• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Que água bebemos: substância, mistura ou solução?...Ou de como aprender química com base na resolução de problemas
 

Que água bebemos: substância, mistura ou solução?...Ou de como aprender química com base na resolução de problemas

on

  • 1,999 views

Comunicação em painel

Comunicação em painel
apresentada no XXII Encontro Nacional da Sociedade Portuguesa de Química
3 a 6 de Julho de 2011
Universidade do Minho
Braga

Statistics

Views

Total Views
1,999
Views on SlideShare
1,765
Embed Views
234

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

3 Embeds 234

http://corcastro.jimdo.com 205
http://www101.jimdo.com 21
http://www.slideshare.net 8

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Que água bebemos: substância, mistura ou solução?...Ou de como aprender química com base na resolução de problemas Que água bebemos: substância, mistura ou solução?...Ou de como aprender química com base na resolução de problemas Document Transcript

    • Que água bebemos: substância, mistura ou solução? ... Ou de como aprender Química com base na resolução de um problema… Cornélia Castro1, Ana Paula Santos2 1 Professorade Quadro de Escola, 2 Escola Secundária Carolina Michaelis 1. INTRODUÇÃO 2. PROBLEMATIZAÇÃO O professor apresenta o tema a problematizar aosAs orientações para o ensino da Física e Química, elencadas no Programa alunos e promove uma discussão sobre o mesmo da qualde Física e Química A para o 10.º ano, homologado em Março de 2001, Questão / problema Que água bebemos: substância, mistura ou solução? surgirá/ão a/s questão/ões problema/s. Propõe, debaseiam-se numa visão externalista do ensino da Ciência estruturada seguida, um quadro (Fig. 1) onde os alunos registarãonuma abordagem CTSA (Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente), toda a informação a conseguir, já que serão eles os Ideias Factos Questões de Aprendizagem Plano de Acçãoancorada na resolução de problemas. responsáveis pela resolução do problema.Há que valorizar na escola o aprender, o pensar e o adquirir Na coluna das ideias são colocados os modos de O que é uma mistura. Pesquisa bibliográfica Analisar rótulos Água de mesa: O que é uma solução.conhecimento. Para isso, a Educação deve envolver os alunos em resolução do problema propostos pelos alunos. A coluna de águas de - é “pura” Qual a diferença entre soluto (livros, revistas, jornais, cd-rom). - não tem cheiropensamento crítico começando por os levar a aceitar e a interiorizar a e solvente. dos factos é preenchida com a informação retida da mesa. - não tem sabor Qual o estado físico de uma Pesquisar na internet. Contactar um técnico deintenção de aprender e de realizar algo e reflectir sobre isso. exposição do problema assim como a informação que já Analisar um - é incolor solução. análise química. Qual a diferença entre faseCaberá aos professores o papel de facilitadores no sentido de ajudar os conhecem acerca do tema a problematizar. Na coluna boletim de - é potável Água da dispersa e fase dispersante. Seleccionar da informação das questões de aprendizagem registam-se os pontos análise de água Qual a diferença entre mistura recolhida, a relevante.alunos a tornarem-se cognitivamente activos e conscientes. de consumo. companhia: homogénea e mistura Utilizar software referente que requerem maior definição, pesquisa e elaboração, - é “pura”A Educação deverá envolver a resolução ou a preparação para a resolução heterogénea. Analisar um - tem cheiro Como preparar uma solução a equipamento de podendo o professor ajudar os alunos sugerindo outras laboratório.de problemas de tal forma que a aprendizagem baseada em problemas áreas para exploração. As questões de aprendizagem boletim de - contém cloro - às vezes tem cor no laboratório. O que significa composição Executar uma experiência análise de água(PBL) faça com que os alunos, seguindo um processo cuidadosamente aqui registadas são um guia, servindo de base para a de um poço. - é potável qualitativa. O que significa composição laboratorial. Visitar um laboratório de Água de um poço:planeado, executem tarefas complexas de brainstorming, de identificação pesquisa dos alunos e sugerindo áreas para posterior  ... ... quantitativa. análise de águas. ... ...de conhecimento útil, de construção de uma estratégia para encontrar investigação. Na última coluna do quadro, regista-se (adaptado de [1, p. 40])respostas. como se vai realizar a investigação1. Fig. 1 1 Para uma melhor compreensão da estratégia aqui referida, recomenda-se a leitura de [1]. 3. METODOLOGIA Apresentam-se várias questões e actividades, com base na questão problema: 4. RESULTADOS a) Construção de um mapa de conceitos a partir de cartões com os conceitos a utilizar Por recurso à estratégia do Vê de Gowin, planifica-se a preparação de 100 cm3 de uma solução com uma determinada concentração em ião cálcio. b) Análise comparativa de rótulos de águas de mesa diversas, no respeitante à respectiva A realização de todas as actividades prático-laboratoriais propostas permite a revisitação composição química dos conceitos pelo que se propõe, finalmente, a construção de um mapa de conceitos final. . 5. CONCLUSÕES c) Preparação de uma solução, a partir de informação e da realização prévia de uma A estratégia apresentada confronta os alunos com uma situação problemática. actividade teórica Com alguma informação estruturada e com orientação do/a professor/a, a actividade proposta permite, perante a resolução das questões que vão surgindo, desenvolver sequencialmente, competências de pensamento crítico. A actividade desenvolvida com a estratégia apresentada permite que os alunos tenham um papel activo na construção do seu conhecimento já que, confrontados com um problema, os alunos descobrem a respectiva solução, o que conduz a uma aprendizagem mais profunda. Referências [1] Delisle, R., Como realizar a aprendizagem baseada em problemas, (2001), Edições ASA. [2] Domingues, L., Abreu, M., E., Técnicas Laboratoriais de Química – Bloco II, (1997), Raíz Editora. [3] Jonassen, D., H., Computadores, Ferramentas Cognitivas, (2007), Porto Editora. [4] Novak, J., D., Aprender, criar e utilizar o conhecimento, (2000), Colecção Plátano Universitária. É possível efectuar o download de toda a actividade em: Casa das Ciências imagens retiradas de [2] Portal das Escolas