• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Edital Seeduc
 

Edital Seeduc

on

  • 1,710 views

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc-RJ) abre processo seletivo para contratação de até 2447 professores temporários de todas as disciplinas, para atuar nos ensinos ...

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc-RJ) abre processo seletivo para contratação de até 2447 professores temporários de todas as disciplinas, para atuar nos ensinos fundamental e médio.

Statistics

Views

Total Views
1,710
Views on SlideShare
1,137
Embed Views
573

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 573

http://www.concursovirtual.com.br 559
https://www.facebook.com 13
https://m.facebook.com&_=1391643794685 HTTP 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Edital Seeduc Edital Seeduc Document Transcript

    • ,1Á41 2,-4 -:-+7618 !  ) :      2)46- 1 5-/7,).-14)  ! ,- .-8-4-14 ,- " .1+1) , -56), , 41 ,- )-14 SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EXECUTIVA Secretaria de Estado de Administração Penitenciária SUBSECRETARIA ADJUNTA DE TRATAMENTO PENITENCIÁRIO DESPACHO DO SUBSECRETÁRIO DE 30.01.2014 SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EXECUTIVA ATOS DO SUBSECRETÁRIO DE 09/01/2014 DESPACHOS DO SUBSECRETÁRIO DE 10.01.2014 APOSENTA SILVIA MARCIA PINHEIRO QUEIROZ PASSOS, Auxiliar Operacional de Serviços de Saúde, classe “A”, matrícula nº 185.397-7, ID 3198449-5, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional nº 41/2003. Proc. nº E-08/606599/2012. DE 10/01/2014 PROC. Nº E-21/026/277//2013 - HOMOLOGO o resultado da licitação na modalidade Pregão Eletrônico, nº 001/2014, cujo objeto é a aquisição de absorvente íntimo feminino para atender as necessidades da Coordenação de Gestão em Saúde Penitenciária desta SEAP/RJ. Foram Adjudicados em favor da empresa, SOMAR RIO DISTRIBUIDORA LTDA, CNPJ nº. 18.589.619/0001-49, pelo Lote 1, com valor de R$ 10.500,00 (dez mil e quinhentos reais). Id: 1625064 APOSENTA WILMA RAMOS, Auxiliar de Enfermagem, classe “A”, matrícula nº 184.532-0, ID 3135627-3, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional nº 41/2003. Proc. nº E-08/608194/2012. Id: 1624924 SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EXECUTIVA ATOS DO SUBSECRETÁRIO DE 10/01/2014 APOSENTA, com eficácia de 24/11/2012, ALTAIR DE CASTRO RODRIGUES, Auxiliar Administrativo de Serviços de Saúde, classe “A”, matrícula nº 199.648-7, ID 3099314-8, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n° 41/2003. Processo nº E-08/003/464/2013. Secretaria de Estado de Saúde APOSENTA, com eficácia de 03/02/2013, AMARIDES BOZI, Auxiliar de Enfermagem, classe “B”, matrícula nº 852.513-1, ID 3085585-3, nos termos do art. 40, § 1º, inciso II da Constituição Federal. Processo nº E-08/003/5914/2013. ATO DO SECRETÁRIO E DO REITOR RESOLUÇÃO CONJUNTA SES/UERJ Nº 198 DE 23 JANEIRO DE 2014 DESCENTRALIZA A EXECUÇÃO DE CRÉDITO ORÇAMENTÁRIO NA FORMA QUE ESPECIFICA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE SAÚDE E O REITOR DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ, de acordo com a Lei nº 6.668, de 13 de janeiro de 2014, publicada no D.O. de 14 de janeiro de 2014, que estima a receita e fixa a despesa do Estado do Rio de Janeiro para o exercício financeiro de 2014, o Decreto nº 44.567, de 16 de janeiro de 2014, que dispõe sobre a programação orçamentária e financeira, estabelece normas para execução orçamentária do Poder Executivo para o exercício de 2014 e o Decreto nº 42.436, de 30 de abril de 2010, publicado no D.O. de 03 de maio de 2010, que dispõe sobre a descentralização da execução de créditos orçamentários, RESOLVEM: Art. 1º - Descentralizar a execução do crédito orçamentário na forma a seguir especificada: I - OBJETO: Custeio das atividades do Centro de Tratamento de Anomalias Craniofaciais, que foram transferidas da SES para a Policlínica Piquet Carneiro, conforme consta no processo nº E-08/1873/2010. II - Vigência: Início: 23/01/2014 - Término: 31/12/2014. APOSENTA GERALDO LIRA SILVA, Agente Auxiliar Administrativo de Saúde, classe “A”, matrícula nº 298.249-4, ID 3089495-6, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n°41/2003. Processo nº E08/003/4984/2013. APOSENTA, com eficácia de 20/04/2013, GETÚLIO RAMOS DE ALMEIDA, Auxiliar Operacional de Serviços de Saúde, classe “A”, matrícula nº 183.837-4, ID 3172935-5, nos termos do art. 40, § 1°, inciso II da Constituição Federal. Processo nº E-08/003/3369/2013. APOSENTA GILDO RIBEIRO, Auxiliar Administrativo de Serviços de Saúde, classe “C”, matrícula nº 285.744-9, ID 3130636-5, nos termos do art.40, § 1º, inciso III, al. “b” da Constituição Federal. Processo nº E-08//605646/2012. APOSENTA HELIO LUIS VALENTE ROLIM, Médico, classe “A”, matrícula nº 164.728-8, ID 868644-0, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n°41/2003. Processo nº E-08/003/2749/2013. APOSENTA HELENA GONÇALVES DE MELLO, Agente Auxiliar Administrativo de Saúde, classe “A”, matrícula nº 207.503-4, ID 31303765, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n° 41/2003. Processo nº E-08/605506/2012. III - DE/Concedente: Órgão 29 - Secretaria de Estado de Saúde. APOSENTA JOSEFA MARIA DE ARARIPE PINHEIRO, Auxiliar de Enfermagem, classe “B”, matrícula nº 851.043-0, ID 3026933-4, nos termos do art. 40, § 1º, inciso III, al. “b” da Constituição Federal. Processo nº E-08/003/3191/2013. U0: 2961 - Fundo Estadual de Saúde - FES. UG: 2961 00 - Fundo Estadual de Saúde - FES. IV - PARA/Executora: Órgão 40 - Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia. APOSENTA LUCIA DE OLIVEIRA ITABORAHY, Auxiliar de Enfermagem, classe “A”, matrícula nº 207.553-9, ID 3040033-3, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n°41/2003. Processo nº E08/003/3842/2013. U0: 4043 - Fundação Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ. UG: 4043 00 - Fundação Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ. APOSENTA MARIA ALICE DA GLÓRIA MOREIRA DA ROCHA, Auxiliar de Enfermagem, classe “A”, matrícula nº 189.528-3, ID 30928630, nos termos do art. 3º da Emenda Constitucional n°47/2005. Processo nº E-08/003/6042/2013. V - CRÉDITO. Unidade: HOSPITAL ESTADUAL ADÃO PEREIRA NUNES PROCESSO N° E-08/608146/2012 - KARLLA POLLYANNE RODRIGUES DE OLIVEIRA, Enfermeiro, matr. n° 49083660 com validade a contar de 06/11/2012. DEFIRO a rescisão de contrato decorrente