Your SlideShare is downloading. ×

Fis mat exercicios resolvidos 001

7,310

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
7,310
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
46
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. (19) 3251-1012 www.elitecampinas.com.br O ELITE RESOLVE UNESP 2007 – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - EXATAS MATEMÁTICA Determine para quais valores reais f(x) ≥ g(x), isto é, determine o conjunto S = {x ∈ R | f(x) ≥ g(x)}. QUESTÃO 1 ResoluçãoUma empresa pretende, no ano de 2006, reduzir em 5% a produção f(x) ≥ g(x)de CO2 com a queima de combustível de sua frota de carros, x3 + x2 + 2x − 1 ≥ x3 + 3x + 1diminuindo a quantidade de quilômetros a serem rodados no ano. O x2 − x − 2 ≥ 0total de quilômetros rodados pelos carros dessa empresa em 2005 foi x ≤ −1 ou x ≥ 2de 199 200 km. Cada carro faz em média 12 km por litro de gasolina, ea queima de cada 415 litros desse combustível pelos carros da S = {x ∈ R / x ≤ −1 ou x ≥ 2}empresa produz aproximadamente uma tonelada de CO2. Mantidas asmesmas condições para os carros, em termos de consumo e queimade combustível, determine quantas toneladas a menos de CO2 os QUESTÃO 5carros da empresa deixariam de emitir em 2006, relativamente ao ano Paulo deve enfrentar em um torneio dois outros jogadores, João ede 2005. Mário. Considere os eventos A: Paulo vence João e B: Paulo vence Mário. Os resultados dos jogos são eventos independentes. Sabendo Resolução 2Para rodar 19920km são necessários: 199200:12=16600L de gasolina. que a probabilidade de Paulo vencer ambos os jogadores é e aSe 415L de gasolina produz 1 ton de CO2 então 16600L produzirão 40 5ton de CO2. 3 probabilidade de ele ganhar de João é , determine a probabilidadeSe haverá redução de 5% na emissão de CO2 então deixará de ser 5emitido 0,05.40=2 ton de Paulo perder dos dois jogadores, João e Mário. Resolução QUESTÃO 2 A: Paulo vence JoãoDevido ao aquecimento das águas, a ocorrência de furacões das B : Paulo vence Máriocategorias 4 e 5 – os mais intensos da escala Saffir-Simpson – dobrou 2nos últimos 35 anos (Veja, 21.06.2006). Seja x o número de furacões P ( A ∩ B) =dessas categorias, ocorridos no período 1971-2005. Vamos supor que 5a quantidade de furacões a cada 35 anos continue dobrando em 3relação aos 35 anos anteriores, isto é, de 2006 a 2040 ocorrerão 2x P (A) = 5furacões, de 2041 a 2075 ocorrerão 4x furacões, e assim por diante. Para eventos independentes:Baseado nesta suposição, determine, em função de x, o número total P(A ∩ B) = P(A).P(B)de furacões que terão ocorrido no período de 1971 a 2320. 2 3 Resolução = .P(B) 5 5 2320 − 1971 + 1Entre 1971 e 2320 teremos = 10 períodos 2 35 P(B) = 3Então, o número de furações ocorridos no período 1971 a 2320 serádado pela soma dos termos de uma PG de 10 termos, com 1º termo 3 2 P(A) = 1 − P(A) = 1 − =igual a x e razão 2: 5 5 x.(210 − 1) 2 1S10 = = 1023x P(B) = 1 − P(B) = 1 − = 3 3 2 −1 A probabilidade de Paulo perder de João e de Mário é: QUESTÃO 3Considere os números complexos w = 4 + 2i e z = 3a + 4ai, onde a é P(A).P(B) = 2 1 . = 2um número real positivo e i indica a unidade imaginária. Se, em 3 5 15centímetros, a altura de um triângulo é |z| e a base é a parte real dez.w, determine a de modo que a área do triângulo seja 90 cm2. QUESTÃO 6 Resolução Sejam P = (a,b), Q = (1,3) e R = (–1,–1) pontos do plano. Se a + b = 7,Base: b, Altura: h, Área do Triângulo: SΔ determine P de modo que P, Q e R sejam colineares.SΔ = b.h = 90 ∴ b.h = 180 (A) Resolução 2 a b 1b=Re(z.w)=Re((3a+4ai).