Your SlideShare is downloading. ×
Cânhamo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Cânhamo

1,517
views

Published on

Published in: Education

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,517
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. • O que é o cânhamo• Cânhamo em Portugal• Sua utilização• Benefícios do cânhamo na alimentação• Vídeo sobre o cânhamo
  • 2. • Cânhamo ou cânhamo industrial é o nome que recebem as variedades da planta Cannabis e o nome da fibra que se obtém destas.• Não confundir com a maconha, cujo teor de THC é bem superior ao do cânhamo, apesar de ambos pertencerem ao género Cannabis.
  • 3. • O cultivo de cânhamo em terras portuguesas iniciou-se por volta do século XIV e seguintes, pois era matéria prima para a preparação de cabos e velas para as embarcações portuguesas.• Depois da Restauração da Independência em 1640, a fim de recuperar a combalida frota naval portuguesa, incentivou-se o seu cultivo conforme o decreto real de D. João IV em 1656. Nessa altura o seu cultivo era realizado em Trás-os-Montes, na Zona de Torre de Moncorvo, mais precisamente no Vale de Vilariça, terras férteis para qualquer cultivo de regadio, sendo uma área muito grande, plana e muito fértil
  • 4. • Em 1971 é considerado ilegal o cultivo de cânhamo, devido à sua confusão com a maconha, uma decisão posteriormente revogada pela União Europeia.
  • 5. Vale de Vilariça Caravela Portuguesa
  • 6. • A planta é integralmente utilizada para os mais diversos fins, mas destaca-se especialmente a sua fibra, também chamada de filame, muito usada na indústria de papel, pois um hectare de cânhamo produz o mesmo que quatro hectares de eucaliptos, num período de vinte anos.• A indústria têxtil também é um bom mercado para o cânhamo, por este ser cinco vezes mais resistente que o algodão, é usado para fabricar cordas e amarras, de navios pois são bastante resistentes, e também se usa para fabricar roupa.
  • 7. • Da semente extrai-se um óleo muito usado na indústrias de cosméticos como base para cremes, xampus, óleos hidratantes, etc, na indústria mecânica para vernizes, lubrificantes, combustíveis, tintas e outros, bem como para a alimentação humana em óleo, tempero, margarina, flocos de cereais, snacks e outros .• Existem relatos de pessoas cujo cancro da pele, foi tratado pelo óleo desta planta.
  • 8. Shampoo Tratamento de queda de cabelo
  • 9. Batons de cieiro Sabonete
  • 10. T-shirt Ténis Vans
  • 11. • Na China ainda se podem comprar sementes de cânhamo tostadas, da mesma forma que no Ocidente se encontram pipocas...• As sementes de cânhamo foram consumidas pela humanidade durante séculos. Populações inteiras, sobretudo na China, sobreviveram em épocas de fome devido a estas sementes.
  • 12. • As sementes de cânhamo têm uma proporção de ómega 3 e 6 ideal para a saúde humana. São igualmente ricas em minerais e em aminoácidos essenciais, o que as torna numa fonte completa de proteínas. Pela sua riqueza nutricional podem mesmo ser consideradas um super alimento da natureza.• O consumo do óleo e das sementes de cânhamo é ideal para pessoas com baixo nível de ácidos gordos essenciais, e também para atletas e crianças. É ainda particularmente valioso à população vegetariana e vegan, que encontra no cânhamo uma fonte completa de proteínas.• Uma outra forma de aproveitar toda a riqueza nutricional do cânhamo é confeccionar leite das suas sementes.
  • 13. Sementes de cânhamo Leite de cânhamo
  • 14. • http://www.youtube.com/watch?v=9HJIdhUXVfY&feature =related
  • 15. • Este trabalho foi realizado por: Miguel Capote nº18 12 L Escola Artística António Arroio