Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,573
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. COLOMBO ASSESSORIA, ANÁLISE E SISTEMAS DE PLANEJAMENTO ECONÔMICO LTDA.
    Um Breve Questionário
    Consultores Associados
  • 2. UM BREVE QUESTIONÁRIO
    Quanto às finanças da sua empresa...
    Não vê a “cor” do dinheiro?
    Para onde estão indo os recursos financeiros da sua empresa?
     
    Quanto a resultados...
    Sua empresa fechou o último mês com lucro ou prejuízo?
    Qual o resultado acumulado no ano corrente?
    Quais foram os resultados auferidos nos anos anteriores? De que maneira vêm impactando nos ativos e passivos?
    Qual o ponto de equilíbrio mensal em valores? E em produtos vendidos?
     
    Quanto ao balanço...
    Quanto vale sua empresa?
    Os empréstimos e financiamentos se encontram em níveis saudáveis?
    Qual a taxa de retorno sobre seu Patrimônio Líquido?
     
    Quanto ao custeio e formação de preços...
    Qual a modalidade aplicada?
    De que maneira é feito o rateio dos custos e despesas?
    Como é definida a tabela de preços?
    Qual o lucro planejado e auferido em cada produto?
    Como é avaliado, antecipadamente, se compensa ou não fabricar determinado produto?
    No caso de grupo empresarial...
    Como se identifica quais unidades fecham com lucro, e quais com prejuízo?
    Como calcular preços idênticos, para unidades com estruturas e receitas distintas?
    Quanto às políticas comerciais...
    Quais descontos praticados?
    Existe uma política de descontos por volumes de vendas, possibilitando a seus clientes ganhos de escala (e à empresa, alavancagem das vendas)?
    Oferece autonomia a seus representantes, mediante autorização prévia para descontos diversos em função de comissões variáveis?
    Como a empresa estipula metas de vendas e pagamento de bonificações/ premiações aos representantes e vendedores?
     
    Quanto à produção...
    Como se identifica a capacidade ociosa?
    Quais estímulos são oferecidos a funcionários para aumento da produtividade?
    Existe um controle e programa de premiação por produtividade?
     
    Quanto à tomada de decisões gerenciais...
    Elaboram-se estudos de viabilidade econômico-financeira?
    Projetam-se diferentes cenários econômicos?
    Quais instrumentos e ferramentas são utilizadas nas análises?
     
  • 3. MOACIRCOLOMBO
    Técnico Contábil pelo Colégio Marista de Maringá
    Bacharel em Economia pela Universidade Estadual de Maringá
    Pós-Graduado em Planejamento Econômico e Social pelo CEPES - Brasília/DF
    Registro: 1.125/CORECON-PR
    Sócio e Responsável Técnico da COLOMBO ASSESSORIA, ANÁLISE E SISTEMAS DE PLANEJAMENTO ECONÔMICO LTDA., atuando desde 1976 como Consultor Econômico-Financeiro, tendo atendido durante o período número superior a 100 empresas (consultoria econômica, diagnósticos econômico-financeiros, projetos de viabilidade econômica, levantamento de dados para obtenção de financiamentos bancários, fusões e incorporações de empresas, cisões societárias, reestruturações, assessoria e orientações gerais a empresas e pessoas físicas, em assuntos econômico-financeiros e patrimoniais), fazendo uso, no caso de empresas, do SISTEMA INTEGRADO DE ANÁLISE ECONÔMICA E PLANEJAMENTO DE CUSTOS, PREÇOS E LUCROS, de sua autoria, o qual tem sido aperfeiçoado a mais de 30 anos.
    Pela UEM - Universidade Estadual de Maringá, exerceu o magistério superior nos cursos de graduação: Ciências Econômicas, Administração, Ciência da Computação e Tecnólogo em Processamento de Dados, desde o nível de Professor Auxiliar I até Professor Adjunto IV. Durante seus 23 anos de vida acadêmica, ocupou cargos relevantes na instituição, como Pró-Reitor de Administração (4 anos), Diretor de Finanças e Orçamentos (6 anos), Coordenador de Colegiado do Curso de Ciências Econômicas (6 anos), Vice-Coordenador do Curso de Graduação - Tecnólogos em Processamento de Dados (2 anos), Coordenador de Área Acadêmica - Disciplinas de Economia de Empresas, entre outros .
    Pelo CORECON/PR - CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA, exerceu cargos de Presidente (2 mandatos), Conselheiro Titular (9 anos) e Delegado Regional (21 anos).
