Your SlideShare is downloading. ×
6 Vera Coelho
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

6 Vera Coelho

697
views

Published on

Exercícios do curso de metodologias do DFP | ISPA, sobre apresentação de trabalhos. Comunicação oral: Ilustração da obra de Rego e Cunha , 2006) sobre "Comunicar.

Exercícios do curso de metodologias do DFP | ISPA, sobre apresentação de trabalhos. Comunicação oral: Ilustração da obra de Rego e Cunha , 2006) sobre "Comunicar.

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
697
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Metodologia de Pesquisa, Redacção e Apresentação de Trabalhos Científicos Departamento de Formação Permanente do ISPA VI MÃOS ÀOBRA – AEXECUÇÃODAPARTITURA V e r a P ir e s C o e lh o 2009-07-03
  • 2. “Aprenda as regras de ouro das apresentações em público – o desenvolvimento da comunicação Agenda: /  VOCABULÁRIOLINGUAGEM  VOZ  RITM / CADÊNCIA O  CONFIANÇA, VIVACIDADE, ENTUSIASM , O ELO EMOCIONAL  POSTURA, MOVIMENTOS E GESTOS  HUMOR  COMOLIDARCOMAS INTERRUPÇÕES SEJA BREVE E CUMPRA OTEMPO  ENCERRAMENTO
  • 3. Objectivo: Apresentar as reflexões de Arménio Rego e Miguel Pina e Cunha sobre as regras de ouro da Comunicação Oral.  Sugestões e linhas de orientação que possam ajudá-lo/a a aumentar o seu potencial de sucesso.  Não constituem receitas de êxito – precisam de ser ajustadas às circunstâncias e ao seu jeito particular .
  • 4. VOCABULÁRIO /LINGUAGEM  REGRAS ESSENCIAIS: A LINGUAGEMDEVE SERSIMPLES, EMBORAFORTE E ELEGANTE É IMPORTANTE EVITAR CLICHÉS, JARGÃOE LNGUAGEMERUDITAQUE AAUDIÊNCIANÃO COMPREENDA, PALAVRÕES, E ESTRANGEIRISMOS A REGRADAS 5 MINISSAIAS PALAVRAS, EXPRESSÕES, FRASES, PARÁGRAFOS, TEXTO
  • 5.  8 SEGREDOS DOS MESTRES  R G AD S 3 F C T S – Junção das ideias emgrupos de 3 “ V vidi, vici” E R A AEA ini,  ANAFORA Repetição das mesmas palavras “I´ve a dream..”  ALITERAÇÃO Repetição letras , sílabas , sons “Unidos seremos mais fortes , reunidos tomaremos decisões …, prevenidos , ..decididos”  REPETIÇÃO Regra das 5 minissaias , repetira palavra curto  ANTITESE Recurso a ideias contrastantes  PUZLE SOLUÇÃO abrircom um puzle e conduzir à solução OU COMEÇOEFICAZ abrircom um tópico e conduzirao climaz  HIPÉRBOLE Recurso ao exagero “…morrer podre de rico”  M ETÁFORA condensarsigniFIcadoS que ficam na nossa memória “forte como um leão, ágil como uma gazela”.
  • 6. AVOZ Importância da voz , timbre e tom Faça-se ouvir mas não grite Não fale demasiado alto, Não fale demasiado baixo Não seja estridente Mas seja você próprio Exercícios: Relaxe, treine a colocação da voz Faça inflexões da voz Utilização adequada do microfone
  • 7. ORITM / OCADÊNCIA   120-150 PALAVRAS PORSEGUNDO EQUILIBRADOE PONTUADOCOMPAUSAS ABRANDAR PARA MARCARUMPONTOESSENCIAL UTILIZE o SILENCIO Pausa natural (beberágua) Para que se respire a mensagem; se enfatize assunto, ou mudança de tópico, captando a atenção da audiência.
  • 8. CONFIANÇA, VIVACIDADE, ENTUSIASM , ELOEM O OCIONAL   SEM P E A E B M SE E C P ZD T RSU E E RPRI E , RI AA E E C SSO  LINHAS DE ORIENTAÇÃO  AFASTE PENSAMENTOS NEGATIVOS, ULTRAPASSE-SE! NÃO PERCA A TRANQUILIDADE. Se perder o fim à meada – CALM ! Consulte as notas , peça ajuda à A audiência!  NÃOSEJA MUITOMODESTOA – M TAM / AS BÉM NÃODESRESPEITE A AUDIÊNCIA! DEFENDA AS IDEIAS COMA MENTE, OCORAÇÃOE OESTÔMAGO! SORRIA! Use o termo EU, e NÓS; assuma e fomente a INTERACÇÃO Voz ACTIVA, fale COMe não para Não se iniba com os chefes e inimigos na plateia Atento ao FEEDBACKmas sem excesso Dê VIDA (imagens , exemplos ), faça referências pessoais