do Processo Seletivo Simplificado/2008. Unidade: HOSPITAL ESTADUAL GETÚLIO VARGAS PROCESSO N° E-08/003/4176/2013 - ISA LEIA DE OLIVEIRA SODRE, Técnico de Enfermagem, matr. n° 49130693 com validade a contar de 01/05/2013. DEFIRO a rescisão de contrato a pedido decorrente do Processo Seletivo Simplificado/2008. PROCESSO N° E-08/003/5011/2013 - FERNANDA CARVALHO DE ALMEIDA, Enfermeiro, matr. n° 30247647 com validade a contar de 01/06/2013. DEFIRO a rescisão de contrato a pedido decorrente do Processo Seletivo Simplificado/2010. Unidade: UPA SANTA CRUZ PROCSSO N° E-08/003/2328/2013 - SIMONE DE OLIVEIRA SANTOS, Técnico de Enfermagem, matr. n° 49063357 com validade a contar de 02/04/2013. PROCESSO N° E-08/003/2603/2013 - EVANIR TEIXEIRA LEITE, Técnico de Enfermagem, matr. n° 49097447 com validade a contar de 19/03/2013. DEFIRO A RESCISÃO DE CONTRATO A PEDIDO DECORRENTE DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO/2008. PROCESSO N° E-08/003/4933/2013 - TATIANE DOS SANTOS RIBEIRO, Técnico de Enfermagem, matr. n° 30224075 com validade a contar de 30/05/2013. DEFIRO a rescisão de contrato decorrente do Processo Seletivo Simplificado/2010. Unidade: HOSPITAL ESTADUAL ALBERT SCHWEITZER PROCESSO N° E-08/003/5728/2013 - FERNANDA MARTINS DE OLIVEIRA, Enfermeiro, matr. n° 30248223 com validade a contar de 08/08/2013. DEFIRO a rescisão de contrato a pedido decorrente do Processo Seletivo Simplificado/2010. Unidade: INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCESSO N° E-08/607661/2012 - PRISCILA CRISTINA VIEIRA DA SILVA, Enfermeiro, matr. n° 49079692 com validade a contar de 23/03/2012. DEFIRO a rescisão de contrato a pedido decorrente do Processo Seletivo Simplificado/2008. Id: 1624723 APOSENTA MARIA DAS GRAÇAS DA COSTA MATTOS, Auxiliar de Enfermagem, classe “A”, matrícula nº 193.873-7, ID 3120054-0, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional n°41/2003. Processo nº E-08/003/3522/2013. PT. 2961.10.302.0314.2727 - Apoio a Entes para Ações de Saúde MA 3390 Fonte: 00/07/22 Valor: R$ 1.800.000,00 Art. 2º- O executante se obriga a cumprir integralmente a Instrução Normativa AGE nº 24, de 10 de setembro de 2013, publicada no D.O. de 12 de setembro de 2013, que estabelece normas de organização e apresentação das prestações de contas de descentralização de créditos orçamentários no âmbito do Poder Executivo Estadual. Art. 3º- Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a contar de 01 de janeiro de 2014, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2014 MARCOS ESNER MUSAFIR Secretário de Estado de Saúde RICARDO VIEIRALVES DE CASTRO Reitor da UERJ Id: 1624980 APOSENTA OLINETTE FARIA ALMEIDA, Artífice de Saúde, classe “A”, matrícula nº 230.529-0, ID 3039374-4, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional Federal n°41/2003. Processo nº E08/003/4476/2013. APOSENTA com eficácia de 24/09/2013, ROOSEWELT BARBOSA DA SILVA, Odontólogo, classe “A”, matrícula nº 297.311-3, ID 2114993-3, nos termos do art. 40, § 1º, inciso III, al. “b” da Constituição Federal. Processo nº E-08/003/3575/2013. APOSENTA MARIA CIRENE XAVIER MACHADO, Agente Auxiliar Administrativo de Saúde, classe “A”, matrícula nº 298.697-4, ID 32154461, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional nº 41/2003. Processo nº E-08/601532/2003 APOSENTA PAULO ROBERTO FIGUEIRA DE SOUZA, Auxiliar Administrativo de Serviços de Saúde, classe “A”, matrícula nº 1.004.1994, ID 3006225-0, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n° 41/2003. Processo nº E-08/003/7685/2013. Id: 1624494 DESPACHO DO ORDENADOR DE DESPESAS DE 30.01.2014 SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EXECUTIVA PROCESSO Nº E-08/3697/2012 - Por estar em conformidade com a legislação em vigor, HOMOLOGO o Pregão Eletrônico de nº 306/2013, para fins de registro de preços, objetivando a aquisição de medicamentos (acetato de abiraterona), para atendimento a central de atendimento a demandas judiciais, na forma do Termo de Referência (ANEXO 01), em favor da empresa VENÂNCIO PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA, em único item, perfazendo a licitação o valor total de R$16.908,12 (dezesseis mil novecentos e oito reais e doze centavos). Id: 1624907 SUBSECRETARIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DESPACHOS DO SUBSECRETÁRIO DE 30.12.2013 PROCESSO Nº E-08/001/7606/2013/2013 - RATIFICO a despesa para por importação de tomógrafo computadorizado portátil, mediante a realização do Contrato n° 086/2013, com vigência de 06/12/2013 a 05/12/2014, visando suprir a necessidade das Unidades da Rede SES, em favor da IMPORTAÇÃO SES, no valor de R$ 4.434.560,80 (quatro milhões, quatrocentos e trinta e quatro mil quinhentos e sessenta reais e oitenta centavos), em conformidade com o art. 25, inciso I da Lei Federal nº 8.666/1993. PROCESSO Nº E-08/001/9799/2013 - RATIFICO a despesa referente ao Contrato nº 87/2013 de prestação de serviços de coleta diária, transporte, tratamento e destinação de destinação de resíduos pertencentes aos grupos D, A, B e E nas Unidades da SES, com vigência de 12/12/2013 a 09/06/2014, sendo que esta despesa visa dar cobertura a 20 dias do mês de dezembro de 2013, em favor da ABORGAMA DO BRASIL LTDA, no valor de R$ 85.857,60 (oitenta e cinco mil oitocentos e cinquenta e sete reais e sessenta centavos), em conformidade com o art. 24, inciso IV da Lei Federal nº 8.666/1993. PROCESSO Nº E-08/001/9799/2013 - RATIFICO a despesa referente ao Contrato nº 87/2013 de prestação de serviços de coleta diária, transporte, tratamento e destinação de destinação de resíduos pertencentes aos grupos D, A, B e E na UPA Campos, com vigência de 12/12/2013 a 09/06/2014, sendo que esta despesa visa dar cobertura a 20 dias do mês de dezembro de 2013, em favor da ABORGAMA DO BRASIL LTDA, no valor de R$ 4.296,00 (quatro mil duzentos e noventa e seis reais), em conformidade com o art. 24, inciso IV da Lei Federal nº 8.666/1993. APOSTILAS DO SUBSECRETÁRIO DE 09/12/2013 ATO DE 08/03/2012 - REGINA CÉLIA DE MEDEIROS, matr. nº 165.297-3, ID. n° 3169295-8, Auxiliar Administrativo de Serviços de Saúde, Classe “A” - Tendo em vista o que consta neste processo, fica esclarecido que o inativo, a quem se refere o presente título, terá seus proventos mensais fixados integralmente ao tempo de contribuição a partir de 26/03/2012. Proc. nº E-08/602.984/2011. ATO DE 04/12/2012 - CARLOS