• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Um pouco sobre Tales De Mileto
 

Um pouco sobre Tales De Mileto

on

  • 4,887 views

apresentação como trabalho do curso de NTEM

apresentação como trabalho do curso de NTEM

Statistics

Views

Total Views
4,887
Views on SlideShare
4,870
Embed Views
17

Actions

Likes
0
Downloads
38
Comments
0

3 Embeds 17

http://www.lanteuff.org 9
http://www.slideshare.net 6
http://congruencia-musical.blogspot.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Um pouco sobre Tales De Mileto Um pouco sobre Tales De Mileto Presentation Transcript

    • MATEMÁTICA “ Tudo é número” Pitágoras
    • UM POUCO DE HISTÓTIA:
      • A matemática, no sentido moderno da palavra, teve origem em algumas cidades-Estado gregas, por volta do século VI a.C. Isso não significa que não tivesse havido descobertas matemáticas até então. Muito pelo contrário. A matemática babilônica, egípcia e chinesa havia alcançado um bom nível. Mas os métodos empíricos usados por esses povos não favoreciam grandes saltos à frente, os quais só foram possíveis quando além do “como fazer” a matemática começou a se preocupar também com o porquê de seus procedimentos.
    • E isso aconteceu pela primeira vez na história da matemática nas cidades gregas a que já nos referimos. É claro que esse novo rumo da matemática não foi obra de um único homem nem tampouco surgiu da noite para o dia. Mas , a julgar pelos dados históricos de que dispomos, quem deu os primeiros passos significativos nesse sentido foi “TALES DE MILETO” (625 – 547 a.C.). O qual vamos, nesse momento, conhecer um pouco de sua biografia, contos e contribuições importantes para a matemática!
    • TALES DE MILETO (625 – 547 a.C.).
    • BIOGRAFIA : Tales de Mileto foi o primeiro filósofo ocidental de que se tem notícia. Ele é o marco inicial da filosofia ocidental. De ascendência fenícia , nasceu em Mileto , antiga colônia grega, na Ásia menor , atual Turquia , por volta de 625 a.C. e faleceu aproximadamente em 547 a.C. - segundo o historiador grego Diógenes Laércio , morreu com 78 anos durante a 58ª Olimpíada. Considerado um dos sete sábios da antiguidade e também o “pai da filosofia”, Tales preocupou-se em entender e explicar o universo, em vez de simplesmente curvar-se diante de seus mistérios. Assim sendo, era natural que se preocupasse também com os “por quês”? da matemática, uma matéria muito ligada à filosofia em suas raízes.
    • Sabe-se pouco sobre a vida de Tales. Tudo indica que era uma pessoa muito inteligente e muito curiosa e que elegeu o saber como seu objetivo de vida principal. Mas na época de Tales a Grécia ainda não era a grande potência cultural que viria a se tornar dois ou três séculos depois. Por isso, é bem possível que boa parte do conhecimento de Tales tenha sido adquirida no Egito e na Mesopotâmia, que nessa época eram centros culturalmente mais avançados que a Grécia, particularmente em matemática e astronomia. Quando retornou a Mileto, sua cidade natal, ganhou merecido respeito de seus concidadãos como estadista, filósofo, matemático e astrônomo. Tales também foi comerciante e geômetra, era um homem divertido que amava viajar.
    • CONTOS: A respeito de Tales, relatam-se algumas histórias engraçadas, que podem não ser verdadeiras, mas, de todo modo, são bastante interessantes e ilustrativas. “ Conta-se que, tendo previsto uma grande safra de azeitonas, alugou todas as prensas da região de Mileto, a um preço bastante baixo. Depois, com a chegada da colheita, alugou-as pelo preço que quis e ganhou muito dinheiro. Dizem que fez isso apenas para mostrar que os filósofos podem ficar ricos se esse for o seu desejo”. “ Conta-se que ele assombrou os seus contemporâneos ao predizer o eclipse solar ocorrido no ano de 585 a.C.”.