    Pelo CODEM - CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MARINGÁ, representa o CORECON/PR na Câmara de Assuntos Universitários e conselheiro da plenária geral representando a categoria de profissionais liberais, desde 1998.
    Em outras instituições, ressaltam-se cargos exercidos de:
    Presidente do Círculo Italiano de Maringá
    Presidente e Vice-Presidente do Rotary Clube Maringá - Aeroporto
    Fundador do Rotary Clube Maringá - Norte
    Diretor da APAE - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
    Em empresas privadas:
    Constituiu e administra a Granja Paraíso Agropecuária Ltda. www.granjaparaiso.com.br
    Diretor Administrativo na SOESMA
    Chefe da Divisão Geral de Contabilidade no Comercial Catarinense S.A.
  • 4. JOÃO ADOLFO STADLER COLOMBO
    Bacharel em Economia pela Universidade Estadual de Maringá
    Pós-Graduado em MBA Finanças
    Registro: 7.071 /CORECON-PR
    Sócio da COLOMBO ASSESSORIA, ANÁLISE E SISTEMAS DE PLANEJAMENTO ECONÔMICO LTDA, atuando desde 2006, em parceria com o Prof. MOACIR COLOMBO, como Consultor Econômico-Financeiro, fazendo uso do SISTEMA INTEGRADO DE ANÁLISE ECONÔMICA E PLANEJAMENTO DE CUSTOS, PREÇOS E LUCROS, o qual tem sido aperfeiçoado a mais de 30 anos.
    Em 11 anos de carreira profissional, atuou nos diversos setores da administração (serviços bancários, expedição, faturamento, departamento pessoal, financeiro e controladoria), assumindo sucessivamente os demais cargos hierárquicos: auxiliar, assistente, encarregado, gerente e consultor. Foi colaborador de empresas como COCAMAR COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL, SHELL BRASIL LTDA e CRESTAN INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE CONFECÇÕES LTDA. Exerce cargo de Gerente Financeiro, desde 2005, na TROPP KIDS INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE CONFECÇÕES LTDA., coordenando o Departamento Financeiro, Administrativo e de Pessoal.
    Pela MICROLINS FORMAÇÃO PROFISSIONAL, leciona para turmas de Rotinas Administrativas os módulos: Administrativo (TécnicasAdministrativas e Organizacionais, Marketing, ControlesFinanceiros, Técnicas de Cobrança, Compras e Controle de Estoques), DepartamentoPessoal (Admissão, Contrato, EncargosTrabalhistas, Rescisão, Homologação, Folha de Pagamento, Adicionais, Horas Extras, Banco de Horas, Descontos), Escrita Fiscal (Constituiçãodaempresa, Nota Fiscal, Lançamento Fiscal, LivrosFiscais, IPI, ICMS, ISSQN e Regimes de Tributação Federal - Simples Nacional, Lucro Real e LucroPresumido) e Contábil (Princípios Fundamentais da Contabilidade, Plano de Contas, Lançamentos Contábeis, Livros Contábeis, Depreciação, Amortização e Exaustão, Razonete, Balancete, Balanço Patrimonial, DRE, Custos, Análises Vertical e Horizontal, Planejamento e Controle de Custos, Preços de Venda).
    Amplo conhecimento prático em:
    Controladoria (Planejamento Estratégico Gerencial, Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas de Informação, Controle de Operações Financeiras, Orçamento, Elaboração de Cenários Econômicos, Avaliação de Projetos, Projeções e Análises de Demonstrativos de Resultados e Balanços);
    Consultoria (Elaboração e Análise de Relatórios Gerenciais: Faturamento/Margem, Folha de Pagamento, Despesas Gerais, Tributárias e de Produção; Custeio por Cronometria, Formação de Custos e Preços, Planejamento de Lucros, Cálculo de Mark-Ups, Ponto de Equilíbrio e Indicadores, Implantação de Programa de Premiação Produtividade a Funcionários, Treinamento Executivo e Coordenação em Projetos);
    Rotinas Financeiras (Contas a Receber, Contas a Pagar, Cobrança e Conciliação Bancária, Internet Banking, Empréstimos e Financiamentos, Gestão do Capital de Giro, Análise de Crédito, Fluxo de Caixa, etc.);
    Rotinas de Departamento Pessoal (Fechamento da Folha, Sistemas de Pagamento em Conta Salário , Software de Cartão Ponto , Programas do Trabalho, etc.);
    Movimento Contábil (Faturamento, Entrada e Transferência de Notas Fiscais, ValidaPR, SINAL 6.0, Monitoramento de Caixa Contábil e Projeto Fiscal);
    Rotinas Comerciais (Tabelas de Preços e Descontos, Fechamento de Comissões, Política Comercial, Planejamento de Metas e Bonificações);
    Reparcelamento de Impostos (Federais, Estaduais, Procuradoria e Varas Cíveis);
    Informática (Microsoft Office, Sistemas ERPs).
