1500 pontos umbanda letras de pontos de umbanda

286,654 views
286,217 views

Published on

O PONTOS DE UMBANDAS SÃO CANTOS CONSIDERADOS COMO MANTRAS QUE MANIPULAM AS ENERGIAS EM TORNO DO SEU AMBIENTE E RELAXA E AMPLIA SUA MENTE. POIS ENTÃO CANTE E SINTA AS BOAS ENERGIAS DOS SEUS GUIAS.

Published in: Spiritual
7 Comments
53 Likes
Statistics
Notes
  • Algumas paginas estão em branco, é assim mesmo?
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Re: Oracion de agradecimiento a mi reina Pomba Gira
    Opciones
    Oración Fuerte Para Amarrar a Alguien,no se puede volver atrás
    Por los poderes de la tierra, por la presencia del fuego, por la inspiración del aire, por las virtudes del agua, invoco y conjuro a Pomba Gira María Padilha, por la fuerza de los corazones sagrados y de las lágrimas derramadas por amor, para que se dirija a (MRD ) donde está trayendo su espíritu ante mi(MLSP), amarrándolo definitivamente al mío. Que su espíritu se bañe en la esencia de mi amor y me devuelva el amor en cuádruple.
    Que (MRD) jamás quiera a otra persona y que su cuerpo solo a mi (MLSP) me pertenezca. Que (MRD) no beba, no coma, no hable, no escuche, no cante a no ser en mi presencia. Que mis grilletes lo apresen para siempre, por los poderes de esta Oración.
    Minhas pombas gira use su poder y aleje a (MRD) de cualquier mujer con que él esté en este momento; y si estuviera que llame mi nombre.
    Quiero amarrar el espíritu y cuerpo de(MRD) ; porque lo quiero amarrado y enamorado de mi (MLSP) quiero que (MRD) quede dependiente de mi amor, quiero verlo loco por mi (MLSP), deseándome como si yo fuese la última persona de la faz de la tierra. Quiero su corazón prendido a mi eternamente, que en nombre de la gran Reina María Padilha florezca este sentimiento dentro de (MRD) dejándole preso a mi (MLSP), 24 horas por día.
    OH Pomba gira Reina María Padilha has de traer a (MRD) , para mi (MLSP), pues yo a él deseo, y lo quiero deprisa. Por tus poderes ocultos, que (MRD) comience a amarme a mi (MLSP) a partir de este exacto instante y que el piense sólo en mi (MLSP), como si yo fuese la única persona del mundo. Que (MRD) venga corriendo hacia mi, lleno de esperanzas y deseo, que (MRD) no tenga sosiego hasta que venga a buscarme, y vuelva a mi (MLSP).
    Reina María Padilha yo te imploro para que me traigas a (MRD). Que (MRD) me ame mucho, venga manso y como yo deseo. Yo le agradezco a la gran Rainha María Padilha. Y prometo siempre llevar su nombre conmigo.
    OH! Poderosa Pomba Gira Siete Exus, quiero de vuelta mi amado (MRD) que me entristece con su desprecio, que (MRD) olvide y deje de una vez y por todas todos los otros amores y a los que nos quieran apartar.
    Que (MRD) sea desanimado y frío con todas las otras mujeres, que cualquier otra mujer que este con (MRD) se estrese con él, pelee con él y salga inmediatamente de la vida de él y le tome enojo, odio, aversión y rabia de él y no se retracte de nada. Y que (MRD) tome enojo, odio, aversión y rabia de cualquier otra mujer que ande con el ahora y que ellos terminen esa relación urgentemente.
    Que El venga a mi (MLSP), pida mi amor y mi perdón.
    Oh! Linda Poderosa Pomba Gira Sete Exus, que en ese momento(MRD)quede sólo pensando en mí y pensando cómo va a hacer para HACERME FELIZ.
    Necesito reina, de una señal, una llamada telefónica, cualquier contacto para yo saber si (MRD) piensa en mi y que me quiere, y me quite de esa oscuridad. Que(MRD) hable conmigo, que sienta que me echa de menos. Usted es fuerte y poderosa, traiga a (MRD) a mis pies, para no salir, y que venga corriendo, que deje todo y a todos Y que sólo piense en mi (MLSP).
    Linda Poderosa Pomba Gira Siete Exus que con su grande y fuerte poder quite todas las barreras que están impidiendo que(MRD) ME AME LOCAMENTE y desee unirse a mi(MLSP).
    Quiero mi amado, amándome y admirándome siempre. Que el no sienta mas deseos sexuales por ninguna otra persona. Que sus deseos sean sólo para mi (MLSP), que sus pensamientos, gentilezas y bondades sean sólo para mi (MLSP)
    Que (MRD) quiera de verdad que yo (MLSP) me quede con él. Pero además, quiero que usted, Linda Poderosa Pomba Gira Siete Exus, aleje de MRD toda y cualquier otra mujer. Y Que podamos ser felices juntos.
    Que él me llame por teléfono, desde ya y en todo momento. Que sienta nostalgia por mi persona, y que sufra lejos de mi(MLSP)
    Quiero que él me busque hoy y ahora. Quiero oír la voz de él, pidiendo verme para quedarse conmigo y volviendo a mi(MRD) para siempre, diciendo que me ama y que me quiere solo a mi. Gracias por el favor concedido.
    Copie y pegue un pedido igual a este en 7 altares diferentes y dentro de 7 días su pedido será realizado. Oración Fuerte Para Amarrar a Alguien. Simpatía infalible pero no se puede volver atrás
    Oración a pomba gira María Padilha de mi libro de hechizos de amor
    Publicado: ‎03-16-2014 11:18 AM
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • muito bonito
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Achei ótimo!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • mas como podemos aprender a música sem o aúdio?
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
286,654
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,111
Actions
Shares
0
Downloads
3,159
Comments
7
Likes
53
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1500 pontos umbanda letras de pontos de umbanda

  1. 1. Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 1
  2. 2. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda2 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  3. 3. Este livro é dedicado a todos os filhos de Umbanda que,em seu mais puro íntimo, dedicam sua vida neste plano carnalao amor e fraternidade para com seus irmãos, permitindo levar a luz aos necessitados e o conhecimento aos incultos, sem sequer saber quem são, fazendo-os sentir e saber de Sua Onipresença, aproximando-os cada vez mais da graça de Deus. Pai Joaquim D’Angola Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 3
  4. 4. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda4 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  5. 5. Hino de UmbandaRefletiu a luz divinaCom todo o seu esplendorVem do reino de OxaláOnde há paz e amor Luz que refletiu na terra Luz que refletiu no mar Luz que veio de Aruanda Para tudo iluminarA Umbanda é paz e amorÉ um mundo cheio de luzÉ força que nos dá vidaE à grandeza nos conduz Avante filhos de fé Como a nossa lei não há Levando ao mundo inteiro A bandeira de OxaláTenda Caboclo Sete Cachoeiras 1
  6. 6. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda2 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  7. 7. ABERTURAØ DEFUMAÇÃO Ø BATE A CABEÇAVamos incensar esta casa Bate a cabeça filhos de UmbandaQue o dono dela chegou Bate a cabeça filhos de féVamos incensar esta casa Pra você que é filho de pemba |Casa de meu pai Xangô Pra você que é filho de fé >Nossa Senhora incensou a Jesus Cristo Vamos, bate a sua cabeça |Jesus Cristo incensou aos filhos seus E peça a Deus o que quiser >Eu incenso, eu incenso esta casa | Ø SAUDAÇÃO AO ANJO DA GUARDAFé em Xangô, Ogum e Oxalá > Lá no céu uma luz brilhouEstou incensando, estou defumando | Anjos do terreiro eu chameiA casa do Bom Jesus da Lapa > Oh Deus, oh Deus Como brilha bonito |Corre gira pai Ogum (eles) O Anjo que está em mim > Filho quer se defumar (elas) Se Oxalá permitir, que venha meu anjoUmbanda tem fundamento (eles) Me guarde meu Anjo É preciso preparar (elas) Me abençoe meu AnjoCheira a incenso e alecrim (eles) Meu Anjo da Guarda Cheira arruda e guiné (elas)Umbanda tem fundamento (eles) Me guarde meu Anjo Defumai filhos de fé (elas) Me abençoe meu Anjo Meu Anjo de luz.Defuma com as ervas da Jurema |Defuma com arruda e guiné > Ø PRECE DE ABERTURABenjoim, alecrim e alfazema Oxalá meu paiVamos defumar filhos de fé, defuma. Tens pena de mim, tens dó A volta do mundo é grande O teu poder é maior.Povo de UmbandaVem ver os irmãos seus Ø ABERTURA DA GIRADefuma este ambiente Eu abro a nossa giraNas auras de Deus Com Deus e Nossa Senhora Povo de Umbanda, Eu abro a nossa gira Vem ver os irmãos seus Sandorê, pemba de Angola Defuma estes filhos, Gira, gira, gira dos caboclos, Nas auras de Deus Sem sua gira eu não posso trabalhar Assim, assim na fé de Xangô meu pai, Sem gira eu não posso trabalhar. Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 3
