• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Slides controladoria aula_9
 

Slides controladoria aula_9

on

  • 5,458 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,458
Views on SlideShare
5,458
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
209
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Slides controladoria aula_9 Slides controladoria aula_9 Document Transcript

    • Custos Por que devemos estudar Custos? Para apurar o custo e a rentabilidade dos produtos, dos serviços e dos departamentos Por que devemos estudar Custos? Para atribuir responsabilidades entre os diversos executivos e departamentos Para analisar o desempenho dos diversos executivos e departamentos Para melhorar os processos e eliminar desperdícios Para auxiliar na tomada de decisões gerenciais Para subsidiar a formação do preço de venda etc. Conceitos Conceitos Gasto: obtenção de bens ou serviços com Desembolso: esforço financeiro associado ao pagamento no ato (desembolso) ou no futuro (cria-se pagamento resultante da aquisição de um bem ou uma dívida). A empresa tem um gasto na compra de serviço. Os desembolsos podem ocorrer antes bens (imobilizado), matéria-prima, na produção etc. (pagamento antecipado), no momento (pagamento à vista) ou depois da ocorrência dos gastos (pagamento a prazo). 1
    • Conceitos Conceitos Custo: gasto relativo aos bens e serviços (recursos) Perda: gasto involuntário, anormal ou extraordinário consumidos na produção de outros bens. que não gera um novo bem ou serviço e tampouco geram receitas e são apropriados diretamente no resultado do período em que ocorrerem. Exemplos: mão-de-obra, Exemplos: vazamento de materiais energia elétrica, desgaste líquidos ou gasosos, material com das máquinas utilizadas prazo de validade vencido, para a produção, enchentes, inundações, sinistros, embalagem etc. incêndio, desfalque no caixa. Conceitos Conceitos Despesa: gasto relativo a bem ou serviço Investimento: é o consumido direta ou indiretamente para obtenção de gasto ativado em receitas, manutenção da empresa e remuneração de função de sua vida útil capital de terceiros. (máquinas, por exemplo) ou de benefícios atribuíveis a períodos futuros (impostos a recuperar). Conceitos Insumos Insumo: é uma terminologia específica para o setor produtivo ou industrial. Significa a combinação de fatores de produção (matérias-primas, mão-de-obra, gastos gerais, energia, depreciação) necessários para a produção de determinada quantidade de bem ou serviço. 2
    • Conceitos Conceitos Centro de Custos: menor unidade do processo Centro de Despesas: representam a menor unidade produtivo de uma organização para a qual os custos de acumulação de despesas, que desenvolvem são orçados ou apropriados. atividades administrativas, financeiras e comerciais. Exemplos: montagem, pintura, cromagem etc. Exemplos: contabilidade, departamento de pessoal, tesouraria, faturamento, cobrança, vendas contas a receber etc. Ativo × Custo × Despesa Ativo × Custo × Despesa Faz Compras a Prazo Guarda na Dispensa Prepara o Alimento Guarda na Geladeira (GASTO) (ATIVO) (CUSTO) (ATIVO) Ativo × Custo × Despesa Custos × Ramo de Atividade Empresa Industrial: Matéria-prima, Mão-de-Obra e Outros Gastos na Fábrica. Empresa Comercial Preço pago Comercial: pela Mercadoria a ser vendida. Empresa Prestadora de Serviços: Mão-de-Obra, o Come Efetua o Pagamento Material e outros gastos aplicados aos serviços prestados. (DESPESA) (DESEMBOLSO) 3