RODRIGUES ALVES FILHO, matr. nº 2370-5, ID. n° 3154365-0, Médico, Classe “A” - Tendo em vista o que consta neste processo, fica esclarecido que o inativo, a quem se refere o presente título, terá seus proventos mensais fixados, integralmente ao tempo de contribuição a partir de 15/01/2013. Proc. nº E08/606080/2012. ATO DE 16/04/2013 - MARIA DO ROSARIO ORINEU ESTEVES, matr. nº 194.035-2, ID. n° 3097348-1, Auxiliar Administrativo de Serviços de Saúde, Classe “A” - Tendo em vista o que consta neste processo, fica esclarecido que o inativo, a quem se refere o presente título, terá seus proventos mensais fixados, integralmente ao tempo de contribuição a partir de 23/05/2013. Proc. nº E-08/606159/2012. ATO DE 02/04/2012 - MARLI TEIXEIRA DE OLIVEIRA RIBEIRO, matr. nº 184.936-3, ID. n° 3009275-2, Auxiliar Administrativo de Serviços de Saúde, Classe “A” - Tendo em vista o que consta neste processo, fica esclarecido que o inativo, a quem se refere o presente título, terá seus proventos mensais fixados, integralmente ao tempo de contribuição a partir de 16/04/2012. Proc. nº E-08/602438/2011. Id: 1624941 SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EXECUTIVA APOSTILA DO SUBSECRETÁRIO DE 30/12/2013 ATO DE 08/03/2012 - JOSUÉ MOREIRA TEIXEIRA, matr. nº 43-0, ID. n° 3127751-9, Médico, Classe “A” - Tendo em vista o que consta neste processo, fica esclarecido que o inativo, a quem se refere o presente título, terá seus proventos mensais fixados integralmente ao tempo de contribuição a partir de 26/03/2012. Processo nº E08/603975/2011. Id: 1624497 PROCESSO Nº E-08/3857/2010 - RATIFICO a despesa para o Termo de Credenciamento n° 007/2013, que tem por objeto o credenciamento de Unidades de cuidados intensivos neonatais, para unidades com ou sem leitos SUS, para a assistência aos recém nascidos que necessitem ser submetidos aos procedimentos de cuidados intensivos, objetivando ratificar o quantitativos dos leitos e realocar os leitos contemplados na inicial, em face da não prorrogação dos Termos de credenciamento, pelo período de 12 (doze) meses a contar de 02/05/2013 a 01/05/2014 e o rejuste de 11,9290% com base no IPCA acumulado dos exercícios financeiros de maio de 2011 a maio de 2012 e de, , em favor da UPNI URGÊNCIA PEDIATRICA DE NOVA IGUAÇU LTDA, no valor de R$ 53.499,19 (cinquenta e três mil quatrocentos e noventa e nove reais e dezenove centavos), em conformidade com o art. 25 CAPUT da Lei Federal n° 8.666/1993. PROC. Nº E-08/003/2589/2013 - ROSA MARIA PRADO DA COSTA, Auxiliar Operacional de Serviços de Saúde, classe “C, matrícula nº 802.075-2, ID. n° 3090326-2, ANOTA-SE, para fins de aposentadoria, o tempo de serviço prestado a Previdência Social, referente ao período de 02/10/1984 a 30/10/1985 e 02/06/1986 a 11/03/1990. Desprezando-se o período de 12/03/1990 a 30/06/1990, por concomitância com o Estado. No total de 1.773 dias de efetivo exercício, na conformidade do disposto no art. 9º e de seu parágrafo único da Lei n°530/82. Id: 1623976 Id: 1624946 SUBSECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E EXECUTIVA DESPACHO DO SUBSECRETÁRIO DE 09/01/2014 Secretaria de Estado de Defesa Civil CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESPACHO DO CHEFE DO ESTADO MAIOR GERAL DE 30.01.2014 PROCESSO Nº E-08/0096/51155/2009 - REFIXADOS, com validade a contar de 11.03.2009, os proventos de JOSÉ CARLOS MILLER DA SILVA, Segundo Sargento BM Reserva Remunerada, RG: 04.956. Id: 1624656 Secretaria de Estado de Educação ATO DO SECRETÁRIO RESOLUÇÃO SEEDUC Nº 5019 DE 31 DE JANEIRO DE 2014 EXTINGUE A UNIDADE ESCOLAR QUE MENCIONA, SITUADA NO MUNICÍPIO DE ITALVA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista a delegação de competência conferida pelo Decreto nº 44.538, de 26 de dezembro de 2013, art. 1º, inciso II, alínea “b”, o que consta no processo administrativo nº E03/10.301.512/2012, e CONSIDERANDO: - a transferência do alunado da Escola Estadual Santa Helena para unidades escolares da rede municipal de ensino de Italva; - que os recursos humanos da unidade escolar em pauta foram remanejados para unidades escolares da rede pública estadual de ensino; e - que o acervo documental e o patrimônio da mencionada escola estão sob a guarda do Município de Italva; RESOLVE: Art. 1º - Fica extinta a Escola Estadual Santa Helena, criada através do Decreto nº 1.737, de 06 de março de 1978, publicado no Diário Oficial de 07 de março de 1978, localizada na Fazenda Santa Helena, s/nº, Município de Italva. Art. 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2014 WILSON RISOLIA RODRIGUES Secretário de Estado de Educação Id: 1624904 ATO DO SECRETÁRIO RESOLUÇÂO SEEDUC Nº 5020 DE 31 DE JANEIRO DE 2014 DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS A SEREM ADOTADOS NA CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFESSORES PARA ATUAÇÃO NOS ANOS INICIAIS E FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO PARA OS ANOS LETIVOS DE 2014 E 2015, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, notadamente o disposto no art. 37, inciso IX, da Constituição da República, no art. 77, inciso XI da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, na Lei nº 4.599, de 27 de setembro de 2005, no Decreto nº 44.581, de 28 de janeiro de 2014, tendo em vista o que consta no Processo nº E-03/001/ 775 /2014, CONSIDERANDO: - o dever constitucional em oferecer ensino público de qualidade, assegurando o bom funcionamento das unidades escolares da Rede Pública Estadual de Ensino, garantindo ao corpo discente que o ano letivo transcorra com o quadro de professores completo; - a necessidade de cumprimento do calendário escolar e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional no que tange à oferta dos 200 dias letivos; - que não há candidatos aprovados em diversas disciplinas e municípios, oriundos dos Concursos Públicos vigentes aguardando convocação; e - a necessidade de suprir as aulas quando o professor efetivo das turmas se afastar temporariamente por licenciamentos diversos; RESOLVE: Art. 1°- Estabelecer os procedimentos de seleção simplificada com vistas à contratação temporária de professores para atuação nos anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio para as unidades escolares da Rede Pública Estadual de Ensino, para suprimento das necessidades que surgirão ao longo dos anos letivos de 2014 e 2015, em efetiva regência de turma.
