Plano Anual de Atividades2011-2012                          AGIR EFICAZMENTE EM TEMPOS DIFÍCEIS:                          ...
ESTRUTURA DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADESESTRUTURA DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ................................................
INTRODUÇÃOUm “Plano de Atividades” pode ser muita coisa. Até pode não ser um “plano”, remetendo-se à suaversão tradicional...
2. Os gastos com visitas de estudo não poderão ultrapassar o limite financeiro de 35 – 40€.   Num tempo marcado por tão gr...
PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO / REFLEXÃOUm dos avanços do atual Plano Anual de Atividades consiste, entre outros aspetos, na ...
SIGLAS E ACRÓNIMOSAO       Assistente OperacionalBD       Banda DesenhadaBE       Biblioteca EscolarBG       Biologia / Ge...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                       … ESCOLA EFICAZ  Calen...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                        … ESCOLA EFICAZ  Cale...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                  … ESCOLA EFICAZ  Calendariz...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                     … ESCOLA EFICAZ  Calenda...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                     … ESCOLA EFICAZ     Cale...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                     … ESCOLA EFICAZ     Cale...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                            … ESCOLA EFICAZ  ...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                         … ESCOLA EFICAZ     ...
2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma…                                                                 … ESCOLA EFICAZ     Calendar...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                       3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIA...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                    3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS C...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                     3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS ...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                  3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Cal...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                  3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Cal...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                  3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Cal...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                    3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS C...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                          3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERA...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                        3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACI...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                         3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERAC...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                         3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERAC...
3. PROGRAMA OPERATIVO                                         3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERAC...
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2011.10.26 plano anual de actividades

894 views
787 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
894
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2011.10.26 plano anual de actividades

  1. 1. Plano Anual de Atividades2011-2012 AGIR EFICAZMENTE EM TEMPOS DIFÍCEIS: um exercício de criatividade e pragmatismo. Rua Costa Veiga 2460 - 028 Alcobaça 262 505 170 962 097 175 913 6174 44 262 596 460 1 www.esdica.pt Aprovado em Conselho Geral diretor@esdica.pt 2011.10.26 facebook.com/esdica