(4+2i)) ⇒ b=Re(4a+22ai) ∴ b=4a (1) 1 3 1 =0 (3a) + ( 4a) = 5a 2 2h= z = −1 − 1 1Substituindo esses valores em (A): 4a.5a=180 (com a>0)a=3cm (1) 4a − 2b + 2 = 0 (1) ⎧2a − b = −1 QUESTÃO 4 ⎨ (2) ⎩ a + b = 7Considere as funções polinomiais f(x) = x3 + x2 + 2x – 1 eg(x) = x3 + 3x + 1, cujos gráficos se interceptam em dois pontos comoesboçado na figura (não em escala). a=2 e b=5 Resposta: P(2;5) QUESTÃO 7 Seja x o número de anos decorridos a partir de 1960 (x = 0). A função y = f(x) = x + 320 fornece, aproximadamente, a média de concentração de CO2 na atmosfera em ppm (partes por milhão) em função de x. A média de variação do nível do mar, em cm, em função de x, é dada aproximadamente pela função g(x) = x. Seja h a função que fornece a média de variação do nível do mar em função da concentração de CO2. 1
  • 2. (19) 3251-1012 www.elitecampinas.com.br O ELITE RESOLVE UNESP 2007 – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - EXATASNo diagrama seguinte estão representadas as funções f, g e h. com t(x) em ºC e x em anos, fornece uma estimativa para o aumento da temperatura média da Terra (em relação àquela registrada em 1870) no ano (1880 + x), x ≥ 0. Com base na função, determine em que ano a temperatura média da Terra terá aumentado 3 ºC. (Use as aproximações log2(3) = 1,6 e log2(5) = 2,3). Resolução Procura-se o ano em que a temperatura terá aumentado t = 3ºC em concentração de CO (ppm) relação a 1870. Pela relação do enunciado: 2 3 = (0,01).2(0,05).x, com x em anos.Determine a expressão de h em função de y e calcule quantos Logo:centímetros o nível do mar terá aumentado quando a concentração de log23 = log2(0,01)+log22(0,05).x ⇔ 1,6 = log210-2 + (0,05)x ⇔ 1,6 = (-CO2 na atmosfera for de 400 ppm. 2).[log25 + log22] + 0,05x Resolução 1,6 = (-2)(2,3 + 1) + 0,05x 0,05x = 8,2 x = 164f(x) = x + 320 O ano em que ocorrerá tal aumento é 1880 + 164 = 2044 R: A temperatura terá subido 3º C (em relação a 1870) no ano 2044 1 g(x) = .x 5 g=h f QUESTÃO 10 g(x) = h(f(x)) Para calcularmos o volume aproximado de um iceberg, podemos compará-lo com sólidos geométricos conhecidos. O sólido da figura, 1 formado por um tronco de pirâmide regular de base quadrada e um (1) .x = h(y) 5 paralelepípedo reto-retângulo, justapostos pela base, representa sendo aproximadamente um iceberg y=x+320 no momento em que se desprendeu da calota polar da Terra. As assim arestas das bases maior e menor do tronco de pirâmide medem, respectivamente, 40 dam e 30 dam, e a altura mede 12 dam. x=y-320 Substituindo em (1): 1 (y − 320) = h(y) 5 1 h(y) = .y − 64 5 1h(400) = .400 − 64 = 16 5Resposta: h(y) = 1 .y − 64 , y em ppm e h em cm 5e h(400)=16cm QUESTÃO 8 Passado algum tempo do desprendimento do iceberg, o seu volumePodemos supor que um atleta, enquanto corre, balança cada um de era de 23 100 dam3, o que correspondia a 3/4 do volume inicial.seus braços ritmicamente (para frente e para trás) segundo a equação Determine a altura H, em dam, do sólido que representa o iceberg no momento em que se desprendeu. π ⎛ 8π ⎛ 3 ⎞⎞ y = f(t) = 9 sen ⎜ 3 ⎝ ⎜t − ⎟⎟ , 4 ⎠⎠ Resolução ⎝ A parte do iceberg que corresponde a um tronco de pirâmide temonde y é o ângulo compreendido entre a posição do braço e o eixo volume dado por:vertical h⎛ π π⎞ VT = (A b + A B + A b A B ) , onde h é a altura do tronco, Ab e AB são,⎜ − ≤ y ≤ ⎟ e t é o tempo medido em segundos, t ≥ 0. Com base 3⎝ 9 9⎠ respectivamente, as áreas da base menor e maior do tronco.nessa equação, determine quantas oscilações completas (para frente Assim:e para trás) o atleta faz com o braço em 6 segundos. 