IEPC - Intercâmbio Eletrônico de Produtos Complementares (Exames e Terapias de alto custo)

362 views
275 views

Published on

Serviço de gestão das solicitações e autorizações de exames complementares e terapias de alto custo (produtos complementares), controlando e auditando do o processo que se encontra em estado de intercâmbio, ou seja, realizado em local diverso da operadora de saúde (ex: quimioterapia, radioterapia, hemodiálise, entre outros).

Gestão das solicitações e autorizações;
Exames complementares e terapia de alto custo;
Controle a auditoria de todo o processo;
Intercâmbio e comunicação entre as partes;
Foco no core-business da instituição, garantindo agilidade no atendimento ao beneficiário e procedimento necessário;
Cria protocolos com informações sobre a solicitação, beneficiário, procedimentos, dados TISS, etc;
Permite a troca de mensagens entre prestadores, auditories e analistas;
Permite a criação de produtos de forma dinâmica e sem limite de quantidade;
Permite a impressão de guias no forma TISS da ANS;
Permite anexar exames e outros documentos do beneficiário no protocolo de atendimento;

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
362
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

IEPC - Intercâmbio Eletrônico de Produtos Complementares (Exames e Terapias de alto custo)

  1. 1. IEPC Sistema de Intercâmbio Eletrônico para Produto Complementar
  2. 2. O que é o IEPC? Algumas definições sobre o sistema IEPC
  3. 3. Intercâmbio Eletrônico para Produto Complementar Sistema na WEB responsável por gerenciar os processos de solicitação e autorização de produtos complementares entre singulares e operadoras de planos; Controla e audita procedimentos de alto custo em situação de intercâmbio, como por exemplo: cardiologia, transplante renal, quimioterapia, etc;
  4. 4. Intercâmbio Eletrônico para Produto Complementar Permite troca de mensagens entre prestadores, auditores e analistas, e também a impressão de guias no formato TISS da ANS; Desenvolvido em ambiente WEB, sendo possível acessar os protocolos de atendimento de qualquer lugar do mundo.
  5. 5. Quais as principais características? Algumas das principais características do sistema IEPC
  6. 6. Características do sistema IEPC Segurança no acesso de usuários por perfis personalizados; Auditoria completa, registrando toda qualquer movimentação feita pelo usuário; e Criação de protocolos com informações sobre a solicitação, beneficiário, procedimentos, dados TISS e etc;
  7. 7. Características do sistema IEPC Criação de tipos de produto complementar de forma dinâmica, podendo criar quantos produtos forem necessários; Integração com sistema gestor para validação de dados do beneficiário (elegibilidade); Ferramenta para gerar gráficos referentes à estatística de protocolos criados;
  8. 8. Características do sistema IEPC Possibilidade de se anexar exames e outros documentos do beneficiário no protocolo de atendimento; Regras de acesso aos protocolos, garantindo que cada singular e hospital apenas possam visualizar o que lhes pertencer.
  9. 9. Como funciona? Seqüência do fluxo básico de uso do sistema IEPC
  10. 10. Funcionamento básico do IEPC 1. O prestador de serviço solicita um protocolo, informando os dados do beneficiário, plano de saúde, procedimentos, CID, TISS e etc; 2. Após a criação do protocolo, a analista pode tomar diversas ações para dar prosseguimento ao atendimento; 3. A primeira ação que a analista pode fazer é encaminhar o protocolo para o médico auditor, que é responsável por conferir todo o atendimento e dar um parecer favorável ou não;
  11. 11. Funcionamento básico do IEPC 4. Após o retorno do auditor, a analista pode encaminhar o protocolo para a operadora de origem ou solicitante; 5. A operadora de origem é responsável pelo parecer sobre o beneficiário, como por exemplo, se o plano de saúde cobre aquele atendimento; 6. A operadora solicitante fornece mais informações que forem solicitadas pela analista, como por exemplo: exames, documentos, e etc;
  12. 12. Funcionamento básico do IEPC GAT 7. Após o retorno da origem ou solicitante, a analista pode voltar um dos passos anteriores se for necessário, ou então autorizar/negar/cancelar o protocolo; 8. Com o protocolo autorizado é possível solicitar a revalidação de *GAT, e então retornar todo o processo de autorização. *GAT: quando os procedimentos autorizados não são realizados dentro do período máximo da guia gerada, a analista pode revalidar este protocolo, ou seja, renovar o prazo para atendimento.
  13. 13. A quem se destina? Para quem é indicado o IEPC
  14. 14. Quem pode usar?  Operadoras de planos de saúde que trabalham com produto complementar;  Hospitais credenciados;  Prestadores de serviços.
  15. 15. Contrate agora! comercial@cloudmed.io

×