    • "  ) :      2)46- 1 5-/7,).-14)  ! ,- .-8-4-14 ,- ,1Á41 " I - Do quantitativo Art. 2º- Os cargos que serão preenchidos, de acordo com o estabelecido no Decreto nº 44.581 de 28 de janeiro de 2014, estão limitados aos quantitativos abaixo especificados: § 1º - Até 100 (cem) professores para atuação nos anos iniciais do Ensino Fundamental. § 2º- Até 2.347 (dois mil, trezentos e quarenta e sete) professores para atuação nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional, sendo 1.347 (mil trezentos e quarenta e sete) com carga horária de 16 horas e 1.000 (mil) com carga horária de 30 horas. II - Do processo seletivo Art. 3º - A seleção pública de que trata a presente Resolução será realizada em etapa única, de caráter eliminatório e classificatório, consistente na avaliação de títulos e experiência como regente de turma. Art. 4º- Para contratação, o candidato deverá atender, cumulativamente, aos seguintes requisitos: I - ter sido considerado apto no processo seletivo; II - não ser detentor de matrícula ativa na Secretaria de Estado de Educação; III - não haver firmado contrato temporário nos últimos doze meses, nos termos do art. 7º, III, da Lei Estadual nº 4599/2005, salvo hipótese de prorrogação; IV - possuir: a) Para regência nos anos iniciais do Ensino fundamental: Curso de Ensino Médio na Modalidade Normal ou Licenciatura Plena em Pedagogia com habilitação para lecionar; b) Para regência de turmas dos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Cursos de Educação Profissional de Nível Médio: Licenciatura Plena e/ou formação específica prevista na legislação em vigor para lecionar as disciplinas do currículo oficial; c) Para regência de turmas de Educação Profissional de nível técnico: Licenciatura ou Curso Superior com Complementação Pedagógica, na respectiva área de atuação. III - Das inscrições Art. 5º - As inscrições devem ser efetivadas por meio eletrônico através da INTERNET, no endereço http://www.rj.gov.br/web/seeduc, com preenchimento da ficha de inscrição por tipo de vaga, município, disciplina e Regional, permanecendo constantemente aberta no site. .1+1) 2,-4 -:-+7618 , -56), , 41 ,- )-14 Serão consideradas válidas as inscrições efetivadas pelo sítio eletrônico desde 26/12/2013. § 11 - Cada candidato convocado somente poderá firmar um contrato temporário. § 1º - Na ficha de inscrição, o candidato deverá informar o seu currículo. §12 - O candidato poderá obter informações relativas ao processo seletivo de inscrição pelos telefones das Coordenações de Gestão de Pessoas das Regionais, cujo endereço e contatos se encontram no Anexo I desta Resolução, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h às 17h, ou em situações mais específicas, na Coordenadoria de Seleção e Controle de Pessoas, através do telefone (021) 2380-9131 de segunda a sexta-feira, no horário das 09 às 17h e e-mail cosep@educacao.rj.gov.br. § 2º - Após a finalização da inscrição o candidato deverá imprimir o documento referente à inscrição realizada, que será disponibilizado pelo sistema. § 3º - É vedada qualquer alteração em seu conteúdo depois de finalizada a inscrição. § 4º - O candidato é responsável por todas as informações prestadas na inscrição, assim como por sua veracidade, arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento. § 5º - O candidato deverá efetivar a inscrição optando por uma ou mais disciplinas para as quais possua a habilitação mínima necessária para a função de regente de turma. § 6º - Após finalizar a inscrição e imprimir o comprovante disponibilizado pelo sistema, o candidato deverá comparecer à Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional de opção ou nos Polos de Inspeção Escolar elencados no Anexo IV, de segunda a sexta-feira, no horário de 08 às 13 horas, portando os documentos comprobatórios da formação mínima necessária para exercício nas disciplinas selecionadas no ato da inscrição, da experiência e dos títulos cadastrados, original e cópia, momento no qual será avaliado pela Equipe de Acompanhamento e Avaliação, que emitirá um termo de avaliação para fins de validação da inscrição no sistema pelo Coordenador de Gestão de Pessoas. § 7º - Somente serão classificados e convocados os candidatos cujas inscrições forem validadas na forma descrita no parágrafo anterior. § 8º - Após a validação da inscrição, os documentos referentes à avaliação da documentação do candidato ficarão arquivados na Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional para o caso de futura contratação. § 9º - A validação da inscrição pelo Coordenador de Gestão de Pessoas da Regional não garante a contratação do candidato. A convocação ocorrerá na medida das necessidades detectadas nas unidades escolares da Rede Pública Estadual de Ensino, no decorrer do período letivo. § 10 - Cada candidato poderá realizar uma inscrição para cada função - professor para atuação nos anos iniciais do Ensino Fundamental e/ou professor para atuação nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional de nível Médio, com CPF próprio, sendo desclassificados em ambos os processos seletivos, os candidatos que se inscreverem com CPF de terceiros. § 13 - No ato da inscrição o candidato poderá optar por concorrer por um dos regimes de cotas disponibilizados pelo sistema: Portador de Deficiência ou Negro/Índio. § 14 - Considerando o Decreto Federal nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, e em cumprimento à Lei Estadual nº 2.298, de 28 de julho de 1994, com redação alterada pela Lei Estadual nº 2.482, de 14 de dezembro de 1995, fica reservado aos candidatos portadores de deficiência o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas a serem preenchidas pelos candidatos inscritos nos processos seletivos normatizados pela presente Resolução, durante os prazos de validade dos Processos Seletivos. § 15 - Considerando a Lei Estadual nº 6.067, de 25 de outubro de 2011 e o Decreto Estadual nº 43.007, de 06 de junho de 2011, fica reservado a candidatos negros e índios o equivalente a 20% (vinte por cento) das vagas a serem preenchidas pelos candidatos inscritos nos processos seletivos normatizados pela presente Resolução, durante os prazos de validade dos Processos Seletivos. § 16 - Para concorrer a uma das vagas reservadas o candidato deverá selecionar no ato da inscrição, em campo apropriado, para qual regime de cotas deseja se inscrever. O candidato que não realizar esse cadastro no ato da inscrição concorrerá à totalidade das vagas existentes através da listagem de ampla concorrência. § 17 - Sendo a autodeclaração facultativa, será considerado negro ou índio o candidato que assim se declare no momento da inscrição. § 18 - Detectada a falsidade da declaração a que se refere o parágrafo 17 deste artigo, será o candidato eliminado do processo seletivo, sendo-lhe facultada a opção de autuar um processo administrativo em que lhe seja assegurado o contraditório e a ampla defesa, sem prejuízo de outras sanções cabíveis. Art. 6º - No ato da inscrição, o sistema pontuará, em ambos os processos, as titulações e experiências apresentadas pelos candidatos da seguinte forma: a) Professor para atuação nos anos iniciais do Ensino Fundamental: I - TITULAÇÕES: I - TÍTULOS I - Curso de Ensino Médio na Modalidade Normal ou Licenciatura Plena em Pedagogia com habilitação para lecionar nos anos iniciais do Ensino fundamental. II - Graduação de Nível Superior na área de Educação. III - Pós-Graduação lato sensu de especialização na área de educação com carga horária mínima de 360 horas. IV - Mestrado na área de Educação. V - Doutorado na área de Educação. PONTUAÇÃO OBRIGATÓRIO 01(um) ponto 