12 VT = (302 + 402 + 402.302 ) = 4(900+1600+1200) = 14800 dam³ Resolução 3A relação entre a posição do braço e o tempo é dada por: Como 23100 dam³ representam 3/4 do volume inicial V do iceberg, π 8π 3 então V = 30800 dam³.y = .sen( (t − )) Logo, o volume da parte do iceberg que corresponde ao 9 9 4 paralelepípedo vale VP = 30800 – 14800 = 16000 dam³.O período p, em segundos, do movimento do braço (tempo da Como se trata de um paralelepípedo de base quadrada cuja área é AB 2π VPoscilação completa para trás e para frente) é p = , onde c é o = 40² =- 1600 dam², então sua altura é hp = = 10 dam. c AB 2π 3coeficiente do parâmetro t na relação dada, ou seja, p = = s. Logo H = 10 + 12 = 22 dam. 8π 4 R: A altura do iceberg no momento do desprendimento era de 22 dam. 3Em 6 segundos, há 6 = 8 oscilações completas. FÍSICA 3/4 QUESTÃO 11 QUESTÃO 9 Em uma partida de futebol, a bola é chutada a partir do soloA temperatura média da Terra começou a ser medida por volta de descrevendo uma trajetória parabólica cuja altura máxima e o alcance1870 e em 1880 já apareceu uma diferença: estava (0,01) ºC (graus atingido são, respectivamente, h e s. Desprezando o efeito do atrito doCelsius) acima daquela registrada em 1870 (10 anos antes). A função ar, a rotação da bola e sabendo que o ângulo de lançamento foi de 45º em relação ao solo horizontal, calcule a razão s/h. t(x) = (0,01).2(0,05)x, Dado: sen 45º = cos 45º = 2 / 2 . 2
  • 3. (19) 3251-1012 www.elitecampinas.com.br O ELITE RESOLVE UNESP 2007 – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - EXATAS Resolução QUESTÃO 14A bola sofre um lançamento oblíquo sob ação da gravidade. Em países com poucos recursos hídricos ou combustíveis fósseis, a v0 sen2θ 2 construção de usinas nucleares pode ser uma alternativa paraA altura máxima da bola é conhecida por: H = produção de energia. A energia nuclear é obtida pela fissão de 2g núcleos como o de urânio e, dessa fissão, além de calor, são v0 (sen45o )2 2 produzidos nêutrons, que por sua vez serão responsáveis pela fissãoPortanto: h = (I) de outros núcleos de urânio. Dessa reação 2g em cadeia é extraída a energia nuclear. No entanto, para uma fissão v0 sen 2θ 2 v 2 sen (2.45o ) controlada, é necessário diminuir a energia dos nêutrons que tiveremO alcance é: A = ⇒ s = 0 ( II ) energias cinéticas altas. Para isso, elementos moderadores são g g introduzidos para que os nêutrons, em interações com esses núcleos, v0 sen (2.45o ) 2 tenham sua energia diminuída.Dividindo-se II por I: s = g = 4⇒ s =4 A escolha do material moderador depende de quanta energia os h v0 (sen45o )2 2 h nêutrons devem perder. Considere uma colisão elástica frontal entre um nêutron e um átomo moderador, que possua massa quatro vezes 2g maior que a do nêutron e esteja inicialmente em repouso. Calcule a QUESTÃO 12 razão entre as energias cinéticas final e inicial do nêutron.Uma das modalidades esportivas em que nossos atletas têm sido Resoluçãopremiados em competições olímpicas é a de barco a vela. Considere Numa colisão:uma situação em que um barco de 100 kg, conduzido por um velejador sistema sistemacom massa de 60 kg, partindo do repouso, se desloca sob a ação do Qinicial = Qfinalvento em movimento uniformemente acelerado, até atingir avelocidade de 18 km/h. A partir desse instante, passa a navegar com nêutron átomo nêutron átomovelocidade constante. Qinicial + Qinicial = Qfinal + QfinalSe o barco navegou 25 m em movimento uniformemente acelerado,qual é o valor da força aplicada sobre o barco? Despreze resistênciasao movimento do barco. Adotando a velocidade inicial do átomo moderador como sendo nula, Resolução temos: mnêutron.v + 0 = mnêutron.v´ + mátomo. V´´Para calcular a aceleração do barco pode se usar a equação deTorricelli: v2 = v02 + 2 a d m v = m v´ + 4m . V´´Do enunciado: (18/3,6)2 = 0 + 2 a 25 ⇒ a = 0,5m/s2 v = v´ + 4V´´ (I)Supondo o movimento do barco livre de qualquer resistência e que aforça aplicada que o examinador perguntou é a força aplicada pelo Sendo o choque elástico, o coeficiente de restituição é 1, portanto:vento ao barco, temos: V´´ − v´ e = =1FR = m a vFVENTO = 160 . 