MARKETING <ul><li>INTRODUÇÃO </li></ul><ul><ul><li>O mundo vive uma era de grandes transformações.  O consumidor deixa de ...
MARKETING <ul><ul><li>As inovações tecnológicas introduzidas constantemente nos produtos já não são suficientes para agrad...
MARKETING <ul><ul><li>Na verdade o que as pessoas compram: produtos ou soluções de necessidades?  </li></ul></ul><ul><ul><...
MARKETING <ul><ul><li>Os desafios de sobrevivência no mercado atual exigem das empresas uma  busca constante de idéias nov...
MARKETING <ul><ul><li>As empresas atentas encontrarão uma abundância de oportunidades provenientes das mudanças no mercado...
MARKETING <ul><ul><li>Há uma tendência à redução do ciclo de vida dos produtos e uma sofisticação de clientes, a cada dia ...
MARKETING <ul><ul><li>Se não bastasse tudo isso, a empresa precisa ainda ser crente.  </li></ul></ul><ul><ul><li>Ou seja, ...
MARKETING <ul><ul><li>O marketing tornou-se uma força difundida e influente em todos os setores da economia.  </li></ul></...
MARKETING <ul><ul><li>Diante de tantos desafios, o  MARKETING  tem sido focado sob várias teorias, que procuram compreende...
MARKETING <ul><li>O MARKETING COMO FILOSOFIA </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>Ao considerar a verdadeira visão do...
MARKETING <ul><ul><li>Pensando desta forma,  todas as atividades relacionadas com a busca da satisfação de clientes, sejam...
MARKETING <ul><ul><li>Sob essa perspectiva, veremos que  o marketing representa muito mais do que ferramentas de promoção ...
MARKETING <ul><li>A TRADUÇÃO DE MARKETING </li></ul><ul><ul><li>A tradução de marketing, para o português, é  mercadologia...
MARKETING <ul><ul><li>O marketing é oriundo da economia e alçou vôo próprio e independente da economia, quando se constato...
MARKETING <ul><li>MARKETING: MAIS QUE UM SIMPLES CONCEITO </li></ul><ul><ul><li>  </li></ul></ul><ul><ul><li>O foco princi...
MARKETING <ul><ul><li>Já no século 18 para  &quot;produção sob encomenda&quot;,  onde os clientes ditavam as característic...
MARKETING <ul><ul><li>Com o passar do tempo, isso acabou levando os produtores a se arriscarem a fabricar bens que julgava...
MARKETING <ul><ul><li>Com a Revolução Industrial (motor e máquina a vapor) inicia-se o processo de produção em massa (de m...
MARKETING <ul><ul><li>Com o domínio das técnicas de produção e distribuição, a necessidade dos fabricantes passa a ser o e...
MARKETING <ul><ul><li>A partir de meados do século 20, chegamos à  “era do produto”,  na qual  o foco de atenção da empres...
MARKETING <ul><ul><li>Data dessa época, a partir do início da década de 70, decorre naturalmente,  a preocupação com o cli...
MARKETING <ul><li>Era Pré-industrial  –  Século XIX </li></ul><ul><ul><li>Produção artesanal de bens e produtos; </li></ul...
MARKETING <ul><li>Anúncio de 1910 </li></ul>UNISEPE – União das Instituições de  Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
MARKETING <ul><li>Anúncio de 1916 </li></ul><ul><ul><li>“ O chefe da polícia/pelo telefone/mandou-me dizer/que há em toda ...
MARKETING <ul><li>Era Industrial – Final do Século XIX </li></ul><ul><ul><li>Produção em escala industrial; </li></ul></ul...
MARKETING <ul><li>Anúncio de 1926 </li></ul>UNISEPE – União das Instituições de  Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
MARKETING <ul><li>Anúncio de 1940 </li></ul>UNISEPE – União das Instituições de  Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
MARKETING <ul><li>AS ERAS DO MARKETING – KOTLER </li></ul><ul><ul><li>1 – ERA DA PRODUÇÃO  –  início do século XX (1901) <...
MARKETING <ul><li>O modelo Ford de Henry Ford – 1909 </li></ul><ul><ul><li>“ O cliente tem direito de escolher qualquer co...
MARKETING <ul><ul><li>2 – ERA DE VENDAS – PROMOÇÃO – década de 40 e 50 </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco – produto; </li></u...