  2. 2. ESTRUTURA DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADESESTRUTURA DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ...........................................................................................2INTRODUÇÃO ................................................................................................................................................3PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO / REFLEXÃO...............................................................................................5SIGLAS E ACRÓNIMOS ...................................................................................................................................6ANÁLISE DAS VISITAS DE ESTUDO (Nº 7 DO Artigo 8º do Regulamento Interno) ...................................... 55 2
  3. 3. INTRODUÇÃOUm “Plano de Atividades” pode ser muita coisa. Até pode não ser um “plano”, remetendo-se à suaversão tradicional, quase canónica, enquanto modelo reprodutivo: um elenco de atividades, atómicas,sem qualquer nexo interno. Forçoso será admitir que muitas coisas acontecem assim: simplesmente“acontecem”. Alguém as propõe, alguém as implementa, alguém nelas participa sem que se veja ondeficou, por exemplo, o Projeto Educativo de Escola. Este continuará a pregar no deserto dos seusprincípios – quando os tem.Um “plano” assim concebido não tem forçosamente de correr mal. Preenche as necessidades imediatas,concita a adesão dos alunos, realiza-se com “assinalável sucesso”. Nasce da repetição – ou da cultura deescola (que sempre promoveu estas atividades) ou da experiência do professor (que, já na escola x,sempre fez estas atividades). Convém dizer, no entanto, que a repetição, se permeada pela reflexão,constitui uma rotina saudável. Com efeito, a repetição só existe para a parte que não muda de lugar oude função, o professor. Para o aluno, que, desejavelmente e por definição, só está uma vez naquele ano,a atividade já repetida no ano anterior constitui uma absoluta novidade. O desafio, por norma resolvidocom êxito, é para o professor, que tem de reinventar a atividade todos os anos, vivendo-a “como se”fosse a primeira vez. O aluno, esse, nada tem de “fazer como se”; para ele, é mesmo a primeira vez.O desafio verdadeiro deve, pois, ser colocado noutro ponto: na ligação necessária que as atividadesdevem ter entre si; na articulação temática e de princípio que as atividades devem manter com osoutros documentos estruturais da escola, em primeiro lugar, com os princípios que constam do eestruturam o Projeto Educativo de Escola.Muito caminho há para fazer? Certamente. Mas há que reconhecer que este pequeno passo, ao operaruma rutura em relação a uma explicação mítica (“não é exequível um Plano de Atividades, sem oconhecimento concreto dos alunos a que se destina”), tornou possível uma metodologia maisconsentânea com o espírito dos tempos novos.O Plano de Atividades 2011-2012, nascido nos tempos em que nasceu, não se podia alhear doscircunstancialismos que este mesmo tempo impõe. Algumas alterações tiveram de serresponsavelmente introduzidas: 1. O número de visitas de estudo foi reduzido de quatro para três. Esta redução tem a ver com as dificuldades financeiras por que passamos (aspeto que será especialmente visado no próximo número), mas tem, sobretudo, a ver com a necessidade que todos sentimos de conferir ao ato educativo em sentido estrito uma importância verdadeiramente central; 3
  4. 4. 2. Os gastos com visitas de estudo não poderão ultrapassar o limite financeiro de 35 – 40€. Num tempo marcado por tão grandes incertezas e dificuldades neste domínio, seria uma insensibilidade imperdoável não dar um sinal concreto nesse sentido;3. Devemos privilegiar, cada vez mais, o local como destino natural das nossas visitas de estudo: porque é um valor do nosso Projeto Educativo; porque permite explorar e conhecer melhor o mundo em que vivemos; porque está mais ao alcance de todas as bolsas; porque Alcobaça e a sua circunstância merecem bem uma visita… 4
