Your SlideShare is downloading. ×
I SemináRio De Ordem Unida
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

I SemináRio De Ordem Unida

3,809
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,809
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
199
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Por Sósthenes – LMA-AB BANDEIRAS E BANDERINS
  • 2. BANDEIRAS E BANDERINS
  • 3. O que a Bíblia nos diz: E falou o Senhor a Moisés e Arão dizendo: Os filhos de Israel assentarão as suas tendas cada um debaixo de sua bandeira segundo as insígnias da casa de seus pais; ao redor, defronte da tenda da congregação, assentarão as suas tendas Números 2:1 Leste: Judá, Issacar, Zebulom Sul : Rubén, Simeão, Gade Meio: Levitas Oeste: Efraim, Manassés Benjamim Norte : Dã, Aser, Naftali Disposição das tribos de Israel segundo a ordem de Deus: Moral da história: O povo do Deus deve ser organizado e disciplinado em todas as coisas.
  • 4. BANDEIRA NACIONAL
  • 5. BANDEIRA NACIONAL Art.3º . A Bandeira Nacional, em conformidade com o disposto na Constituição, é a que foi adotada pelo decreto n.º 4, de 19 de novembro de 1889, com modificação feita pela lei n.º5443, de 28 de maio de 1968. Art.5º . A feitura da Bandeira Nacional obedecerá as seguintes regras: I-. Para cálculos das dimensões, tomar-se-á por base a largura desejada, dividindo-se esta em 14 (quatorze) partes iguais. Cada uma das partes será considerada uma medida ou módulo. II-. O cumprimento será de 20 módulos (20M).
  • 6. Uso,condução e disposição da Bandeira Para tanto deve-se considerar alguns aspectos importantes como: A bandeira nacional deve ser conduzida digna e respeitosamente . Evento, local, Mastro, Adriça, posicionamento Eis alguns exemplos:
  • 7. Da disposição Posição ombro arma para condução em desfile
  • 8. Da disposição Vista frontal e lateral da posição ombro arma para condução em desfile ou passeata.
  • 9. Da disposição
  • 10. Da disposição Quando conduzida em talabarte Para quando em continência
  • 11. Da condução da Bandeira Conduzidas em desfile quando sem mastro
  • 12. Da condução da Bandeira Desfraldada quando em frente a um palanque onde se encontra autoridades civis e militares
  • 13. Do Posicionamento da Bandeira O modo mais prático para se estabelecer a posição de cada bandeira em relação à Nacional é o seguinte: Verifica-se o número de bandeiras que participarão do dispositivo, inclusive a nacional. Se o número de bandeiras for par, a de prioridade 1 ficará à esquerda da nacional, a de prioridade 2 à direita, alternando-se as demais à esquerda e a direita. Se o número de bandeiras for ímpar, a de prioridade 1 ficará à direita da nacional , de prioridade 2 à esquerda, alternando-se as demais à direita e à esquerda. Exemplos:
  • 14. Posicionamento da Bandeira Quando em escritório deve-se estar sempre a direita da mesa. Sem mastro deve estar sempre em evidência Quando hasteada a noite deve estar sempre iluminada
  • 15. Posicionamento da Bandeira Adriças Suspensas Quando em número par a bandeira de prioridade 1 ficará a direita da bandeira nacional Quando em número impar a bandeira de prioridade 1 ficará a esquerda da bandeira nacional
  • 16. Posicionamento da Bandeira Quando em número impar a bandeira de prioridade 1 ficará a esquerda da bandeira nacional Quando em número par a bandeira de prioridade 1 ficará a direita da bandeira nacional * Quem observa Adriças fixas em solo
  • 17. Do hasteamento em luto Oficial Para hastea-la a ameia adriça primeiro deve-se levá-la até ao topo depois arreá-la até ao meio
  • 18. Do Arreamento em luto Oficial Para arreá-la deve-se primeiro levá-la até ao topo depois baixá-la totalmente
  • 19. Do hasteamento em luto Oficial Em adriças suspensas em bancos e repartições Públicas
  • 20. Bandeirins Vamos dedicar este tópico à ordem unida com bandeirin, por se tratar de um assunto não muito explorado ou ás vezes ignorado, por falta de informações. Saibam que é emocionante ver todos os capitães executando ao mesmo tempo, sem errar. É importante dar espaço entre o comando propriamente dito e a voz de execução. Vamos lá! Os movimentos básicos de Ordem Unida com bandeirim foram baseados nos comandos do exército brasileiro, em se levando em conta que o bandeirim é arma do capitão.
  • 21. Movimentos com Bandeirins
    • Descansar - o mastro se posiciona ao lado do dedo mindinho do pé; o braço direito segura o bandeirim formando um ângulo de 90°, meio inclinado para o lado direito; o braço esquerdo é colocado sobre a parte média da coxa, com o punho cerrado.
  • 22.
    • Sentido - o pé esquerdo junta-se ao pé direito ao mesmo tempo que a mão direita se espalma e desce o bandeirim até estar à altura da coxa(dedão atrás do bandeirim); o braço esquerdo espalma e bate na coxa, finalizando a execução.
    Movimentos com Bandeirins
  • 23.
    • Direita/ Esquerda/ Meia Volta/ Oitavos Passos em Frente - levanta-se o bandeirim, formando um ângulo de 90°, enquanto se espera o volver. Executa-se então, e volta-se ao normal.
    Movimentos com Bandeirins
  • 24.  
    • Ordinário - a mão direita, segurando o bandeirim da mesma forma, sobe até que o cotovelo esteja alinhado com o ombro, então, a mão esquerda pega o bandeirim logo acima da direita, cruza o bandeirim contra o peito, e a mão direita segura logo abaixo, a uns 30 cm. O bandeirim não deve encostar no peito, mas deve estar suficientemente seguro para não ficar balançando. Nesta posição, espera-se a voz de execução, e, ao comando marche! rompe-se a marcha.
    Movimentos com Bandeirins
  • 25.
    • Marcar-Passo - É importante lembrar que este é um comando de alinhamento, utilizado quando se estiver em passo ordinário. O bandeirim volta para a mão direita, formando um ângulo de 90°, enquanto a mão esquerda é espalmada ao lado do corpo.
    Movimentos com Bandeirins
  • 26. Saudação com Bandeirin No comando “Saudação Maranata” o capitão tendo em mãos o bandeirim, deve se manter na posição de sentido.
  • 27. “ Sua atitude hoje determinará sua altitude amanhã” “ Que o Senhor te abençoe e te guarde”