  8. 8. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ SAUDAÇÃO À PEMBA E À TOALHA Ø SUBIDA DO PAI JOÃODeus salve a pemba, | A sineta do céu bateu |Também salve a toalha > Oxalá já diz é hora >Salve a coroa, | Eu vou, eu vou, eu vou |É de nosso Zambi, é o maior > Ficar com Deus e Nossa Senhora >Ø SAUDAÇÃO ÀS SETE LINHAS DE UMBANDA Ø SAUDAÇÃO A SEU TRANCA RUASQuando os caboclos Exú, Exú Tranca Ruas, |Trazem as folhas da Jurema Me abre o terreiro e me fecha a rua. 3>E os Pretos VelhosTrazem arruda e guiné Ø SAUDAÇÃO A EXÚ TRANCA GIRA Eles vêm trabalhar na lei de Umbanda | Seu Tranca Gira é rei lá na calunga | Tem licença de Aruanda | Sem este Exú não se pode fazer nada | Pra salvar a quem tem fé > 7 velas encruzadas |O sabiá canta alegre na palmeira Em cima daquela tumba |E Xangô lá na pedreira Saravá Seu Tranca Gira |Os seus filhos vem salvar, Salve o povo da calunga 3> Meu pai Ogum | Ø SALVE OGUM DE RONDA Empunhando a sua espada | Quem está de ronda é São Jorge Manda um toque de alvorada | Meu Pai me diz aonde é Toda a linha vai chegar > Quem está de ronda é São Jorge Salvai os filhos de féØ SAUDAÇÃO ÀS CRIANÇASQuem vem lá, quem vem lá de tão longe | Rondai, rondai oh São JorgeSão os anjinhos que vêm trabalhar > Meu Pai me diz aonde é Rondai, rondai oh São Jorge Oi dai-nos forças | Jesus, Maria e José Pelo amor de Deus, meu Pai | Oi dai-nos forças aos trabalhos meus > Olha Ogum está de ronda Quem está chamando é São MiguelØ SALVE O PAI JOÃO Éu, éu, éu, na linha de UmbandaNo clarão da noite, no romper do dia | Quem está chamando é São MiguelChama Pai João, chama Mãe Maria > Pra me defender da feitiçaria Saravá o Pai João, saravá a Mãe Maria Saravá povo de Umbanda Salve a estrela guiaØ SAUDAÇÃO A EXÚ SETE PORTEIRAS (7X)Lá na porteira eu deixei meu sentinela >Eu deixei Sete Porteiras |Tomando conta da cancela >4 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  9. 9. Ø SAUDAÇÃO A OGUM BEIRA MAR VibraçãoBeira Mar auê Beira Mar > Ogum já jurou bandeira Ø 1. XANGÕ Nos campos do Humaitá É Xangô o rei de lá da pedreira > Ogum já venceu demanda É Oxum, rainha da cachoeira > Vamos todos saravar Xangô é rei, Xangô é rei Orixá Escreve lei pros filhos de OxaláBeira Mar auê Beira Mar > Eu estava na minha gira Ø 2. OXALÁ Eu estava no meu Congá Oxalá seus filhos lhe pedem auxílio Eu estava na minha gira Vinde a eles ajudar Vamos todos saravar Derramai vossos olhos piedosos A estes filhos de féBeira Mar auê Beira Mar > Ø 3. OGUMØ LOUVAÇÃO A XANGÔ Nesta casa de guerreiro OgumQuando a lua apareceu, Vim de longe pra rezar OgumLeão da mata roncou, Rogo a Deus pelos doentes OgumA passarada estremeceu, Na fé de Obatalá OgumFoi a Coral que piou, piou, piou Ogum salve a casa santa OgumFoi a Coral que piou Os presentes e ausentes Ogum Salve o povo de Congá Salve nossas esperanças Ogum Aí vem nosso Rei de Umbanda Salve os velhos e crianças Ogum Saravá nosso Pai Xangô. > Nego velho ensinou Ogum Na cartilha de Aruanda OgumØ XANGÔ E Ogum não esqueceu OgumXangô, Xangô, meu Pai Xangô Como vencer as demandas OgumKaô, kabecile, obá, Xangô A tristeza foi embora OgumSaravá Xangô 3> Na espada de um guerreiro OgumXangô ô ô ô ô, meu Pai, Xangô E a luz do romper da aurora Ogum Xangô mora na pedreira Vai brilhar neste terreiro Ogum Quem mandou relampejar Kaô, kabecile, obá, Xangô Ø 4. YEMANJÁ Saravá Xangô 3> Hoje é dia de Nossa Senhora De nossa mãe Yemanjá,Ø CHAMADA DE SEU SETE CACHOEIRAS Calunga e, e, e, e, e, e,Ele vem de longe | Calunga a, a, a, a, a, a,Da cidade da Jurema > Brilham as estrelas no céuEle é Sete Cachoeiras | Brincam os peixinhos no mar,E vem com ordem suprema > Calunga e, e, e, e, e, e, Calunga a, a, a, a, a, a Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 5
  10. 10. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 5. OXUM Ø 10. DESCARREGO DAS SETE LINHASAieiê, Mamãe Oxum Descarrega, descarregaAieiê, vem nos ajudar Todo o mal que aqui estáAieiê, Mamãe Oxum Leva, leva, levaDas cachoeiras de Oxalá Tudo pro fundo do mar. Aieiê, Mamãe Oxum, Dê-me água pra beber Ø 11. SUBIDA DOS CABOCLOS Tenho sede de esperança Ø A. Tenho sede de aprender Já volteei lá na pedreira E Xangô disse que simØ 6. OXÓSSI Quem tem santo tem CabocloEu corri terra, eu corri mar, Tá na hora de subirAté que eu cheguei na minha raizOra viva Oxóssi na mata | Ø B.Que a folha da mangueira ainda não caiu > Xangô já vai, já vai pra Aruanda > Sua benção meu, proteção pra nossaØ 7. IANSÃ banda >Eram duas ventarolas, duas ventarolasQue ventavam o mar Ø C.Se a minha mãe é Iansã Eparrei Caboclo, pega a sua flecha |Agora que eu quero ver Eparrei Pega o seu bodoque, o galo já cantou > O galo já cantou na Aruanda |Ø 8. NANÃ BURUQUÊ Oxalá lhe chama para sua banda >São flores, Nanã, são floresSão flores, Nanã Burukê Ø SUBIDA DO CABOCLO SETE CACHOEIRASSão flores, Nanã, são flores, Xangô de ouro e ouro ô |Do seu filho Abaluaê Xangô me coroou > Filhos de pemba, a Umbanda chora Nas horas de agonia É Xangô que já vai embora É ele quem vem nos valer É ele, Nanã, é meu Pai, | A Umbanda gira, gira, girê | É seu filho Abaluaê > A Umbanda gira, gira, gira, girá >Ø 9. DESCARREGO DOS ORIXÁSOgum bateu na terraNum raio de XangôToda a poeira que sobrouOxum pra Aruanda levou, levou, levou Licença de Oxóssi ela ganhou Na onda de Yemanjá, Iansã pro barravento de Oxalá Tudo levou, levou, levou.6 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  11. 11. Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 7
  12. 12. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda8 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  13. 13. XANGÔ Pontos Individuais Ø DA CACHOEIRA Meu Pai Xangô é rei lá na pedreiraØ SETE CACHOEIRAS Também é rei, Caboclo da CachoeiraEle vem de longe |Da cidade da Jurema > Na sua aldeia tem os seu caboclosEle é Sete Cachoeiras | Na sua mata tem a cachoeiraE vem com ordem suprema > No seu saiote tem pena dourada | Seu capacete brilha na alvorada >Ø QUEBRA-PEDRA Ø DA PEDRA PRETA Letra e música: entidadeCheguei, sou Quebra-Pedra | Tava em cima da pedreiraSou caboclo de Xangô > Quando o céu trovejouTem vez que estou aqui É o caboclo Pedra PretaTem vez que não estou Esse filho é de XangôSó venho quando pedem E de cima da pedreiraA justiça de Xangô Ele vem neste Congá Kaô, kaô, kaô | Tem licença de Xangô Sou Quebra-Pedra | Ele vem pra trabalhar. Sou guerreiro de Xangô > Ø SERRA NEGRA Seu Serra NegraØ SETE PEDREIRAS Vem chegando de AruandaSeu juramento ele fez Trazendo pembaEm cima da cachoeira Pra salvar filhos de UmbandaFoi ouvido por XangôQue lhe deu sete pedreiras Ele é guerreiro, é flecheiro, atirador | Na sua mata, Serra Negra é caçador > Sua lança é o raio Na sua serra, Serra Negra é de Xangô > O seu brado é o trovão Ele reina nas montanhas Ø SERRA NEGRA A pedreira é seu chão No alto da serra, capitão da serra Na serra negra onde caboclo moraÉ justiceiro, é guerreiro, é Orixá | No alto da serra, capitão da serraEle é Sete Pedreiras | A sua seta é uma jibóiaE seus filhos vem salvar > Estava no alto da serra Grande jibóia que por mim passouØ SETE PEDREIRAS Trazia um grande diadema |Por detrás daquela serra > Dizendo que era o rei dos caçadores >Tem uma linda cachoeira > Seu Serra Negra vem chegando de AruandaÉ de meu Pai Xangô > Trazendo pembaÉ de Xangô Sete Pedreiras > Pra salvar filhos de Umbanda Ele é guerreiro, é flecheiro, atirador | Na sua mata, Serra Negra é caçador | Na sua serra, Serra Negra é de Xangô > Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 9