    Currículo Detalhado: www.curriculum.com.br/ucn/joaoadolfo
  • 5. SISTEMA INTEGRADO DE ANÁLISE ECONÔMICA E PLANEJAMENTO DE CUSTOS, PREÇOS E LUCROSAutor: Prof. Moacir Colombo
    Objetivos
    Estrutura
    Prestação de Serviços
    Aplicabilidade
    Clientes Atendidos
  • 6. OBJETIVOS
    O SISTEMA INTEGRADO DE ANÁLISE ECONÔMICA E PLANEJAMENTO DE CUSTOS, PREÇOS E LUCROS, segmentado em partes específicas a cada setor da empresa (desenvolvimento, produção, recursos humanos, faturamento, expedição/logística, financeiro e vendas/comercial) e interligadas entre si, será adaptado às peculiaridades da empresa CONTRATANTE, tendo por objetivo fundamental alcançar maior eficiência na gestão econômica, abrangendo:
    a) Maximização dos resultados econômicos, decorrentes de um maior controle:
    . das margens praticadas e seus reflexos econômico-financeiros;
    . do volume de vendas necessárias para atingir o retorno planejado dos investimentos, com foco no ponto de equilíbrio, de acordo com os custos operacionais, de produção e comercialização, fixos ou variáveis, considerando as diferentes incidência tributárias;
    . na avaliação de resultados obtidos, executados de forma permanente, através do acompanhamento de dados econômico-financeiros e da produção (no caso de empresa industrial) com sistemas próprios desenvolvidos para esta finalidade, adaptados às peculiaridades da empresa;
    b) Análise e avaliação econômico-financeira, objetivando:
    . o aperfeiçoamento permanente do sistema de controle e apropriação de custos operacionais, de produção e comercialização;
    . o monitoramento permanentemente dos impactos do sistema tributário sobre custos e preços da empresa, com estudos de maneira a deter total conhecimento e controle sobre seus efeitos;
    . estabelecer controles adicionais eficientes e necessários, para incorporação ao sistema de informática da empresa ou uso em paralelo;
    . avaliar os impactos econômico-financeiros decorrentes das políticas de compras e estoques;
    . definir estratégias visando alavancar resultados, considerando diferentes volumes de produção e/ou de vendas, diferentes margens operacionais (mark-ups), diferentes custos operacionais, de produção e/ou comercialização, projetando-se diferentes lucros planejados mediante cenários diversos;
    . definir estratégias inteligentes para rateio de custos operacionais e/ou de produção, de forma diferenciada por produtos/mercadorias ou grupos de produtos/mercadorias, visando equilíbrio, eficiência, maior competitividade e ajustes de oferta e demanda.
  • 7. ESTRUTURA
    FÓRMULAS MATEMÁTICAS - desenvolvidas pelo autor, servem aos cálculos na determinação e avaliação de custos, preços e lucros. Serão de uso exclusivo da CONTRATADA, que as utilizará no cálculo de coeficientes, divisores e multiplicadores, para planejamento, projeção e interpretação de resultados.
    COEFICIENTES, DIVISORES E MULTIPLICADORES - calculados pela CONTRATADA com base nas FÓRMULAS MATEMÁTICAS desenvolvidas pelo autor do SISTEMA, aplicáveis na apropriação/rateio de custos, aos cálculos na formação e conversão de preços de venda à vista e a prazo, análise de margens e resultados. Serão permanentemente atualizados em decorrência de mudanças na estrutura, características e parâmetros internos da empresa CONTRATANTE (receitas, despesas, número de funcionários, produtividade, enquadramento tributário, políticas de prazos, juros e comissões), conjuntura econômica, política monetária e fiscal, inflação, etc. O SISTEMA leva em consideraçãoprazosmédios de permanêncianosestoques e de recebimentonasvendas, custos e despesasoperacionais de qualquernatureza, sejamdiretosouindiretos, fixosouvariáveis, cada qual com sua própria dinâmica – Despesas, Administrativas, Consultorias e Honorários, Financeiras, Comerciais, Comissões, Produção, Comerciais, Distribuição, Perdas, Depreciação, Pessoal, EncargosTrabalhistas (FGTS, INSS, Férias, Abono, Multas, etc.), Impostos e Contribuições Fiscais intra-preços (ICMS, PIS, COFINS, SIMPLES), extra-preços (IPI) e sobreresultados (IR, CSLL, Adicionais).