0,5 ⇒ FVENTO = 80N v = V´´ - v´ ( II ) QUESTÃO 13 Usando se I e II, temos: v´= - 0,6vA relação entre calor e outras formas de energia foi objeto de intensosestudos durante a Revolução Industrial, e uma experiência realizada A razão entre as energias cinéticas final e inicial do nêutron é dadapor James P. Joule foi imortalizada. Com ela, ficou demonstrado que o por:trabalho mecânico e o calor são duas formas diferentes de energia e 2 m . v finalque o trabalho mecânico poderia ser convertido em energia térmica. A final 2 Ec 2 v2 ⎛ 0, 6v ⎞figura apresenta uma versão atualizada da máquina de Joule. Um inicial = 2 = 2final = ⎜ ⎟ = 0, 36corpo de massa 2 kg é suspenso por um fio cuidadosamente enrolado Ec m . v inicial v inicial ⎝ v ⎠em um carretel, ligado ao eixo de um gerador. 2 final Ec 9 ⇒ inicial = 0,36 = Ec 25 QUESTÃO 15 Os tripulantes de um navio deparam-se com um grande iceberg desprendido das geleiras polares como conseqüência do aquecimento global. Para avaliar o grau de periculosidade do bloco de gelo para a navegação, eles precisam saber qual é a porção submersa do bloco. Experientes em sua atividade, conseguem estimar a fração submersaO gerador converte a energia mecânica do corpo em elétrica e do volume utilizando as massas específicas do gelo, igual a 0,92alimenta um resistor imerso em um recipiente com água. g/cm3, e da água salgada, igual a 1,03 g/cm3. Qual foi o valor daSuponha que, até que o corpo chegue ao solo, depois de abandonado fração submersa calculada pelos navegantes?a partir do repouso, sejam transferidos para a água 24 J de energiatérmica. Sabendo que esse valor corresponde a 80% da energia Resoluçãomecânica, de qual altura em relação ao solo o corpo foi abandonado? Ice Berg em equilíbrio:Adote g = 10 m/s2. E = P ⇒ dliqVsub g = dice Vtotal g ⇒ (Vsub /Vtotal) = (dice/dliq) ⇒ ResoluçãoSendo estes 24J referentes à 80% energia mecânica inicial bloco, (Vsub /Vtotal) = (0,92/1,03) ⇒ (Vsub /Vtotal) = 0,89=89,3%temos , assim, que a energia mecânica inicial do bloco é de 30J.Como o bloco partiu do repouso, sua energia mecânica inicial é dadasomente pela potencial gravitacional. Portanto: QUESTÃO 16E = EP = m g h = 30 = 2.10.h ⇒ h = 1,5m É largamente difundida a idéia de que a possível elevação do nível dos oceanos ocorreria devido ao derretimento das grandes geleiras, como conseqüência do aquecimento global. No entanto, deveríamos 3
  • 4. (19) 3251-1012 www.elitecampinas.com.br O ELITE RESOLVE UNESP 2007 – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - EXATASconsiderar outra hipótese, que poderia também contribuir para aelevação do nível dos oceanos. Trata-se da expansão térmica da água Resolução O raio do movimento circular de uma partícula com carga elétrica emdevido ao aumento da temperatura. Para se obter uma estimativa mvdesse efeito, considere que o coeficiente de expansão volumétrica da movimento circular em um campo magnético é dado por: R =água salgada à temperatura de 20ºC seja 2,0 × 10–4 ºC–1. Colocando q Bágua do mar em um tanque cilíndrico, com a parte superior aberta, econsiderando que a variação de temperatura seja 4 ºC, qual seria a m1 v1elevação do nível da água se o nível inicial no tanque era de 20 m?Considere que o tanque não tenha sofrido qualquer tipo de expansão. R1 q B Portanto: = 1 Resolução R2 m2 v2O volume final ocupado pela água