Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Trabalho e desenvolvimento profissional  docente
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Trabalho e desenvolvimento profissional docente

  • 451 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
451
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
17
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • Los cambios – as mudanças, transformações - professorado
  • Quem se atreve a ensinar, nunca deve deixar de aprender
  • Neste processo há várias fases, etapas
  • Formação inicial docente Professores iniciantes, principiantes:inserção profissional Formação em serviço/exercício
  • Principiantes e experientes
  • Que tipo de desenvolvimneto profissional?

Transcript

  • 1. "Trabalho e desenvolvimento profissional docente" Carlos Marcelo Universidad Sevilla II Congresso Internacional de Trabalho Docente e Processos Educativos, VII Encontro de Pesquisa em Educação e II Simpósio de Ética em Pesquisa
  • 2. Demografia Demografia Globalização Globalização Tecnologias Tecnologias Imigração Imigração Mercado de Mercado de Trabalho Trabalho Tendências Novas Competências Iniciativa, Responsabilidades, Assumir Riscos, Pessoais Criatividade Trabalho em equipe, em rede, empatia, Sociais compreensão, co-construção Novas Formas de Aprender Adaptado ao que Centrado aprende PERSONALIZAÇÃO no que PERSONALIZAÇÃO Ativo, construtivo Aprende Motivação, implicação COLABORAÇÃO COLABORAÇÃO Aprendizagem em Aprendizagem equipe, compartilhar, Social colaborar em comunidade Em qualquer momento Gestão, organização, De Aprendizagem e lugar, combinação de metacognição, INFORMALIZAÇÃO INFORMALIZAÇÃO ao longo físico e virtual, aprender pelos erros Aprendizagem da vida Web 2.0 Mundos virtuais Redes sociais combinação de produção e consumo Tendências em TICs Jogos LMS OER Celulares E-portfólio Realidade aumentada
  • 3. Mudanças Professores
  • 4.  Maiores demandas sociais chegam às escolas e ao professorado Mudanç as no trabalho dos  Alunado cada vez mais diverso professores  Ambientes de aula mais complexos  Novas tecnologias  Importância da formação em valores  Evalução docente e padrões de desempenho  Crescente preocupação pela avaliação de resultados http://www.flickr.com/photos/www orks/3195267875/
  • 5. Evidências: Relatorios internacionais mostram que algumas políticas de reformas educacionais tem promovido: deterioração das condições de trabalho dos docentes desmoralização, desprestígio  Abandono  Absentismo  Incerteza  Crise de identidade  Impacto negativo na qualidade da educação
  • 6. Desenvolvimento de ensino como profissão
  • 7. Neste processo, existem várias fases
  • 8. FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PROFESSORES PROFESSORES PRINCIPIANTES: INDUÇÃO PRINCIPIANTES: INDUÇÃO PROFISSIONAL PROFISSIONAL FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO Desenvolvimento profissional do professor
  • 9. DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES “Processos pelos quais Professores en formação de ‑en ou ejercicio ‑ envolver-se individualmente ou em equipe, em experiências de aprendizagem através do qual eles adquirem ou melhorar conhecimentos, habilidades e disposições, e que lhes permite atuar profissionalmente no desenvolvimento do seu ensino, o currículo e a escola, com o objectivo de melhorar a qualidade da educação que os alunos recebem (Marcelo, 1995).
  • 10. De qual situação partimos?
  • 11. Percentagem de professores, cuja diretora da escola informou que os comportamentos dos professores prejudica a provisão de instrução na escola de um lote ou de alguma forma (2007-08)
  • 12. Tendências para o ensino transmissivo/ construtivista
  • 13. Tempo gasto manter a disciplina em sala de aula
  • 14. Percentual de professores que querem participar mais de atividades de desenvolvimento profissional
  • 15. Principais áreas de necessidades de desenvolvimento profissional Jensen, B., et al (2012), The Experience of New Teachers: Results from TALIS 2008, OECD Publishing.