    DEMONSTRATIVOS, BALANCETES, FORMULÁRIOS, RELATÓRIOS - para levantamento, acompanhamento e avaliação de dados econômico-financeiros, apuração de resultados, análise das receitas, despesas e outros, definidos e estruturados em conformidade com peculiaridades da empresa CONTRATANTE.
    METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DE RENTABILIDADE - estrutura de forma a avaliar e planejar a taxa de retorno dos investimentos da empresa, considerando o montante de capital operacional da empresa e o volume das vendas, em cada unidade e global. Essa taxa de retorno será internalizada na sistemática de formação de preços, de modo a possibilitar o planejamento de lucros dentro dos padrões de retorno pretendidos.
    METODOLOGIA PARA CONTROLE DE PRODUÇÃO E PRODUTIVIDADE INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS - método diferenciado, desenvolvido pelo autor, constituído por modelo matemático estatístico adaptável à natureza da empresa, objetivando estabelecer critérios para premiação por produção/produtividade, aplicável a empresas comerciais, industriais ou prestadoras de serviços.
  • 8. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
    CUSTO-BENEFÍCIO
    A vantagem em se contratar os serviços da COLOMBO ASSESSORIA, ANÁLISE E SISTEMAS DE PLANEJAMENTO ECONÔMICO LTDA. está no fato de proporcionar à contratante inovação e diferenciação, algo que a empresa não tenha tempo, disposição e/ou equipe com competência técnica suficiente para implementar e gerir. Esta parceria é vantajosa, uma vez que a diretoria estará dividindo as responsabilidades na gestão do negócio com consultores os quais detém vasta experiência e vivência em projetos anteriores (diversas empresas de ramos variados). Além disso, o investimento é relativamente baixo se levarmos em consideração que não existirão encargos sociais e trabalhistas nos quais incorreria numa eventual contratação efetiva de funcionário de mesmo nível e qualificação.
    IMPLANTAÇÃO E MATURAÇÃO
    Numa primeira etapa será elaborado um diagnóstico preliminar, com fundamento em dados mais recentes da empresa, de preferência um mínimo de 3 (três) meses, que servirá para o conhecimento inicial de sua estrutura de custos, comportamento do faturamento e margens praticadas, apuração de resultados, cálculo de ponto de equilíbrio, projeção de lucro potencial, etc. Posteriormente, será cumprido um cronograma de implantação do sistema de controle. Serão dadas orientações necessárias à adequação do sistema de informação da empresa, para controlar informações econômico-financeiras e de produção. O diagnóstico contínuo implica na parametrização da modalidade de custeio, da formação de custos e preços, do planejamento de lucros. O acompanhamento de dados econômico-financeiros, tem como objetivo a análise permanente de resultados, recálculo do ponto de equilíbrio, adequação de escala de vendas e margens para atingir lucros planejados. Serão levadas em consideração nas análises, de forma contínua, as condições operacionais, custos e viabilidade econômico-financeira e produtiva da empresa.
    INVESTIMENTO
    Durante o período de maturação do sistema a ser implantado, o custo da consultoria será reduzido, de modo a possibilitar um custo-benefício compatível. Somente atinge seu valor integral após a fase inicial, estimada em 4 (quatro) meses. Ressalta-se que o processo de implantação se dá na velocidade que permitir o grau de envolvimento da empresa. Em linhas gerais, a proposta de remuneração pelos serviços prestados de consultoria, assessoria e utilização do SISTEMA INTEGRADO DE ANÁLISE ECONÔMICA E PLANEJAMENTO DE CUSTOS, PREÇOS E LUCROSé de um percentual sobre o faturamento, ou seja, uma despesa variável e não fixa (o valor é menor nos meses em que se fatura menos). Ainda assim, pelo critério adotado no cálculo da remuneração, o percentual diminui sempre que aumentarem as receitas (paga-se proporcionalmente menos quando as vendas se elevam). O crescimento das vendas poderá ser decorrente de: sazonalidades, alterações estruturais na planta e capacidade produtiva, incorporações de novas unidades ao grupo, fusões de empresas, mudanças nas políticas comerciais sugeridas e orientadas pela consultoria.
