contra a hepatite C </li></ul>
Tuberculose <ul><li>É uma doença infectocontagiosa transmitida pelo vírus bacilo de Koch </li></ul>
Sintomas da Tuberculose <ul><ul><li>Tosse seca e contínua </li></ul></ul><ul><ul><li>Cansaço excessivo </li></ul></ul><ul>...
Como prevenir a Tuberculose <ul><li>A melhor maneira de se prevenir contra a tuberculose é através da vacina BCG </li></ul>
Hanseníase <ul><li>A hanseníase ou lepra, é uma doença infecciosa que afeta a pele e nervos periféricos </li></ul>
Sintomas da Hanseníase <ul><ul><li>Lesões de pele simétricas </li></ul></ul><ul><ul><li>Nódulos </li></ul></ul><ul><ul><li...
Como prevenir a Hanseníase <ul><li>A melhor maneira de prevenir a hanseníase é com a realização do exame dermato-neurológi...
Influenza A H1N1 <ul><li>É uma gripe aguda causada pelo vírus A (H1N1) </li></ul>
Sintomas da Influenza A H1N1 <ul><ul><li>Febre repentina </li></ul></ul><ul><ul><li>Fadiga </li></ul></ul><ul><ul><li>Dore...
Como prevenir a Influenza A H1N1 <ul><ul><li>Não compartilhar objetos pessoais </li></ul></ul><ul><ul><li>Ao tossir, cubra...
Atenção <ul><li>Você pode se cuidar e não se contaminar !  </li></ul>
<ul><ul><li>Saneamento básico e higiene pessoal </li></ul></ul><ul><ul><li>Boa alimentação </li></ul></ul><ul><ul><li>Limp...
EPI’s <ul><ul><li>São quaisquer meios ou dispositivos destinados a ser utilizados por uma pessoa contra possíveis riscos a...
Tipos de EPI’s <ul><ul><li>Proteção da Cabeça – Capacete </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção auditiva - Abafadores de ruíd...
Tipos de EPI’s <ul><ul><li>Proteção respiratória – Máscaras </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção ocular e facial – óculos, ...
Tipos de EPI’s <ul><ul><li>Proteção de mãos e braços – luvas </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção de pés e pernas – sapatos...
EPC’s <ul><ul><ul><li>Possibilitam a proteção de todos os trabalhadores expostos a determinados riscos </li></ul></ul></ul>
Tipos de EPC’s <ul><ul><li>Capela química </li></ul></ul><ul><ul><li>Chuveiro de emergência </li></ul></ul><ul><ul><li>Lav...
Cabines de Segurança biológicas <ul><li>São geralmente usadas como contenção primária no trabalho com agentes de risco bio...
Classe I <ul><ul><li>É indicada para procedimentos laboratoriais, onde é requerido a proteção ao operador e ao meio ambien...
Classe II <ul><ul><li>Tipo A2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Este equipamento mantém a área de trabalho, meio ambiente e o usu...
<ul><li>Classe II A2  Classe II B2 </li></ul>
Classe III <ul><ul><li>É uma cabine de contenção máxima. É totalmente fechada, com ventilação própria, construída em aço i...
Conclusão A saúde biológica e mental do trabalhador deve SEMPRE ser preservada através de ações prevencionista.  É mais lu...
Equipe TST <ul><ul><li>Caroline Coelho </li></ul></ul><ul><ul><li>Caroline Natal </li></ul></ul><ul><ul><li>Cintia Rocha <...
 
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Trabalho Riscos BiolóGicos

56,507

Published on

Seminário sobre risocs biológicos visando o prevencionismo das doenças oportunistas.