  • 16. Os professores recebem feedback? Professores que não receberam feedback ou avaliação. Professores em escolas que não tiveram avaliação nos últimos 5 anos Sin valoración ni feedback Sin evaluación escolar
  • 17. Os professores precisam aprender continuamente.
  • 18. ¿Qué tipo de desarrollo profesional? http://www.flickr.com/photos/jantik/271986658/
  • 19. A aprendizagem no século XXI • Personalizado • Centrado na pessoa que aprende • Situado • Colaborativo, em rede (Conectado) • Onipresente • Ao longo da vida
  • 20. APRENDIZAGEM FORMAL APRENDIZAGEM INFORMAL APRENDIZAGEM NÃO FORMAL
  • 21. Diferentes cenários para aprender ESPAÇO Mesmo Asincrónico Ensino / Aprendizagem assíncrona: laboratório, simulador, tutorial Diferente Ensino / Aprendizagem assíncrona: LMS ou via Internet, Redes TEMPO Sincrónico Ensino / aprendizagem Synchronous: Sala de aula Ensino / aprendizagem Synchronous: no espaço virtual: Videoconference,chat Mundos Virtuais
  • 22. Auto-aprendizagem Auto-aprendizagem Autoformaçâo Autoformaçâo Ênfase no Ênfase no conteúdo conteúdo Modelos de desenvolvimento Modelos de desenvolvimento profissional de professores profissional de professores Cursos formais Cursos formais Inquérito, Inquérito, aprendizaje en aprendizaje en red red Ênfase na Ênfase na experiência e experiência e prática prática Tutoria Tutoria Mentoring Mentoring Coaching Coaching Aprendizagem Aprendizagem guiada guiada (com base em Wenger y Ferguson, 2006)
  • 23. AUTOAUTOFORMAÇÃO FORMAÇÃO HETEROHETEROFORMAÇÃO FORMAÇÃO Outros Outros Pessoa Pessoa Galvani (2002) ECOFORMAÇÃO ECOFORMAÇÃO Ambiente Ambiente
  • 24. AUTOFORMAÇÃO E APRENDIZAGEM PELA EXPERIÊNCIA AUTOFORMAÇÃO E APRENDIZAGEM PELA EXPERIÊNCIA John Dewey
  • 25. Epistemologia da prática Reflexão sobre Reflexão sobre a ação a ação Reflexão na Reflexão na ação ação
  • 26. http://www.flickr.com/photos/academictech/5767061401/ Quais os modelos e os componentes de desenvolvimento profissional influenciam a aprendizagem dos professores.
  • 27. Desenvolvimento profissional. Mudança nas práticas de ensino Promove o conhecimento da disciplina de ensino, uma melhor compreensão da aprendizagem do aluno e uma maior valorização das necessidades dos alunos
  • 28. CONHECIMENTO PROFISSIONAL DO PROFESSOR Conhecimento de conteúdo pedagógico TIC Conhecimento Tecno-pedagogico de de Conteúdo
  • 29. LA DesenvolvimentoLOGRA CAMBIAR LAS PRÁCTICAS (II): de ensino LAFORMACIÓN QUE LOGRA CAMBIAR LAS PRÁCTICAS (II): FORMACIÓN QUE profissional. Mudança nas práticas Centra-se em torno das atividades críticas de ensino: planejamento, avaliar o trabalho dos alunos, desenvolver o currículo, melhorar as práticas de sala de aula, aumentar a aprendizagem do aluno, ao invés de lidar com abstrações ou generalizações
  • 30. Desenvolvimento QUE LOGRA CAMBIAR nas práticas de ensino Desenvolvimentoprofissional. Mudança LAS práticas de ensino LA FORMACIÓN profissional. Mudança nas PRÁCTICAS (III): Baseia-se na investigação / avaliação sobre a prática e através de casos que envolvem a resolução de problemas na prática, analisis questões, refletir e discutir profissional.
