ATIVIDADE	  3º	  BIMESTRE	  2012	  –	  1ºA	       1.	  Leitura	  do	  texto	  abaixo.	       2.	  Ler	  o	  fragmento	  da...
a)	                   c)	                  	                     	  	                     	  b)	                   d)	    ...
                    	  e)	                   g)	           	                            	  	                     	  f)	   ...
             	  i)	            j)	           	              	  	              	  	              	  	              k)	  	  ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Esteriótipos 3º bimestre_2012

514

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
514
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Esteriótipos 3º bimestre_2012

  1. 1. ATIVIDADE  3º  BIMESTRE  2012  –  1ºA   1.  Leitura  do  texto  abaixo.   2.  Ler  o  fragmento  da  música  "Loira  Burra"  de  Gabriel  Pensador  e  responder  as  questões  propostas.   3.  Refletir  sobre  a  frase  abaixo.     4.  Discutir  as  inverdades  a  partir  dos  desenhos  de  Pedro  Miguel  do  Nascimento  Veliça.    1. ESTEREÓTIPOS     O   estereótipo   é   simplesmente   o   "rótulo"   com   que   costumamos   classificar   certos   grupos   de   pessoas,   e   é   muito   mais   comum   do   que   possa   parecer.   É   introduzido   no   seio   da   sociedade   e   se   agrega   a   psique   das   pessoas   por   meio   de   anedotas,  frases  feitas,  "adágios",  contos  populares  etc,  pois,  desde  a  mais  tenra  idade,  as  pessoas  são  condicionadas  a   acreditar   que   certos   grupos   de   pessoas   estão   ligados   a   determinados   atributos   ou   características.   Este   condicionamento,   ou   esta   verdadeira   lavagem   cerebral,   ocorre   às   vezes   de   forma   bastante   despretensiosa   quando   as   pessoas,  por  exemplo,  afirmam  convictamente  ou  em  tom  de  gracejo  que  "o  negro  é  malandro",  "o  negro  só  sabe  jogar   bola   e   sambar",   "o   português   é   burro",   "o   judeu   é   negociante   e   é   capaz   de   vender   qualquer   coisa",   "o   negro   quando   não   erra   na   entrada,   erra   na   saída",   "as   mulheres   só   têm   jeito   para   cuidar   de   crianças,   velhos   e   pessoas   doentes",   "as   mulheres   bonitas   são   burras",   "as   mulheres   não   são   boas   para   comandar   porque   são   excessivamente   emotivas",   "as   mulheres   só   conseguem   alcançar   o   topo   da   carreira   seduzindo",   "os   bahianos   não   gostam   de   trabalhar",   "o   carioca   é   malandro",  "o  brasileiro  procura  levar  vantagem  em  tudo"  etc.    2.  “Existem   mulheres   que   são   uma   beleza.   Mas   quando   abrem   a   boca...hummm...que   tristeza!Não,   não   é   o   seu   hálito   que  apodrece  o  ar.  O  problema  é  o  que  elas  falam  que  não  dá  pra  agüentar.  Nada  na  cabeça,  personalidade  fraca.   Tem   a   feminilidade   e   a   sensualidade  de  uma  vaca.  Produzidas  com  a  roupinha  da  estação.  Que  viram  no  anúncio   da  televisão.  Milhões  de  pessoas  transitam  pelas  ruas,  mais  conhecemos  facilmente  esse  tipo  de  perua.  Bundinha   empinada   pra   mostrar   que   é   bonita   e   a   cabeça   parafinada   pra   ficar   igual   paquita.   Lôrabúrra!   Lôrabúrra!   Lôrabúrra!  Lôrabúrra!  Lôrabúrra.  Ordem  e  Progresso,  sua  b...  é  um  sucesso.  Lôrabúrra!”  (Música  “Lôrabúrra”  de  Gabriel,   o  Pensador).     A  partir  do  trecho  da  música  “Lôrabúrra”  é  possível  observar...   a)  uma  atitude  preconceituosa  contra  as  mulheres  brasileiras.   b)   Trata-­‐se   de   um   estereótipo   discriminatório   contra   as   mulheres   que   cuidam   de   seu   corpo   em   academias   e   que   se   vestem  bem.   c)  Trata-­‐se  de  uma  música  que  critica  a  etnia  loira  brasileira.   d)  Gabriel,  o  Pensador  ao  cantar  esta  música  contribuiu  para  criar  um  estereótipo.      3. Comente  a  frase:  "A  BASE  DO  PRECONCEITO  É  O  DESCONHECIMENTO  SOBRE  O  FATO,  OU  SOBRE  O  OUTRO".  4. Descontruindo   "falsas   verdades":   discutir   as   inverdades   apresentadas   nos   Desenhos   de   Pedro   Miguel   do   Nascimento   Veliça.              
  2. 2. a)   c)          b)   d)                  
  3. 3.    e)   g)          f)   h)                  
  4. 4.    i)   j)                 k)                                            

×