  14. 14. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ SERRA NEGRAEle é do reino de XangôEle é da força de OxaláCaboclo Serra Negra | É quem chegou pra trabalhar >Ø VENTANIAOi, rouxinol VentaniaRouxinol Ventania na raiz da UrucaiaSua cobra é um segredoEle mora num lajedoSentado na Beira MarØ VENTANIAMas que caboclo é aqueleEle vem de AruandaEle vem trabalhar Eparrei, Eparrei, Iansã Saravá a Rainha do Mar Eparrei, Eparrei Iansã Saravá a Mamãe YemanjáØ DA PEDRA BRANCASaravá Meu Pai Xangô, Kaô >Caboclo da Pedra BrancaVem gira na UmbandaSaravá Meu Pai XangôØ DA PEDRA BRANCASubi na pedreira |Encontrei um caboclo de Xangô > Era Seu Pedra Branca, caboclo de Umbanda Saravá Xangô Seu Pedra Branca vem salvar seus filhos E vencer demandaØ SETE MONTANHASXangô brada na pedreiraSeu machado de ouro não se apanhaEle é o rei, mas ele é o rei da AruandaSaravá meu filho Caboclo Sete Montanhas10 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  15. 15. XANGÔ Pontos de Linha Ø 7. Pedra rolou, Pai Xangô, lá na pedreiraØ 1. Segura o ponto, meu Pai, na cachoeiraXangô é corisco |Nasceu na trovoada > Tenho o meu corpo fechadoTrabalha na pedreira | Xangô é meu protetorAcorda na madrugada > Firma esse ponto, meu filho Pai de cabeça chegou Longe, tão longe | Aonde o sol raiou > Ø 8. Saravá Umbanda | Xangô, meu pai, atende essa romaria > Oi, saravá Xangô > Dos filhos que vem de longe | E não podem vir outro dia >Ø 2.Escureceu, a noite chegou > Ø 9.Firma ponto na pedreira, saravá Xangô > Xangô mostrai a força que vós tendes >Saravá Xangô 3> Xangô é o rei da justiça E não engana ninguémØ 3. Xangô Kaô, Xangô Agodô 3>Subi na pedreira, subiUma pedra rolou no corisco de Xangô Ø 10.Dizem que Xangô mora na pedreira | Meu Pai Xangô chegou no reino |Mas não é lá sua morada verdadeira > Meu Pai Xangô já vai girar > Xangô mora na cidade de Luz Olha seus filhos lhe pedem meu pai | Aonde está Maria e o Menino Jesus Não deixe os filhos tombar > Dizem que Xangô mora na pedreira | Mas não é lá sua morada verdadeira > Ø 11. Na beira do Cariri, eu vi Xangô sentadoØ 4. Yemanjá e Oxum e Santa Bárbara ao seu ladoLá em cima daquela pedreira | Na beira do CaririTem um livro que é de Xangô >Kaô, kaô | Ø 12.Kaô é kabecile é de Xangô > Xangô, Xangô, meu pai XangôØ 5. Xangô mora na pedreiraDeixei meu filho em cima da pedreira Quem mandou relampejarE de repente ele escorregou Kaô Kabecile, obá, XangôMe ajoelhei e olhei pra baixo Saravá Xangô 3>Estava nos braços de meu pai Xangô Ø 13.Ø 6. Machadinha de cabo de ouroMeu pai Xangô | De ouro, de ouroDeixa essa pedreira aí > Machadinha de cabo de ouroA Umbanda está lhe chamando | É machadinha de XangôDeixa essa pedreira aí > Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 11
  16. 16. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 14. Ø 19.Ele vem de Aruanda Senhor dono da casaEle vem trabalhar Me dá licença de entrarEle vence demanda Minha banda é de Xangô,Ele é seu Pangará É de Zambi e OxaláKaô, kaô, kaô, kaôA justiça chegou, Xangô Ø 20. Xangô é rei de Yorubá Ele vem de Aruanda Xangô é rei da pedreira Ele vem trabalhar Xangô é rei dos astros Ele vence demanda Xangô é rei de Umbanda Ele é seu Arirá Kaô, kaô, kaô, kaô Os teus filhos te chamam A justiça chegou, Xangô Xangô, Xangô, Xangô Agodô Ø 21.Ø 15. Meu pai Xangô sentado na pedreiraQuem rola pedra na pedreira é Xangô | Com sua machadinhaVivô a coroa de Zambi 2> Cravejadinha de estrelasVivô a coroa de Zambi é maior Ø 22.Ø 16. Naquele tempo em que Agodô escreviaXangô chegou na terra Pena de ouro ele traziaXangô girou na UmbandaCom seu grito de guerra Ø 23.Xangô venceu demanda Meu pai Xangô, olhai seus filhos Que eu também sou filho seuØ 17. Seu Agodô,Quebra pedra na pedreira | Yemanjá Sobá, Yemanjá SobáQuero ver arrebentar > Seu Aganju,Quem demanda com meus filhos | Yemanjá Sobá, Yemanjá SobáEu também sei demandar > Ø 24.Ø 18. Oh, Gino. Olha a sua bandaSentado na pedreira de Xangô Oh, Gino. Olha o seu CongáEu fiz um juramento até o fim Aonde o rouxinol cantavaSe um dia me faltar a fé em meu Senhor Aonde Xangô moravaQue role esta pedreira sobre mim Oh, ele é Gino da Cobra Coral >Meu Pai Xangô chegou do ReinoMeu Pai Xangô é Orixá Ø 25.Olha, seus filhos lhe pedem meu Pai | Eu vi Santa Bárbara e XangôFé e proteção neste congá > Estavam sentados em cima da pedra Estavam rezando para os seus filhos Xangô é homem que vai pra guerra.12 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  17. 17. XANGÔØ 26. Ø 31.Eu fui lá nas matas buscar minhas guias Xangô mora na pedreira |E lá encontrei pai Xangô que dizia Onde canta o rouxinol >Zum, zum, zum, pai Xangô é Kaô Sua pedreira é tão lindaZum, zum, zum, pai Xangô é Agodô Pai Oxalá abençoou Toda coberta de estrelasØ 27. Saravá meu pai XangôÉ na mesa de UmbandaQue Xangô faz refeição Ø 32.Xangô vem cuspindo fogo Xangô, ele rei da pedreiraPra levantar filhos do chão Rei da pedreira ele é o rei de Umbanda Xangô ele é o nosso PaiØ 28. E filhos de XangôEcoou lá na mata da Jurema Bambeia mas não caiNão muito longe, num pé de caneleiraEstou ouvindo o eco do infinito, Ø 33.O que será? Estava sentado na pedraÉ o ronco da pedreira, Esperando meu Pai XangôXangô, Kaô, meu pai Xangô na AruandaMe cubra com sua bandeira Xangô na quimbanda Xangô na linha das almasØ 29. Com Ogum venceu demandaXangô, KaôXangô meu pai, venha me ajudar Ø 34.Xangô é meu guia, Xangô é meu pai Segura a pedra XangôA pedra na pedreira ela rola, mas não cai Não deixa a pedra rolarVem trabalhar Xangô, vem trabalhar Pega no livro e na penaNo terreiro ele é caboclo Para a justiça firmarNa pedreira ele é Orixá Ø 35.Ø 30. Eram seis horas quando o sino tocouEu pedi a meu pai Xangô Na Marambaia, cidade da JuremaQue me tirasse desta aflição Eram dez horas quando o galo cantouOlha o seu bom filho Com licença de Zambi, saravá Pai XangôEle tem fé e lhe traz no coração Sofrer como eu sofri Ø 36. Só mesmo um filho de fé Na pedreira da mata virgem Hoje eu agradeço a Xangô Aonde mora meu Pai Xangô Eu tinha esperança Água minou, Nanã Buruquê | Que a bonança voltaria e voltou. Pedra rolou, saravá Pai Xangô > Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 13
  18. 18. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 37. Ø 44.Que pedreira tão alta Xangô é dono da pedreira |Que nem limo criou Segura o meu destino até o fim >Oh não me quebra pedra Se algum dia eu perderQue a morada é de Xangô A fé no meu Senhor Rolai essa pedreira sobre mimØ 38. Meu Pai XangôSeu Ariri, Ariri, AririSeu Ariri ele é o Rei da Mata Virgem Ø 45.Aonde o sabiá cantava Oxossi é rei das matasNa pedra onde Xangô morava Xangô é da pedreira Iansã da ventaniaØ 39. Mãe Oxum da cachoeiraLá no alto da pedreira Xangô, Xangô, Xangô, kaô, KabecilêA faísca vem rolandoAgüenta a mão cabra de força Ø 46.Que a faísca vem queimando O Ganga ô A terra é da JuremaØ 40. O leão é lá das matasMinha mãe cadê Xangô A pedra é tão forteXangô foi passear O rei, é XangôMinha mãe cadê OgumFoi pra guerra guerrear Ø 47. Xangô veio das virgens matasØ 41. Com seu bastão de prataMeu Pai Xangô, olhai seus filhos Para nos salvar Xangô kaôQue eu também sou filho seu Xangô no reino é meu SenhorKaô, Kabecilê, saravá congá > Ø 48.Ø 42. Graças a Deus, meu DeusXangô, Xangô, Xangô, Xangô meu Pai Pelo dia de hojeFoi o Senhor mesmo quem disse Louvado seja DeusFilho de Umbanda não cai Meu Pai Xangô, muito obrigado Que Deus nos dê muita luz em nossosØ 43. caminhosTererê Xangô, ô tererê XangôNa calunga, Ø 49.Segura filhos de Umbanda Cacheoria da mata virgemNão deixa filhos cair Onde mora meu pai Xangô Pedra rolou da cachoeira Pedra rolou, saravá pai Xangô Saravá, pai Xangô14 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  19. 19. XANGÔØ 50. Subida de XangôEram seis horas quando o sino batiaNa Marambaia, cidade da JuremaEram seis horas quando o sino tocou Ø 1.Com licença de Zambi, saravá Pai Xangô Xangô já vai | Já vai pra Aruanda > A bênção meu pai | Proteção pra nossa banda > Ø 2. Camboteei lá na pedreira E Xangô disse que sim Quem tem Santo tem Caboclo Tá na hora de subir Ø 3. Xangô de ouro e ouro ô | Xangô me coroou > Filhos de pemba, a Umbanda chora É Xangô que já vai embora A Umbanda gira, gira, girê | A Umbanda gira, gira, gira, girá > Ø 4. Meu pai Xangô já berimbou na aldeia > Kaô, cunhanha, ô cunhanha | Kaô cunhanha > Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 15