  • 9. APLICABILIDADE
    ESPÉCIES DE EMPRESAS PARA AS QUAIS O SISTEMA É ADAPTADO E APLICADO:
    COMERCIAIS - varejo de materiais fotográficos, varejo de ferragens, supermercado, varejo de móveis e decorações, varejo de peças agrícolas, varejo de peças automotivas, varejo de materiais de construção, atacado de eletrodomésticos, varejo de móveis e eletrodomésticos, varejo de materiais de escritório, varejo de lixas, abrasivos e similares, varejo de artigos de vestuário, varejo de calçados, varejo de couros e artigos para indústria de estofados, atacado, varejo de suplementos alimentares.
    INDUSTRIAIS - móveis para escritórios, móveis residenciais, estofados, confecções para adultos, confecções infantis, peças agrícolas para tratores, peças agrícolas para colheitadeiras, peças agrícolas para implementos agrícolas, troncos e balanças para gado, estofados, gráfica, fitoterápicos, embalagens plásticas, embalagens de alumínio, têxtil, calçados, bolsas de couro, selaria, indústria de equipamentos para panificadoras.
    PRESTADORAS DE SERVIÇOS - serviços fotográficos, laboratório de análises clínicas, lazer-boliche, mecânica e funilaria de automóveis, publicidade e propaganda, transportadora, serviços em motores elétricos.
    MISTAS- indústria e prestação de serviços, indústria e comércio, comércio e prestação de serviços.
    CARÁTER DO CONTRATO:
    PERMANENTE - serviços abrangentes de análise ereestruturação econômico-financeira, implantação de formulários, balancetes e relatórios para levantamento, controle e análise de dados econômico-financeiros, fechamento mensal de DRE e Balanço Patrimonial gerenciais, apropriação de custos, formação de preços e planejamento de lucros, melhorias no sistema de informática ERP, cálculo de indicadores, análise, acompanhamento e implantação de sistema de premiação por produção e produtividade, definição de políticas comerciais, orientação na gestão do capital de giro, palestras motivacionais, organização de convenção para representantes, etc.
    OBJETIVOS ESPECÍFICOS - reestruturação e melhorias no sistema de informações voltado para a gestão de custos, preços e lucros, reorganização das finanças, fusões e incorporações de empresas, treinamento executivo; durante o prazoentendidocomosuficientepelaempresacontratantepara a maturação dos projetos, conclusão dos trabalhos e metas atingidas .
  • 10. CLIENTES ATENDIDOS
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. REESTRUTURAÇÃO PATRIMONIAL EM VIDA E SUCESSÃO PLANEJADA
    Resultados Práticos
    Execução
  • 18. RESULTADOS PRÁTICOS
    Nossa empresa está capacitada para fornecer orientação necessária à reestruturação patrimonial, nos aspectos econômico-financeiros, patrimoniais, tributários, fiscais, contábeis e jurídicos, em parceria com advogados e contadores com larga experiência, e solução diferenciada das propostas que se tem conhecimento, oferecidas pelos escritórios de contabilidade e outras consultorias. O serviço consiste na reorganização do patrimônio declarado por pessoa física, doravante identificado como proprietário, de modo que ele, sua esposa, e seus herdeiros naturais, alcancem prioritariamente os seguintes resultados práticos:
    a) Evitar futuros gastos futuros com impostos de transmissão “causa mortis”, por ocasião da morte de um dos membros do casal (4%, com possibilidade de aumentar para 7%), gastos com honorários advocatícios em processo de partilha de bens em benefício dos herdeiros (em geral 20%); gastos com escrituração, muitas vezes, compartilhada do patrimônio, implicando em despesas elevadas com escrituras públicas e registros de imóveis; gastos futuros com avaliações de imóveis e outros bens sujeitos ao inventário, em caso de partilhas judiciais, na ausência de testamento e possíveis conflitos entre herdeiros na redistribuição dos bens;
    b) Possibilitar ao proprietário e sua esposa decidirem, hoje, sobre seu patrimônio, procedendo a uma distribuição racional e planejada das proporções de seus bens que serão atribuídas, em vida, aos herdeiros naturais, mantendo para si a gestão e o controle total e absoluto desse patrimônio, até a suas mortes;
    c) Garantir, se for desejo do proprietário, através de cláusulas legais, a inalienabilidade, impenhorabilidade e incomunicabilidade das parcelas dos bens patrimoniais distribuídos aos herdeiros naturais, protegendo definitivamente o patrimônio, mesmo no caso de problemas financeiros que vierem a ocorrer com o proprietário ou seus herdeiros;
