Formação das palavras
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Formação das palavras

on

  • 52,260 views

 

Statistics

Views

Total Views
52,260
Views on SlideShare
6,555
Embed Views
45,705

Actions

Likes
3
Downloads
189
Comments
0

27 Embeds 45,705

http://prof-mc.blogspot.com.br 44148
http://prof-mc.blogspot.com 1075
http://prof-mc.blogspot.pt 295
http://prof-mc.blogspot.com.ar 35
http://webcache.googleusercontent.com 26
http://prof-mc.blogspot.jp 19
http://prof-mc.blogspot.fr 14
http://www.google.com.br 12
http://prof-mc.blogspot.com.es 10
http://www.prof-mc.blogspot.com.br 9
http://prof-mc.blogspot.it 9
http://www.prof-mc.blogspot.com 9
http://prof-mc.blogspot.mx 7
http://prof-mc.blogspot.ca 7
http://prof-mc.blogspot.de 4
http://prof-mc.blogspot.co.uk 4
http://translate.googleusercontent.com 3
http://prof-mc.blogspot.in 3
https://www.google.com.br 3
http://prof-mc.blogspot.ch 3
http://prof-mc.blogspot.ru 2
http://prof-mc.blogspot.nl 2
http://prof-mc.blogspot.sk 2
http://www.bing.com 1
http://www.google.com 1
http://www.google.pt 1
http://prof-mc.blogspot.com.tr 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Formação das palavras Formação das palavras Presentation Transcript