  5. 5. PROPOSTA DE SISTEMATIZAÇÃO / REFLEXÃOUm dos avanços do atual Plano Anual de Atividades consiste, entre outros aspetos, na consolidação deuma estrutura interna e na definição de um núcleo de projetos designados por projetos de escola.Partindo, sobretudo, das linhas fundamentais do Projeto Educativo, consagrou-se a seguinte estruturapara o Plano Anual de Atividades: 1. Introdução 1.1 – Lista das siglas e acrónimos utilizados 2. Programa Funcional de uma Escola Eficaz 3. Programa Operativo 3.1. Promoção do Sucesso Escolar, Profissional e das Literacias 3.2. Promoção de uma Cidadania Ativa e Crítica 3.3. Promoção das Relações com a Comunidade. 4. Plano de Formação. 5
  6. 6. SIGLAS E ACRÓNIMOSAO Assistente OperacionalBD Banda DesenhadaBE Biblioteca EscolarBG Biologia / GeologiaBMA Biblioteca Municipal de AlcobaçaBTT Bicicleta Todo o TerrenoCAS Comissão de Aulas de SubstituiçãoCDM Clube de Desporto MentalCIBE Coordenadora Interconcelhia das Bibliotecas EscolaresCFAE Centro de Formação e Associação de EscolasCLC Comunicação, Língua e CulturaCMA Câmara Municipal de AlcobaçaCNL Concurso Nacional de LeituraCNO Centro Novas OportunidadesCP Conselho PedagógicoCSH Ciências Sociais e HumanasDD Delegados de DisciplinasDRELVT Direção Regional de Educação de Lisboa e Vale do TejoDT Diretores de TurmaDVD Digital Versatile DiscEE Encarregados de EducaçãoEFA Educação e Formação de AdultosESDICA Escola Secundária D. Inês de Castro – AlcobaçaFITEC Fórum de Inovação, Tecnologia, Formação, Qualificação e EmpregoGPSI (Curso profissional de) Gestão e Programação de Sistemas InformáticosINMG Instituto Nacional de Meteorologia e GeofísicaMACS Matemática Aplicada às Ciências SociaisNEEcp Necessidades Educativas Especiais, de caráter permanenteOAL Organização do Ano LetivoOE Orçamento da EscolaOE/BE Orçamento da Escola, afeto à Biblioteca EscolarOPTE Ocupação Plena dos Tempos EscolaresPESME Projeto da Educação para a Saúde em Meio EscolarPCT Projeto Curricular de TurmaPNL Plano Nacional de LeituraPOPH Programa Operacional Potencial HumanoPP Publicações Periódicas (Jornais e Revistas)PTE Plano Tecnológico de EducaçãoRBE Rede de Bibliotecas EscolaresRVCC Reconhecimento, Validação e Certificação de CompetênciasSABE Serviço de Apoio às Bibliotecas EscolaresSPO Serviços de Psicologia e OrientaçãoTIC Tecnologias de Informação e Comunicação 6
  7. 7. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Diretor da Informações periódicas ao Escola Diretor Manter a Direção informada sobre o Relatórios sobre a trabalho desenvolvido Biblioteca participação dos alunos nas pela BE e pelo SABE. atividades da BE DT 120 Preenchimento de grelhas Promover uma gestão RBEAo longo do ano Impressões 6,00 OE/ BE de observação eficiente da BE. Fotocópias Presidente do Biblioteca online Promover a planificação CP de um trabalho Coordenadores PTE organizado e produtivo. Departamento Verificação de cartazes Promover o rigor e a DD correção Comunidade educativa 7
  8. 8. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€)Início do 1º período Educação Reuniões prévias e Analisar os processos dos Especial Reuniões de caráter alunos com NEEcp, em Alunos com 2 resmas de informal parceria com o SPO NEEcp papel A4 6,5 €Ao longo do ano Análise da informação Colaborar no processo de consumíveis 5€ relativa à referenciação de referenciação e avaliação alunos. Presença e dos alunos com NEEcp, 400 fotocópias 16 € participação nas reuniões relativamente aos Encarregados de de Conselho de Turma. procedimentos e Educação de 1 toner preto para 70 € Participação na avaliação e critérios de elegibilidade alunos com impressora Xerox tomadas de decisão do existentes NEEcp Phaser 6110 Conselho de Turma. Elaboração dos roteiros de Colaborar com o Órgão D.Ts e Chamadas 65 € avaliação, relatórios de Gestão da escola, no Professores de telefónicas técnico-pedagógicos, que concerne à alunos com programas educativos organização e NEEcp OE individuais, avaliações funcionamento do intermédias e relatórios Departamento de finais. Educação Especial Acompanhamento e Contactar com os atualização dos processos Diretores de Turma de de todos os alunos com turmas com alunos com NEEcp. NEEcp Reuniões de caráter formal Contactar com os e informal Encarregados de Alunos com Educação de alunos com NEEcp NEEcp Entrevistas e reuniões Analisar, 8