    • Exercício 1 ITENS RESPOSTAS 1. Incêndio na fábrica 2. Compra de máquinas para a produção 3. Compra de matéria‐prima 4. Consumo de matéria‐prima utilizada na produção 5. Baixa das mercadorias vendidas 6. Reconhecimento dos salários do diretor geral e de suas  secretárias 7. Depreciação do caminhão que faz as entregas dos  produtos vendidos aos clientes 8. Depreciação das máquinas da produção 9. Reconhecimento dos salários dos operários da produção 10. Pagamento dos salários (relativo aos itens 6 e 9) Classificação dos Gastos Custos Diretos (Com relação aos Produtos) Podem ser quantificados e identificados aos produtos ou serviços e valorizados com relativa facilidade. Classificação ç Não precisam de critérios de rateio para serem alocados aos produtos fabricados ou serviços prestados Na grande maioria das indústrias, compõem-se de Custos Despesas Custos Despesas materiais e mão-de-obra. Diretos Diretas Indiretos Indiretas Custos Diretos Despesas Diretas São aquelas que podem ser quantificadas e apropriadas às receitas de vendas. Custos Para cada bem vendido é possível identificar o custo Diretos incorrido em sua aquisição ou produção. Exemplos: comissões dos vendedores, as despesas de frete e seguro de transporte etc. Material Mão-de-obra Direto Direta 4
    • Custos Indiretos Custos Indiretos Não podem ser apropriados de forma direta para produto ou serviço executado pois necessitam da utilização de algum critério para rateio para sua Custos alocação. Indiretos Exemplos: mão-de-obra indireta, materiais indiretos, outros custos indiretos. Materiais Mão-de-obra Indiretos Indireta Despesas Indiretas Fluxo dos Custos e Despesas Não podem ser identificados com precisão com as Gastos receitas geradas Custos Despesas Geralmente são considerados como despesas do Indiretos Diretos período e não são distribuídos por tipo de receita Exemplos: despesas administrativas, despesas Rateio Produto A Vendas financeiras e despesas com IR e CS Produto B Estoque CPV Resultado do Período Classificação dos Gastos Custos Fixos (Com relação ao Volume de Produção) São aqueles que permanecem constantes dentro de determinada capacidade instalada, independentemente do volume de produção. Em outras palavras, uma alteração no volume de produção para mais ou para Classificação ç menos não altera o valor total dos c stos fi os alor custos fixos. Custos Despesas Custos Despesas Fixos Fixas Variáveis Variáveis 5
    • Custos Fixos Custos Fixos Custos fixos de um Volume hipotético Custos fixos período – total de produção por unidade R$ 120.000 12.000 unidades R$ 10 R$ 120.000 15.000 unidades R$ 8 R$ 120.000 20.000 unidades R$ 6 Despesas Fixas Custos Variáveis São aquelas que permanecem constantes dentro de São aqueles que mantêm uma relação direta com o determinada faixa de atividades geradoras de receitas, volume de produção ou serviço e, conseqüentemente, independentemente do volume de vendas ou de podem ser identificados com os produtos prestação de serviços. Dessa maneira, uma alteração no Dessa maneira, o total dos custos variáveis cresce à p p volume de receitas para mais ou para menos não altera medida q e o volume de ati idades da empresa que ol me atividades o valor total da despesa aumenta Na maioria das vezes, esse crescimento no total Exemplo: honorários, salários e encargos sociais dos evolui na mesma proporção do acréscimo no volume diretores, salários e encargos sociais dos funcionários produzido administrativos, despesas financeiras, despesas com aluguéis, seguros etc. Custos Variáveis Custos Fixos × Variáveis Produção Custo por Custo Custo Custo Total Variações do período unidade Fixo Variável 1.000 pares R$ 10 R$ 10.000 Em relação ao Aumenta Não Varia Custo Total ou Diminui 1.200 pares R$ 10 R$ 12.000 Em relação ao Aumenta 1.500 pares R$ 10 R$ 15.000 Não Varia Custo por Unidade ou Diminui 6