depois da elevação de 4oC é dado q2 Bpor:V = V0 + V0 γ Δθ ⇒ V = V0 + V0 2.10-4.4 ⇒ V = 1,0008V0 Como q1 = q2, v1 = v2 e o campo magnético é o mesmo para as duas m1 RA.hFINAL = 1,0008 A hINICIAL partículas: = 1 m2 R2hFINAL = 1,0008 hINICIAL QUÍMICAΔh = hFINAL - hINICIAL = 0,0008 hINICIAL = 0,0008.20 = 0,016 = 1,6.10-2mPortanto a elevação da altura do nível da água foi de 1,6.10-2m,1,6 cm ou ainda 16 mm. QUESTÃO 20 Como o dióxido de carbono, o metano exerce também um efeito estufa na atmosfera. Uma das principais fontes desse gás provém do cultivo QUESTÃO 17 de arroz irrigado por inundação. Segundo a Embrapa, estima-se queUm mol de gás monoatômico, classificado como ideal, inicialmente à esse tipo de cultura, no Brasil, seja responsável pela emissão de cercatemperatura de 60 ºC, sofre uma expansão adiabática, com realização de 288 Gg (1Gg=1 × 109 gramas) de metano por ano. Calcule ode trabalho de 249 J. Se o valor da constante dos gases R é 8,3 J/(mol número de moléculas de metano correspondente.K) e a energia interna de um mol desse gás é (3/2)RT, calcule o valor Massas molares, g.mol–1: H=1 e C=12.da temperatura ao final da expansão. Constante de Avogadro = 6,0 × 1023. Resolução Resolução1a Lei da Termodinâmica: ΔU = Q - τgás Dados: CH4 = 16 g.mol-1, 1 Gg = 1 x 109 g.Q= 0(transformação adiabática), teremos que:ΔU = - τgás ⇒ (3/2)nRΔT = - τgás ⇒ (3/2).1.8,3.ΔT = - 249 ⇒ ΔT = -20 =Δθ ⇒ θfinal = 40oC x = 108 x 1032 = 1,08 x 1034 moléculas de metano. QUESTÃO 18 QUESTÃO 21Células fotovoltaicas foram idealizadas e desenvolvidas para coletar a Um dos métodos que tem sido sugerido para a redução do teor deenergia solar, uma forma de energia abundante, e convertê-la em dióxido de carbono na atmosfera terrestre, um dos gases responsáveisenergia elétrica. Estes dispositivos são confeccionados com materiais pelo efeito estufa, consiste em injetá-lo em estado líquido no fundo dosemicondutores que, quando iluminados, dão origem a uma corrente oceano. Um dos inconvenientes deste método seria a acidificação daelétrica que passa a alimentar um circuito elétrico. Considere uma água do mar, o que poderia provocar desequilíbrios ecológicoscélula de 100 cm2 que, ao ser iluminada, possa converter 12% da consideráveis. Explique, através de equações químicas balanceadas,energia solar incidente em energia elétrica. Quando um resistor é por que isto ocorreria e qual o seu efeito sobre os esqueletos deacoplado à célula, verifica-se que a tensão entre os terminais do corais, constituídos por carbonato de cálcio.resistor é 1,6 V. Considerando que, num dia ensolarado, a célula Resoluçãorecebe uma potência de 1kW por metro quadrado, calcule a corrente A acidificação da água do mar ocorreria devido a formação de ácidoque passa pelo resistor. carbônico e conseqüente liberação de cátions H+ no meio: Resolução CO2(l) + H2O(l) → H2CO3(aq) → H+(aq) + HCO3-(aq).A potencia recebida pela célula fotoelétrica é de 1kW/m2, para a célulade área 100cm2 (1.10-2m2), a potencia é de 10W. Os esqueletos de corais constituídos por carbonato de cálcio (CaCO3)Como 12% desta energia é convertida em elétrica, temos que a sofreriam graves danos pois o meio ácido reagiria da seguintepotência fornecida pela célula ao resistor é de 1,2W. Sendo a potencia maneira:no resistor CaCO3(s) + H+(aq) → Ca2+(aq) + HCO3-(aq) .P = U i ⇒ 1,2 = 1,6 . i ⇒ i = 0,75A provocando a dissolução do carbonato de cálcio. QUESTÃO 19 QUESTÃO 22Um feixe é constituído de dois tipos de partículas com cargas elétricas Uma das principais frações obtidas nas colunas de destilação de umaiguais, mas massas m1 e m2 (m1 ≠ m2). Ao adentrarem, com refinaria de petróleo