  9. 9. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Educação Reuniões periódicas entre periodicamente, Encarregados deAo longo do ano Especial o Departamento de questões relacionadas Educação de Educação Especial e SPO com a intervenção e alunos com respostas educativas no NEEcp âmbito da Educação Especial DT e Professores de alunos com NEEcp Manter a Direção Novos Informações periódicas ao informada sobre o Diretor da Meios informáticos equipamentosAo longo do ano PTE Diretor trabalho desenvolvido escola existentes na escola no âmbito do Memorandos das reuniões pelo PTE PTE Administração e Agilizar o processo de Computadores dinamização da requisições dos Internet Ferramenta Gato (Gestor equipamentos da escola: FuncionáriosAo longo do ano PTE de Atividades TIC na computadores, Professores 125.00 envolvidos no Educação): requisições computadores portáteis, processo de online. gravadores DVD, requisições Apoio aos utilizadores videoprojectores… Otimizar a utilização dos Manutenção das salas de Equipamentos informática e dos envolvidos no projeto computadores portáteis. espaço de tempo. Comunidade CatalogaçãoAo longo do ano PTE Catalogação dos 10.00 Otimizar o processo de escolar Folhas de registo equipamentos. formatação dos PC Disponibilização de folhas através da criação de um de registo de ocorrências. banco de imagens. 9
  10. 10. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Agilização da comunicação Administrar e dinamizar entre o órgão de gestão e a Plataforma Moodle PTE Comunidade ComputadoresAo longo do ano restantes elementos da Disponibilizar contas de 125.00 escolar Internet comunidade escolar via correio eletrónico, no Web domínio da ESDICA Continuar a recolher os modelos de documentos Uniformização existentes na escola Normalização de Uniformizar/Normalizar PTE Documentos os modelos de Comunidade ComputadoresAo longo do ano Biblioteca Modelos utilizados na documentos, tendo em escolar Internet Secretaria conta o Acordo Ortográfico Disponibilizar esses documentos Contribuir para a PTE Formação formal eAo longo do ano aquisição de CFAE informal de pessoal Docentes Sala de informática competências TIC do docente pessoal docente Alunos do curso Assistência técnica online a Solucionar problemas de ComunidadeAo longo do ano PTE profissional de toda a comunidade escolar hardware/software escolar Informática Recursos humanos Ana Mimoso Testar o Plano de Comunidade (Professores, DT,A designar CMA / Proteção Simulação de incêndio 0.00 Emergência da Escola escolar funcionários, Civil/PSP alunos) 10
  11. 11. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Apresentação do Plano de Ação da BE Preparar o próximo ano letivoJulho Sistematização do Plano de Adaptar o Regimento daFim do ano letivo Biblioteca CP Atividades BE à realidade do novo2010-2011 espaço. Reformulação do Regimento da BE Conciliar os horários dos Ajuste dos horários dos professores com os professores colaboradores interesses da BE e dos da biblioteca Direção utilizadores ME Conselho Direção Prover as necessidades e Serviços Planificação do ano Pedagógico1º Setembro DT sua distribuição no Administrativos 2011/12 Diretores de Biblioteca tempo Assistentes Turma Operacionais Receção aos Alunos Biblioteca Acolher alunos Requisição de Professores Interiorizar Regras Dar cumprimento às Direção CP/1º Setembro Conselho Pedagógico competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Divulgar o sucesso Alunos 30 escolar dos alunos premiados ME Diplomas1º de Direção Dia do Diploma Reconhecer o mérito OE Comunidade Conselho Geral 200.00 Setembro Incentivar os valores da educativa excelência 11
