Your SlideShare is downloading. ×
Bioquímica_Carboidratos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Bioquímica_Carboidratos

5,538

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,538
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
330
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Bioquímica Carboidratos
  • 2. Carboidratos, ou hidratos de carbono, são também chamados de açúcares.  Estão presentes em bolos, pães, biscoitos. Participam ainda de estruturas como a parede celular de células vegetais e de bactérias, são,portanto os compostos orgânicos mais abundantes nos organismos vivos. 
  • 3. Carboidratos ou glicídeos  São compostos de função mista do tipo poliálcool-aldeído ou poliálcool-cetona.
  • 4. Classificação   Estão divididos em três grandes grupos: Monossacarídeos  Dissacarídeos  Polissacarídeos
  • 5. Monossacarídeos São os Carboidratos mais simples, apenas uma unidade de açúcar em cada molécula.  Eles se classificam de acordo com o número de átomos de carbono  Trioses = três carbonos  Tetroses = quatro carbonos  Pentoses = cinco carbonos  Hexoses = seis carbonos  Heptoses = sete carbonos 
  • 6.  Embora tenham mesma fórmula molecular, C6H12O6, apresentam estruturas químicas diferentes, isto é, são isômeros. O H C HO Fora a isomeria plana apresenta isomeria óptica  C H H C OH HO C H HO C H HO CH2 Glicose CH2 OH C O H C OH HO C H HO C H HO CH2 Frutose
  • 7. Isomeria Óptica
  • 8. Isomeria óptica  Todos os monossacarídeos apresentam algum carbono quiral.  Epímeros: se diferem uns dos outros na configuração em somente um C quiral
  • 9. Estruturas  Os monossacarídeos podem tanto estarem na forma linear, ou em solução eles ficam na forma cíclica
  • 10. Aldoses
  • 11. Cetoses
  • 12. Representação (Fisher)
  • 13. Forma cíclica  Ocorre uma reação de acetalização
  • 14. Nos monossacarídeos ocorrem a reação intramolecular
  • 15. Outro tipo de carboidrato cíclico: CH2 OH C H O C OH HO C H HO C H HO CH2 HO CH2 C H Frutose OH O C H H CH2 OH C C OH OH
  • 16. Podendo formar dois tipos de cadeia:
  • 17. Exemplos de piranoses e furanoses
  • 18. Principais monossacarídeos    Pentoses: dois exemplos típicos que são a ribose e a desoxirribose, ambas componentes dos ácidos nucléicos, sendo que cada uma constitui um material genético
  • 19. Principais monossacarídeos  Galactose: encontrada no leite e seus derivados, pouco encontrada sozinha, mas sim combinada com a glicose formando a lactose
  • 20. Principais monossacarídeos H H C  OH C O HO C H H C OH H C OH H C OH H Frutose: açúcar encontrado nas frutas e no mel, o mais doce dos açucares. É convertido em glicose no organismo
  • 21. Principais monossacarídeos O H  Glicose: o açúcar mais importante, fonte de energia. É encontrado no sangue. Portanto possui uma taxa de 80-120mg de glicose por 100ml de sangue  Taxa superior: hiperglicemia (podendo gerar diabetes) Taxa inferior: hipoglicemia C H C OH HO C H H C OH H C OH H C OH H 
  • 22. Dissacarídeos  São formados a partir da união de dois monossacarídeos, assim formando uma ligação glcosídica, havendo liberação de uma molécula de água
  • 23. Esquema da ligação:
  • 24. Formação do dissacarídeo
  • 25. Alguns dissacarídeos
  • 26. Principais dissacarídeos  Lactose: encontrado no leite com a união de uma molécula de α-glicose com uma β-galactose. Ele é geralmente oxidado à ácido láctico  (azedamento do leite)
  • 27. Principais dissacarídeos  Sacarose: encontrada na cana-deaçúcar e na beterraba. Utilizado nos alimentos em geral, fabricação de álcool etílico. União da glicose com a frutose.
  • 28. Polissacarídeos  São moléculas orgânicas formadas pela união de mais 10 moléculas de monossacarídeos.  Os polissacarídeos são abundantes na natureza, podendo ter função biológica de reserva energética, como o amido e o glicogênio ou função estrutural, como a celulose e a quitina.
  • 29. Tipos de polissacarídeos
  • 30. Polissacarídeos de reserva  Amido: formado a partir de n moléculas de glicose, encontrado em cereais e tubérculos. Reserva energética dos vegetais
  • 31. Polissacarídeos de reserva Amido  Quando linear se chama amilose  Quando ramificado chama-se amilopectina  OH HO HO O H OH OH O HO O H OH OH O HO O H OH OH O HO O H OH OH
  • 32. Polissacarídeos de reserva  Glicogênio: formado á partir da condensação de moléculas de glicose. Reserva energética do animais, presente no fígado e nos músculos, onde transforma em glicose quando há necessidade OH HO HO OH O H OH OH O HO O OH O O H OH OH O HO O H O OH H HO H O OH O HO O H OH OH HO OH OH
  • 33. Polissacarídeos de estrutura Quitina: basicamente formada por por unidade de b-N-acetilglicosamida  principal componente dos exoesqueletos dos insetos, escamas de peixes, etc. 
  • 34. Polissacarídeos de estrutura  Celulose: existente em praticamente todos os vegetais. Formada pela condensação de um grande número de moléculas de β-glicose
  • 35.  Celulose é utilizada na fabricação de papel, fibras têxteis, etc  Ela está presente em vegetais mas a celulose não é digerida no sistema digestório, mas ajuda na regularização do intestino

×