02(dois) pontos 03(três) pontos 04(quatro) pontos II- COMPROVAÇÃO DE EXPERIÊNCIA COMO REGENTE DE TURMA EM UNIDADE ESCOLAR DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO RJ: TEMPO DE SERVIÇO PONTUAÇÃO 02 (dois) pontos 03 (três) pontos 04 (quatro) pontos 05 (cinco) pontos Até um ano Mais de um ano até dois anos Mais de dois anos até cinco anos Mais de cinco anos III- COMPROVAÇÃO DE EXPERIÊNCIA COMO REGENTE DE TURMA EM ESCOLA MUNICIPAL, FEDERAL, DE OUTRA SECRETARIAESTADUAL, DE OUTRO ESTADO DA FEDERAÇÃO OU PARTICULAR: TEMPO DE SERVIÇO PONTUAÇÃO Até um ano 01(um) ponto Mais de um ano até dois anos 02(dois) pontos Mais de dois anos até cinco anos 03(três) pontos Mais de cinco anos 04 (quatro) pontos b) Professor para atuação nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional de nível Médio: I - TITULAÇÕES: TÍTULOS Licenciatura Plena e/ou formação específica prevista na legislação em vigor para lecionar as disciplinas do currículo oficial ou Curso Superior com Complementação Pedagógica, na respectiva área de atuação. Graduação de Nível Superior na área de Educação (diversa daquela a ser apresentada como requisito mínimo para a contratação). Pós-Graduação lato sensu de especialização na área de educação, com carga horária mínima de 360 horas e/ou stricto sensu (mestrado e/ou doutorado) na área apresentada para contratação PONTUAÇÃO OBRIGATÓRIO 01(um) ponto 02(dois) pontos II- COMPROVAÇÃO DE EXPERIÊNCIA COMO REGENTE DE TURMA EM UNIDADE ESCOLAR DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO RJ: TEMPO DE SERVIÇO PONTUAÇÃO 02(dois) pontos 03(três) pontos 04 (quatro) pontos 05 (cinco) pontos 06 (seis) pontos 07 (sete) pontos Até um ano Mais de um ano até dois anos Mais de dois anos até três anos Mais de três até quatro anos Mais de quatro até cinco anos Mais de cinco anos III- COMPROVAÇÃO DE EXPERIÊNCIA COMO REGENTE DE TURMA EM ESCOLA MUNICIPAL, FEDERAL, EM OUTRA SECRETARIA ESTADUAL, OUTRO ESTADO DA FEDERAÇÃO OU PARTICULAR: TEMPO DE SERVIÇO PONTUAÇÃO 01(um) ponto 02(dois) pontos 03(três) pontos 04 (quatro) pontos 05 (cinco) pontos 06 (seis) pontos Até um ano Mais de um ano até dois anos Mais de dois anos até três anos Mais de três até quatro anos Mais de quatro até cinco anos Mais de cinco anos § 1º - Serão utilizados como critérios de desempate para classificação do candidato: I - maior pontuação na titulação; II - maior pontuação nas experiências cadastradas; III - mais idoso; IV - residir mais próximo à unidade escolar onde o contratado será alocado. § 2º - Não será computado como experiência profissional, o tempo de estágio e quaisquer outros que não tenham sido desempenhados em efetiva regência de turma dos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional de Nível Médio. Art. 7º - A convocação dos selecionados para a contratação observará a ordem de classificação do dia da convocação. A classificação será obtida pelo somatório dos pontos atribuídos aos títulos e comprovação de experiência cadastrados no ato da inscrição, não prevalecendo qualquer documento comprobatório posterior. Parágrafo Único - O resultado da ordem classificatória será sistêmico e de caráter permanente, disponibilizado no sítio eletrônico http://docenteonline.educacao.rj.gov.br/DocenteOnline/ProcessoSeletivo/CandidatoClassificacao.aspx, a fim de dar publicidade ao processo seletivo e facilitar o acompanhamento dos candidatos inscritos. Art. 8º - Os candidatos inscritos na forma descrita no art. 4º, caso sejam convocados, aguardarão comunicado da Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional de inscrição, o que ocorrerá através de correspondência eletrônica para o e-mail cadastrado pelo candidato no ato da inscrição e contato telefônico, para formalização do Contrato Temporário. V - PIS/PASEP; Art. 9º - Os candidatos cujas inscrições forem devidamente validadas pelos Coordenadores de Gestão de Pessoas das Regionais, comporão cadastro de reserva e serão convocados por ordem de classificação nas listagens específicas, de acordo com as necessidades identificadas. IX - Documentação comprobatória da validação da inscrição; IV - Da convocação e contratação Art. 10 - Os candidatos convocados deverão comparecer no prazo improrrogável de três dias, à Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional indicada no ato de inscrição, para a contratação, com a seguinte documentação (original e cópia): I - Carteira de Identidade; II - Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS; III - CPF; IV - Título de Eleitor, comprovando a quitação com a Justiça Eleitoral; VI - Certificado de serviço militar, quando for o caso; VII - Comprovante de naturalização, quanto for o caso; VIII - Comprovante de residência; X- Atestado de Saúde Ocupacional original; XI- Comprovante de abertura de conta corrente no Banco Bradesco; XII- Carteira do CREF aos candidatos à vaga de Educação Física. Art. 11 - Os candidatos convocados serão contratados para apenas uma das disciplinas validadas pelo Coordenador de Gestão de Pessoas. Art. 12 - É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todas as etapas referentes ao processo de contratação. Art. 13 - As contratações estarão sujeitas às vedações legais de acumulação de cargos, funções e empregos públicos. Art. 14 - É expressamente vedado o desvio de função dos professores contratados temporariamente, sob pena de nulidade da contratação e de responsabilidade administrativa e civil da autoridade que permitir ou tolerar tal desvio.
    • ,1Á41 2,-4 -:-+7618 .1+1) , -56), , 41 ,- )-14 Art. 15 - As contratações de que trata a presente Resolução terão eficácia a partir da data de suas formalizações, por tempo determinado, para atendimento aos anos letivos de 2014 e 2015. IV - Das atribuições Art. 16 - Compete à Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional: I- receber os candidatos que se apresentarem para a validação das inscrições e encaminhá-los para serem avaliados pela Equipe de Acompanhamento e Avaliação da Regional, quanto à habilitação necessária a lecionar nos anos iniciais e/ou nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional de nível Médio, em conformidade com o processo seletivo para o qual efetivou a inscrição e as disciplinas selecionadas para a contratação; II- após a expedição do termo de avaliação pela Equipe de Acompanhamento e Avaliação, validar as inscrições conferindo os títulos e experiências cadastradas pelos candidatos no sistema Conexão Educação Gestão; III- arquivar os documentos de validação das inscrições dos candidatos habilitados; IV- acompanhar as carências e necessidades nas unidades escolares de sua abrangência; V- efetivar a convocação do quantitativo de candidatos necessários para o suprimento das carências identificadas, observando a existência de candidatos aprovados nos concursos públicos vigentes, no caso de carência real; VI- comunicar a convocação aos candidatos selecionados através do envio de e-mail e de ligação telefônica; VII- receber e conferir a documentação a ser entregue pelo candidato convocado, em conformidade com o estabelecido no Art.9º desta Resolução; VIII- proceder ao cadastro dos candidatos admitidos no Sistema de Gestão de Recursos Humanos - SIGRH e no Sistema Conexão Educação; IX- organizar a escolha de lotação por ordem de classificação no processo seletivo; X- Alocar as aulas das propostas de contrato temporário no Quadro de Horários na Internet - QHI; XI- encaminhar os professores contratados, através de Memorando de Apresentação, conforme modelo constante do Anexo II da presente Resolução, para as unidades escolares, de acordo com as necessidades identificadas; XII- preencher