  20. 20. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda16 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  21. 21. OXALÁ Pontos de Linha Ø 7. Bendito, bendito Jesus Filho da Virgem MariaØ 1. Expande a Vossa LuzAbre a porta, oh gente No reinado deste diaQue aí vem JesusEle vem cansado Ø 8.Com o peso da cruz Estrela de Oxalá brilhou, brilhou Vem de porta em porta Estrela de Oxalá no jacutá chegou Vem de rua em rua Pra salvar as almas Ø 9. Sem culpar nenhuma Salve o mar sagrado Por onde caminhou JesusØ 2. Abençoai meus passosOxalá, meu Pai Para que eu possa carregar a minha cruzOxalá, meu PaiQuem é seu filho de fé Ø 10.Balanceia, mas não cai. Oh pescador da GaliléiaØ 3. Tu és discípulo de JesusOxalá, seus filhos lhe pedem auxílio Segue com esse filho amadoVinde a eles ajudar Que no espaço segue a luzDerramai vossos olhos piedososA estes filhos de fé. Ø 11. Lá no alto da montanhaØ 4. Eu ouço o grito de JesusMaior do que Deus ninguém Eu sofro tanto, oh Virgem SantaMaior do que Deus não há Ajuda a carregar a cruzOra viva Deus, meus irmãos >São tantos os que mandam nesta terra Oh Maria, oh MariaMaior é Deus Vós que sois enviada por Deus Oh Maria, oh MariaØ 5. Auxiliai esses filhos seusJesus Cristo é nosso Pai aruêÉ filho da Virgem Maria aruê Ø 12.Lá do alto do calvário aruê Olha que cruz tão pesada, senhorÉ a estrela que nos guia aruê Foi que Jesus carregouØ 6. Ø 13.Nós vamos nos curvar Justina, tu és uma estrelaPerante a luz de Deus Que guiou o nosso guia ao redentorRogamos ao nosso Pai Guiai-me com o seu casteloAs bênçãos pros filhos seus Aos pés da Virgem Maria Imaculada Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 17
  22. 22. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 14. Ø 21.Nossa Senhora pediu Oi dai licença meu Pai OxaláAo seu filho redentor Dai-me licença minha mãe YemanjáQue não deixasse esse mundo Se meu pai é o rei do mundoTenha dó dos pecadores Minha mãe é a rainha do marØ 15. Ø 22.Ora viva Deus, ora viva Jesus Rosa vermelha representa OgumOra viva a fé, na Santa Cruz Rosa amarela Iansã, Oxum A rosa branca representa YemanjáØ 16. Representa também nosso pai OxaláA nós desceu divina luz >No mais profundo abismo Ø 23.Sem fim, sem fim e sem errar Andorinha voou Os anjinhos foram buscarØ 17. Quando voltouEstrela do céu que guiou nosso Pai Salve grande OxaláGuiai esse filho que vai Tenham fé meus cafiosViva Jesus nosso redentor Que em mesa de UmbandaQue na Santa Cruz Oxalá tem que vencerSeu sangue derramou Ø 24.Ø 18. Como gira ê como giraPombinho branco mensageiro de Oxalá Como gira dentro do gongáLeva esta mensagem Oh gira para filhos de fé >De todo coração até Jesus Como gira ê como giraDiga a ele Como gira dentro do gongáQue somos soldados de Umbanda Oh como gira filhos de féSaravá nossa banda, nosso pai é Oxalá Vamos salvar a guia Do nosso Pai OxaláØ 19.Ela é uma pombinha branca, mas não é Ø 25.Ela é uma pombinha branca Jesus Cristo é nosso Pai, aruêEla é Jesus, é de Nazaré. É filho da Virgem Maria, aruê Por entre espadas e lanças, aruêØ 20. O santo nome de Jesus, aruêBendito e louvado seja |O nome de Oxalá a a > Ø 26.E manda pro fundo do mar, Yemanjá Oxalá, enviai teus GuiasOs pedidos dos filhos de Oxalá És o nosso protetor Nós somos filhos de Deus E Oxalá Nosso Salvador18 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  23. 23. OXALÁØ 27.Eu vi brilhar >Lá no horizonte eu vi brilharEra uma Luz >Era uma Estrela Nosso Rei OxaláEle vem, ele vem,Do além, do alémTraz paz e amor a quem no mundo fazØ 28.Oxalá, Senhor do sétimo céuDá sua benção, meu Pai >Aos meus irmãos cá na terraAos meus irmãos de missãoDai sua benção, meu Pai >Ø 29.Quando Jesus nasceu uma estrela brilhouAnunciando ao mundo a vinda do SenhorOxalá Divino venha nos salvarAbençoai seus filhos e também o congáØ 30.Oxalá vai abençoarOs seus filhos no CongáVai pedir a Virgem SantaPra seus filhos ajudar Oxalá é Rei na Umbanda E seu Reino é de Luz Ilumina os caminhos Que até Ele conduz Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 19
  24. 24. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda20 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  25. 25. YEMANJÁ Pontos Individuais Ø 3. Mãe d’água, rainha das ondas Sereia do mar Mãe d’água, seu canto é bonitoØ CABOCLA DO MAR Quando faz chuáQuando as águas do rio Êh, Yemanjá >Encontrarem as ondas do mar Rainha das ondas, sereia do mar >Eu farei um pedidoPra Cabocla na areia firmar Como é lindo o canto de Yemanjá Sempre faz o pescador chorar A lua no céu clareou Quem escuta a mãe d’água cantar | Os filhos de Yemanjá Vai com ela pro fundo do mar > Salve a mãe sereia Saravá a Cabocla do Mar. Ø 4. Eu vou à praia grande, eu vou pro mar Pontos de Linha Levar botões de rosas à Yemanjá Eu vou à praia, vou riscar ponto na areiaØ 1. Vou pedir à Mãe SereiaYemanjá é a rainha do mar 4> Todas as forças do mar Salve o povo de Aruanda Que nos proteja Salve meu Pai Oxalá Com seu manto inteiro branco Salve Oxóssi, salve os guias Que nos cubra com os encantos Salve Ogum Beira Mar Que tem as ondas do mar Yemanjá Ø 5.Yemanjá é a rainha do mar 4> Quem quiser viver sobre a terra Vai ter festa na Aruanda Quem quiser viver sobre o mar Vai ter reza no Cantuá Do mar salve as sereias Vai ter gira a noite inteira Salve as ondinas do mar E muitas flores no mar Ruê, ruê, ruê, ruá, ruá, ruá, Yemanjá Yemanjá Ø 6.Ø 2. Saia do mar, linda sereiaEu fiz um pedido à mamãe Sereia | Saia do mar, venha brincar na areiaA Yemanjá, para nunca mais penar > Saia do mar, sereia belaFoi na areia, numa noite linda | Saia do mar, venha brincar com elaNa areia branca do mar > Ø 7. Oh lua clara no céu Salve as conchinhas de prata Iluminou seu divino manto, Sereia. Salve quem aqui está Oh rainha do mar, Sereia. Salve a Mãe Sereia Oh mamãe Yemanjá, Sereia. Rainha, Mãe Yemanjá. Oh rainha do mar, Sereia. Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 21
  26. 26. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 8. Ø 13.Eu fui na beira da praia | Yemanjá é sereia do fundo do marPra ver o balanço do mar > Yemanjá, YemanjáEu vi um retrato na areia Trabalha na areia junto com Beira-MarMe lembrei da sereia Ogum-yê, ÔdoiáComecei a chamar Rainha sereia, minha mãe Yemanjá Oh Janaína vem ver | Ø 14. Oh Janaína vem cá | Retira a jangada do mar | Receber suas flores | Mãe d’água mandou avisar | Que venho lhe ofertar > Que hoje não pode pescar | Pois hoje tem festa no mar >Ø 9. Ê Ê Ê Ê Ê Ê Yemanjá |Vamos saravar mãe Yemanjá Ela é, ela é a rainha do mar >Vamos todos juntos jogar flores no mar Traz pente traz espelho Ô Ô Ô Ô É do mar, é do mar, é do mar Pra ela se enfeitar Ô Ô Ô Ô É do mar minha mãe sereia Traz flores traz perfume e enfeita todo mar É do mar, é do mar, é do mar É do mar, é nas águas, é nas areias Ø 15. A lua branca traz o mar |Vamos saravar mãe Yemanjá Para lhe enfeitar >Vamos todos juntos jogar flores no mar Ela quer amor, ela quer a paz É do mar, é do mar, é do mar Ela é harmonia em todo lugar É do mar minha sereia Filha de Yemanjá, Odocia Papai risca ponto nas pedras Filha de Yemanjá, vamos saravar Mamãe risca ponto na areia Ela é alegria aonde vai No seu coração ela traz a pazØ 10. A lua branca traz o mar |O que é que me deram para levar Para lhe enfeitar >Pra dona Janaína no fundo do mar?Frasco de cheiro, laço de fita Ø 16.Pra dona Janaína que é muito bonita E vem, vem, vem e vem beirando o mar E vem a mãe Sereia para todo o mal levarØ 11. Chegou, chegou, chegou a mãe sereiaA onda do mar rolou > Para todo o mal levarSaravá a rainha do mar | E foi , foi, foi e foi beirando o marSaravá minha mãe Yemanjá | E foi a Mãe Sereia para todo o mal levarMamãe Yemanjá > Ø 17.