Your SlideShare is downloading. ×
Adriano Sousa - CM Vila Real 16 Nov 2010 Vila Real
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Adriano Sousa - CM Vila Real 16 Nov 2010 Vila Real

764
views

Published on

O enfoque deste Workshop está na demonstração das oportunidades de intervenção que resultam da actual conjuntura no âmbito da CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA E DA QUALIDADE DO AR EM EDIFÍCIOS, dando relevo à …

O enfoque deste Workshop está na demonstração das oportunidades de intervenção que resultam da actual conjuntura no âmbito da CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA E DA QUALIDADE DO AR EM EDIFÍCIOS, dando relevo à Descentralização da Produção de Recursos Renováveis à Escala do Edificado e debatendo a integração dos novos conceitos “utilizador-produtor”, “redes inteligentes e bi-direccionais” e “armazenamento descentralizado de recursos” à escala urbana.

O Workshop é dirigido a todos os decisores que influenciam a qualidade de construção do meio edificado.

Published in: Technology

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
764
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Adriano
António
Pinto
de
Sousa
 Câmara
Municipal
de
Vila
Real
–
Gabinete
da
Mobilidade
 Universidade
de
Trás‐os‐Montes
e
Alto
Douro
–
Grupo
de
Estudos
Territoriais
 WORKSHOP DESCENTRALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DE RECURSOS RENOVÁVEIS NA REQUALIFICAÇÃO URBANA MOBILIDADE ELÉCTRICA EM VILA REAL – Rede de Abastecimento de Pontos de Carregamento para Veículos Eléctricos Vila Real, 16 Novembro 2010
  • 2. BREVE
CARACTERIZAÇÃO
DO
CONCELHO
E
DA
CIDADE PROBLEMAS:

OS
CONSTRANGIMENTOS
À
MOBILIDADE RESPOSTAS
LOCAIS A
ESTRATÉGIA
 ALGUNS
PROJECTOS
 A
MOBILIDADE
ELÉCTRICA
EM
VILA
REAL
 ESTRUTURA
 DA
 APRESENTAÇÃO

  • 3. População
residente
 Famílias
clássicas
 Alojamentos
clássicos
 2001
 1991/2001
(%)
 2001
 1991/2001
(%)
 2001
 1991/2001
(%)
 Douro
 221.853
 ‐
7,1
 77.684
 2,3
 126.442
 13,0
 Concelho
 49.957
 7,9
 16.812
 18,1
 25.379
 34,3
 Cidade
 26.040
 22,4
 8.794
 34,4
 13.007
 52,5
 Território
exterior
à
cidade
 23.917
 ‐
4,4
 8.018
 4,3
 12.372
 19,3
 1.
BREVE
CARACTERIZAÇÃO
DO
CONCELHO
E
DA
CIDADE
E
DA
SUA
EVOLUÇÃO

  • 4. Séc. XIII a XIV
  • 5. Séc. XV a XIX
  • 6. 1910

  • 7. 1950
 1960
 1970

  • 8. ESCCB MUSEU Vila Velha PNA
 CMVR
 GC, PSP SÉ CTT SEMINÁRIO TRIBUNAL MERCADO ESC. SEC S.PEDRO PAV. DESPORTIVO T. RODOVIÁRIO ESCOLAS, CIFOP, IPJ, PISCINAS C. FUTEBOL CP COLÉGIO CONSERVATÓRIO

  • 9. IP4
 A24
 Ligação
 A4‐A24
 UTAD
 HOSPITAL
 DOLCE
 VITA
 TEATRO
 ZONA
 DESPORTIVA
 CONTINENTE
 ESCOLAS
 AERÓDROMO
e
ZI
 R. Univ. Biblioteca
 Arquivo
 INTERMARCHÉ
  • 10. CONSTRANGIMENTOS À MOBILIDADE OROGRAFIA BASTANTE ACENTUADA USO EXCESSIVO DO AUTOMÓVEL DÉFICE DE ESTACIONAMENTO FRACA CAPACIDADE DA MALHA VIÁRIA DA CIDADE ANTIGA AUSÊNCIA (em 2004) DE TRANSPORTES URBANOS
  • 11. OROGRAFIA
BASTANTE
ACENTUADA
–
EXISTÊNCIA
DE
84
METROS
DE
DESNÍVEL
ENTRE
OS
 TRÊS
PRINCIPAIS
PATAMARES
DA
CIDADE
 385 445 425 469
  • 12. USO
EXCESSIVO
DO
AUTOMÓVEL
 Fonte: Inquérito realizado pelo Instituto Sondaxe para o Eixo Atlântico (2004)
  • 13. Uso
racional
do
 Automóvel
e
 promoção
da
 Mobilidade
 Eléctrica
 Promoção
 dos
 Transportes
 Públicos
e
 dos
Modos
 Suaves
 Ordenamento
 do
Território
 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
 A
ESTRATÉGIA
PARA
UMA
MOBILIDADE
 SUSTENTÁVEL

