Your SlideShare is downloading. ×
0
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
http://colegioautentico.blogspot.com
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

http://colegioautentico.blogspot.com

1,468

Published on

Revisão figuras de construção

Revisão figuras de construção

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,468
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Revisão de figuras de construção
  • 2. Elipse
  • 3. É a omissão de um termo ou de uma oração inteira que já foi dita ou escrita antes, sendo que esta omissão fica subentendida pelo contexto.
    Elipse
  • 4. - Sobre a mesa, apenas uma garrafa. (omissão do verbo haver.)
    - Esta garota veio sem pinturas, uma saia rosa, um moletom, sapatos vermelhos. (omissão da palavra com.)
    Exemplo :
  • 5. Em diálogos também é usual a elipse: na bilheteria de um teatro, apenas perguntamos "- Quanto custa?".
    Curiosidade
  • 6. Zeugma
  • 7. É um caso específico da elipse. Ocorre quando o termo omitido já tiver sido expresso anteriormente.
    Zeugma
  • 8. O mar é lago sereno O céu, manto azulado
    (Casimiro de Abreu)
    (omissão no 2º verso do verbo ser.)
    - Precisarei de vários ajudantes. De um que pinte a parede e de outros que tomem conta das refeições. (houve zeugma do termo ajudante e ajudantes)
    - Você me corta um verso, eu escrevo outro. (zeugma do termo verso: "eu escrevo outro verso.")
    Exemplos:
  • 9. Polissíndeto
  • 10. É a repetição expressiva da conjunção coordenativa. Todo uso repetido da conjunção e constitui um polissíndeto
    Conceito
  • 11. Vão chegando as burguesinhas pobres, e as crianças das burguesinhas ricas, e as mulheres do povo, e as lavadeiras (Manuel Bandeira)
    E o menino resmunga, e chora, e esperneia, e grita, e maltrata, e abusa de toda paciência nossa deste mundo!
    Exemplo
  • 12. Assíndeto
  • 13. É a inexistência de conectivo (conjunção) para criar um efeito de nivelamento e simultaneidade entre os detalhes apreendidos. Toda omissão da conjunção e constitui um assíndeto.
    Conceito:
  • 14. Fomos, vimos o lugar, comentamos com o porteiro, saímos sem dizer nada.
    Exemplo
  • 15. Pleonasmo
  • 16. É uma repetição que envolve uma redundância, isto é, repetição desnecessária que ocorre para dar ênfase.
    Conceito
  • 17. Estou vendo terra com meus próprios olhos!!!
    - A mim ninguém me engana.
    Observação: O pleonasmo vicioso ("entrar para dentro", "subir para cima") é um defeito de linguagem.
    Exemplo:
  • 18. Inversão ou Hipérbato
  • 19. É a inversão da ordem natural e direta dos termos da oração
    Conceito
  • 20. Dança, à noite, o casal de apaixonados no clube. Ordem direta: O casal de apaixonados dança no clube à noite.
    - Aves, Desisti de ter! Ordem direta: Desisti de ter aves !
    Exemplo:
  • 21. Anacoluto
  • 22. Consiste na mudança da construção sintática no meio da frase,ficando alguns termos desligados do resto do período.
    Também chamado de frase quebrada pois corresponde a uma interrupção na sequência lógica do pensamento.
    Toda falta de nexo sintático entre o princípio da frase e o seu fim provoca um anacoluto. Ocorre geralmente quando o sujeito fica sem predicado e quando se usa um verbo no infinitivo, com sua repetição no meio da frase.
    Conceito
  • 23. Esses alunos do 3º C, não se pode esperar nada deles.
    Morrer, todo o mundo vai morrer
    Exemplo
  • 24. Silepse
  • 25. É uma figura de sintaxe e ocorre quando a concordância é feita pelo sentido e não pela forma gramatical, como a própria etimologia da palavra explica.
    Podemos ter silepse de número, de gênero e de pessoa.
    Conceito :
  • 26. Silepse de número: O caso mais comum ocorre quando o sujeito é um coletivo ou uma palavra que, apesar de estar no singular, indica mais de um ser.
    Exemplo
  • 27. "O povo lhe pediram que se chamasse Regedor." (Fernão Lopes) povo = singular pediram = plural
    - "...e o casal esqueceram que havia mundo." (Mário de Andrade) casal = singular esqueceram = plural
    - O quarteto cantaram velhos sucessos. quarteto = singular cantaram = plural
    Exemplo
  • 28. Silepse de gênero
  • 29. Os casos mais comuns são os de predicativos que concordam com a idéia que está implícita, e não com a forma gramatical.
    Conceito:
  • 30. São Paulo é muito fria. (fria concorda com a palavra cidade)
    - Fulano é um criança. Fulano = masculino criança = feminino
    - Vossa Alteza é muito bondoso. Vossa Alteza = feminino bondoso = masculino
    Exemplo:
  • 31. Silepse de pessoa:
  • 32. Ocorre principalmente quando o sujeito expresso aparece na terceira pessoa e o verbo na primeira pessoa do plural; a idéia é que o narrador integra o sujeito.
    Conceito:
  • 33. Dizem que os cariocas somos pouco dados aos jardins público. cariocas = 3ª pessoa somos = 1ª pessoa
    - Os jogadores somos incompetentes jogadores = 3ª pessoa somos = 1ª pessoa
    Exemplo:
  • 34. Anástrofe
  • 35. Aplica-se a inversão apenas em palavras vizinhas.
  • 36. Tão leve estou que nem sombra eu tenho.
    ( Estou tão leve.)
    Exemplo
  • 37. Diferença entre anástrofe e hipérbato.
  • 38. Enquanto o anástrofe apresenta a inversão de termos vizinhos o hipérbato corresponde a inversão de toda a frase.
    Resposta.
  • 39. Estude e boa prova.

×