  12. 12. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Promover a comunicação entre Direção e comunidade docente Direção Melhorar a eficácia do CP Direção funcionamento da Escola Coordenador Setembro Reuniões com os órgãos de1º Articular as várias dos Diretores de Outubro Direção Departamentos estruturas intermédias Turma Calendarizar a PB apresentação/elaboração Delegados dos documentos de autonomia da Escola Elaborar o Plano de Atividades dos grupos de recrutamento Fomentar um espírito Coordenadores interdepartamental Direção Delegados setembro Reuniões com os delegados Promover o trabalho1º /Representantes outubro e/ou representantes cooperativo DD dos grupos de Refletir sobre os critérios recrutamento de Avaliação Uniformizar instrumentos de registo para a avaliação oral Dar cumprimento às Direção CP /1º outubro Reunião do CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Dar cumprimento às Direção CP /1º novembro Reunião do CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI 12
  13. 13. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Dar cumprimento às Direção CP /1º dezembro Reunião do CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Avaliar os alunos Alunos Direção Reuniões C. Turma de Impressos 70,001º dezembro Ponderar a orientação do Professores OE CP Avaliação Fotocópias 75,00 processo educativo EE Informar os alunos e os Todos os Regimento atual 10.00 EE sobre os direitos e elementos do PowerPoint Apresentação, no écran do deveres dos utilizadores. CP bar , dos diferentes Biblioteca Fotocópias de uma projetos ESICA Diretor Informar os DD sobre as Todos os versão reduzida do 50.00 Receção aos novos alunos potencialidades da BE. utilizadores da Regimento da BE na BE – 45 minutos Presidente do CP BE1º setembro OE DT Divulgar o Fundo Um Poster digital Reunião na BE Coordenadora DT Documental e registar os Alunos de com uma síntese e-mails dos DD 10ºAno dos projetos Reunião de trabalho DD Divulgar novos formatos de apresentação de Alunos de 10º Fundo documental trabalhos da BE e recursos Todos os DD digitais 1.00 Biblioteca Sessões na BE Divulgar novos formatos Todas as turmas Fotocópias de 1.00 Professores de de apresentação de 10º textos Português e de Ler é para Já! Inglês de 10º Mostra de livros para Contribuir para a Todas as turmas Fundo documental1º outubro Professor de CLC adultos que julgam que integração dos alunos de 11º da BE OE/BE do Curso EFA não gostam de ler nos projetos da escola. Professores de Todas as turmas Dossiês temáticos e Filosofia de 10º e Diálogo sobre livros e Implementar o processo de 12º Ano recursos digitais 40.00 de 11º leituras de autoavaliação da BE Alunos do Curso 13
  14. 14. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Distribuição dos EFA Inquéritos questionários de Professores e Base de dados RBE autoavaliação alunos, escolhidos aleatoriamente Biblioteca Divulgação de sites e Português Consolidar o Projeto BD - 10º Ano1º Outubro blogues sobre BD Inglês Boa Decisão Incentivar a leitura em Biblioteca 22 Professores formatos digitais Pagamento ao Subsídio da1º Outubro PTE Formação: ebooks de Português 800.00 Contribuir para formador Gulbenkian CFAE e de Inglês valorização profissional Análise dos resultados da Implementar a avaliação1º Dezembro Biblioteca CP Relatório e gráficos 5.00 OE/BE fase I da avaliação da BE Todas as Direção Preparação da Escola Promover uma gestão 8.00 OE2º Janeiro estruturas da Fichas de Registo Comissão da EA Aberta eficiente e planificada 1.00 OE/ BE escola Dar cumprimento às Direção CP /2º Janeiro Reunião CP competências definidas OE CP Comunidade na lei e no RI Dar cumprimento às Direção CP / OE2º fevereiro Reunião CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Dar cumprimento às Direção CP/ OE2º março Reunião CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Dar cumprimento às Direção CP /2º abril Reunião CP competências definidas OE CP Comunidade na lei e no RI 14