MARKETING <ul><ul><li>O Fusca, em 1960, se posicionou como um carro pequeno e prático, em comparação com os carros america...
MARKETING <ul><ul><li>3 – ERA DE MARKETING – início dos anos 60 </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco – atender às necessidades ...
MARKETING <ul><ul><li>Década de 70 – o garoto da Bombril </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de  Serviço, Ensi...
MARKETING <ul><li>EVOLUÇÃO CONCEITUAL  </li></ul><ul><ul><li>Várias são as definições do que vem a ser marketing. Segundo ...
MARKETING <ul><ul><li>Nesse conceito, verifica-se  a inclusão de atividades tais como o desenvolvimento de produtos e serv...
MARKETING <ul><ul><li>Phillip Kotler define o marketing como sendo  uma atividade humana dirigida a satisfazer necessidade...
MARKETING <ul><ul><li>Podemos  dizer que marketing  é o conjunto de atividades humanas, destinadas à satisfação e percepçã...
MARKETING <ul><ul><li>Tais necessidades e desejos são satisfeitos mediante a compra de produtos e serviços, esta compra po...
MARKETING <ul><ul><li>É através do Marketing que as empresas vão conseguir conquistar e fidelizar seus clientes.  </li></u...
MARKETING <ul><ul><ul><li>Distribuição eficiente e ágil;  </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comunicação com o público (p...
MARKETING <ul><ul><li>Importante é a diferenciação que deve ser ressaltada em muitos casos onde os clientes de determinada...
MARKETING <ul><ul><li>Entretanto, há várias situações como, por exemplo, no caso de fraldas para bebês ou de uma escola de...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula 1 mkt

1,460 views
1,394 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,460
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 1 mkt

  1. 1. MARKETING <ul><li>INTRODUÇÃO </li></ul><ul><ul><li>O mundo vive uma era de grandes transformações. O consumidor deixa de ser consumidor de uma única região para se tornar consumidor mundial. </li></ul></ul><ul><ul><li>As oportunidades de consumo se ampliam, o que torna o comprador mais exigente e seletivo em relação às ofertas do mercado. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  2. 2. MARKETING <ul><ul><li>As inovações tecnológicas introduzidas constantemente nos produtos já não são suficientes para agradar ao consumidor a cada dia mais exigente e é por isso que o serviço ao cliente tem-se sofisticado, procurando não apenas encantá-lo mas sobretudo surpreendê-lo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Manter os clientes satisfeitos não basta, ou seja, não se mantêm clientes satisfeitos. É preciso encantá-los, ou melhor, surpreendê-los. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  3. 3. MARKETING <ul><ul><li>Na verdade o que as pessoas compram: produtos ou soluções de necessidades? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quem apostou no produto perdeu. Ou melhor, ganhou uma lição. Para deter poder de mercado, uma empresa precisa conhecer as necessidades de cada cliente e suas expectativas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Segundo Kotler, o cliente busca sempre um melhor valor, porém quando está muito satisfeito, não trocará de fornecedor. O cliente quer o melhor produto, ou seja, a melhor qualidade, por um preço baixo e se possível com serviço grátis. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  4. 4. MARKETING <ul><ul><li>Os desafios de sobrevivência no mercado atual exigem das empresas uma busca constante de idéias novas para enfrentar um mercado em rápida transformação, em que as “velhas maneiras” não funcionam mais. </li></ul></ul><ul><ul><li>A rapidez das mudanças no mercado é tanta que a administração precisa considerar urgentemente essas mudanças. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  5. 5. MARKETING <ul><ul><li>As empresas atentas encontrarão uma abundância de oportunidades provenientes das mudanças no mercado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para explorar essas oportunidades, a empresa deve ser organizada como um conjunto de negócios comandados por gerentes empreendedores, estimulados pelas técnicas de marketing. </li></ul></ul><ul><ul><li>O crescimento do mercado tende a ser hoje um pouco mais lento, com aumento significativo da concorrência nacional e internacional e a crescente oferta de produtos e serviços. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  6. 6. MARKETING <ul><ul><li>Há uma tendência à redução do ciclo de vida dos produtos e uma sofisticação de clientes, a cada dia mais preocupados com preço, qualidade e serviço. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para se tornar competente, uma organização precisa ser pró-ativa, inovadora e saber conquistar clientes. </li></ul></ul><ul><ul><li>A empresa precisa ser, além de competente para administrar recursos, criativa, inovando sempre e ainda estar voltada para as expectativas do consumidor e atenta à concorrência. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  7. 7. MARKETING <ul><ul><li>Se não bastasse tudo isso, a empresa precisa ainda ser crente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ou seja, precisa crer que apenas com muito esforço de todos na organização, agindo de forma criativa em termos de soluções aos clientes e consumidores e com muita competência tecnológica, organizacional, produtiva, financeira e de marketing para administrar crises e desafios de mercado, ela será viável nos dias de hoje. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  8. 8. MARKETING <ul><ul><li>O marketing tornou-se uma força difundida e influente em todos os setores da economia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Em poucos anos perdeu sua antiga imagem de algo anti-ético e desnecessário e passou a ser visto como um instrumento essencial para a formação e manutenção de diversos negócios, tendo inclusive seus conceitos aplicados nas mais variadas organizações, desde times de futebol a igrejas, passando por governos e organizações não-governamentais. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  9. 9. MARKETING <ul><ul><li>Diante de tantos desafios, o MARKETING tem sido focado sob várias teorias, que procuram compreender o fenômeno e explicar melhor sua atuação. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  10. 10. MARKETING <ul><li>O MARKETING COMO FILOSOFIA </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>Ao considerar a verdadeira visão do conceito de marketing dentro das organizações, verifica-se que, em essência, ela deve se estender por praticamente toda a organização, principalmente para aquelas diretamente relacionadas ao mercado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Raimar Richers, uma das maiores autoridades em marketing no Brasil, define sua função como sendo “ simplesmente a intenção de entender e atender o mercado ”. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  11. 11. MARKETING <ul><ul><li>Pensando desta forma, todas as atividades relacionadas com a busca da satisfação de clientes, sejam eles internos ou externos, têm uma relação direta com os responsáveis pelo marketing. </li></ul></ul><ul><ul><li>Se, se concentrar nos clientes a principal razão de as empresas existirem, as ações que influenciarão negativa ou positivamente na sua satisfação têm, nos executivos de marketing, seus responsáveis. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  12. 12. MARKETING <ul><ul><li>Sob essa perspectiva, veremos que o marketing representa muito mais do que ferramentas de promoção e vendas; trata-se de uma filosofia dentro das organizações, filosofia esta que tem no cliente a principal razão da existência da organização. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  13. 13. MARKETING <ul><li>A TRADUÇÃO DE MARKETING </li></ul><ul><ul><li>A tradução de marketing, para o português, é mercadologia, muito embora os dicionários já contemplem o vocábulo marketing. </li></ul></ul><ul><ul><li>Muitos confundem marketing com propaganda. Marketing, definitivamente, não é propaganda, ou pelo menos, não só propaganda. Propaganda é somente uma parte do marketing. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  14. 14. MARKETING <ul><ul><li>O marketing é oriundo da economia e alçou vôo próprio e independente da economia, quando se constatou que a base de conhecimento para uso do marketing precisava ser maior, mais abrangente, compreendendo, entre outras: sociologia, antropologia, estatística e psicologia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Marketing é um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  15. 15. MARKETING <ul><li>MARKETING: MAIS QUE UM SIMPLES CONCEITO </li></ul><ul><ul><li>  </li></ul></ul><ul><ul><li>O foco principal da administração das empresas têm variado ao longo do tempo de acordo com o momento histórico vivenciado, caracterizando várias fases distintas. </li></ul></ul><ul><ul><li>No século 17, a atenção está voltada para a produção. Temos a &quot;Era da Produção&quot;, inicialmente voltada para a &quot;produção de subsistência&quot;, onde a grande preocupação era a produção para o consumo próprio. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  16. 16. MARKETING <ul><ul><li>Já no século 18 para &quot;produção sob encomenda&quot;, onde os clientes ditavam as características dos produtos que iriam adquirir. </li></ul></ul><ul><ul><li>Produção essa que pode ser interpretada como realizada de forma artesanal, gerando por conseguinte um sub-aproveitamento dos meios de produção disponíveis. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  17. 17. MARKETING <ul><ul><li>Com o passar do tempo, isso acabou levando os produtores a se arriscarem a fabricar bens que julgavam ter maior aceitação por parte dos clientes (fase de formação de estoques - início até meados do século 19) de modo a utilizar melhor sua capacidade e a dos meios de produção existentes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nesse momento o importante era &quot;produzir&quot;. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  18. 18. MARKETING <ul><ul><li>Com a Revolução Industrial (motor e máquina a vapor) inicia-se o processo de produção em massa (de meados até o final do século 19), cuja principal finalidade era reduzir os custos de fabricação objetivando o estímulo à compra e ao consumo dos bens produzidos. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  19. 19. MARKETING <ul><ul><li>Com o domínio das técnicas de produção e distribuição, a necessidade dos fabricantes passa a ser o escoamento do excedente produzido, tendo início assim a &quot;era da venda&quot; onde, independentemente do bem em questão, assim como da escala de produção, se faz necessário vender esse bem (início até meados do século 20). </li></ul></ul><ul><ul><li>Nessa época o foco da atenção está no desenvolvimento das técnicas de vendas, a fim de gerar os volumes de negócios condizentes com o nível de produção. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  20. 20. MARKETING <ul><ul><li>A partir de meados do século 20, chegamos à “era do produto”, na qual o foco de atenção da empresa continua a ser interno. </li></ul></ul><ul><ul><li>São direcionados os esforços, os recursos no intuito da melhoria dos produtos da empresa, sem, no entanto, observar se esses &quot;produtos melhorados&quot; iam ao encontro das necessidades e desejos dos clientes. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  21. 21. MARKETING <ul><ul><li>Data dessa época, a partir do início da década de 70, decorre naturalmente, a preocupação com o cliente. </li></ul></ul><ul><ul><li>As organizações, conseqüentemente, passam a apresentar &quot; foco no marketing &quot;, transformando as vendas em uma das funções do marketing da empresa. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  22. 22. MARKETING <ul><li>Era Pré-industrial – Século XIX </li></ul><ul><ul><li>Produção artesanal de bens e produtos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Contato direto com todos os clientes – comunicação pessoal; </li></ul></ul><ul><ul><li>Produtos feitos sob encomenda – em sintonia com a demanda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atendimento das necessidades individuais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Entrega direta ao cliente. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  23. 23. MARKETING <ul><li>Anúncio de 1910 </li></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  24. 24. MARKETING <ul><li>Anúncio de 1916 </li></ul><ul><ul><li>“ O chefe da polícia/pelo telefone/mandou-me dizer/que há em toda parte/cerveja Fidalga/para se beber”. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  25. 25. MARKETING <ul><li>Era Industrial – Final do Século XIX </li></ul><ul><ul><li>Produção em escala industrial; </li></ul></ul><ul><ul><li>Clientes em grande número e desconhecidos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ausência de contato direto – comunicação impessoal; </li></ul></ul><ul><ul><li>Entrega do produto em locais de grande concentração; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preço baseado nos custos de produção. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  26. 26. MARKETING <ul><li>Anúncio de 1926 </li></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  27. 27. MARKETING <ul><li>Anúncio de 1940 </li></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  28. 28. MARKETING <ul><li>AS ERAS DO MARKETING – KOTLER </li></ul><ul><ul><li>1 – ERA DA PRODUÇÃO – início do século XX (1901) </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco – produto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Meios – praticamente nenhum esforço de vendas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fins – obter lucro pelo volume de vendas. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  29. 29. MARKETING <ul><li>O modelo Ford de Henry Ford – 1909 </li></ul><ul><ul><li>“ O cliente tem direito de escolher qualquer cor de Ford, desde que seja preto.” </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  30. 30. MARKETING <ul><ul><li>2 – ERA DE VENDAS – PROMOÇÃO – década de 40 e 50 </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco – produto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Meios – vendas agressivas com promoção e propaganda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fins – obter o lucro pelo volume de vendas. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  31. 31. MARKETING <ul><ul><li>O Fusca, em 1960, se posicionou como um carro pequeno e prático, em comparação com os carros americanos. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  32. 32. MARKETING <ul><ul><li>3 – ERA DE MARKETING – início dos anos 60 </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco – atender às necessidades e desejos dos clientes; </li></ul></ul><ul><ul><li>Meios – ações de comunicação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fins – lucro pela satisfação das necessidades e dos desejos dos clientes. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  33. 33. MARKETING <ul><ul><li>Década de 70 – o garoto da Bombril </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  34. 34. MARKETING <ul><li>EVOLUÇÃO CONCEITUAL </li></ul><ul><ul><li>Várias são as definições do que vem a ser marketing. Segundo a American Marketing Association (AMA) o marketing nada mais é do que o desempenho das atividades de negócios que dirigem o fluxo de bens e serviços dos produtos ao utilizador. </li></ul></ul><ul><ul><li>A Universidade Estadual de Ohio, julgando ser essa definição um tanto quanto restrita, conceitua o marketing como sendo o processo na sociedade pelo qual a estrutura da demanda para bens econômicos e serviços é antecipada ou abrangida e satisfeita por meio da concepção, promoção, troca e distribuição física de bens e serviços. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  35. 35. MARKETING <ul><ul><li>Nesse conceito, verifica-se a inclusão de atividades tais como o desenvolvimento de produtos e serviços, bem como a pesquisa prévia anterior do fluxo do bem ou serviço do produtor ao consumidor final. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ampliando ainda mais a abrangência do conceito, Robert Hass define o marketing como sendo o processo de descoberta e interpretação das necessidades e desejos do consumidor para as especificações de produtos e serviços, e a criação e respectiva expansão da demanda para esses. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  36. 36. MARKETING <ul><ul><li>Phillip Kotler define o marketing como sendo uma atividade humana dirigida a satisfazer necessidades e desejos pelo processo de trocas . </li></ul></ul><ul><ul><li>Esta definição leva a concluir que o marketing está envolvido em todos os processos de troca, independentemente de haver ou não fluxo de bens ou serviços, bem como de essas trocas envolverem ou não valores monetários. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  37. 37. MARKETING <ul><ul><li>Podemos dizer que marketing é o conjunto de atividades humanas, destinadas à satisfação e percepção de necessidades e desejos dos clientes internos ou externos de uma organização, bem como a capacidade dessa empresa se adequar para suprir essas necessidades e desejos. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  38. 38. MARKETING <ul><ul><li>Tais necessidades e desejos são satisfeitos mediante a compra de produtos e serviços, esta compra pode ser impulsionada por uma necessidade fisiológica (alimentação, abrigo, frio) ou psicológica (status, segurança, diversão). </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecendo e estudando as motivações de consumo, as empresas procuram produzir bens e serviços que atendam ao público-alvo. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  39. 39. MARKETING <ul><ul><li>É através do Marketing que as empresas vão conseguir conquistar e fidelizar seus clientes. </li></ul></ul><ul><ul><li>O Marketing conta com quatro instrumentos básicos de ação: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Produção de bens e serviços que atendam aos desejos do público; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Escolha do preço certo para estes produtos; </li></ul></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  40. 40. MARKETING <ul><ul><ul><li>Distribuição eficiente e ágil; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comunicação com o público (propaganda na mídia impressa, eletrônica, promoção em pontos-de-venda, sorteios, brindes, merchandising, mala-direta). </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Empresas vencedoras serão as que conseguirem atender às necessidades dos clientes de maneira econômica e conveniente, com comunicação efetiva. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  41. 41. MARKETING <ul><ul><li>Importante é a diferenciação que deve ser ressaltada em muitos casos onde os clientes de determinada organização se distinguem dos consumidores da mesma. </li></ul></ul><ul><ul><li>Por vezes, o consumidor e o cliente se confundem na mesma pessoa, como no caso de freqüentadores de cinema ou de restaurante ou ainda de compradores de eletrodomésticos. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA
  42. 42. MARKETING <ul><ul><li>Entretanto, há várias situações como, por exemplo, no caso de fraldas para bebês ou de uma escola de educação infantil onde os consumidores são a criança, mas os que definem e efetivam a compra em questão são representados pelos seus pais ou responsáveis. </li></ul></ul><ul><ul><li>Cabe reforçar que os esforços a serem realizados pelo marketing devem tanto estar atentos ao cliente quanto ao consumidor propriamente dito. </li></ul></ul>UNISEPE – União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa LTDA

×