• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Organelas celulares
 

Organelas celulares

on

  • 16,715 views

 

Statistics

Views

Total Views
16,715
Views on SlideShare
16,693
Embed Views
22

Actions

Likes
0
Downloads
172
Comments
0

3 Embeds 22

http://www.slideshare.net 18
https://si0.twimg.com 3
http://colegioibiturunabiologia.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Organelas celulares Organelas celulares Presentation Transcript

    • ORGANELAS CELULARES PROFESSORA: Ana Maria [email_address]
    •  
    • CÉLULA ANIMAL
    • CÉLULA VEGETAL
    • RIBOSSOMOS
      • Encontrada nas células Procariotas e Eucariotas
      • Formada em regiões especiais do cromossomo relacionadas ao nucléolo.
      •  
      • Composição química:
      •  
      • RNA ribossômico + Proteínas
      •  
      • Após a sua formação ele migra para o citoplasma, onde pode ficar isolado, formando os poliribossomos ou se encontrar nas membranas do retículo endoplasmático rugoso.
      •  
      • É uma organela não membranosa.
      • Síntese de Proteínas
                                                                                                                                              
    • RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSO
      • Conhecido também como Ergastoplasma
      • Responsável pelo transporte de substâncias no interior da célula.
      • Síntese de Proteínas
    • RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO
      • RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO OU AGRANULAR
      • Aumenta a superfície interna da célula, facilitando a ocorrência de reações químicas necessárias ao metabolismo celular.
      • Responsável pelo transporte de substâncias no interior da célula.
      • Síntese de lipídios
      • Armazenamento de substâncias, sendo os vacúolos da célula vegetal bolsa membranosa derivada do retículo endoplasmático.
      • Desintoxicação
    • COMPLEXO DE GOLGI
      • Essa estrutura consiste em um sistema de membranas lisas que formam vesículas e sáculos achatados denominados de Dictiossomos .
                                                          
    • COMPLEXO DE GOLGI
      • Armazena, identifica, empacota e secreta substâncias : proteínas, lipídios, glicoproteínas, glicolipídios e outras.
      • Organização do Acrossomo no espermatozóide(contém enzimas importantes para penetração do espermatozóide no óvulo).
      • Síntese de Carboidratos – Os monossacarídeos obtidos dos alimentos são polimerizados, formando – se então os polissacarídeos. Os polissacarídeos podem ser juntar com as proteínas formando as glicoproteínas ou se ligando com os lipídios formando os glicolipídios .
    • COMPLEXO DE GOLGI
      • Formação do Lisossomo .
      • (Enzimas produzidas no RER e conduzidas ao complexo golgiense, são modificadas, acumuladas e acondicionadas em vesículas formando o lisossomo).
      • Face cis- voltada para o RER( face receptora do AG)
      • Face trans- voltada para a membrana plasmática(face exportadora).
      •  
      •  
    • COMPLEXO DE GOLGI
      • Retículo endoplasmático e Aparelho de Golgi :
      • (1) Membrana nuclear,
      • (2) Poro nuclear,
      • (3) Retículo endoplasmático rugoso (RER),
      • (4) Retículo endoplasmático liso (REL),
      • (5) Ribossomo no RER,
      • (6) Proteínas que são transportadas,
      • (7) Vesícula transportadora,
      • (8) Aparelho de Golgi ou complexo lameloso
      • (9) Cisterna do AG,
      • (10) Transmembrana do AG,
      • (11) Cisterna do AG,
      • (12) Vesícula secretora,
      • (13) Membrana plasmática,
      • (14) Proteína secretada,
      • (15) Citoplasma, (16) Espaço extracelular.
    • ENDOCITOSE E EXOCITOSE
      • Enquanto na endocitose as substâncias entram nas células, existe um processo inverso: a exocitose.
      • Depois de endocitado, o material sofre transformações sendo os produtos resultantes absorvidos através da membrana do organito e permanecendo o que resta na vesícula de onde será posteriormente exocitado.
      • A exocitose permite, assim, a excreção e secreção de substâncias.
      • Esses dois processos consomem energia.
    • ENDOCITOSE
      • Endocitose é um processo por onde as células consomem materiais através da membrana plasmática. Pode ocorrer por dois processos básicos:
      • Fagocitose: processo por onde as células amebóides ou os fagócitos envolvem partículas sólidas e as ingerem.
      • Pinocitose: Ocorre quando as células ingerem moléculas em estado líquido complementando a fagocitose. Este processo exige queima de energia na forma de adenosina tri-fosfato. É comum em células eucarióticas.
    • Fagocitose
      • Processo por onde as células amebóides ou os fagócitos envolvem partículas sólidas e as ingerem. É utilizado pelos leucócitos quando detectam corpos estranhos dentro do organismo.
    • Pinocitose
      • Neste caso, as vesículas são de pequenas dimensões e a célula ingere moléculas solúveis que, de outro modo, teriam dificuldades em penetrar a membrana. O mecanismo pinocítico envolve gasto de energia e é muito seletivo para certas substâncias, como os sais, aminoácidos e certas proteínas, todas elas solúveis em água.
      .                                                                                    
    • LISOSSOMOS
      • A Digestão Intracelular
      •  
      • As enzimas formadas no RER migram para o C. Golgi onde são secretadas em pequenas vesículas denominadas de Lisossomo Primário .
      •  
      • O Lisossomo primário funde-se com o fagossomo ou pinossomo, formando o L isossomo Secundário ou Vacúolo Digestivo.
      • O que é útil migra para o citoplasma enquanto que o resíduo fica dentro do vacúolo sendo chamado agora de Vacúolo Residual. O vacúolo residual é eliminado por Clasmocitose ou Exocitose .
      •  
      •  
    • DIGESTÃO INTRACELULAR
    • AUTOFAGIA
      • Processo em que a célula digere parte dela própria em caso de subnutrição ou quando uma organela está inativa. O vacúolo formado é denominado de vacúolo autofágico.
      • Também é responsável pela tranformação de um tipo celular em outro (hemácias se originam de células da medula óssea vermelha-eritroblastos), nesse processo, o núcleo é iliminado da célula e os lisossomos dos eritroblastos digerem as estruturas citoplasmáticas formando as hemácias.
      •  
    • HETEROFAGIA
      • Materiais incorporados pela célula (fagocitose ou pinocitose) ficam contidos numa organele denominada fagossomo ou pinossomo, conforme tenham sido incorporadas por fagicitose ou pinocitose respectivamente. Os lisossomos fundem-se a essas vesículas e liberam enzimas digestivas digerindo-as. Esse material pode ser incorporado ao citoplasma, podendo ser utilizado em processos metabólicos.
    • AUTÓLISE
      • Processo no qual os lisossomos se rompem, promovendo a destruição da célula.
      •  
      • A silicose é uma doença em que a sílica enfraquece a membrana do lisossomo e este derrama suas enzimas no interior da célula destruindo - a.
      •  
      • A regressão da cauda do girino útero após a gravidez e também a glândula mamária.