Ø 12. Eu sou filha de Yabá |Filha de Yemanjá, toda de azul Yabá é minha mãe >Filha de Yemanjá, de corpo azul A rainha do tesouro | Oh doce Yabá no fundo do mar 3>22 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  27. 27. YEMANJÁØ 18. Ø 26.Yemanjá sobá, baba ebô Uma estrela lá no céu brilhouBaba ebô Yemanjá, baba ebô E o clarão refletiu no mar Era uma estrela guiaØ 19. Que refletia o lindo manto de YemanjáYemanjá, sereia bonita, rainha do mar Yemanjá, Yemanjá, Yemanjá.Sereia bonita, rainha do mar, Yemanjá Se nessas águas eu pudesse navegar Como é lindo o canto de Yemanjá Eu traria um pedacinho do seu manto Ela faz o pescador chorar E essa luz que brilha em seu olhar Quem escuta a mãe d’água cantar Vai com ela pro fundo do mar Ø 27. Com uma dúzia de velas,Ø 20. Numa noite tão lindaA estrela brilhou lá no alto mar Eu fui para o mar, rezando e chorando...Quem vem nos salvar é nossa mãe Fazer meus pedidos para YemanjáYemanjá Ô Yemanjá, venha me ajudar Ô mãe Oxum, venha me salvarØ 21. Sou peregrino trazendo floresBotei meu barco n’água para navegar Frutas e velas pra mãe YemanjáPedi licença à primeira embarcação deYemanjá Ø 28.Yemanjá, ô Yemanjá, Ajoelhei-me na beira da praiaRainha das águas é Yemanjá Pra pedir proteção a minha mãe Yemanjá A água que me batia, Yemanjá respondiaØ 22. Filho vou te ajudar.Yemanjá, Yemanjá, Yemanjá >Venha me ajudar, Odoiá Ø 29.Vem nas ondas do mar Yemanjá, Yemanjá. Sou pescador, moro nas ondas do mar...Ø 23. Também sou filho de YemanjáSou filho do mar, das ondas do mar Quero morrer no marDa espuma do mar, sou filho do mar Nos doces braços de YemanjáMinha mãe Yemanjá, Yemanjá minha mãeRainha ela é do mar Ø 30. Quem vem vindo na crista da ondaØ 24. É sereia, rainha do marYemanjá coroou é de arariou > Quem vem vindo na crista da ondaÉ de doce malembe é de arariou > É sereia, mamãe Yemanjá Vem senhora das águas do marØ 25. Abençoe esse nosso CongáYemanjá ôIô cindô rê rê Yemanjá Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 23
  28. 28. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 31. Ø 38.Oh, como é lindo as flores brancas de Yemanjá Se as ondas do mar são verdesChegou a hora Me leva pro fundo do marVindes com Deus e Nossa Senhora Yemanjá Sereia, sereia...Um buquê de rosas brancas, ê ê Sereia é a mãe GuiomarVou levar pra Yemanjá, ê á Ø 39.Ø 32. Em cima de uma pedraA minha mãe é mãe de mesa Em cima da pedra, outra pedraÉ a rainha do mar Embaixo da pedra tem areiaPede a Deus a proteção Quem manda no mar sereia >Para seus filhos salvar Ø 40.Ø 33. Como ela nada no mar >Yemanjá, Yemanjá, Com as ondas bem fundasNo fundo do mar tem areia Como ela nada no marAreia do fundo do marEm cima do mar tem as ondas Ø 41.Ondas que vão me levar A sereia canta, os peixinhos nadamNum barco enfeitado de flores Levando o barco de YemanjáPra ouvir a sereia cantar Êêêá >Ø 34. Ø 42.Mãe, mãe, mãe Sereia, sereia, minha rainha do marPor que é que tu vives no fundo do mar? Todo o mal de seus filhos, sereiaEu sou a mãe sereia, rainha de Oxalá Leva para o fundo do marEu venho trazer forçasPara os meus filhos salvar Ø 43. Minha mãe é sereia, rainha do marØ 35. Oh sereia tá no marBrilhou, brilhou, brilhou, brilhou no mar Sereia tá no mar, sereia tá no marO manto da nossa mãe YemanjáBrilhou, brilhou no mar Ø 44.E agora vai brilhar nesse Congá Sereia, sereiaØ 36. Olha a sereia que nada no mar >Como está tão lindo o altar Ela é dona do reinarCom as flores de nossa mãe YemanjáSalve a caridade pura Ø 45.Salve a sereia do mar É vem, é vem, é vem, e vem beirando o mar E vem a mãe sereia, chegou beirando o marØ 37. Chegou, chegou, chegou, chegou a mãe sereiaSereia, sereia, como ela nada no mar Pra nos auxiliarSe minha mãe é sereia, oh sereia Baixou, baixou, baixou, beirando o mar Baixou a mãe sereia pra todo o mal levar24 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  29. 29. YEMANJÁØ 46. Ø 51.Minha jangada de vela Adormeceu, sob o amparo da mãe d’águaCorre um vasto do mar Sentindo o amor que não se esgotaDe dia o vento é na terra Dessa fonte que é Deus, Yemanjá,De noite o vento é no mar Doce YemanjáRemai! Remai! > Sou pequenino grão de areiaNossa Senhora da Luz Na imensidão desse seu marMãe do povo do mar É a tua luz que me clareiaLevai a vossa barquinha O caminho e o trabalhoPra Jesus adorar Que Oxalá me concedeuRemai! Remai! > E é por isso que, serena, A minha alma adormeceuØ 47.Veio navegando pelas ondas do mar Ø 52.Para saravar no recinto de Yemanjá Quando as ondas brancas vem rolar na areiaViva mamãe Oxum, viva a sereia do mar Eu sinto saudades da minha mãe sereia E quando na UmbandaØ 48. Eu canto pra YemanjáNo clarear de uma manhã Eu sinto saudades das águas rolando o marEu tive um sonho tão bonito Odoiá minha mãe YemanjáSonhei que as águas de Yemanjá Odoiá sereia do mar.Me transportavam ao infinito Ø 53. De suas águas generosas A Rainha das Ondas é tão bela As suas mãos me estendeu Como bela nos campos é a flor E na carícia das marolas Salve Ogum Beira Mar, seu guerreiro A minha alma adormeceu Ela é a Rainha do Amor Salve, salve Yemanjá no terreiroØ 49. Salve os campos do seu jacutáQue caminho de espinho Salve Ogum Beira Mar, seu guerreiroQue caminho de areia Ela é a Rainha do MarSaravá mãe YemanjáNossa Senhora das Candeias Ø 54. Ela vem beirando o mar |Ø 50. Oi, ela vem berando a areia >Ela é uma flor nos jardins do Senhor Saravá a mamãe YemanjáEla é uma Rosa, uma rosa em botão Saravá a sua aldeiaEla é toda a pureza, ela é toda ternuraEla é todo Amor, ela é Senhora da Conceição Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 25
  30. 30. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda SubidaØ 1.A onda do mar rolou 4>Os filhos de Yemanjá |A onda do mar levou >Ø 2.A marola do mar vai levandoYemanjá é quem vai navegandoA marola do mar vai levandoE seus filhos ela vai deixandoØ 3.A onda que te trouxeÉ que te leva para o marAuê, auê, auê Yemanjá > Vai com a onda vai Vai com a onda vem Vai com a onda vai Que com a onda eu vou também26 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  31. 31. YEMANJÁØ CONTO DE AREIA Toninho NascimentoÉ água no mar, é maré cheia oi...Mareia oi, mareia, é água no mar!É água no mar, é maré cheia oi...Mareia oi, mareiaContam que toda a tristeza que têm na BahiaNasceu de uns olhos morenos molhados de marNão sei se é conto de areia ou se é fantasiaQue a Luz da Candeia ilumina pra gente contarUm dia, a morena enfeitada de rosas e rendasAbriu seu sorriso de moça e pediu pra dançarA noite emprestou as estrelas bordadas de pratasE as águas de Amaralina, eram gotas de luarEra um peito só, cheio de promessa era só >Quem foi ...quem mandou o seu amorSe fazer de canoeiroO vento que rola nas palmasArrasta o veleiroE leva pro meio das águas de YemanjáE o Mestre Valente vagueiaOlhando pra areia sem poder chegarAdeus amorAdeus meu Amor não me esperaPorque eu já vou embora,Pro reino que esconde os tesouros de minha Senhora,Desfia colares, conchas pra vida passarE deixa de olhar pros veleirosAdeus meu amor eu não vou mais voltarFoi Beira Mar, foi Beira Mar quem chamouFoi Beira Mar ê, foi Beira Mar >É água no mar é maré cheia. Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 27