  • 31. Desenvolvimento profissional. Mudança nas práticas de ensino Desenvolvimento profissional. Mudança nas práticas de ensino Promove a colaboração, o conhecimento compartilhado entre os professores em pessoa e networking. Análise colaborativa das tarefas e trabalhos dos alunos em relação aos padrões
  • 32. Desenvolvimento profissional. Mudança nas práticas de ensino Desenvolvimento profissional. Mudança nas práticas de ensino É uma sustentada, intensiva e contínua que se reflete na melhorado ensino através modelagem, aconselhamento e colaboração.
  • 33. FORMAÇÃO DE QUALIDADE? ALGUNS PRINCÍPIOS Para Desenvolvimento profissional em qualquer de suas fases
  • 34. PRINCÍPIOS PARA O APRENDIZAGEM PROFISSIONAL DO ENSINO
  • 35. 1. INSTITUCIONALIDADE A formação deve ser integrada à política institucional da universidade, escola ou organização. A formação deve ser reconhecida, promovida, com valor em qualquer uma das instâncias da sociedade. A formação, a educação é um problema do país e de seu desenvolvimento
  • 36. 2. DIVERSIDADE A formação deve dar respostas adequadas à diversidade de momentos, situações, estilos e responsabilidades perante os indivíduos que formam
  • 37. 3. CONTINUIDADE Formação deve ser pensada como um processo de longo prazo cujos princípios e procedimentos são estáveis e adaptados às necessidades e momentos.
  • 38. 4. TRANSPARÊNCIA Políticas e processos de formação devem ser conhecidos e públicos para que alguém possa ser informado e participar deles. Isso também deve ser aplicado aos processos de acreditação e incentivo de formação.
  • 39. 5. INTEGRAÇAO A formação deve ser um exemplo de integração entre: • Conhecimento disciplinar e psicologia educacional. • Teoria e prática. • Esforços individuais e coletivos • Formalidade e informalidade • Presencialidade ou virtualidade
  • 40. 6. RACIONALIDADE A formação não é improvisada. É o resultado de um processo que inclui: • Avaliação das necessidades • Planejamento de treinamento • Desenvolvimento da formação • Avaliação da formação • Inovação
  • 41. 7. OPORTUNIDADE Instituições de formação devem oferecer aos usuários oportunidades de formação – tanto em quantidade, quanto em qualidade – que eles precisam em cada momento.
  • 42. 8. ATUALIDADE
  • 43. 9. COMPROMISSO PROFISSIONAL E SOCIAL A formação é um direito, mas também um dever para os professores. A formaçao é a resposta para o compromisso com a formação de profissionais que temos. O compromisso social da escola e das organizações deve ter uma excelência de treinamento para oferecer aos nossos alunos.
  • 44. 10. CONTEXTUALIZAÇÃO • A formação deve focar problemas próximos e cotidianos de quem é formado. • É o aluno a aprender que é a origem e o guia da formação • A formação deve facilitar a transferência de aprendizagem através de sistemas adequados de acompanhamento e assessoria.
  • 45. 11. PARTICIPAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO A formação não pode ser construída sem os professores. É através da sua participação ativa e compartilhada que a gestão do seu conhecimento pode crescer na direção de maior qualidade e processos de ensino.
  • 46. 12. EXCELÊNCIA A formação deve buscar a excelência em todos os seus processos. • Na seleção e recrutamento de futuros professores • Na seleção dos formadores • Na ligação com as escolas Para fazer isso você deve ter procedimentos para avaliar a sua qualidade, bem como os resultados que [tanto] produzem: o professor da escola, seu ensino, a aprendizagem dos alunos na organização.
  • 47. PRINCÍPIOS PARA O APRENDIZAGEM PROFISSIONAL DO ENSINO
  • 48. Muito obrigado @carmargar marcelo@us.es https://www.researchgate.net/profile/Carlos_Marcelo/ http://farm1.static.flickr.com/106/294267127_0c92491728_o.jpgBy Sidereal