  • 14. 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–
A
ESTRATÉGIA.
 Ordenamento do território • Compactação e diversificação do território urbano. • Contenção à expansão urbana. Promoção do TP e dos MS • Requalificação do espaço público. • Criação da Rede de Transportes Públicos Urbanos. • ARTICULAR • EcoMobiReal – Sustainable Mobility for a Low Carbon City Restrição ao TI e promoção da ME • Gestão do estacionamento. • Pedonalização de alguma artérias do centro histórico. • MOBILIDADE ELÉCTRICA
  • 15. 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–

PROJECTOS
COM
REFLEXO
NA
ÁREA
DA
MOBILIDADE.
 1.
REQUALIFICAÇÃO
DO
ESPAÇO
PÚBLICO
 2.
CRIAÇÃO
DA
REDE
DE
TRANSPORTES
 URBANOS
DA
CIDADE
DE
VILA
REAL
 3.
ARTICULAR
 4.
ECOMOBIREAL
 5.
MOBILIDADE
ELÉCTRICA


  • 16. 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–
OS
PROJECTOS.
 3.1.
A
REQUALIFICAÇÃO
DO
ESPAÇO
PÚBLICO

  • 17. EVOLUÇÃO DA PROCURA 2005 857.890 2006 1.116.350 2007 1.243.811 2008 1.338.394 2009 1.464.812 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–
OS
PROJECTOS.
 3.2.
TRANSPORTES
PUBLICOS
URBANOS

  • 18. 0
 20000
 40000
 60000
 80000
 100000
 120000
 140000
 160000
 Dec/04
 Apr/05
 Aug/05
 Dec/05
 Apr/06
 Aug/06
 Dec/06
 Apr/07
 Aug/07
 Dec/07
 Apr/08
 Aug/08
 Dec/08
 Apr/09
 Aug/09
 Dec/09
 Apr/10
 Aug/10
 Dec/10
 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–
OS
PROJECTOS.
 3.2.
TRANSPORTES
PUBLICOS
URBANOS

  • 19. 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–
OS
PROJECTOS.
 3.3.
“ARTICULAR”
 QREN
‐
Programa
de
Politica
de
Cidades

  • 20. ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO Chamar a cidade para os Bairros e trazer os Bairros à cidade Melhorar
a
 Acessibilidade
 Levar
serviços
 aos
Bairros
 Constituição
 de
âncoras

de
 atracção
nos
 Bairros
 Promover
a
 multimodalidade
 Chamar a cidade para os bairros e trazer os bairros à cidade
  • 21. ECOVIA URBANA • Aproveitamento do canal do caminho de ferro – Vila Real | Chaves •  Aproveitamento de parte da plataforma das EN 15, 322 e 322-1. REDE MINIBUS • Criação de uma rede de Mini bus, operada pelo concessionário dos Transportes Urbanos de Vila Real, que ligará os três bairros que dispõem actualmente de fraca acessibilidade à rede principal dos TUVR. CORREDOR AMBIENTAL • Construção de uma ligação pedonal e de bicicletas entre as cotas alta e baixa da cidade. VIA VERDE AOS TRANSPORTES ALTERNATIVOS • Construção dos troços de via previstos no PDM e nos estudos do PU, de ligação entre Abambres e Mateus REDE WIRELESS • Colocação das tecnologias de Informação e Comunicação à disposição da comunidade EXEMPLOS DE ALGUNS PROJECTOS NA ÁREA DA MOBILIDADE
  • 22. 3.
RESPOSTAS
LOCAIS
–
OS
PROJECTOS.
 3.4.
EcoMobiReal
 Sustanaible
Mobility
for
a
Low
Carbon
City
 QREN
‐
POVT–
Ações
Inovadoras
para
o
Desenvolvimento
Urbano
 OPÇÕES ESTRATÉGICAS Promoção dos Modos Suaves Reforço da Capacidade de Atração do Transporte Público Gestão da Mobilidade e Monitorização Ambiental Partilha do Automóvel OPÇÕES ESTRATÉGICAS
  • 23. • Criação da Plataforma de Gestão de Carpooling. • Acções de Sensibilização (Workshops, Seminários, folhetos, brochuras). • Gestão da Plataforma através do Portal da Mobilidade. Partilha
do
Transporte
 Individual
 • Criação de Percursos Acessíveis. • Aumento da Segurança nas Travessias Pedonais. • Eliminação de Barreiras Arquitectónicas. • Sistema de partilha de Bicicletas. • Mobilidade nas Escolas – PEDIBUS. Promoção
dos
Modos
 Suaves
 • Implementação de um sistema de informação em tempo real nas paragens mais solicitadas. Reforço
da
Capacidade
de
 Atracção
dos
Transportes
 Públicos
 • Criação do Portal da Mobilidade. • Instalação de quiosques electrónicos de Mobilidade. •  SIMAVIR – Sistema de Monitorização do tráfego, da qualidade do ar e do ruído no perímetro urbano da cidade. Gestão
da
Mobilidade
e
 Monitorização
Ambiental