3 Comments
14 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
56,507
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1,042
Comments
3
Likes
14
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Trabalho Riscos BiolóGicos"

  1. 1. Riscos Biológicos
  2. 2. <ul><li>São aqueles que incluem infecções agudas ou crônicas, parasitoses, reações tóxicas ou alérgicas a plantas e animais. </li></ul>
  3. 3. São considerados riscos biológicos <ul><li>Vírus </li></ul><ul><li>Bactérias </li></ul><ul><li>Parasitas </li></ul><ul><li>Protozoários </li></ul><ul><li>Fungos </li></ul><ul><li>Bacilos </li></ul>
  4. 4. Classificação dos agentes patogênicos <ul><ul><li>Classe 1 – não representam risco para o manipulador, nem para a comunidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Classe 2 – risco moderado para o manipulador e fraco para a comunidade </li></ul></ul>
  5. 5. Classificação dos agentes patogênicos <ul><ul><li>Classe 3 - risco grave para o manipulador e moderado para a comunidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Classe 4 - risco grave para o manipulador e para a comunidade </li></ul></ul>
  6. 6. <ul><li>A saúde  ocupa o 1º lugar no ranking de registros de acidentes,mesmo com a eficiência dos processos de notificação. </li></ul>
  7. 7. Identificação e avaliação dos riscos biológicos <ul><ul><li>Classificação dos agentes biológicos </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomendações das autoridades </li></ul></ul><ul><ul><li>Informações sobre as doenças </li></ul></ul><ul><ul><li>Potenciais efeitos </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecimento </li></ul></ul>
  8. 8. Condições de Exposição <ul><ul><li>Exposição aguda local </li></ul></ul><ul><ul><li>Exposição crônica local </li></ul></ul><ul><ul><li>Exposição aguda Sistêmica </li></ul></ul><ul><ul><li>Exposição crônica Sistêmica </li></ul></ul>
  9. 9. Microrganismos Patogênicos <ul><li>São capazes de produzir doenças infecciosas aos seus hospedeiros, sempre que estejam em circunstâncias favoráveis, inclusive do meio ambiente. </li></ul>
  10. 10. Modo de ação <ul><ul><li>Por invasão direta > provocadas pela sua presença </li></ul></ul><ul><ul><li>Por produção de enzimas e de toxinas > difundidas no organismo humano </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Exotoxinas = liberada viva </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Endotoxinas = liberada morta </li></ul></ul></ul></ul>
  11. 11. Exposição à fatores infecciosos <ul><ul><li>Bactérias </li></ul></ul><ul><ul><li>Vírus </li></ul></ul><ul><ul><li>Fungos </li></ul></ul><ul><ul><li>Parasitas </li></ul></ul><ul><ul><li>Insetos </li></ul></ul><ul><ul><li>Ratos </li></ul></ul>
  12. 12. Classificação das Bactérias <ul><li>Podem ser classificadas de acordo com o tipo de respiração : </li></ul><ul><ul><li>Aeróbias </li></ul></ul><ul><ul><li>Anaeróbias </li></ul></ul><ul><ul><li>Facultativas </li></ul></ul>
  13. 13. Classificação das Bactérias <ul><li>De acordo com a forma: </li></ul><ul><ul><li>Esféricas – cocos </li></ul></ul><ul><ul><li>Bastonetes – bacilos </li></ul></ul><ul><ul><li>Saca-rolhas – espirilos </li></ul></ul><ul><ul><li>Vírgula – vibriões </li></ul></ul>
  14. 14. Classificação dos Vírus <ul><li>Enterovírus </li></ul><ul><li>É um tipo de vírus severamente contagioso, que ataca o sistema intestinal. </li></ul>
  15. 15. Classificação dos Vírus <ul><li>Poliovírus </li></ul><ul><li>É um vírus com genoma de RNA simples que serve diretamente para a síntese protéica </li></ul>
  16. 16. Fungos <ul><li>São seres vivos, uni ou pluricelulares, eucariotas, que podem provocar doença no homem </li></ul>
  17. 17. Parasitas <ul><li>São considerados agressores, pois prejudicam o organismo hospedeiro através do parasitismo </li></ul>