  32. 32. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ A LENDA DAS SEREIAS Beth CarvalhoOguntê, Marabô, Caiala e Sobá |Oloxum, Inaê, Janaína e Yemanjá >São rainhas do marMar, misterioso mar, que vem do horizonteÉ o berço das sereias, lendário e fascinanteOlha o canto da sereia, que Ialaô, Okê, IaloáEm noite de lua cheia, ouço a sereia cantar.E o luar? E o luar sorrindoEntão se encantaCom as doces melodiasOs madrigais vão despertarEla mora no mar, ela brinca na areia |No balanço das ondas, a paz ela semeia >Ai quem é?Oguntê, Marabô, Caiala e Sobá |Oloxum, Inaê, Janaína e Yemanjá >Olha o canto da sereia, que Ialaô, Okê, IaloáEm noite de lua cheia, ouço a sereia cantarEla mora no mar, ela brinca na areia |No balanço das ondas, a paz ela semeia >A paz ela semeia >Oguntê, Marabô, Caiala e Sobá |Oloxum, Inaê, Janaína e Yemanjá >São rainhas do mar28 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  33. 33. YEMANJÁTenda Caboclo Sete Cachoeiras 29
  34. 34. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda30 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  35. 35. NANà BURUQUÊ Pontos de Linha Ø 5. Saravá Nanã, oi Nanã Buruquê >Ø 1. A sua saia é roxaAtraca, atraca | O seu telhado é de sapê.Que aí vem na onda, é Nanã > Ø 6. É Nanã, é Oxum, Nanã, oh minha mãe Nanã > É quem vem saravar, ei ah Protege os seus filhos É Nanã, é Oxum, Segure o meu Congá É a sereia do mar, ei ah Eu sou de JuremaØ 2. E eu quero trabalharSão flores, Nanã, são floresSão flores, Nanã Burukê Ø 7.São flores, Nanã, são flores, Nanã vem das neves,Do seu filho Abaluaê Ela vem das ondas do mar > Saravá Oxumaré Nas horas de agonia Saravá a sereia do mar É ele quem vem nos valer Saravá Nanã Buruquê É ele, Nanã, é meu Pai, | Saluba > É seu filho Abaluaê >Ø 3. Ø 8.O mar roncava, entre as pedras se batia Atraca, atraca, que eu vi NanãAo gemido da mãe d’água, Bangu, BangulêA sereia respondia Atraca, atraca, que eu vi Nanã auêSão flores, são flores... Atraca, atraca, que eu vi NanãSão flores, Nanã Buruquê Que eu vi Nanã BuruquêSão flores, são flores > Pergunte à sua canhanha Se eu vi Nanã, se eu vi Nanã BuruquêØ 4.Minha mãe é Nanã Ø 9.É o Orixá mais velho do céu Senhora Santana, mãe de misericórdiaNanã, oh Nanã Buruquê Eu vou pedir a elaFirma seu filhos, agora eu quero ver Pra ela pedir a Deus Oh, minha mãe, rogai por mim Senhora Santana Dai-nos vossa proteção Ø 10. Valei-nos avó de Aruanda Nanã é mãe dos Orixás Valei-nos com sua benção Está na terra e na cachoeira e está no marCom seu manto consagrado Eu vou pedir à boa NanãCom sua estrela bendita Que abençoe seus filhos e seu OgãValei-nos senhora NanãLivrai-nos das horas aflitas Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 31
  36. 36. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 11. Ø 16.Oh Nanã, cadê Oxum Nanã é a Velha MãeOxum tá nas ondas do mar De todos os OrixásEla é dona do reinar Nanã manda muitas floresSalve Oxum Pra enfeitar o nosso CongáØ 12. Ø 17.Oi nas ondas do mar eu vi Nanã | Se Nanã não chegar >Oi Nanã Buruquê > Como é que eu vou girar >Oi nas ondas do mar Nanã teu filho pede > Dá forças pra trabalhar >Ø 13.Oh Yemanjá, oh Yemanjá Ø 18.Que linda sereia nadando Saluba ê, saluba ê NanãAreia nas águas do mar Saluba ê Nanã, ê Nanã BuruquêVai dizer pra SantanaQue toda semana eu rezo pra ela Ø 19.Em seu louvor Saluba Nanã, salubaÉ Nanã Buruquê > Saluba Nanã, na lagoa e no marØ 14.Nas cachoeiras de Nanã BuruquêSó se lava a cabeça do filho de UmbandaQuando é pra valerMas se você não é, então não vai láPorque Nanã Buruquê, meu filhoPode não gostarØ 15.Maleime Velha NanãMaleime Deus é quem dáMaleime Meu Pai OxossiMaleimeMaleime Deus é quem dáMaleime Velha NanãMaleime Deus é quem dáMaleime Meu Pai XangôMaleimeMaleime Deus é quem dáMaleime Velha NanãMaleime Deus é quem dáMaleime Meu Pai OgumContinua.......para todas as linhas32 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  37. 37. NANÃ BURUQUÊTenda Caboclo Sete Cachoeiras 33
  38. 38. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda34 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  39. 39. OXUM Pontos Individuais Pontos de LinhaØ DA AREIA BRANCA Ø 1.Oxum quando canta na beira do rio | Olha o barquinho de Cinda |Faz o peixe ciscar na areia > Cinda é quem vem trabalhar >É o Caboclo da Areia Branca | Cinda é Mamãe Oxum, aiêiêo |Que traz o ouro pra minha senhora > Cinda é a Cobra Coral >Aieiê Ø 2. Oxum quando canta na beira do rio | Oxum estava na beira do rio | Faz o peixe ciscar na areia > Colhendo lírios pro seu Congá > A Aruanda já está em festa | Iluminou lá na pedreira | Seu Areia Branca ilumina a terra > Os lírios brancos da cachoeira > Aieiê Ø 3.Ø DA AREIA BRANCA Eu sou da mina |Na beira daquele rio | Eu sou da mina de ouro >Tem uma areia branca > Onde mora mamãe Oxum |Onde passa um cavaleiro | Guardiã do meu tesouro >Cavaleiro de Umbanda > Mamãe Oxum rainha cheia de luz | Caboclo da beira do rio Cubrai-nos com vosso manto | Caboclo da beira do mar Rogai por nós a Jesus > Ele vem cavalgando de Aruanda Ø 4. Vem trazendo sua Umbanda No céu uma estrela vem brilhando Pra seus filhos ajudar Nas águas o amor refletindo Aiêiê Oxum |Ø DA AREIA De alegria estou sorrindo >Na beira do rio verde |Eu vi um caboclo na areia > Também nas cachoeirasPegando peixe miúdo | Tem a força de OxumPra levar pra sua aldeia > Oxum é minha mãe E meu Pai é Ogum aiêiêo Ø 5. Se minha mãe é Oxum | Na Umbanda e no Candomblé > Aiêiê, aiêiê, minha mãe | Aiêiê, minha mãe Oxumaré > Mas ela vem beirando o rio Colhendo lírios pra nos ofertar Aiêiê, aiêiê minha mãe | Orixá desça e vem nos abençoar > Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 35
  40. 40. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 6. Ø 12.Eu vi mamãe Oxum na cachoeira | Mamãe Oxum dona dos rios e dos lagosSentada na beira do rio > Mamãe Oxum olha nossos laresColhendo lírios, lírios ê | Ela vem na banda nos traz felicidadesColhendo lírios, lírios á | Mamãe Oxum, quando vai deixa saudadesColhendo lírios pra enfeitar nosso Congá > Ø 13.Ø 7. No alto da cachoeiraOxum, Oxum Tem uma gruta do lado de láOxum é minha mãe Tem um banquinho de ouro, mamãeÉ a rainha do meu congá > Onde Oxum vai se sentarØ 8. Ø 14.Meu pai me diga quem é | Eu vi mamãe OxumQuem é que vem de Aruanda > Sentada na cachoeiraÉ mamãe Oxum, das cachoeiras E ela cantava tantoMeu pai me diga quem é | Chamava Ogum para jurar bandeiraQuem é que vem de Aruanda >É mamãe Oxum na lei de Umbanda Ø 15. ÁGUAS DE OXUMØ 9. O rio é de Oxum, aiê-iê-oMamãe Oxum chegou O lago é de Oxum, aiê-iê-oNa gira dos Orixás Águas de Oxum, aiê-iê-oE traz das águas dos rios Aiê-iê, Oxum, aiê-iêSua mensagem de paz Águas de Oxum, aiê-iê-o Aiê-iê, Oxum, aiê-iê Mamãe Oxum, malei-me mamãe Oxum | Água da cachoeira, aiê-iê-o Olhai pros seus filhos da gira | Força da cachoeira, aiê-iê-o Na fé de meu pai Ogum > Água cristalina, aiê-iê-oOi gira gira gira | Aiê-iê, Oxum, aiê-iêOi gira e torna a girar | Águas de Oxum, aiê-iê-oPra chamar povo de pemba | Aiê-iê, Oxum, aiê-iêNa gira dos Orixás > O rio passa na mata, aiê-iê-o Na pedra uma cascata, aiê-iê-oØ 10. Oxóssi e Xangô, aiê-iê-oA água que sai da cachoeira Aiê-iê, Oxum, aiê-iêE vai correndo pelo rio afora Águas de Oxum, aiê-iê-oSalve Oxum! Salve Yemanjá Aiê-iê, Oxum, aiê-iêSalve Nanã! Salve a sereia do mar Um vento na campina, aiê-iê-oØ 11. O rio corta a campina, aiê-iê-oEla é flor de maio > Iansã e Ogum, aiê-iê-oSe a minha mãe é linda flor de maio Arerê Aiê-iê, Oxum, aiê-iêÉ flor de maio Águas de Oxum, aiê-iê-o Aiê-iê, Oxum, aiê-iê36 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  41. 