Geometria analitica equacao da reta
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Geometria analitica equacao da reta

on

  • 13,827 views

 

Statistics

Views

Total Views
13,827
Views on SlideShare
13,827
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
105
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Geometria analitica equacao da reta Geometria analitica equacao da reta Presentation Transcript

  • MÁRCIA CONTE BOA AULA
  • Espírito crítico Não basta olhar para ver, não basta ouvir para escutar. A compreensão dos assuntos implica uma permanente atitude crítica sobre aquilo que se ouve ou vê. Esta atitude crítica exerce-se relacionando aquilo que está a ser estudado com aquilo que já conhecemos e com as opiniões que temos sobre o assunto. Usamos este espírito crítico para descobrir aquilo que é (ou parece ser) o essencial dos assuntos estudados, as idéias principais, o "sumo da questão". Uma boa forma de espevitar o espírito crítico é, de vez em quando, estudar um assunto antes de ele ser abordado pelo professor na aula.
  • Aula de Revisão Geometria Analítica 1 – Equação da Reta 2 – Área do triângulo 3 – ponto Médio 4 – Distância entre dois pontos Professora Márcia Conte
  • PLANO CARTESIANO
  •  
    • Podemos escrever assim
    • Área do triângulo :
  • EQUAÇÃO GERAL DA RETA r: A x + B y + C = 0 se am + bn + c = 0, P é o ponto da reta r se am + bn + c  0, P não é um ponto da reta r EXEMPLO: X - 3Y + 5 = 0 Onde o ponto P (1,2)  r Já o ponto P (2, -5)  r
  • EQUAÇÃO REDUZIDA DA RETA: y = mx + b onde, m = coeficiente angular da reta b = coeficiente linear da reta (ponto de intersecção com o eixo Oy. O coeficiente angular da reta a é numericamente igual a tangente do ângulo formado com a reta e o eixo Ox. m = tg α ( abertura ou inclinação da reta )
  •  Coeficiente angular = 1  Em todas as retas o coeficiente linear ( ponto de intersecção com o eixo das ordenadas - eixo de y ) é zero b = 0 .  Coeficiente angular = 3  Coeficiente angular =2 ÂNGULO: 71.56º ÂNGULO: 63.43º ÂNGULO: 45º PODEMOS AINDA DIZER QUE f(0) = 0 para todas as três funções apresentadas acima
  •  
  •  
  • 1.x + 0.5 + 2.y – 0.y – 2.1 – 5x = 0 – 4x +2y –2 = 0  2y = 4x +2 Encontrar os coeficientes angular e linear da reta r que passa por A(0, 1) e B(2, 5). Considerando um ponto P(x, y) da reta, temos: Ou y = 2x +1 RESOLUÇÃO: COEFICIENTE ANGULAR = 2 COEFICIENTE LINEAR = 1 Veja o gráfico a seguir. EXEMPLO: 0
    • 1
    2
    • 1
    X Y 1
  • No sistema de coordenadas abaixo, está representada a função f(x) = 2 x +1. 1 5 COEFICIENTE ANGULAR = 2 COEFICIENTE LINEAR = 1 Observe que o coeficiente angular é o número que multiplica o x na equação reduzida da reta (no caso 2 ). O coeficiente linear é o número que fica isolado (termo independente) na equação reduzida da reta (no caso 1 )  este é o ponto que o gráfico intercepta (“corta”) o eixo Oy. O ponto que “corta” o eixo de x é a raiz da equação. Veja o esboço do gráfico dessa função...
  • Exercícios Resolvidos 01. Calcule a área do triângulo ABC formado pelos pontos indicados na figura.                                                                      
  • Consideremos dois pontos A e B tais que não seja paralela ao eixo x, nem ao eixo y. Traçando por A e B paralelas aos eixos coordenados, obtemos o triângulo retângulo ABC.
  •  
  • 02. Calcule a área da região hachurada :                                                        Sendo A (1, 2) B (3, 4) C (5, 3) e D (4, 1), os vértices tomados no sentido horário ou anti-horário , temos: A= A1 + A2                               A1 = ½ | 1.4.1 + 1.3.3 +2. 5.1 – 5.4.1 -3.1.1 – 1.3. | = 3 A2 = ½ | 4.3.1 + 1.1.1 +1. 5.2 –1.3.1 – 2.1.4 – 1.5.1 |= 3,5 A = 6,5 u.a OBS: as duas | | (barras), indica que o valor está em módulo e sempre será positivo
  • EXERCÍCIO 3 Qual a área do triângulo ABC de vértices A(2,5), B(0,3) e C(1,1)? Resp: S = 3 u.a. (3 unidades de área)
  • 2 – FÓRMULA DA DISTÂNCIA ENTRE DOIS PONTOS
  • EXERCÍCIO 04: Vamos determinar a distância entre os pontos A(1, -1) e B(4, -5) :
  • SOLUÇÃO DA QUESTÃO EXERCÍCIO 05: Calcule o ponto médio entre os pontos A = ( 2,1) B = ( 6,4).
  • EXERCÍCIO 05: – PONTO MÉDIO DE SEGMENTO
  •  
  • EXERCÍCIO 6 As coordenadas do ponto médio do segmento de extremidades (1, –2 ) e ( –1 – 4 ) são: a) ( 3 , 1 ) b) ( 1 , 3 ) c) ( –2 , –3 ) d) ( 0 , –3 ) e) ( 3 , 3 )
  • EXERCÍCIO 7 Os pontos A (1, -7) e B ( – 4, 3) pertencem à reta r. A equação dessa reta é a) y = 3x – 1 b) y + 2x – 5 = 0 c) y = 5 – 4x d) 2x + y + 5 = 0 e) y = 5x + 24 -7x + 3 -4y –y -28 -3x = 0 – 10x – 5y – 25 = 0 Dividindo toda a equação por (-5): 2x + y + 5 = 0 = 0 X Y 1 1 -7 1 -4 3 1
  • Questão 07 Qual a área do triângulo ABC de vértices A(-2,-1), B(1,3) e C(4,1)? A = |1/2 [ -6 + 1 – 4 + 1 – 12 + 2 ] | A = |1/2 [ – 18 ] | A = | – 9 | A = 9 u.a. (unidade de área) observe que a área é sempre positiva e que as duas barrinhas | | significam módulo XA YA 1 1/2 XB YB 1 XC YC 1 -2 -1 1 ½ 1 3 1 4 1 1
  • SOLUÇÃO  Determinar no eixo das ordenadas o ponto P, cuja distância até o ponto A (4; 1) seja igual a 5 unidades. QUESTÃO 08
  • SOLUÇÃO  Determinar o ponto P do eixo das abcissas, eqüidistantes dos pontos A (6,5) e B (-2,3). QUESTÃO 08
  •  
  •  
  • Y = 4 x = 6 y = 2x – 3 y = – 3x + 6 OBS: as equações são exemplos de cada situação representada nos gráficos
  •  
  •