  18. 18. Patologia Infecciosa <ul><ul><li>Leptospirose </li></ul></ul><ul><ul><li>Tétano </li></ul></ul><ul><ul><li>Brucelose </li></ul></ul><ul><ul><li>Raiva </li></ul></ul><ul><ul><li>Hepatite </li></ul></ul><ul><ul><li>Tuberculose </li></ul></ul>
  19. 19. Outros tipos de patologia <ul><ul><li>Eczemas de tipo alérgico </li></ul></ul><ul><ul><li>Conjuntivites de contato com pós, gases ou gotículas líquidas </li></ul></ul><ul><ul><li>Alterações cardiovasculares </li></ul></ul><ul><ul><li>Alterações da fórmula sanguínea </li></ul></ul><ul><ul><li>Patologia osteo-articular/lombalgias </li></ul></ul><ul><ul><li>Trombos </li></ul></ul>
  20. 20. Hepatite A <ul><li>É uma doença aguda no fígado, geralmente de curso benigno </li></ul>
  21. 21. Sintomas Hepatite A <ul><ul><li>Febre </li></ul></ul><ul><ul><li>Perda de apetite </li></ul></ul><ul><ul><li>Fadiga </li></ul></ul><ul><ul><li>Náusea </li></ul></ul><ul><ul><li>Vômito </li></ul></ul><ul><ul><li>Icterícia </li></ul></ul>
  22. 22. Como Prevenir a Hepatite A <ul><li>O melhor modo de prevenir a hepatite A é através da vacinação </li></ul>
  23. 23. Hepatite B <ul><li>É uma doença infecciosa freqüentemente crônica causada pelo vírus da hepatite B </li></ul>
  24. 24. Sintomas da Hepatite B <ul><ul><li>Fezes de cor pálida </li></ul></ul><ul><ul><li>Intestino solto </li></ul></ul><ul><ul><li>Dor nas articulações </li></ul></ul><ul><ul><li>Urina escura </li></ul></ul><ul><ul><li>Fadiga </li></ul></ul><ul><ul><li>Febre </li></ul></ul>
  25. 25. Como prevenir a Hepatite B <ul><li>O melhor modo de prevenir a hepatite B é através da vacinação </li></ul>
  26. 26. Hepatite C <ul><li>É uma infecção aguda no fígado, causada por um vírus </li></ul>
  27. 27. Sintomas da Hepatite C <ul><ul><li>Cansaço extremo </li></ul></ul><ul><ul><li>Dor nas articulações </li></ul></ul><ul><ul><li>Dor de estômago </li></ul></ul><ul><ul><li>Coceiras </li></ul></ul><ul><ul><li>Dores musculares </li></ul></ul><ul><ul><li>Urina escura </li></ul></ul><ul><ul><li>Icterícia </li></ul></ul>
  28. 28. Como prevenir a Hepatite C <ul><li>Até o momento não existe vacina que previna contra a hepatite C </li></ul>
  29. 29. Tuberculose <ul><li>É uma doença infectocontagiosa transmitida pelo vírus bacilo de Koch </li></ul>
  30. 30. Sintomas da Tuberculose <ul><ul><li>Tosse seca e contínua </li></ul></ul><ul><ul><li>Cansaço excessivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Palidez </li></ul></ul><ul><ul><li>Falta de apetite </li></ul></ul><ul><ul><li>Rouquidão </li></ul></ul>
  31. 31. Como prevenir a Tuberculose <ul><li>A melhor maneira de se prevenir contra a tuberculose é através da vacina BCG </li></ul>
  32. 32. Hanseníase <ul><li>A hanseníase ou lepra, é uma doença infecciosa que afeta a pele e nervos periféricos </li></ul>
  33. 33. Sintomas da Hanseníase <ul><ul><li>Lesões de pele simétricas </li></ul></ul><ul><ul><li>Nódulos </li></ul></ul><ul><ul><li>Placas </li></ul></ul><ul><ul><li>Derme espessada </li></ul></ul><ul><ul><li>Falta de Sensibilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Sangramento nasal </li></ul></ul><ul><ul><li>Congestão </li></ul></ul>
  34. 34. Como prevenir a Hanseníase <ul><li>A melhor maneira de prevenir a hanseníase é com a realização do exame dermato-neurológico e com a aplicação da vacina BCG </li></ul>
  35. 35. Influenza A H1N1 <ul><li>É uma gripe aguda causada pelo vírus A (H1N1) </li></ul>
  36. 36. Sintomas da Influenza A H1N1 <ul><ul><li>Febre repentina </li></ul></ul><ul><ul><li>Fadiga </li></ul></ul><ul><ul><li>Dores musculares </li></ul></ul><ul><ul><li>Coriza </li></ul></ul><ul><ul><li>Diarréia </li></ul></ul><ul><ul><li>Vômitos </li></ul></ul>
