• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
5,038
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
245
Comments
0
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Estrutura e formação das palavras COLÉGIO 2 DE JULHO DISCIPLINA: Língua Portuguesa Aula de Gramática PROFESSORA: Michelle Veloso 9º ano A
  • 2. Estrutura das palavras
    • É possível decompor uma palavra em partes ou unidades significativas. Cada uma dessas partes ou unidades chama-se morfema. Cada morfema de uma palavra é responsável por uma informação dentro da palavra.
    • Veja algumas palavras divididas em morfemas:
    • gat+o (animal mamífero felídeo, do sexo masculino)
    • gat+a (animal mamífero felídeo, do sexo feminino)
    • gat+ão ( gato de tamanha grande)
    • gat+ eira ( buracos nas portas para passagem de gatos)
    • gat+il (lugar onde se criam gatos)
  • 3. Morfemas
    • Será possível dividir qualquer palavra em morfemas? Nem sempre. Às vezes, a palavra é constituída de um único morfema, sendo, portanto, indivisível.
    • Exemplos:
    • um= indivisível ( um único morfema)
    • um+a= pode ser dividida em dois morfemas
    • a= um morfema
    • a+s= dois morfemas
  • 4. Tipos de morfemas
    • Vamos estudar alguns tipos de morfemas:
    • Radical = é a parte invariável da palavra que contém seu significado. A partir do radical de uma palavra primitiva podemos formar outras, derivadas.
    • Exemplos: bater, batida, baterista, batimento(bat- é o radical)
    • margear, margem, marginal, marginalizar ( marg- é o radical)
    • Dizemos que determinadas palavras pertencem a mesma família quando elas apresentam mesmo radical.
  • 5. Vogal temática
    • Vogal temática - é aquela que se junta ao radical de um verbo ou nome para permitir que ele receba outros morfemas. Em verbos, indica a conjugação a que pertencem:
    • Exemplo: am+a+rei ( -a- é vogal temática) 1ª conjugação viv+e+ndo ( -e- é vogal temática) 2ª conjugação part+i+ria ( -i- é vogal temática) 3ª conjugação
    • Pergunta: e o verbo pôr?
    • Em nomes, a vogal temática determina a formação de substantivo e adjetivos. São vogais temáticas:
    • espant+ o peix- e ajunt+ a +mento
    • Observação: algumas palavras são atemáticas (oxítonas terminadas em a, e, o e palavras terminadas em l, r, z . Estas últimas, entretanto, recuperam a vogal no plural.
  • 6. Desinência verbal Desinências verbais são morfemas acrescentados ao radical de um verbo para informar a pessoa, o número, o tempo e o modo. Exemplo: -amará=am+a+ rá (rad+vt+desinência modo temporal) -partirias=part+i+ ria+s (rad+vt+desinência modo temporal +desinência número pessoal) - pensei= pens+a+ste (rad+vt+desinência número pessoal Observação: a junção do radical e vogal temática é chamada de tema.
  • 7. Desinência nominal
    • As desinências nominais informam sobre o gênero e número dos nomes.
    • Exemplos
    • - garot+a+s= radical+desinência gênero (feminino)+ desinência de número (plural)
    • - professor+a+ radical+ desinência de gênero (feminino)
    • Observação: Não só a desinência é portadora de informação. A ausência de desinência também informa: vend+e+dor= radical+vogal temática+sufixo. A desinência de genêro é zero.
  • 8. Vogal e consoante de ligação
    • Há elementos que aparecem no interior dos vocábulos apenas para facilitar a pronúncia ou ligar morfemas: são as vogais e consoantes de ligação. Elas não constituem morfemas, porque não são portadoras de informações nem modificam o radical.
    • Existe vogal de ligação em: gas ô metro, cafe i cultura
    • Existe consoante de ligação em: mama d eira, cha l eira
    • Observação: gera confusão distinguir, no nome,a vogal temática, a vogal de ligação e a desinência de gênero. Vai uma dica:
    • - tente flexionar em gênero. Ex.: criad a , criad o . Se marcar uma oposição, é desinência de gênero. Se não, é vogal temática. A vogal de ligação aparece entre dois termos (radical+radical; radical+ afixos)
  • 9. Afixos
    • Existem 3 tipos de afixos: prefixos, infixos, sufixos. Em língua portuguesa, existem os prefixos e sufixos, não ocorrendo infixos.
    • Prefixo : é o morfema colocado antes do radical, com a finalidade de acrescentar a ela um significado.
    • Há muitos prefixos em língua portuguesa. Alguns exemplos:
    • re- indica repetição: refazer, reanimar
    • des- indica negação: desfazer, desanimar
    • a- indica negação: abiótico, assintomático
  • 10. Afixos
    • Sufixo: é o morfema colocado depois do radical de uma palavra, com a finalidade de acrescentar a ela um sentido.
    • Alguns exemplos de sufixo:
    • - eiro indica profissão: caseiro, pedreiro
    • - aria indica lugar: padaria, confeitaria
  • 11. Para responder oralmente
    • 1. Identifique os elementos mórficos que compõem cada nome
    • A) tímidas
    • B) jogador
    • C) cartas
    • E) incerto
    • 2. Identifique os elementos mórficos que compõem o verbo
    • A) anda
    • B) bateremos
    • C) salvamos
    • D) lavaria
  • 12. Respostas
    • 1.a) tímid-a (radical+desinência nominal de gênero)
    • b) jog-a-dor(radical+vogal temática+ sufixo)
    • C)cart-a-s (radical+vogal temática+desinência nominal de número
    • D) in+cert+o ( prefixo+radical+desinência de gênero
    • 2. a)and-a (radical + vogal temática)
    • B) bat-e-re-mos (radical+vogal temática+desinência modo temporal+desinência número pessoal)
    • C) salv-a-mos (radical+vogal temática+desinência número pessoal)
    • D) lav-a-ria (radical+vogal temática+desinência modo temporal)