  15. 15. 2. PROGRAMA FUNCIONAL de uma… … ESCOLA EFICAZ Calendarização Proponente Recursos Atividades Objetivos Destinatários Custos ObservaçõesPeríodo Mês Descrição Parcerias (€) Avaliar os alunos Alunos Reuniões C. Turma de Impressos 70,00 OE2º abril Escola Ponderar a orientação do Professores Avaliação Fotocópias 75,00 processo educativo E. Educação Dar cumprimento às Direção CP / OE3º maio Reunião CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Dar cumprimento às Direção CP / OE3º junho Reunião CP competências definidas CP Comunidade na lei e no RI Direção Avaliar os alunos Alunos Reuniões C. Turma de Impressos 50,003º junho CO Ponderar a orientação do Professores OE Avaliação (11º/12º anos) Fotocópias 50,00 DT processo educativo E. Educação Direção Avaliar os alunos Alunos Reuniões C. Turma de Impressos 20,003º junho CP Ponderar a orientação do Professores OE Avaliação (10º ano) Fotocópias 25,00 DT processo educativo E. Educação 15
  16. 16. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Direção Atividades de apoio à Reforçar as aprendizagem aprendizagens. Português Salas de Estudo Superar dificuldades Inglês Promover técnicas de Sala Matesdica interpretação 10.00 Todos os Fotocópias deAo longo do ano Matemática 10.00 OE alunos textos de apoio Laboratório de Física Desenvolver 10.00 Física /Química competências Química Laboratório de Fomentar a autonomia. Biologia/ Biologia/ Geologia Geologia DocLisboa Incentivar a valorização Conselhos de Espetáculos de dança e da produção cultural Turma de música local. DTAo longo do ano, Visitas ao Armazém Direção Contribuir para a Coordenadoreem datas a definir, das Artes dinamização cultural da s Divulgação 1,50 OEmediante a Outros eventos Biblioteca cidade de Alcobaça, DDcalendarização culturais, em Alcobaça Incentivar o interesse Alunos, Conferências na pelo conhecimento mediante Gulbenkian inscrição Responder às Alunos que se O cursoAo longo do ano Biblioteca Curso livre de Latim solicitações dos alunos mostrem Fotocópias 5.00 funciona a Preparar o interessados pedidos de 16
  17. 17. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s prosseguimento de 2 alunos. estudos, em Inglaterra Dossiês Apoiar e incentivar os trabalhos de pesquisa e Todos os Recursos na Produção e divulgação a articulação curricular professores Página da BE Biblioteca de materiais de apoio Fundo à pesquisa e à Contribuir para a documental elaboração de progressiva autonomia trabalhos escritos. dos utilizadores. Fotocópias deAo longo do ano OE/BE Apoiar a leitura Professores Contos de Departament Organização de autónoma com OPTE extensão o de Línguas Dossiês de Apoio aos 5.00 Motivar atividades de reduzida Contratos de Leitura escrita, a partir do Turmas em texto. aulas de Nano-contos e CAS OPTE por LER! Rentabilizar aulas de substituição micro-contos OPTE por BD! Substituição. 17
  18. 18. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Processo de Diagnóstico e Previstos na Carta de Material de Encaminhamento. Qualidade dos CNO: escritório Processos de RVC. 400 candidatos diversoAo longo do ano Formação Preparar, desenvolver, Complementar Equipa acompanhar e avaliar Cópias, papel,2º e 3º períodos Sessões de Júri de Técnico- as atividades do CNO toner e outros18 de maio de Certificação pedagógico2012 Itinerâncias CNO Despertar motivações Publicidade eAo longo do ano Autoavaliação CAF- Coordenadora 14.800 POPH intrínsecas divulgaçãoletivo CNO do CNO27 de janeiro 2011 Jornadas de Reflexão Entregar Certificados; Recursos13 de julho de Encontro de CNO Equipa promover didáticos2011 Projeto internacional Técnico- competências sociais, Aquisição de EFA-reAct pedagógico estimular atividades livros e de Leitura + documentação Chá de inverno Cocktail de Frutos 18
  19. 19. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Apoio direto aos alunos com NEEcp, Desenvolver condições trabalhando as suas de apoio sistemático ao dificuldades a nível jovem com NEEcp e Alunos com cognitivo e sensorial, suas famílias, tendo em NEEcp bem como as suas vista novas e amplas dificuldades de respostas que integrem Impressões de adaptação ao meio a diversificação de Encarregados de folhas de escolar. estratégias e métodos Educação de registo de Elaboração de educativos, resposta a alunos com apoios, materiais didáticos a nível psicossocial, da NEEcp reuniões, utilizar com os alunos reabilitação, formação entrevistas e de com NEEcp, profissional e materiais Educação respeitando a adequação de ajudasAo longo