    • “ Conta-se que sua mula levava um carregamento de sal e, ao passar por um riacho, caiu nele e percebeu que parte de sua carga havia sido dissolvida na água, diminuindo o peso. Numa outra oportunidade, o esperto animal rolou-se novamente nas águas aliviando a sua carga. Tales mandou então que seus criados carregassem a mula com grande quantidade de esponjas. Ao passar pelo rio, o animal rolou-se na água. As esponjas intumesceram e tornaram a carga mais pesada. Dizem que o animal nunca mais se aventurou nesse tipo de experiência”. “ Conta-se que, estando em visita ao Egito, o faraó, conhecendo a fama do grande matemático, pediu a ele que medisse a altura de uma pirâmide sem, no entanto, subir nela. Tales foi até uma das pirâmides, acompanhado de alguns matemáticos egípcios. Tomou uma estaca de madeira, marcou na areia o seu comprimento, colocou a estaca na posição vertical
    • e esperou que a sombra da estaca ficasse igual ao seu comprimento. Aí foi só medir a sombra da pirâmide e somar com a metade da medida do lado de sua base. Essa soma era exatamente a altura da pirâmide”. Veja o esboço a seguir:
    • Observando que os triângulos retângulos ABD e CDE são semelhantes, conclui que: Como p (altura da estaca), d (sombra da estaca), b (lado da base da pirâmide) e s (sombra da pirâmide) podem ser medidas diretamente, o valor de h (altura da pirâmide) fica determinado. O valor encontrado por Tales como altura aproximada da pirâmide foi de 140 metros.
    • Contribuições para Matemática: Atribui-se a Tales a origem da organização dedutiva da geometria. Ele foi o primeiro homem da história a formular propriedades gerais sobre figuras geométricas, como, por exemplo, o famoso Teorema de Tales , que acabamos de estudar. No que se refere às suas contribuições à matemática, elas se resumem a resultados (ou teoremas) de geometria que ele, de algum modo, teria conseguido provar. Trata-se de resultados esparsos e os métodos de demonstração usados por Tales possivelmente se baseavam mais na experimentação do que em raciocínios abstratos. Seguem seus enunciados:
      • Todo diâmetro bissecta um círculo.
      • Os ângulos da base de um triângulo isósceles são congruentes.
      • Ângulos opostos pelo vértice são congruentes.
      • Se dois triângulos são tais que dois ângulos e um lado de um são congruentes respectivamente a dois ângulos e um lado do outro, então os triângulos são congruentes.
      • Todo ângulo inscrito em um semicírculo é reto.
      • O fato de Tales haver demonstrado , de alguma maneira esses teoremas não significa que ele tenha descoberto as propriedades correspondentes. Por exemplo, o último desses resultados já era conhecido pelos babilônios cerca de 1400 anos antes de Tales. Mas os babilônios jamais pensaram em enunciar genericamente as propriedades geométricas que conheciam e muito menos em prová-las, como Tales parece
    • ter feito com as cinco citadas aqui. É curioso que entre os resultados atribuídos a Tales não figura explicitamente o teorema que trata de um feixe de retas paralelas cortadas por duas transversais, teorema esse conhecido entre nós como Teorema de Tales . Mas o crédito tem algum fundamento, uma vez que o cálculo da altura da pirâmide pressupõe o conhecimento de proporções, e portanto tem ligações com esse teorema. Diga-se de passagem, porém, que na literatura matemática de um modo geral, é mais comum atribuir-se o nome de Tales ao quinto dos teoremas da relação acima. De qualquer forma, a homenagem a ele é merecida. É claro que não se pode avaliar o mérito de Tales apenas pelos teoremas atribuídos a ele, aliás poucos e hoje elementares. Muito mais importante foi a mudança de rumo que ele imprimiu à matemática, colocando-a no caminho da modernidade.
    • “ Ao longo do tempo muitos homens conseguiram atingir o êxtase da criação. A estes homens dá-se o nome de MATEMÁTICOS ” !!!
      • Prof°: Danilo Santos Valim.
      • FIM!!!