o Memorando de Apresentação do contratado em 3 (três) vias legíveis, devendo a primeira ser encaminhada pelo contratado à unidade escolar onde terá exercício; a segunda à Coordenadoria de Seleção e Controle de Pessoas junto com os demais documentos admissionais e a terceira via deverá ser arquivada na Regional; XIII- emitir através do sistema Conexão Educação Gestão, os termos contratuais para assinatura dos candidatos admitidos, em 4 (quatro) vias de igual teor, a serem assinadas pelo contratado, pela Superintendência de Gestão de Pessoas, como representante do Estado contratante, pela Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional, pelo responsável pela conferência da documentação e por duas testemunhas. A primeira via deverá ser entregue ao contratado; a segunda ficará arquivada na Regional; a terceira na Superintendência de Gestão de Pessoas desta Pasta e a quarta deverá ser encaminhada ao Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro; XIV- emitir através do sistema Conexão Educação Gestão, os termos aditivos de contratos dos professores contratados em 2013 cujos contratos foram prorrogados para 2014 e 2015, utilizando os procedimentos descritos no inciso anterior; XV- acompanhar a efetivação do exercício dos candidatos admitidos, nas unidades escolares para as quais foram encaminhados, atualizando os dados e situação dos mesmos no Sistema de Gestão de Recursos Humanos - SIGRH e no Sistema Conexão Educação sempre que houver alteração; XVI- encaminhar à Coordenadoria de Seleção e Controle de Pessoas no prazo máximo de 10 (dez) dias após a data de admissão, os dados e documentações dos candidatos contratados para providências relativas à publicação da contratação em Diário Oficial e conferência dos dados cadastrados no Sistema de Gestão de Recursos Humanos - SIGRH e Sistema Conexão Educação; XVII- encaminhar à Coordenadoria de Seleção e Controle de Pessoas no prazo máximo de 30 (trinta) dias após a data de admissão ou de retorno ao exercício pelos professores cujos contratos foram prorrogados, as 4 vias dos termos contratuais e aditivos para envio ao Tribunal de Contas do Estado.  ) :      2)46- 1 5-/7,).-14)  ! ,- .-8-4-14 ,- " # Art. 17 - Compete à Equipe de Acompanhamento e Avaliação da Regional a análise e pronunciamento em formulário próprio - Anexo III, do documento comprobatório da habilitação do candidato para a regência de turma nas disciplinas cadastradas no ato da inscrição, conforme art. 3º desta Resolução. Parágrafo Único - É de responsabilidade das Equipes de Acompanhamento e Avaliação situadas nos postos de atendimento elencados no Anexo xxx, encaminhar no prazo máximo de dois dias úteis, as cópias das documentações, comprovantes e original do Termo de Avaliação devidamente assinado, à Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional para fins de validação das inscrições no Sistema Conexão Educação. Art. 18 - Compete à Coordenadoria de Seleção e Controle de Pessoas da SEEDUC: I- acompanhar a execução dos processos seletivos no Sistema Conexão Educação e portal SEEDUC; II- dar suporte às Coordenações de Gestão de Pessoas das Regionais nos assuntos inerentes à contratação temporária; III- receber os documentos admissionais dos professores contratados e proceder à conferência dos dados no Sistema de Gestão de Recursos Humanos - SIGRH e no Sistema Conexão Educação; IV- receber e conferir os termos contratuais e aditivos dos professores contratados e, após as devidas assinaturas, encaminhá-los ao Tribunal de Contas do Estado; V- publicar a relação dos professores contratados no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Art. 19 - Fica subdelegada competência ao Titular da Superintendência de Gestão de Pessoas desta Secretaria para assinatura dos contratos de que trata a presente Resolução. Art. 20 - Os casos omissos serão resolvidos pelo Titular da Pasta, após exame da Superintendência de Gestão de Pessoas e em consonância com as Coordenações de Gestão de Pessoas das Regionais. Art. 21 - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2014 WILSON RISOLIA RODRIGUES Secretário de Estado de Educação ANEXO I - ENDEREÇOS DAS REGIONAIS REGIONAL BAIXADAS LITORÂNEAS CENTRO SUL MÉDIO PARAÍBA METROPOLITANA I , METROPOLITANA II METROPOLITANA III METROPOLITANA IV METROOLITANA V METROPOLITANA VI METROPOLITANA VII NOROESTE FLUMINENSE NORTE FLUMINENSE SERRANA I SERRANA II DIRETORIA ESPECIALDE UNIDADES PRISIONAIS E SOCIOEDUCATIVAS - DIESP ENDEREÇO RUA JOSÉ CLEMENTE, Nº 17 -CENTRO - NITERÓI /RJ RUA BARÃO DE VASSOURAS, Nº 133 -CENTRO- VASSOURAS/RJ RUA SÃO JOÃO, Nº 651 - SÃO JOÃO - VOLTA REDONDA/RJ RUA PROF, VENINA CORREA TORRES, Nº 41 - CENTRO- NOVA IGUAÇU/RJ RUA DR. FRANCISCO PORTELA, S/Nº- PARAISO - SÃO GONÇALO/RJ RUA DIAS DA CRUZ, Nº 638/3º ANDAR -MÉIER/RJ RUA MARIA DE JESUS BOTELHO, Nº 100 - CAMPO GRANDE/RJ RUA MARIA LUIZA REIS, S/Nº -PARQUE LAFAIETE - DUQUE DE CAXIAS/RJ RUA DO MATOSO, Nº 254 - RIO COMPRIDO / AVENIDA TREZE DE MAIO, Nº 44 - ROCHA SOBRINHO - MESQUITA/RJ RUA EXPEDICIONÁRIO CABO GAMA, S/Nº - CIDADE NOVA - ITAPERUNA/RJ RUA 1º DE MAIO, Nº 09 - CENTRO - CAMPOS DOS GOYTACAZES/RJ AVENIDA DOM PEDRO I, Nº 442- CENTRO - PETRÓPOLIS/RJ PRAÇA DEMERVAL BARBOSA MOREIRA, Nº 15 FDS - CENTRO - NOVA FRIBURGO/RJ RUA DA AJUDA, Nº 05 - 5º ANDAR - CENTRO/RJ TELEFONE (21)3601-2269 (24)2471-7503 (24) 3342-3712 (21) 2767-7293 (21) 2615-8118 (21)2333-9522 (21)2333-6869 (21)3651-6311 (21)2333-7893 (21)3756-2760 (21) 3756-2753 (22)3824-6361 (22)2731-6192 (24)2249-6927 (24)2533-2160 (21)2333-0742 ANEXO II - MEMORANDO DE APRESENTAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO REGIONAL:_______________________________________ MEMO CGP nº __________ Data: ____/____/2014 Assunto: LOTAÇÃO DE PROFESSOR - CONTRATO TEMPORÁRIO À Unidade Escolar ______________________________________________________ Sr. (a) Diretor (a), Encaminhamos o (a) professor (a) _____________________________________________ ___________________________________, disciplina _____________________________, matrícula__________________, Identidade Funcional______________,autorizado(a) a iniciar seu contrato temporário de [ ] Professor Docente I [ ] Professor Docente II com carga horária de ________ horas semanais, nessa unidade escolar, com validade a contar de ______/______/2014, nas seguintes turmas e horários: Tempos 1º 2º 3º 4º 5º 6º 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Sábado OBS: Todos os campos deverão estar devidamente preenchidos, com LETRA LEGÍVEL. Caberá ao gestor da unidade escolar comunicar à Coordenação de Gestão de Pessoas da Regional, no prazo de 5 (cinco) dias a contar da data do memorando, a efetivação do presente contrato por tempo determinado. ______________________________________________________ Coordenador de Gestão de Pessoas ANEXO III - TERMO DE AVALIAÇÃO DA HABILITAÇÃO TERMO DE AVALIAÇÃO A Coordenação de Inspeção Escolar, através da Equipe de Acompanhamento e Avaliação da Regional ________________________________, declara que, após análise da documentação acadêmica pertinente, bem como a o comprovante de inscrição para processo de contratação temporária apresentados pelo(a) candidato(a) _______________________________________________________________________, inscrito para as disciplinas _______________________________________________________________________, para contrato temporário no cargo de Professor Docente I ano 2014, constatou que: 1) Com relação à habilitação para o Magistério Público Estadual, o candidato (a) foi considerado: ( ) Habilitado nas disciplinas________________________________________________ ( ) Inabilitado nas disciplinas_______________________________________________ ( ) Inabilitado em todas as disciplinas de inscrição. 2) Fundamentação legal com base no resultado da avaliação acima: ( ) Licenciatura Plena - Lei nº 9394/1996, art. 62 ( ) Parecer CEE nº 033/2006 ( ) Deliberação CEE nº 331/2012 Observação: o presente termo de avaliação não constitui autorização para exercício de atividades de docência fora do âmbito da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, o mesmo é válido, exclusivamente, para os processos de contratação temporária para atividade docente no ano de 2014, não possuindo valor legal para nenhum outro fim que não esse. _______________________________ Nome/Matrícula (Equipe de Acompanhamento e Avaliação) E por ser a mais pura expressão da verdade, o candidato (a) assina o presente Termo, em 2 (duas) vias, que igualmente será assinado por um membro da Coordenação de Gestão de Pessoas. Rio de Janeiro, de de ___________. ___________________________________________ Assinatura do candidato (a)