do ano D.Ts e didáticos Especial especificidade das suas técnicas, contribuindo, Professores de dificuldades/limitações assim, para a igualdade alunos com Fotocópias . de oportunidades de NEEcp Pesquisa de materiais sucesso educativo para 10 Cartazes A3 multimédia específicos todas as crianças e a cores para utilizar com os jovens. DT e Professores alunos com NEEcp. de alunos com Cooperar com Garantir um suporte NEEcp docentes, SPO e técnico-pedagógico aos famílias de alunos com docentes do ensino Comunidade NEEcp ou dificuldades regular que têm nas escolar de aprendizagem. suas turmas alunos com Reuniões com NEEcp. Encarregados de 19
  20. 20. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Educação e alunos. Contactos e reuniões com outros serviços da comunidade. Reuniões de Conselho de Turma. Contactos informais e articulação com docentes. Elaboração de documentos de apoio para os professores, com breve caracterização das problemáticas dos seus alunos com NEEcp e estratégias a utilizar com eles na sala de aula. Planificação da intervenção educativa com os docentes do ensino regular (avaliação, PEIs, estratégias, adequações). 20
  21. 21. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Divulgar informação referente à EE Apoio direto aos alunos Elaboração e pesquisa Contribuir para o Educação de materiais Alunos NEEcp sucesso educativo. Especial específicos Ver EscolaAo longo do ano OE Elaboração de Professores de Funcional Estimular e potenciar SPO documentos de apoio alunos NEEcp capacidades individuais. aos professores Elaboração e avaliação dos PEI Ajudar os jovens nas Todos os alunos Orientação vocacional suas tomadas de decisão Alunos de 10º e Sessões temáticas Cursos Promover competências Profissionais Encontros de pessoais com vista à Fotocópias 78.00 profissionais integração no mundo Todos os alunos Impressões 22.00 SPO do trabalho Papel 3.00Ao longo do ano OE DT Avaliação Psicológica e Alunos que o Telefonemas 30.00 psicopedagógica Disponibilizarinformaçã solicitem ou Marcadores 3.00 o e contatos que referenciados Corretor 2.00 Programa de incentivem o encontro pelo DT desenvolvimento de de soluções de competências – qualificação e emprego; Mediante Dinâmicas de grupo Despistar dificuldades solicitação do DT de aprendizagem e 21
  22. 22. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s diagnosticar alunos com NEEcp Melhorar a integração social e o desempenho escolar Cartazes 3+4 Treinos semanais Promover a saúde e a 1.00 Inscrições Desporto Badmington condição física 0.50 Material de OE Escolar Voleibol Adquirir hábitos e 1534.95 escalada Multiactividades competências motoras Motivar para a leitura BD – Boa Decisão de BD Contratos de leitura Línguas em BD Fundo estrangeiras Desenvolver Transformação de documental da (inglês, competências deAo longo do ano textos narrativos em Todos os alunos BE OE francês e interpretação BD Cartolinas espanhol) A3 a Cores Biblioteca Fomentar a criatividade Exposição dos Valorizar o trabalho dos trabalhos dos alunos alunos Motivar para a leitura Português em todos os formatos Inglês Contratos de LeituraAo longo do ano 10º Ano Gulbenkian Biblioteca em todos os formatos Desenvolver PTE competências de interpretação e 22
  23. 23. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s comunicação em língua materna e estrangeira Fomentar a autonomia e a criatividade Promover diferentes formas de aplicação de Todos os alunos Olimpíadas do conhecimentos com as ambiente Conforme Biologia Motivar os alunos para disciplinas deConforme datas Olimpíadas de existirem alunos OE Geologia o estudo da Biologia Biologia e depropostas Biotecnologia selecionados Promover contactos Biologia/Geologi Olimpíadas da Biologia com outras realidades a escolares Divulgar o sucesso Alunos escolar dos alunos Setembro premiados Diplomas ME1º Direção Dia do Diploma Reconhecer o mérito 200,00 OE Dia 30 Comunidade Conselho Geral Incentivar os valores da educativa excelência Biblioteca Semana da Cultura Estimular o gosto pela Recursos na Científica leitura. Página da BE 5.00 Incentivar os alunos a Todas as turmas 10 Cartazes Mostra de livros participar no concurso de Ciências e OE/BE Novembr Fundo Professores Visitas à BE, nos 15m LER+ Ciência. Tecnologias de PNL1º o documental 200.00 de Biologia e finais das aulas de Perspetivar a literatura 10º e de 11º Ano Publicações de Física Biologia ou de Física. e a ciência como PNL Periódicas 50.00 saberes 1º GPSI Monografias complementares DVD Conhecer os 23