  • 24. …
EM
VILA
REAL

  • 25. TRANSPORTE
INDIVIDUAL
 Novas
abordagens
 NOVOS COMBUSTÍVEIS E NOVAS TECNOLOGIAS USO RACIONAL INTERNALIZAÇÃO DAS EXTERNALIDADES Bio
etanol




















Eléctrico
 Bio
diesel





















Híbrido


 Gás
natural


















Fuel
cells
 Hidrogénio



















… Carpooling Car sharing Vias de alta ocupação Portagens Estacionamento tarifado Custo
da
aquisição
+
seguros
 Custo
do
Combustível

 Custo
da
manutenção
 Custo
da
Poluição

(ISV
e
IUC)
 Custo
do
Congestionamento
 Custo
dos
Acidentes

  • 26. Numero de automóveis Área População
  • 27. No âmbito da execução do PLANO NACIONAL DE ACÇÃO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA (Resolução do CM n.º 80/2008, de 20 de Maio) O Governo criou o PROGRAMA PARA A MOBILIDADE ELÉCTRICA EM PORTUGAL (Resolução do CM n.º 20/2009, de 20 de Fevereiro) A sua publicação ocorreu em 7 de Setembro de 2009 (Resolução do CM n.º 81/2009) AMBIÇÃO:
 TORNAR
PORTUGAL,
A
NÍVEL
INTERNACIONAL,
UM
CASO
PIONEIRO
E
 INOVADOR
NA
ADOPÇÃO
DE
NOVOS
MODELOS
DE
MOBILIDADE
ELÉCTRICA

  • 28. FASE PILOTO • De 2010 até 2012: instalação de uma infra-estrutura mínima experimental. • Testes de soluções inovadoras. FASE DE CRESCIMENTO •  Até 2015. Contempla: • O alargamento da infra-estrutura experimental. •  A adopção das soluções testadas com sucesso na fase piloto. FASE DE CONSOLIDAÇÃO • A iniciar quando a procura de veículos eléctricos atingir um nível sustentado. • Introdução do sistema de bi-direcionalidade de carregamento.
  • 29. O
PROGRAMA
CONTEMPLA
TAMBÉM

A
IMPLEMENTAÇÃO
DO
MODELO
PARA
A
 MOBILIDADE
ELÉCTRICA
–
MOBI.E
 ÁREAS
DE
INTERVENÇÃO
 1. UTILIZAÇÃO
DE
VEÍCULOS
ELÉCTRICOS
 2. ARTICULAÇÃO
COM
SISTEMAS
INTEGRADOS
DE
INFORMAÇÃO
E
GESTÃO
 3. SISTEMAS
DE
MOBILIDADE/
INTERMODALIDADE
 4. MODELOS
ENERGÉTICOS
 5. ORDENAMENTO
DO
TERRITÓRIO
E
PLANEAMENTO
URBANO
 6. CONSCIENCIALIZAÇÃO
PÚBLICA

  • 30. 
2010
‐
2012
 Horizonte
2015
 Ponto
de
 carregamento normal
 11
 34
 Ponto
de
 carregamento
 rápido
 0
 1
 NÚMERO
E
TIPOLOGIA
DOS
PONTOS
DE
CARREGAMENTO
 PARA
VILA
REAL

  • 31. Critérios
para
a
instalação
dos
pontos

de
carregamento
(PMME)
 1. 
INTERESSE
POLÍTICO‐ESTRATÉGICO.
 2. 
 EXISTÊNCIA 
 DE 
 INFRA‐ESTRUTURA 
 VIÁRIA 
 E 
 DINÂMICA 
 DE 
 CIRCULAÇÃO 
 E
 ESTACIONAMENTO.
 3. 
LOCALIZAÇÃO
DOS
PÓLOS
GERADORES
DE
TRÁFEGO.
 4. 
 PRESENÇA 
 DE 
 CENTRALIDADE 
 AO 
 NÍVEL 
 DE 
 EQUIPAMENTOS, 
 SERVIÇOS 
 OU
 EMPRESARIAL
.

  • 32. Algumas
medidas
de
incentivo

constantes
do
Plano
Municipal
de
Mobilidade
 Eléctrica
(PMME)

  • 33. Algumas
medidas
de
incentivo

constantes
do
Plano
Municipal
de
Mobilidade
 Eléctrica
(PMME)

  • 34. REDE
DE
PONTOS
DE
CARREGAMENTO

2010
‐
2012

 2010
‐
2015


  • 35. COBERTURA
DOS
PONTOS
DE
CARREGAMENTO
 2010
‐
2012

 2010
‐
2015


  • 36. POTENCIAIS
ÁREAS
DE
CARREGAMENTO
DE
INICIATIVA
PRIVADA

  • 37. O
FUTURO
ESTÁ
AÍ…

  • 38. OBRIGADO
PELA
VOSSA
ATENÇÃO
!


×