  • FORMAÇÃO de PALAVRAS
  • : FORMAÇÃO DE PALAVRAS Há na língua portuguesa 2 processos mais comuns para formar novas palavras: DERIVAÇÃO e COMPOSIÇÃO Para que você possa diferenciar bem esses processos, vamos inicialmente fazer a distinção entre três tipos de palavras: Palavra primitiva : é toda palavra que não nasce de outra, dentro da língua portuguesa. EX.: rua, sol, pedra, cidade etc. A palavra primitiva pode servir de ponto de partida para a formação de outras palavras
    • Palavra derivada: é toda palavra que ser forma a partir de uma outra palavra pré-existente.
    • EX.: novidade (novo); ensolarada (sol).
    • Palavra composta : é toda palavra que se forma a partir da reunião de duas ou mais palavras (ou radicais).
    • EX.: pontapé (ponta+pé);
    • azul-claro (azul+claro)
    • DERIVAÇÃO
    • É o processo pelo qual a partir de uma palavra se formam outras, por meio do acréscimo de certos elementos que lhe alteram o sentido primitivo ou lhe acrescentam um sentido novo.
    • Os processos de derivação são:
    •  Derivação prefixal : ocorre quando há acréscimo de um prefixo a um radical.
    • Contrapor  contra + por
    • prefixo radical
    •  Derivação sufixal : ocorre quando há acréscimo de um sufixo a um radical
    • arvoredo  arvor + -edo
    • radical sufixo
    •  Derivação parassintética :
    • ocorre quando há acréscimo simultâneo de um prefixo e de um sufixo a um radical.
    • Engarrafar  en - + garraf + - ar
    • prefixo radical sufixo
    • As formas parassintéticas são constituídas por substantivos e adjetivos e podem ser:
    • nominais (alinhamento, embarcação,desalmado) e
    • verbais ( anoitecer, enraivecer, endurecer).
    • Os prefixos que geralmente são empregados na formação de parassintéticos verbais são:
    • es- , em- , a- .
    •  Derivação prefixal e sufixal :
    • ocorre quando há acréscimo não-simultâneo de um prefixo e de um sufixo a um radical.
    • imperdoável  im - + perdo + -ável
    • prefixo radical sufixo
    • Observação : A condição para a existência se parassíntese é a simultaneidade da anexação do prefixo e do sufixo ao radical. Se eliminarmos, por exemplo, qualquer um dos afixos da palavra empobrecer , o que sobrará não é palavra da língua portuguesa. Entretanto, em imperdoável não ocorre parassíntese, pois existe perdoável.
    •  Derivação regressiva : ocorre quando há eliminação de elementos terminais (sufixos, desinências).
    • Consumir  consumo
    • Observação:
    • Às vezes é difícil distinguir se a palavra é primitiva ou derivada.
    • O filólogo Mário Barreto sugere “(...) se o substantivo denota ação , será palavra derivada, e o verbo palavra primitiva; mas se o nome denota algum objeto ou substância, se verificará o contrário”. Assim –
    • choro , socorro e emprego , denotadores de ação, são palavras derivadas;
    • azulejo , alimento e fumo são palavras primitivas que dão origem aos verbos azulejar , alimentar e fumar .
    •  Derivação imprópria :
    • ocorre quando há mudança de sentido e de classe gramatical. Só é possível identificar uma derivação imprópria dentro de um contexto ou de uma frase .
    • O animal foi capturado pelo zoológico e a festa foi animal.
    • substantivo adjetivo
    • COMPOSIÇÃO
    • Consiste na associação de duas ou mais palavras (ou radicais), para formar uma outra de significação nova, à qual se denomina palavra composta .
    • Os dois tipos de composição são:
    • Justaposição e Aglutinação .
    •  Composição por justaposição
    • As palavras unem-se sem qualquer alteração fonética e gráfica.
    • Ex.: guarda-noturno, dona-de-casa,
    • obra-prima, beija-flor, dia-a-dia,
    • joão-ninguém, alma-gêmea,
    • girassol, etc.
    •  Composição por aglutinação
    • As palavras associadas se fundem num
    • todo fonético,com um só acento tônico, e
    • o primeiro componente perde alguns
    • elementos, normalmente acento tônico, vogal e consoante.
    • Ex.: petróleo (pedra + óleo),
    • aguardente (água + ardente),
    • embora (em + boa + hora),
    • vinagre (vinho + acre),
    • fidalgo (filho + de + algo)
    • Outros processos
    •  Hibridismo
    • O hibridismo é a formação de palavras por derivação ou composição, a partir de elementos (radicais e afixos) provindos de línguas diferentes
    • Ex.: burocracia (francês e grego),
    • goiabeira (tupi e português),
    • sociologia (latim e grego),
    • asmático (português e latim)
    •  Abreviação vocabular (ou redução)
    • Consiste em reduzir as palavras, com o objetivo de
    • economizar tempo e espaço na comunicação falada
    • e escrita.
    • Ex.: auto (automóvel), pneu (pneumático),
    • ônibus (auto-ônibus), moto (motocicleta),
    • foto (fotografia), quilo (quilograma).
    •  Siglas
    • São empregadas principalmente como redução de nomes de empresa, firmas, organizações internacionais, partidos políticos, serviços públicos, associações estudantis e recreativas.
    • Ex.: IBOPE , ONU , UNE , IBGE , CD , AIDS , etc.
    •  Abreviatura
    • É a redução na grafia de certas palavras, geralmente, as limitando à letra inicial ou às letras iniciais e, às vezes à letra inicial com a final.
    • Ex.: p. ou pág. (página), Sr. (senhor),
    • cal (caloria), av. (avenida)
    •  Onomatopéia
    • A onomatopéia consiste na formação de palavras que buscam reproduzir vozes de seres, sons ou ruídos da natureza.
    • zas! tique-taque piu!
    • bum! toque-toque miau!
    • cabrum! zigue-zague au!
    • Observação : em geral, os verbos e substantivos denotadores de vozes de animais têm origem onomatopéica.
    • Ex.: ciciar (cicio da cigarra), coaxar (coaxo da rã e do sapo).
    •  Palavra-valise
    • Palavra-valise é uma redução que utiliza parte de duas palavras primitivas para formar uma palavra nova.
    • Elefantástico (elefante + fantástico);
    • portunhol (português + espanhol),
    • brasiguaio (brasileiro + paraguaio).
    •  Estrangeirismo
    • É o emprego de palavra estrangeira em frases de língua portuguesa. Alguns desses empréstimos se aportuguesaram, como, por exemplo:
    • Anglicismo (procedente do inglês):
    • boicote (boy-cott) clube (club) coquetel (cocktail)
    • drinque (drink) estoque (stock) filme (film)
    • futebol (foot-ball) xampu (shampoo)
    • sanduíche (sandwich) teste (test)
    • Galicismo (procedente do francês):
    • ateliê (atelier) bufê (buffet) boate (boite)
    • patê (paté) pivô (pivot) ruge (rouge)
    • toalete (toilette) chofer (chauffeur)
    • Outros mantêm sua grafia original, como, por exemplo:
    • shopping center outdoor office-boy diesel pizza
    •  Gírias
    • São palavras ou expressões de criação popular que nascem em determinados grupos sociais ou profissionais e que, às vezes, por sua expressividade acabam se estendendo à linguagem de todas as camadas sociais.
    • Gírias curiosas
    • • Anos 60 e 70 bulhufas ou lhufas : nada. carango : carro
    • cricri : chato gaita : dinheiro
    • mora ? Entende? tá ruço : tá ruim
    • broto :moça papo-firme : que não dá mancada
    • na crista da onda : em pleno sucesso
    • boko-moko : pessoa que não sabe se comportar, seja no modo de falar, seja no modo de vestir.
    • • dos metaleiros
    • capilas : dinheiro
    • breja : cerveja
    • pão molhado : policial
    • • dos lutadores de jiu-jitsu
    • amarelão : medroso
    • cheio de marra : metido
    • casca grossa : lutador muito bom
    • tomar toco : levar o fora
    • • dos internautas
    • lemmar : falso internauta bug- erro
    • lag :demora no recebimento de mensagens
    • [ ] e : abraços
    • Neologismo :  É a criação de novas palavras para atender às necessidades dos falantes em contextos específicos. 
    • Veja os neologismos num trecho do poema Amar, de Carlos Drummond de Andrade:  Que pode uma criatura senão,  senão entre criaturas, amar?  amar e esquecer,  amar e  malamar ,  amar,  desamar , amar?  sempre, e até de olhos vidrados, amar?