41. OXUMO rio encontra o mar, aiê-iê-o Ø 22.Nos braços de Iemanjá, aiê-iê-o Mamãe Oxum, mamãe OxumMãe de Oxalá, aiê-iê-o Mamãe Oxum, NanãAiê-iê, Oxum, aiê-iê Me leva pras águas clarasÁguas de Oxum, aiê-iê-o Eu quero ver a sereia cantarAiê-iê, Oxum, aiê-iê. Eu quero ver os caboclinhos da areia Trabalhando pra mãe YemanjáØ 16.Arerê... arerê mamãe Oxum > Ø 23.Arerê mamãe Oxum! Arerê Oxumaré Mamãe Oxum, mamãe Oxum lá do infinito Ai vem ouvir, ai vem ouvir o nosso prantoØ 17. Nós te adoramos com amor e com carinhoCom sua saia bordada de ouro Na esperança de sentir o vosso mantoE o seu saiote todo rendado Mamãe Oxum, que vem de AruandaAuê oh minha mãe Oxum auê Com o divino espírito santoOs anjos do céu dizem amém. Vem salvar filhos de UmbandaØ 18.Caiu uma estrela dentro desse Congá > Ø 24.Era uma estrela azul Estrela D’Alva, estrela que brilhaEra uma estrela bendita É a mamãe OxumDo manto sagrado da mamãe Oxum É a mamãe Oxum que ilumina Ilumina a terra, ilumina o marØ 19. Estrela matutina que ilumina esse CongáA Lua vem surgindoPor detrás da cachoeira Ø 25.Arerê mamãe Oxum... Arerê Oxumaré Eu fui na cachoeira chorandoØ 20. Levava comigo uma dorOxum linda morena Ela surgiu dentre as águasPra você eu vou girar Olhando me disse assimO teu canto de sereia “Não chores meu filho queridoAgora vai me encantar Pois sempre ao seu lado estarei” Ela me deu uma rosa Se você inda não sabe E entre as flores desapareceu Quem é este Orixá Arerê! Arerê! É Oxum a mãe do ouro Arerê mamãe Oxum olha eu Rainha deste CongáØ 21. Ø 26.Oxum e mamãe Yemanjá Salve a Estrela Guia |És a rainha do céu, és a rainha do mar Salve o Cruzeiro do Sul >Oxum vem acender os candeeiros Salve nossa Mãe SantíssimaIluminar nosso terreiro E o manto sagrado de Mamãe OxumE a seus filhos abençoar Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 37
  42. 42. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 27. Subida de OxumNas águas serenas da lagoaUma estrela apareceuE foi como num sonho Ø 1.A estrela desapareceu Mamãe OxumEu seu lugar eu vi Salve a banda da senhoraA deusa das águas aparecer Mamãe OxumFormou-se arco-íris Aiêiê já vai emboraEu gritei para ele me valerOxum, Oxumaré venha me socorrer Ø 2. O rio que te trouxeØ 28. É quem te leva pro marOxum, teu nome eu trago Auê, auê, auê seu canzuáNa palma de minha mãoOh! Oxum, teu filho roga Ø 3.De ti muita proteção E vai, vai, vai E vai beirando o rioØ 29. E vai mamãe OxumEu vi, eu vi Nanã, eu vi Oxum na beira do rio Para todo mal levarAs aves cantam ao romper da AuroraÉ Mamãe Oxum que vai chegar agoraØ 30.Foi na beira do rio aonde Oxum chorou >Chora iêiêiêô, choram os filhos seus >38 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  43. 43. OXUMTenda Caboclo Sete Cachoeiras 39
  44. 44. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda40 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  45. 45. IANSà Pontos Individuais Ø 5. Iansã tem um leque que venta | Pra abanar dias de calor >Ø CABOCLO DA LUA E DO SOL Iansã mora na pedreira |Caboclo da Lua, Caboclo do Sol Eu quero ver meu pai Xangô >São irmãos Gêmeos como Cosme e DamiãoPovo de Umbanda manda, mas não vai Ø 6.Filho de Umbanda tomba, mas não cai. Iansã cadê Ogum? Foi pro mar > Iansã penteia os seus cabelos macios Quando a luz da lua cheia Pontos de Linha Clareia as águas do rio Ogum sonhava com a filha de NanãØ 1. E pensava que as estrelasIansã, Orixá de Umbanda Eram os olhos de IansãRainha de nosso Congá Mas Iansã, cadê Ogum? Foi pro mar 3>Saravá Iansã lá na AruandaEparrei, eparrei Na terra dos Orixás, o amor se dividiaIansã venceu demanda Entre um Deus que era de paz E outro que combatia Iansã, saravá Pai Xangô No céu trovão roncou Como a luta só termina E lá na mata o leão bradou Quando existe um vencedor Saravá Iansã, saravá Xangô Iansã virou rainha Da coroa de XangôØ 2. Mas Iansã, cadê Ogum? Foi pro mar >Oh, Iansã menina, é do cabelo louro.Sua espada é de prata, sua coroa é de ouro. Ø 7. Ventou nas matas ventou nas pedreiras |Ø 3. Que vento forte nas cachoeiras >Eram duas ventarolas |Duas ventarolas ventando o mar > Não é Oxóssi, nem é XangôUma era Iansã, ô Eparrei | É Iansã com seu patakotôA outra era Yemanjá, oh dociá > Deusa dos ventos e do trovão Oh minha mãe, quero sua proteçãoØ 4.Eram duas ventarolas > Ø 8.Que ventavam o mar Saravá Iansã dos cabelos louros |Se a minha é Iansã, o Eparrei No seu mar tem água, |Agora que eu quero ver Na sua pedra tem ouro > Seu ariri, seu arirá Saravá Iansã, a Rainha do Mar Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 41
  46. 46. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 9. Ø 15.Na beira do cariri Eu vi Santa Bárbara no céuEu vi Xangô sentado A trovoada roncou lá no marCom Yemanjá e Oxum Ai como gira meu Congo oiô >E Santa Bárbara ao seu lado Gira com féNa beira do cariri Ø 16.Ø 10. Yemanjá é a rainha do marEla é a senhora dos ventos E minha Santa Bárbara é rainha do JacutáEla é a mais linda Orixá É rainha do JacutáEla veio acalmar a tormentaQuem mandou foi meu pai Oxalá Ø 17.Iansã, minha mãe Iansã Oh lírio, oh lírio, como lírio éSua espada de ouro no céu brilhou Na linha de Umbanda formosa ela éIansã, minha mãe IansãObrigada senhora Ø 18.Porque a bonança chegou Guena guena agogô Vai na Angola girarØ 11. Minha sambarerê é quiromboEla é Matemba, ela é Oiá | Santa Bárbara no JacutáEla é Iansã neste Jacutá >Ela é Matemba do cabelo louro Ø 19.Senhora dos ventos, da espada de ouro Eparrei na Aruanda auê Arerê na Aruanda auáØ 12. Salve Yemanjá que é a rainha do marMas que caboclo é aquele Salve Xangô Kaô KabecileEle vem de Aruanda É de quá quá quáEle vem trabalharEparrei, Eparrei Iansã Ø 20.Saravá a rainha do ar É mina mina agogô >Eparrei, Eparrei Iansã É de angomé, em terra de angomáSaravá a Mamãe Yemanjá É de Santa Bárbara rainha do JacutáØ 13. Ø 21.Moça rica, com sua estrela luminosa Auê venta aqui venta no marSua coroa, seu ramo de rosa Santa Bárbara é rainha da seitaUmbanda ê! Umbanda á! Ela é dona do seu JacutáE minha Santa Bárbara rainha do Jacutá Quando ela chega no reino Filho da seita ela vem saravarØ 14.Oh Iansã, é dona do JacutáGuena guena agogô, guena guena orirá42 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  47. 47. IANSÃØ 22. Ø 29.Espia o que vem pelo céu Eparrei OiáOlha o que vem pelo mar Dona do vento, mensageira de OxaláMas ela é nossa mãe Iansã Eparrei Oiá, eparrei OiáMas ela é dona do Jacutá Dona do vento, mensageira de Oxalá Saravá Santa GuerreiraØ 23. Deusa do fogo e da luzVento, mas que ventania > Minha Santa PadroeiraIansã é nossa mãe Que meu destino conduzYemanjá é nossa guia Proteção para seus filhosØ 24. Eparrei OiáA sua espada é de ouro Moça rica da UmbandaA sua saia bem rodada Venha nos abençoarEla vem na ventaniaSanta Bárbara abençoada Ø 30. Iansã o seu leque é de ouroØ 25. Vem do céu, Oxalá quem mandouIansã chegou no reino Para salvar os seus filhos IansãChegou com a chuva e com vento Na hora da agonia e da dorEla é dona de Jacutá, veio saravarOs seus filhos no Congá Ø 31. Moça rica com sua espada luminosaØ 26. Sua espada é cravejada de brilhantesNuma bela noite eu caminhava Quimbanda auê, quimbanda auáSozinho, pedindo proteção Santa Bárbara do JaracutáDeu um relâmpago, o céu clareouMe ajoelhei e Iansã me abençoou Ø 32. Santa Bárbara virgemØ 27. Dos cabelos lourosEla é moça bonita Ela vem descendoEla é dona do seu Jacutá Pela escada de ouroAuê, auê, auêOh mamãe de Aruanda Ø 33.Segura esses filhos que eu quero ver Saravá Iansã dos cabelos louros | Seu luar tem prata, sua coroa tem ouro >Ø 28. Auê, auê, auê, auáEla é Santa Bárbara Saravá Iansã, rainha do JacutáRainha do JacutáArererê! ArereráA mamãe de Aruanda já virou janga no mar Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 43
  48. 48. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ 34. SubidaÊh Iansã, só vós podeis me ajudarChame meu Pai Ogum Ø 1.Mande ele vir me salvar, êh Iansã O vento que te trouxePorque tem alguém trabalhando É que te leva para o arComigo querendo acabar, êh Iansã Auê, auê, auê, seu canzuá >Avisa meu Pai Oxalá, êh IansãÊh Iansã, avisa meu Pai Oxalá, Ø 2.Eu peço justiça pra todos Beri, beri mas elas vão beirando o mar >Em nome de Xangô êh Iansã Iansã já vai embora e elas vão beirando o marØ 35. Beri, beri mas elas vão beirando o mar >Oiá, olha eu, Oiá, eparrei, eparrei Iansã > Viaja na ponta do vento No corisco do trovão Senhora da tempestade Me dê sua proteçãoOiá, olha eu, Oiá, eparrei, eparrei Iansã > Vencedora de demanda Ela é Orixá Guerreira Na Coroa de Xangô Yansã é a primeiraOiá, olha eu, Oiá, eparrei, eparrei Iansã >44 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  49. 49. IANSÃTenda Caboclo Sete Cachoeiras 45