    d) Garantir, por meio de cláusulas legais, a possibilidade de reversão plena de transferências efetuadas através da empresa constituída, o que não é possível no caso das doações com usufruto vitalício que se faz hoje, quando a única possibilidade será a substituição do bem doado por outro bem de valor equivalente;
    e) O proprietário estará ciente dos possíveis casos em que poderão ocorrer problemas com seus herdeiros e suas conseqüências, com e sem a reestruturação, os quais preferimos esclarecer pessoalmente, quando evidenciaremos as vantagens da reestruturação;
    f) Possibilitar a centralização de todo o patrimônio da família numa única pessoa jurídica, garantindo um melhor planejamento e redistribuição de rendas e gastos, entre pessoas físicas e jurídica, com relevantes vantagens tributárias para todos os membros da família;
    g) Possibilitar a centralização, na empresa constituída para reestruturação patrimonial, de bens que poderão ser locados a terceiros ou a outras empresas, nas quais o proprietário tem, atualmente, participação societária, gerando renda nesta empresa;
    h) Possibilitar o aproveitamento de grande parte de gastos que hoje são de caráter pessoal, feitos com renda tributada na pessoa física, para gastos empresarias suscetíveis de abatimento integral para efeito do imposto de renda;
    i) Simplificação da declaração de imposto de renda de todos os membros da família, participantes da empresa constituída para reestruturação patrimonial e da renda, reduzindo a exposição pessoal e todas as suas conseqüências;
    j) O inventário, no caso de morte do proprietário, será negativo, ocorrendo apenas alteração de participação societária dos herdeiros na empresa constituída, na forma da lei e do previsto em contrato social, evitando deste modo todos os gastos anteriormente mencionados;
    k) Possibilidade de centralização de aplicações financeiras, participação societárias e outros investimentos (títulos de crédito, bolsa de valores, ouro, dólar, etc), através da empresa constituída, obtendo melhores remunerações, centralização de rendas e abatimento integral das despesas e impostos incidentes sobre os rendimentos obtidos, na forma da lei;
    l) Maior facilidade de acesso a créditos e possibilidade de redução de custos financeiros, nas operações financeiras, além do abatimento integral das despesas, para efeito de cálculo do imposto de renda da empresa, o que não ocorre na pessoa física.
  • 19. EXECUÇÃO
    A reorganização patrimonial é realizada através da constituição de uma empresa Administradora de Bens, Participações e Investimentos, cujo capital deverá ser estruturado, em etapas perfeitamente planejadas, respeitada a legislação vigente, de forma a atender aos seguintes requisitos:
    a) Avaliar a possibilidade de transferência patrimonial dos bens para a empresa, sem pagamento de impostos de transmissão “inter vivos”, também chamado ITBI, conforme o Estado da sede do proprietário (2% no Paraná);
    b) Viabilizar a transferência de participações societárias de caráter pessoal, para a empresa constituída, que passa a ser a proprietária dessa participação, atendidos preceitos legais de constituição das empresas nas quais o indivíduo tem participação;
    c) Indicar a melhor alternativa de vínculo econômico-financeiro entre as empresas da família a esta empresa administradora de bens de forma a minimizar tributos totais pagos;
    d) Indicar a melhor alternativa e momento de inclusão de herdeiros na participação societária;
    e) Possibilitar a definição criteriosa das proporções de participação imediata dos herdeiros, e o que ficará para a sucessão (causa mortis).
  • 20.
    • ENTRE EM CONTATO,
    • 21. AGENDE UMA VISITA TÉCNICA E APRESENTAÇÃO DETALHADA,
    • 22. CONFIRA O DINAMISMO DO SISTEMA EM FUNCIONAMENTO,
    • 23. CONHEÇA OS RESULTADOS OBTIDOS EM EMPRESAS ATENDIDAS,
    • 24. CONSULTE NOSSOS CLIENTES,
    • 25. CONFIRME A EFICIÊNCIA DO SISTEMA.
    COLOMBO ASSESSORIA, ANÁLISE E SISTEMAS DE PLANEJAMENTO ECONÔMICO LTDA.
    Rua Ribeirão Claro, 241- Bairro Aeroporto - CEP 87.050-055 - MARINGÁ - PARANÁ
    Telefones: (44) 3029-0202 (44) 3031-0101 (44) 9972-0151 (44) 9918-5019
    E-mails:
    colombo@teracom.com.br
    joaoadolfo81@hotmail.com
    colombo.consultoria@hotmail.com