  • 9. POSTURA, MOVIMENTOS E GESTOS  COMUNICAÇÃO - 93% LINGUAGEM NÃO VERBAL (INCLUE A VOZ E A LINGUAGEMCORPORAL) ORADOR DEVE SER EXTREM ENTE CAUTELOSO PARA QUE A SUA AM LINGUAGEMVERBALNÃOOTRAIA! Não se comporte como um leão enjaulado! Afirmar algo e fazer o contrário é visto como um sinal de falta de sinceridade.
  • 10. ORIENTAÇÕES PARA A H O R A D A VE R D AD E Cabeça erguida e coluna vertebral direita Fique de pé, não imóvel, aproxime-se do público Crie uma impressão relaxada, embora atenta e empenhada M antenha o contacto visual, mas não fixe sempre a mesma pessoa, evite falar por cima dos óculos Sorria, mas genuínamente! Evite distorçer a cara Não coloque as mãos nos bolsos e atrás das costas . Evite gestos viciosos Não se esqueça dos braços , mãos e dedos ! Quanto mais importante o ponto a assinalar mais largo e firme o gesto Atenção com as diferenças culturais !
  • 11. HUMOR OHUM M EFICAZÉ OQUE CONCILIA A AUDIÊNCIA, O OR AIS ORADOR, OTEM OM ENTO. AE OM O HUM OR TEM UM ENORM POTENCIAL DE EFICÁCIA, M SE FÔR M E AS AL UTILIZADO, PODE GERAREFEITOS NEGATIVOS RECONHEÇA QUE NÃOÉ OBRIGADOAUSÁ-LO! SE UTILIZARANEDOTAS, NÃOAS ANUNCIE!  SEJACUIDADOSOCOMOS ALVOS DE HUMOR EVITE ANEDOTAS DE CABARET
  • 12. > COMOLIDARCOMAS INTERRUPÇÕES ÃO REFLEX  DURANTE: POTENCIALDE OPORTUNIDADE OUFONTE DE DISTÚRBIO UM BOA APRESENTAÇÃO PERM ANTECIPAR E DARRESPOSTAS AOLONGODA A ITE COMUNICAÇÃO POSTA MM O ENTO DA RES  DEPENDE DOTIPODE CONFERÊNCIAE DE PLATEIA  TIPOS DE M BROS DA AUDIÊNCIA: EM  Construtivos , cúmplices , radares falantes , concordantes gestuais , comentaristas disfarçados , implicativos , otários , falsos otários e monopolizadores .  É RECOMENDÁVELQUE AS DÚVIDAS SEJAMESCLARECIDAS E COMSAVOIR-FAIRE
  • 13. SEJABREVE, CUMPRAOTEM , DEIXE-OS COMÁGUANA PO BOCA! SEJA BREVE. DIGAOQUE TEMA DIZER. NADAM NADA M AIS ENOS. !!: OS!!!!!! MINUT 3,75 -E AMS IT PROVE ORA A DE1 H   SE A COMUNICAÇÃOFÔR ENCURTADA ou SE A PLATEIA ESTIVERCANSADA: TRAGA SEMPRE UM 2ª INTERVENÇÃO CURTA, OU, COM A EÇE PELAS CONCLUSÕES. APRESENTAÇÃO 5 A 10 MINUTOS! PODE DAR A VOLTA AOASSUNTOE ACORDAR A PLATEIA!
  • 14. ENCERRAMENTO ACABE EMBELEZA!  OFINALÉ TÃOIM PORTANTE QUANTOOINÍCIO  CADAORADORTEMOSEUESTILO  SUGESTÕES: Não noticie um fim que não está próximo, mas anuncie quando está próximo! ARTITURA  RECTA FINAL DA P  Destaque 3 ou 4 pontos e repita a ideia central  Terminar citando, lendo um enxerto, slogan  Pode dar pistas que permitam transpôr assuntos para a acção, futuro..  Sugerir um livro, obra, que permita aprofundar  Se tiver o dom, pode concluir com uma nota de humor  Pode recorrer à regra tri-facetada. TO VISUAL O CONTAC ENTOS, MANTENDO CIM  AGRADE
  • 15. Referências Rego, A., & Cunha, M. P. (2002). Comunicar: Aprenda as regras de ouro das apresentações em público. Lisboa: Dom Quixote. Metodologia de Pesquisa, Redacção e Apresentação de Trabalhos Científicos 15 Departamento de Formação Permanente do ISPA