  50. 50. 1.540 Pontos Cantados de Umbanda46 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  51. 51. OGUM Pontos Individuais Ø SETE ONDAS Ogum de lei, | Não me deixe sofrer tanto assim meu pai >Ø BEIRA MAR Quando eu morrer vou passar na Aruanda |Beira Mar, auê Beira Mar > Saravá Ogum, saravá Seu Sete Ondas > Ogum já jurou bandeira Nas matas do Humaitá Ø NARUÊ Ogum já venceu demanda Magia, magia que faz o meu corpo tremer Vamos todos saravá Magia, magia que chega em silêncioBeira Mar, auê Beira Mar > Sem a gente ver É o Senhor Ogum Eu estava na minha gira É o rei da magia que vem nos socorrer Eu estava no meu Congá É o Senhor Ogum Eu estava na minha gira Quem vence a magia é Ogum Naruê, Vamos todos saravá OgunhêBeira Mar, auê Beira Mar > Ø IARAØ BEIRA MAR Se meu pai é Ogum, Ogum |A sua espada brilha no raiar do dia | Vencedor de demanda |Seu Beira Mar é filho da Virgem Maria > Ele vem de Aruanda |Seu Beira Mar, beirando a areia | Pra salvar filhos de Umbanda >Seu Beira Mar é filho da mamãe sereia > Ogum, Ogum, Ogum, Ogum Iara > Salve os campos de batalhaØ MEGÊ Salve as sereias do marOgum Megê, general de Umbanda Ogum, Ogum IaraCom seu cavalo Seu Ogum foi guerrearCom sua espada, com sua lança Ø IARAVenceu demanda nos campos de Humaitá Seu cavalo corre, sua espada reluzOgum Megê Sua bandeira cobre todos os filhos de Jesus O seu cavalo corre, sua espada reluzØ MEGÊ Auê, Ogum Iara aos pés da Santa Cruz >Na porta da Romaria |Eu vi um cavaleiro de ronda > Ø BEIRA RIOTrazia um escudo no peito uma lança na mão Beira Rio, Beira Rio, Beira Mar |Ogum venceu a guerra e matou o dragão O que se ganha de Ogum | A primeira espada quem ganhou foi ele> Só Ogum pode tirar > Mas ele é, ele é Ogum Megê | Seu Ogum de Ronda ele vem girar | Ele vem de Aruanda | E vem trazendo folhas | Pros seus filhos proteger > Pra descarregar > Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 47
  52. 52. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ AKUAN Ø BEIRA-MAROgum chamou das matas Estrela clareia a terra |Akuan pra trabalhar Estrela clareia o mar >Sua lança e sua flecha Clareia o Congá de Beira-Mar clareiaSão armas deste Congá Clareia os filhos do seu Congá É vencedor de demanda E seus filhos vem salvar Ø BEIRA-MAR É guerreiro, é valente Quando Ogum pisou na lua Vamos todos saravar. Fez tremer a terra Nos campos de batalhaØ BEIRA MAR Seu Ogum venceu a guerraSeu Ogum Beira Mar | Ê ê ê... ê ê êO que trouxe do mar? > Vamos saravar nosso pai Seu Beira-Mar Quando ele vem beirando a areia | Vem trazendo no braço direito | Ø BEIRA-MAR O rosário da mãe Sereia > Sua espada rebrilha e rebrilha no mar Seu Ogum é guerreiro e só pode brilharØ BEIRA MAR Na sua morada que lhe deu YemanjáAuê, auê Ogum Beira Mar, auê Seu Ogum Beira-Mar vem a seu filho ajudarIansã virou o tempoPra Ogum não governar Ø BEIRA-MARMas durante o barravento Beira-Mar, auê, Beira-MarOxum se pôs a cantar Beira-Mar, quem está de ronda é militar Ogum já jurou bandeiraØ BEIRA MAR Nas matas de HumaitáMeu Pai, que guerreiro é esse Ogum já venceu demandaQue vence na terra | Vamos todos saravarQue vence no mar >Ele é lanceiro, ele é flecheiro Ø BEIRA-MAREle é marinheiro, ele é de Yemanjá Minha espada é de aço,Salve esse guerreiro | Minha espada vai brilharSaravá Seu Ogum Beira Mar > Minha espada é de fogo e Ogum Beira-MarØ BEIRA-MAR Ø BEIRA-MAROgum, Iansã, Xangô, Yemanjá Na lua mora um cavaleiro |Salve os Caboclos das matas É, é, é o seu Ogum guerreiro >Salve Seu Ogum Beira-Mar Oi lá na lua tem, oi lá na lua háØ BEIRA-MAR Oi lá na lua mora seu Ogum Beira-MarOgum Beira-Mar o que trouxe do mar? Oi saravá Ogum e a falange de YemanjáQuando ele vem do mar, na mão direita Oi lá na lua mora seu Ogum Beira-Mar >Ele traz uma guia de mamãe sereia48 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras
  53. 53. OGUMØ MEGÊ Ø MATINATAOxóssi assobiou | Que Ogum é aquelePra passar no Humaitá > Que vem cavalgando no céu azulPra falar com Ogum Megê | É Ogum MatinataMensageiro de Oxalá > Ele é defensor do Cruzeiro do SulØ MEGÊ Com a espada na cintaOgum Megê, Ogum Megê > Escudo no braço ele vem cavalgandoOgum Iara > É Ogum MatinataSaravá cavaleiros de Umbanda > Ele é o defensor do Cruzeiro do SulA noite é linda, é de luarOgum Megê, Ogum Megê Ø GUARACYÉ que vai chegar Salve a falange do Caboclo Guaracy Deus do céu permitaØ MEGÊ Que ele chegue até aquiNão bota fogo que é de Oxalá Salve Tupã, Itatiaia e PotiNão quebre a pedra que é de Xangô Salve Blazô e viva GuaracyNão facilite com filho de pemba Salve o Sol, salve as estrelas e o CruzeiroOgum Megê sempre foi vencedor Salve Guaracy que chegou neste terreiroØ MEGÊLá vem Ogum em seu cavalo Ø ROMPE MATOCom sua espada e sua lança na mão A sua terra é longeA mata é vossa, deixa correr Uma estrela brilhouE vamos saravar Ogum Megê Mas o seu filho de Umbanda Já lhe procurouØ MEGÊ Oi, já lhe procurou >Ele vem de longe montado em seu cavalo Cadê Seu Rompe Mato de UmbandaCom sua espada na cinta ele vem pra Que até agora ainda não chegouguerrear Ainda não chegou >Ele guerreia por este mundo Cadê Seu Rompe Mato de UmbandaO seu nome é Ogum Megê neste Congá Que até agora ainda não chegouØ MEGÊ Ø ROMPE MATOO homem que bebe e fuma ô Ganga Que cavaleiro é aqueleÉ Ogum Megê ô Ganga Que vem cavalgando no céu azulXerê, xerê, xerê ô Ganga É Seu Ogum Rompe MatoÉ Ogum Megê ô Ganga Ele é defensor do Cruzeiro do SulØ MATINATA E, e, e, e, e, aQuem vem de lá? Pisa na Umbanda, oi CanjiraQuem vem lá de tão longe? Pisa no CongáEle é Ogum MatinataQue vem no reino saravar Tenda Caboclo Sete Cachoeiras 49
  54. 54. 1.540 Pontos Cantados de UmbandaØ ROMPE MATO Ø OGUM SETE ESTRELASOuvi o toque do clarim lá no Humaitá Eh cavaleiro de UmbandaToque do maior do dia Ogum vencedor de demandaMeu pai é Ogum Rompe Mato Salve os filhos de mamãe sereiaFilho da Virgem Maria Seu Ogum Sete Estrelas Ilumina meu congá.Ø ROMPE MATOEu vi raiar do dia, eu vi estrela brilhar Ø OGUM SETE ESPADASEu vi Seu Rompe Mato, Ogum das matas Eu tenho Sete Espadas pra me defender |Vir morar à beira-mar Eu tenho Ogum em minha companhia > Mas Ogum é meu Pai, Ogum é meu guiaØ ROMPE MATO Ogum vai baixarOgum disse que ele é Rompe Mato Na fé de Zambi e da Virgem MariaÉ Rompe Mato auê, ele é Rompe MatoPorque rompe as matas auê Ø OGUM NARUÊÉ Rompe Mato auê, saravá Ogum Rompe Mato Ei gente de Umbanda Sopra o vento no marØ ROMPE MATO Baixou Ogum NaruêOgum Iara, Ogum Megê Chegou a falange dos filhos de UmbandaOnde está Seu Rompe Mato auê Baixou Ogum NaruêAbre a gira de Umbanda auêØ SETE ONDAS Ø AKUANOh filhos de Umbanda Akuan, Akuan, caboclo guerreiroSeu Sete Ondas vem do Humaitá Altivo e bom companheiroQue bela surpresa Akuan, AkuanVem de Aruanda nos abençoar Amigo de dar a mão Irmão, de dividir o prato Oh bela surpresa Retrato da Consolação Bela surpresa, como está você Oxalá abençoe teu coração Que bela surpresa! Salve Ogum...Salve São Miguel | Vem da Aruanda pra nos proteger Mamãe Oxum, Akuan, me põe no céu >Ø SETE ONDAS AKUAN!...Estava na beira da praiaQuando vi Sete Ondas passar Ø AKUANAbra a porta oh gente que aí vem Ogum Seu Akuan é caboclo guerreiro |No seu cavalo branco ele veio saravar Ele vem na falange de Ogum > Ele olha por todos seus filhos, meu pai |Ø TUCURUVU E não esquece de nenhum >Aí vem Tucuruvu > Ele gira com o sol e com a lua |Ele é filho das selvas das linhas de Ogum Ele gira com a terra e com o mar >Chegou Tucuruvu > Ele vem com sua falange, meu pai |Ele é filho das selvas das linhas de Ogum Pra firmar o seu Jacutá >É Ogum de Cariri 4>50 Tenda Caboclo Sete Cachoeiras

×