    • Custos Variáveis Despesas Variáveis São aquelas que variam proporcionalmente às variações no volume de receitas. Exemplos: as comissões dos vendedores sobre as vendas e os serviços, os gastos com os fretes para entrega dos produtos vendidos, os gastos com o faturamento e as cobranças das vendas a prazo. Exercício 2 Exercício 3 Determinar o custo unitário do produto: Classifique Custo e Despesa Fixo (F), Variável (V), Direto (D) ou Indireto (I) Matéria‐prima consumida no processo produtivo GASTOS CLASSIFICAÇÃO Mão‐de‐obra dos operários 1. Salário de Vigilantes da Fábrica Gastos gerais de fabricação d f b ã 2. Comissão dos Vendedores 2 Comissão dos Vendedores Depreciação das máquinas 3. Depreciações Custo Total 4. Água Volume produzido 5. Propaganda Custo unitário 6. Embalagens 7. Mão‐de‐obra Direta 8. Matéria‐prima Classificação dos Gastos Custos Básicos (CB) (Com relação à Ocorrência) São os custos que estão relacionados exclusivamente com o consumo de matérias-primas ou dos insumos Classificação Custos Custos Custo CPF CPV Básicos de Transf. Fabril 7
    • Custos Básicos (CB) Custos de Transformação (CTr) São os custos relacionados à fabricação, exceto custos de matéria-prima. É tudo aquilo em que a Estoque de  Estoque de  indústria incorre na transformação da matéria-prima em Matéria‐prima Produtos em Processo produto acabado, tais como a MOD e os GGF EI MP Requisição pelo EI PP Parque Fabril MP Comprada MP Comprada MP Consumida MP Consumida EF MP MOD Produtos GGF Fabricados EF PP Custos de Transformação (CTr) Custo Fabril (CFa) Correspondem ao somatório de todos os custos incorridos pela indústria em um dado período, isto é, o Estoque de  somatório dos custos básicos com os custos de Produtos em Processo transformação. EI PP MP Consumida MOD GGF Prod. Fabricados EF PP Custo Fabril (CFa) Custo dos Produtos Fabricados (CPF) É o custo alocado aos produtos que foram terminados no período, independentemente de terem Estoque de  sido iniciados em outro período. Produtos em Processo EI PP MP Consumida MP Consumida MOD GGF Prod. Fabricados EF PP 8
    • Custo dos Produtos Fabricados (CPF) Custo dos Produtos Vendidos (CPV) Correspondem aos custos dos produtos que foram vendidos no período, ou seja, ao valor da baixa pela Estoque de  Estoque de  transferência da propriedade dos produtos que Produtos em Processo Produtos Acabados EI PP EI PA foram vendidos no período MP Cons. Produtos  Envio ao Setor de Expedição Produtos  odutos CPV Fabricados Fabricados MOD GGF EF PA EF PP Custo dos Produtos Vendidos (CPV) Exercício 4 Matéria-prima Direta: Compras no Período: R$ 300.000 Estoque Inicial: R$ 15.000 Estoque Final: R$ 60.000 Estoque de  Produtos Acabados Custos Indiretos: R$ 250.000 Mão-de-obra Direta: EI PA Disponível: R$ 380.000 Prod. Fabricados CPV Apropriada no período: R$ 300.000 Estoque de Produtos em Elaboração: EF PA Estoque Inicial: R$ 80.000 Estoque Final: R$ 100.000 Estoque de Produtos Acabados: Estoque Inicial: R$ 32.000 Estoque Final: R$ 30.000 Exercício 6 a) Matéria-prima adquirida para produção (ICMS incluso de 14%): R$ 600.000 + 10% IPI. Nota: a empresa é contribuinte do IPI e do ICMS b) Transferência de 90% do estoque de matéria-prima p para a produção p ç c) GGF: R$ 425.000 d) MOD (totalmente absorvida): R$ 350.000 e) Transferência de 95% do estoque de produtos em processo para o estoque de produtos acabados f) Venda de 90% dos produtos acabados g) Valor das vendas brutas: R$ 2.100.000 (ICMS incluso de 14%) 9
    • Métodos de Custeio Custeio por Absorção Custeio variável: só considera os custos variáveis Custeio por absorção: considera todos os custos: fixos e variáveis, diretos e indiretos Custeio Variável 10