  24. 24. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s João Pereira Mostra de Fractais mecanismos e a funcionalidade de fractais. Biblioteca Constituição da Incentivar à leitura em Departament Comunidade de diferentes formatos o de Línguas Leitores de ebook Preparar leitores Novembr Criação do Blogue conscientes de ebooks Comunidade Avisos 1.001º OE/BE o PTE LerEbook Educativa Divulgação Criação no Facebook Fomentar a utilização do grupo de amigos do pedagógica de ebook ferramentas da Web 2.0 24
  25. 25. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Textos de apoio A3 a cores 2.00 Fichas de 1.00 inscrição Estimular o gosto pela 2.00 Biblioteca Pautas de Concurso Nacional de leitura. 5.00 OE/BE Alunos do Ensino Camada Leitura – Prova escrita Consciencializar o ato1º Dezembro Professores Secundário Pautas com os – Fase I de ler. 20.00 PNL de Português resultados Concretizar o projeto 20.00 Provas aLeR+ Chocolates 300.00 Monografias Incentivar para a prática da atividade física e desportiva, fora do Fotocópias: contexto escolar. - cartões Ed. Física e individuais de1º Dezembro Corta-Mato Escolar Promover a saúde e Alunos 3€ OE PESME identificação estilos de vida ativa e - certificados de saudável. participação. Apurar os alunos para o corta-mato regional. 25
  26. 26. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s Proporcionar atividades desportivas de caráter recreativo/lúdico, de formação ou orientação Fotocópias: desportiva. - calendário de Torneio interturmas de Promover o jogos - boletins1º Dezembro Ed. Física Alunos 2€ OE Voleibol desenvolvimento da de jogo competição saudável e - justificação de do prazer pelo jogo. faltas Desenvolver o espírito de cooperação e convívio. Tornar o ensino das disciplinas técnicas, tanto quanto possível, um ensino ativo, Autocarro: motivador e atualizado. Autocarro 10€/aluno Conhecer novas Correio Visita de Estudo ao Bilhete2º A definir Informática tecnologias. 1º, 2º, 3º GPSI Eletrónico POPH Visionarium entrada-Visita Enriquecer os Bilhete entrada orientada: 3€ conhecimentos dos Telefone Telefone: 3€ alunos, utilizando recursos complementares de aprendizagem.A Visita de Estudo a Divulgar conhecimento Autocarro Autocarro:defini A definir Informática empresas (serviços, científico na área de 3º GPSI Correio ?€/aluno POPHr informática, produção informática Eletrónico Telefone: 3€ 26
  27. 27. 3. PROGRAMA OPERATIVO 3.1. PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR, PROFISSIONAL E DAS LITERACIAS Calendarização Proponente Recursos Observaçõe Atividades Objetivos DestinatáriosPer. do Mês Parcerias Descrição Custos (€) s e Software House) Abordar conhecimentos Telefone científicos em ligação estreita com contextos da vida do dia a dia. Promover o gosto por novas tecnologias Estimular o lançamento e desenvolvimento de Visita de Estudo IPN novas empresas de base AutocarroA tecnológica e/ou (Incubadora de Correiodefini A definir Informática inovadoras e de serviços 1º, 2º, 3º GPSI 10€/aluno empresas e ideias avançados; Promoção de Eletrónicor Instituto Pedro Nunes uma cultura de Telefone em Coimbra) empreendedorismo tecnológico e inovador. Abordar conhecimentos Workshop com2º e científicos em ligação A definir Informática empresas em sala de 3º GPSI3º estreita com contextos aula da vida do dia a dia. Dar a conhecer novas oportunidades de mercado de trabalho, Tecnologias3º A definir Informática tecnologias de ponta; 2º e 3º GPSI Emergentes Promover o contacto com experiências do ensino superior Promover o contacto Todas as turmas3º A definir Informática Dinâmica de Robôs com automação e da escola robótica 27

×