  37. 37. Como prevenir a Influenza A H1N1 <ul><ul><li>Não compartilhar objetos pessoais </li></ul></ul><ul><ul><li>Ao tossir, cubra o nariz e a boca com um lenço </li></ul></ul><ul><ul><li>Lavar as mãos freqüentemente </li></ul></ul><ul><ul><li>Não usar medicamentos sem orientação médica </li></ul></ul>
  38. 38. Atenção <ul><li>Você pode se cuidar e não se contaminar ! </li></ul>
  39. 39. <ul><ul><li>Saneamento básico e higiene pessoal </li></ul></ul><ul><ul><li>Boa alimentação </li></ul></ul><ul><ul><li>Limpar superfícies sujeitas a contato manual muito freqüente </li></ul></ul><ul><ul><li>Não esquecer de usar os EPI’s </li></ul></ul><ul><ul><li>Levar a sério os treinamentos </li></ul></ul><ul><ul><li>Não burlar a boas práticas </li></ul></ul>
  40. 40. EPI’s <ul><ul><li>São quaisquer meios ou dispositivos destinados a ser utilizados por uma pessoa contra possíveis riscos ameaçadores da sua saúde ou segurança </li></ul></ul>
  41. 41. Tipos de EPI’s <ul><ul><li>Proteção da Cabeça – Capacete </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção auditiva - Abafadores de ruídos ou protetores auriculares </li></ul></ul>
  42. 42. Tipos de EPI’s <ul><ul><li>Proteção respiratória – Máscaras </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção ocular e facial – óculos, viseiras </li></ul></ul>
  43. 43. Tipos de EPI’s <ul><ul><li>Proteção de mãos e braços – luvas </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção de pés e pernas – sapatos, botas, botinas </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteção contra quedas – cinto de segurança </li></ul></ul>
  44. 44. EPC’s <ul><ul><ul><li>Possibilitam a proteção de todos os trabalhadores expostos a determinados riscos </li></ul></ul></ul>
  45. 45. Tipos de EPC’s <ul><ul><li>Capela química </li></ul></ul><ul><ul><li>Chuveiro de emergência </li></ul></ul><ul><ul><li>Lava olhos </li></ul></ul><ul><ul><li>Manta ou cobertor </li></ul></ul><ul><ul><li>Vaso de areia </li></ul></ul><ul><ul><li>Extintores de incêndio </li></ul></ul><ul><ul><li>Cabines de segurança biológica </li></ul></ul>
  46. 46. Cabines de Segurança biológicas <ul><li>São geralmente usadas como contenção primária no trabalho com agentes de risco biológico, minimizando a exposição do operador, do produto e do ambiente. </li></ul><ul><li>São divididas em três tipos: </li></ul><ul><li>Classe I </li></ul><ul><li>Classe II </li></ul><ul><li>Classe III </li></ul>
  47. 47. Classe I <ul><ul><li>É indicada para procedimentos laboratoriais, onde é requerido a proteção ao operador e ao meio ambiente </li></ul></ul>
  48. 48. Classe II <ul><ul><li>Tipo A2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Este equipamento mantém a área de trabalho, meio ambiente e o usuário totalmente protegidos </li></ul></ul><ul><ul><li>Tipo B2 </li></ul></ul><ul><ul><li>É igual a CSB Classe II tipo A2, mas possui duto de exaustão para o exterior do ambiente laboratorial </li></ul></ul>
  49. 49. <ul><li>Classe II A2 Classe II B2 </li></ul>
  50. 50. Classe III <ul><ul><li>É uma cabine de contenção máxima. É totalmente fechada, com ventilação própria, construída em aço inox à prova de escape de ar e opera com pressão negativa </li></ul></ul>
  51. 51. Conclusão A saúde biológica e mental do trabalhador deve SEMPRE ser preservada através de ações prevencionista. É mais lucrativo ter um custo com EPI’s e EPC’s do que gastos com funcionários doentes, adoecidos e afastados. Sejamos prevenidos, prevencionista e perseverantes.
  52. 52. Equipe TST <ul><ul><li>Caroline Coelho </li></ul></ul><ul><ul><li>Caroline Natal </li></ul></ul><ul><ul><li>Cintia Rocha </li></ul></ul><ul><ul><li>Eudilania Coelho </li></ul></ul><ul><ul><li>Glaucia Santos </li></ul></ul><ul><ul><li>Paula Renata </li></ul></ul>
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×