é aquela correspondente à gasolina. Essa fraçãovelocidades iguais, uma região onde existe um campo magnético é uma mistura composta de hidrocarbonetos C5 – C10 com faixa deuniforme, as partículas de massa m1 e m2 descrevem, num mesmo ebulição de 38 a 177 °C. Para assegurar o funcionamento correto doplano, trajetórias semi-circulares diferentes, com raios R1 e R2, motor de combustão interna, a gasolina tem que ter volatilidaderespectivamente, como ilustradas na figura. (facilidade de vaporização) adequada, o que é obtido pela mistura de hidrocarbonetos convenientes. Sabe-se que um dos fatores que influi nos pontos de ebulição dos hidrocarbonetos é a massa molar. Considere dois componentes da gasolina, hidrocarbonetos (I) e (II), cujas fórmulas estruturais estão representadas a seguir. (I) H3C − CH2 − CH2 − CH2 − CH2 − CH3 (II) H3C − CH2 − CH2 − CH2 − CH3 Identifique o hidrocarboneto que contribui para tornar mais volátil a gasolina, justificando sua resposta, e represente a fórmula estrutural de um isômero de cadeia do hidrocarboneto (II).Expresse a razão entre as massas m1 e m2, em termos de R1 e R2. 4
  • 5. (19) 3251-1012 www.elitecampinas.com.br O ELITE RESOLVE UNESP 2007 – CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - EXATAS Resolução ResoluçãoO hidrocarboneto II contribui para deixar a gasolina mais volátil, pois, A semi-reação que acontece no compartimento onde ocorre asua massa é menor e também sua nuvem eletrônica o que gera forças oxidação (ânodo) da célula de combustível é a seguinte: H2 → 2H+ +intermoleculares menores e conseqüentemente menor ponto de 2e. O fluxo de elétrons é do ânodo para o cátodo, então neste casoebulição. será do compartimento que contém hidrogênio (H2) para o compartimento que contém oxigênio (O2).Fórmula estrutural de um isômero de cadeia do hidrocarboneto(podemos ter duas respostas): QUESTÃO 25 O Kevlar, um polímero de excepcional resistência física e química, tem a unidade básica de repetição representada a seguir. Na reação de condensação entre os reagentes precursores, ocorre a formação do polímero e a eliminação de água como subproduto. Identifique as funções orgânicas dos dois reagentes precursores. Resolução QUESTÃO 23 Voltando para trás a partir da unidade básica de repetição de kevlar,No processo de obtenção de hidrogênio molecular a partir da reforma teremos os dois reagentes precursores:a vapor do etanol, estão envolvidas duas etapas, representadas pelasequações químicas parciais que se seguem.C2H5OH(g) + H2O(v) → 4H2(g) + 2CO(g) ΔH = +238,3kJ.mol−1CO(g) + H2O(v) → CO2(g) + H2 (g) ΔH = −41, 8kJ.mol−1Considerando 100% de eficiência no processo, escreva a equaçãoglobal e calcule a variação de entalpia total envolvida na reforma deum mol de etanol, usando a Lei de Hess. Mostre os cálculosnecessários. Observação: A reação de polimerização é dada a seguir. ResoluçãoTemos:Para obtermos a equação global etanol devemos multiplicar por dois asegunda etapa e somar com a primeira:Aplicando a lei de Hess, ou seja, somando os dois valores de ΔH,teremos a variação de entalpia total:ΔH(total) = + 238,3 – 2 x 41,8 = + 154,7 kJ.mol-1. QUESTÃO 24O hidrogênio molecular obtido na reforma a vapor do etanol pode serusado como fonte de energia limpa em uma célula de combustível,esquematizada a seguir. MPH: membrana permeável a H+ CE: circuito elétrico externoNeste tipo de dispositivo, ocorre a reação de hidrogênio com oxigêniodo ar, formando água como único produto. Escreva a semi-reação queacontece no compartimento onde ocorre a oxidação (anodo) da célulade combustível. Qual o sentido da corrente de elétrons pelo circuitoelétrico externo? 5

×