    • $  ) :      2)46- 1 5-/7,).-14)  ! ,- .-8-4-14 ,- ,1Á41 " .1+1) , -56), , 41 ,- )-14 2,-4 -:-+7618 ANEXO IV ENDEREÇOS DOS POLOS DE ATENDIMENTO - INSPEÇÃO ESCOLAR REGIONAL BAIXADAS LITORÂNEAS CENTRO SUL EQUIPES DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO Niterói Cabo Frio Araruama Vassouras Valença Três Rios CDIN/DIESP MÉDIO PARAÍBA Itaguaí Rio de Janeiro METROPOLITANA I METROPOLITANA II Volta Redonda Resende Angra dos Reis Nova Iguaçu São Gonçalo METROPOLITANA III METROPOLITANA IV METROPOLITANA V Rio de Janeiro Rio de Janeiro Duque de Caxias METROPOLITANA VI METROPOLITANA VII Rio de Janeiro Belford Roxo São João de Meriti NOROESTE FLUMINENSE NORTE FLUMINENSE SERRANA I SERRANA II Itaperuna Santo Antonio de Pádua Campos dos Goytacazes Macaé São Fidélis Petrópolis Magé Itaboraí Nova Friburgo Cantagalo Cachoeiras de Macacu ENDEREÇO TELEFONES DE CONTATO R. José Clemente nº 17 - Centro (21)3601-2410 (21)3601-2259 Rua Prof. Ismar Gomes Azevedo,13 - Centro (22) 2647-6161 (22) 2649-8445 R. Bernardo Vasconcelos, 505 - Centro -28-970-000 (22) 2665-5901 (22) 2665-8947 R. Rua Barão de Vassouras, 133 Centro - CEP (24) 2471-7110 (24) 2471-7503 27.700-000 Av.Nilo Peçanha, 82 - Centro - CEP 27.600-000 Ane- (24) 2453-6001 xo: C.E. José Fonseca Rua Duque de Caxias, 622-Centro-Três Rios-CEP (24) 2251-5395 25802-120 Rua Gal. Bocaiúva, 229 - Centro (21)3781-1812 (21)3781-1007 Rua da Ajuda, nº 5, 7º andar - Centro - Rio de Ja(21)2333-0836 (21)2333-0837 neiro R. São João, 651 - São João (24) 3342-3288 Av. Pres.Getúlio Vargas, 397 C. Elíseos (24) 3381-8006. Rua Dr. Moacir Paulo Lobo,146 - Centro (24)3377-4508 (24) 3377-5895 R.Prof. Venina Correia Torres ,41 - Centro- 26.220-100 (21)2669-2154, ramal 210/211 (21)3776-0763 R. Dr. Francisco Portela s/nº - Paraíso funcionando no (21)2615-8115 CIEP 236 - Dejair Cabral Malheiros Rua Dias da Cruz, nº 638 - 3º andar - Méier. (21) 2333-9526 (21) 3268-5792 Rua Augusta Candini, s/nº - Campo Grande (21)2333-7360 Estrada São Vicente,s/nº Santa Tereza - 25.086-030, (21)3657-3491 (21)3657-1709 no CIEP 098 - Prof. Hilda do Carmo Siqueira. Rua do Matoso, nº 254- Tijuca (21)2333-7898 Av. Heliópolis, s/nº Heliópolis- Centro - CEP 24.113- (21) 2761-4545 340 - Belford Roxo - CIEP Brizolão 112 - Monsenhor Solano Dantas de Menezes R. Roberto Bedran,s/nº, Centro - São João de Meriti - (21) 3668-0433 (21) 3668-0420 ao lado C. E. Murilo Braga Rua Expedicionário Cabo Gama s/nº (22) 3824-1575 (22) 3824-1518 Praça Pereira Lima, s/nº, Centro. (22)38512440 Rua 1º de Maio,09 - Centro (22) 2731-5933 R. Velho Campos, nº 479 - Centro (22) 2791-7320 Av.Governador.Roberto Silveira, 237 - Barão de Ma- (22) 2758-2414 caúbas Av. Barão do Rio Branco, 279 - Centro - Petrópolis (24) 2247-6650 Rua Praça da Bandeira, 308 -Centro (21) 2633-4262 Rua Promotor Ciro Olimpio da Mata, s/nº - Centro (21)3639-1822 (21)3639-1197 Praça Dermeval Barbosa Moreira,15 - Centro Fundos -(22) 2533-2085 Av. .Djalma Bed Couber- CIEP Janjão,227 - Cantagalo (22)2555-4568 (22)2551-3141 Av. Floriano Peixoto,s/nº - Centro - Cachoeiras de Ma- (21) 2649-6398 cacu Id: 1625099 ATOS DO SECRETÁRIO *RESOLUÇÃO SEEDUC Nº 5016 DE 29 DE JANEIRO DE 2014 ALTERA A DENOMINAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR QUE MENCIONA, SITUADA NO MUNICÍPIO DE NITERÓI. COMISSÃO PERMANENTE DE LEGISLAÇÃO E NORMAS CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ATO DO CONSELHO DELIBERAÇÃO CEE Nº 337 DE 16 DE JULHO DE 2013 DISPÕE SOBRE A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO, DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E DOS ANOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL, NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista a delegação de competência conferida pelo Decreto nº 44.538, de 26 de dezembro de 2013, e o que consta no Processo Administrativo nº E-03/001/402/2014, RESOLVE: Art. 1º - Alterar a denominação do CIEP 449 - Leonel de Moura Brizola, situado na Travessa Doutor João Leitão, s/nº, Charitas, Niterói, criado pelo Decreto nº 19.624, de 11 de fevereiro de 1994, publicado no Diário Oficial de 16 de fevereiro de 1994, para CIEP 449 - Governador Leonel de Moura Brizola Brasil - França. Art. 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 2014 O CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - CEE/RJ, no uso de suas atribuições previstas nos arts. 8º e 10 da Lei Federal nº 9.394/96, no § 1º, do art. 6º da Lei Estadual nº 4.528/2005 e no art. 1º da Lei Estadual nº 3.155/2005, CONSIDERANDO: WILSON RISOLIA RODRIGUES Secretário de Estado de Educação - o disposto no art. 82 da Lei Federal nº 9.394/96 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, *Republicada por incorreções no original publicada no D.O. de 30/01/2014. - os termos do Parecer CNE/CEB nº 35/2003, *RESOLUÇÃO SEEDUC Nº 5017 DE 29 DE JANEIRO DE 2014 - a Resolução CNE/CEB nº 01/2004, e ALTERA A DENOMINAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR QUE MENCIONA, SITUADA NO MUNICÍPIO DE NOVA IGUAÇU. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista a delegação de competência conferida pelo Decreto nº 44.538, de 26 de dezembro de 2013, e o que consta no Processo Administrativo nº E-03/001/403/2014, RESOLVE: Art. 1º - Alterar a denominação do CIEP 117 - Carlos Drummond de Andrade, situado na Rua Tomáz Fonseca, nº 650, Comendador Soares, Nova Iguaçu, criado pelo Decreto nº 9.434, de 26 de novembro de 1986, publicado no Diário Oficial de 28 de novembro de 1986, para CIEP 117 - Carlos Drummond de Andrade Brasil - Estados Unidos. Art. 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 2014 - a Lei Federal nº 11.788/2008, DELIBERA: Art. 1º - O Estágio Supervisionado de alunos matriculados em cursos de Ensino Superior, de Ensino Médio, na modalidade regular e na de Educação de Jovens e Adultos, e de Educação Profissional, obedecido o disposto na Lei Federal nº 11.788/2008, reger-se-á, no Sistema de Ensino do Estado do Rio de Janeiro, pelo que dispõe a presente Deliberação. Parágrafo Único - Esta regulamentação abrange os cursos nas modalidades de Educação Especial e de Educação de Jovens e Adultos. Art. 2º - Todas as atividades de estágio, previstas e desenvolvidas nos cursos elencados no artigo anterior, serão consideradas como parte do currículo, devendo ser assumidas pela instituição de ensino como Ato Educativo. Parágrafo Único - Nos cursos oferecidos na modalidade a distância, a proposta pedagógica ou plano de curso deve definir, com clareza, a natureza e modalidade do estágio, levando-se em consideração as condições reais do alunado. Art. 4º - A instituição escolar deverá registrar, a modalidade de estágio e carga horária efetivamente realizada pelo aluno, no Histórico Escolar e ou fornecer Certificado de participação, no caso de estágio sócio-cultural ou civil. Art. 5º - O estágio não cria vínculo empregatício de qualquer natureza e o estagiário poderá receber bolsa-estágio, ou qualquer outra forma de contraprestação que venha a ser acordada, ressalvando o que dispuser a legislação vigente, devendo o estudante-estagiário, em qualquer hipótese, estar assegurado contra acidentes, no estágio ou dele decorrentes, por meio de uma das seguintes alternativas: I- diretamente pela instituição de ensino, com eventual ajuda da instituição de mediação entre a empresa e a instituição escolar; II- pelo órgão da administração central ou descentralizada das respectivas redes de ensino públicas ou privadas; III- pela organização concedente do estágio, que mediante acordo específico com a instituição escolar, responsabiliza-se pelo seguro obrigatório; § 1º - A estipulação de bolsa-estágio ou outra contraprestação, quando concedida, será fixada em comum acordo entre o estagiário ou seus responsáveis e a instituição que concede o estágio. § 2º - A concessão da bolsa-estágio e auxílio transporte, ou de qualquer outra forma de contraprestação é compulsória para realização do estágio profissional não obrigatório. § 3º- O estágio sócio-cultural e civil realizado no próprio estabelecimento de ensino, na comunidade local, em organizações governamentais da área social ou organizações não governamentais e sem fins lucrativos, poderá utilizar-se do Termo de Adesão. Art. 6º - As escolas e as organizações concedentes de estágio e outros parceiros envolvidos poderão, quando solicitados, contar com serviços auxiliares de agentes de integração, públicos ou privados, mediante condições acordadas em instrumento jurídico apropriado. § 1º - O estágio, obrigatório e não obrigatório, assumido pela instituição de ensino, deverá estar previsto no Projeto Político-Pedagógico do curso. WILSON RISOLIA RODRIGUES Secretário de Estado de Educação *Republicada por incorreções no original publicada no D.O. de 30/01/2014. Id: 1624780 § 1º - Não poderá ser cobrada, do aluno estagiário, taxa adicional ou qualquer outro tipo de pagamento, referente a providências administrativas para a obtenção e realização do estágio. § 2º - O desenvolvimento do estágio deverá estar descrito no Plano de Estágio. § 2º - Os agentes de integração, além das obrigações previstas na legislação vigente, poderão responsabilizar-se pelas seguintes incumbências: § 3º - Somente poderão fazer estágio os alunos regularmente matriculados nos cursos que tenham o estágio previsto em seu Projeto Político Pedagógico, seja obrigatório ou não. SUBSECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS DESPACHOS DO SUBSECRETÁRIO DE 30/01/2014 PROCESSO Nº E-03/11.200.541/2011 - GABRIEL ROBSON SOUZA DA SILVA, mat. n° 928.204-7, período de 02/03/2010 a 20/12/2010, no valor de R$ 1.843,24. PROCESSO Nº E-03/201.461/2011 - NELI BELÉM DE MATTOS, mat. n° 948.878-4, período de 07/02/2010 a 31/12/2010, no valor de R$ 2.670,30. PROCESSO Nº E-03/2.610.523/2010 - IZABEL CRISTINA PADRÃO DE OLIVEIRA, mat. n° 294.171-4, período de 22/02/2010 a 31/12/2010, no valor de R$ 2.519,80. PROCESSO Nº E-03/10.700.863/2003 - CELSO CARVALHO CUCONATO, mat. n° 840.051-7, período de 01/07/2004 a 31/05/2012, no valor de R$ 15.194,05. PROCESSO Nº E-03/5.010.121/2009 - ANDERSON DOS SANTOS SIPRIANO, mat. n° 939.250-7, período de 10/02/2009 a 31/12/2009, no valor de R$ 430,00. PROCESSO Nº E-03/8.610.719/2012 - MARCELO ANDREATTA DE OLIVEIRA, mat. n° 916.967-3, período de 01/05/2011 a 31/12/2011, no valor de R$ 499,71. Art. 3º - O estágio, como procedimento didático-pedagógico, é atividade Curricular Supervisionada, de competência da instituição de ensino, a quem cabe definir na sua proposta pedagógica e nos instrumentos de planejamento de cada um de seus cursos, a duração, a natureza e a intencionalidade educativa, em termos de princípios e objetivos para a formação do educando, podendo abranger as seguintes modalidades: I- estágio profissional obrigatório - definido em função das exigências decorrentes da natureza do curso e ou como parte integrante do itinerário formativo, planejado, executado e avaliado em conformidade ao perfil profissional de conclusão para o curso; II- estágio profissional não obrigatório - opção da instituição definida em seu projeto ou plano do curso, o que o torna obrigatório para seus alunos, devendo manter coerência com o perfil profissional previsto para o curso; I- identificar e apresentar à instituição de ensino, oportunidades de estágios em empresas e organizações públicas ou privadas; II- facilitar o ajuste de condições do estágio a constar de instrumento jurídico próprio e específico; III- cadastrar os estudantes por campos específicos de estágio; IV- adotar providências relativas a execução de bolsa-estágio, quando existente; V- adotar providências relativas ao seguro obrigatório contra acidentes pessoais, e eventualmente, de responsabilidade civil por danos contra terceiros, quando este for de sua responsabilidade prevista no instrumento jurídico apropriado. Art. 7º - Para a realização dos estágios é necessário que haja Termo de Compromisso, celebrado entre o estudante ou seus responsáveis, quando for o caso, e a parte concedente, com a interveniência obrigatória do estabelecimento de ensino. III- estágio sócio-cultural ou iniciação científica - definido pela instituição, em seu projeto pedagógico ou plano de curso, como forma de contextualização do currículo e desenvolvimento, sob a forma de atividades de extensão, monitorias ou projetos curriculares, integrados ao currículo, de cumprimento obrigatório pelos alunos; Parágrafo Único - Cabe a instituição de ensino, zelar pelo cumprimento do Termo de Compromisso ou de Adesão, reorientando o estagiário para outro local, em caso de descumprimento de suas normas, pela instituição concedente. PROCESSO Nº E-03/10.403.496/2011 - ZENAIDE CRESPO, mat. n° 246.993-0, período de 01/03/2010 a 31/12/2010, no valor de R$ 2.588,60. IV- Estágio sócio-civil - assumido pela instituição como ato educativo de interação comunitária, caracterizando-se pela participação dos alunos em: Art. 8º - A instituição de ensino deverá elaborar proposta de estágio contemplando aspectos específicos do curso, normas e orientações complementares, abrangendo: PROCESSO Nº E-03/11.400.296/2012 - ALINE APARECIDA DOREA PASSOS, mat. n° 967.953-1, período de 07/02/2011 a 31/12/2011, no valor de R$ 752,44. a) empreendimento ou projeto de interesse social ou cultural da comunidade; PROCESSO Nº E-03/10.501.224/2012 - MARIA DO CARMO SPITZ SODRE, mat. n° 826.494-7, período de 19/09/2011 a 08/12/2011, no valor de R$ 1.503,02. b) projetos de prestação de serviço civil em sistemas estaduais ou municipais de defesa civil; I- duração máxima e mínima de carga horária ao longo do curso, atentando-se para que a jornada, a ser cumprida pelo aluno estagiário, seja compatível com o horário e a jornada escolar, bem como a limitação legal. PROCESSO Nº E-03/013/664/2013 - SORAIA VIEIRA NOGUEIRA, mat. n° 948.584-8, período de 21/04/2012 a 31/12/2012, no valor de R$ 249,95. RECONHEÇO A DÍVIDA DE EXERCÍCIOS ANTERIORES. Id: 1624725 c) prestação de serviços voluntários de caráter social e educativo, desenvolvido sob forma de projetos curriculares e ou interdisciplinares, nos termos do projeto pedagógico. II- orientação para elaboração e apresentação periódica de relatório de atividades a ser entregue em prazo não superior a seis meses. III- instrumentos de avaliação dos seus alunos estagiários.