Your SlideShare is downloading. ×
0
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Ciulla Clínica Psiquiátrica - Esquizofrenia I

723

Published on

Panorama histórico da esquizofrenia; quais são os principais sintomas e os critérios para diagnóstico da doença; classificação da esquizofrenia em níveis. …

Panorama histórico da esquizofrenia; quais são os principais sintomas e os critérios para diagnóstico da doença; classificação da esquizofrenia em níveis.

Para saber mais sobre esquizofrenia acesse www.psiquiatraportoalegre.com.br.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
723
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. EsquizofreniaEsquizofrenia Leandro CiullaLeandro Ciulla
  • 2. HistóriaHistória • A Insanidade tem afligido a humanidadeA Insanidade tem afligido a humanidade durante toda históriadurante toda história • Descrições escritas de sintomasDescrições escritas de sintomas esquizofrenicos já existiam no século XVesquizofrenicos já existiam no século XV A.CA.C • No primeiro e segundo século da eraNo primeiro e segundo século da era cristã os médicos gregos já descreviamcristã os médicos gregos já descreviam sobre a deterioração nas funçõessobre a deterioração nas funções cognitivascognitivas
  • 3. Panorama HistóricoPanorama Histórico • Retratos literários, tais como o da loucuraRetratos literários, tais como o da loucura de Orestes ou os murmúrios do pobrede Orestes ou os murmúrios do pobre tom, no Rei Lear, deixam claro que astom, no Rei Lear, deixam claro que as psicoses graves são reconhecidas atépsicoses graves são reconhecidas até mesmo pelos leigos há muitos anos.mesmo pelos leigos há muitos anos.
  • 4. HistóriaHistória Emil Kraepelin: é considerado o primeiro aEmil Kraepelin: é considerado o primeiro a ter descrito a esquizofrenia sobre tudo emter descrito a esquizofrenia sobre tudo em termos de curso e evoluçãotermos de curso e evolução Eugen Bleuler: 4 A*s BleulerianosEugen Bleuler: 4 A*s Bleulerianos
  • 5. Emil KraepelinEmil Kraepelin • Sugeriu o termo demência precoceSugeriu o termo demência precoce (demência de início precoce)(demência de início precoce) • Curso deteriorante a longo prazo, delíriosCurso deteriorante a longo prazo, delírios e alucinaçõese alucinações • Pacientes com psicose maníaco-Pacientes com psicose maníaco- depressiva eram diferenciados destesdepressiva eram diferenciados destes pacientes pois havia períodos depacientes pois havia períodos de funcionamento normal.funcionamento normal.
  • 6. Eugen BleulerEugen Bleuler • Reconhecendo que a demencia não era umaReconhecendo que a demencia não era uma característica da demencia precoce, criou ocaracterística da demencia precoce, criou o termo esquizofrenia.termo esquizofrenia. • Esquizofrenia: Esquizo=cisão Frenia=menteEsquizofrenia: Esquizo=cisão Frenia=mente (divisão da mente) fragmentação das(divisão da mente) fragmentação das capacidades mentaiscapacidades mentais • Não necessidade de um curso deteriorante oNão necessidade de um curso deteriorante o que não ocorreria com a demência precoceque não ocorreria com a demência precoce
  • 7. Eugen BleulerEugen Bleuler • Os quatro A*s.Os quatro A*s. • Sintomas fundamentaisSintomas fundamentais • Associações anormais, afeto, autismo eAssociações anormais, afeto, autismo e ambivalênciaambivalência • Sintomas secundários ou acessórios:Sintomas secundários ou acessórios: alucinações e delírios que podem ocorreralucinações e delírios que podem ocorrer em outras doenças como maníaco-em outras doenças como maníaco- depressivadepressiva
  • 8. Eugen BleulerEugen Bleuler • Exemplos típicos da perda da associaçãoExemplos típicos da perda da associação são:são: -risadas tolas ao receber a notícia da morte-risadas tolas ao receber a notícia da morte de alguém amadode alguém amado -penasamento mágico-penasamento mágico -exibição subita de comportamento irado-exibição subita de comportamento irado sem a experiência de raivasem a experiência de raiva
  • 9. Eugen BleulerEugen Bleuler • Apontou que alguns pacientes comApontou que alguns pacientes com esquizofrenia melhoravam de formaesquizofrenia melhoravam de forma substancial, embora nunca alcançassemsubstancial, embora nunca alcançassem recuperação completa, enquanto outrosrecuperação completa, enquanto outros tinham curso relativamente crônicotinham curso relativamente crônico
  • 10. Eugen BleulerEugen Bleuler • Observou que determinados indivíduosObservou que determinados indivíduos começam a experimentar os sintomas decomeçam a experimentar os sintomas de esquizofrenia na terceira ou quartaesquizofrenia na terceira ou quarta década de vida. Por isso o termodécada de vida. Por isso o termo esquizofrenia pareceu preferível queesquizofrenia pareceu preferível que demência precocedemência precoce
  • 11. HistóriaHistória • Dependendo da capacidade adaptativa eDependendo da capacidade adaptativa e circuntâncias ambientais do indivíduo, ocircuntâncias ambientais do indivíduo, o processo dissociativo fundamental podeprocesso dissociativo fundamental pode levar as manifestações secundárias dalevar as manifestações secundárias da doença, tais como delírios, alucinações,doença, tais como delírios, alucinações, retraimento social e diminuição dosretraimento social e diminuição dos impulsosimpulsos
  • 12. HistóricoHistórico • Kurt Shneider: descreveu os sintomas deKurt Shneider: descreveu os sintomas de primeira ordem:primeira ordem: pensamentos audíveispensamentos audíveis Vozes argumentando ou discutindoVozes argumentando ou discutindo Vozes comentandoVozes comentando • Segunda ordem:Segunda ordem: Idéias delirantes, perplexidade, alterações doIdéias delirantes, perplexidade, alterações do humor, outros transtornos da sensopercepçãohumor, outros transtornos da sensopercepção
  • 13. HistóricoHistórico • Gabriel Langfeldt: salientou a importânciaGabriel Langfeldt: salientou a importância da despersonalização, autismo,da despersonalização, autismo, embotamento emocional, um inícioembotamento emocional, um início insidioso e sentimentos de desrealizaçãoinsidioso e sentimentos de desrealização
  • 14. Últimas décadasÚltimas décadas • Sintomas negativos- perda de funções psíquicas:Sintomas negativos- perda de funções psíquicas: Embotamento afetivo, retração social,Embotamento afetivo, retração social, empobrecimento linguagem e pensamento,empobrecimento linguagem e pensamento, diminuição da vontade, autonegligência,diminuição da vontade, autonegligência, lentificação psicomotoralentificação psicomotora Sintomas positivos-manifesações produtivas daSintomas positivos-manifesações produtivas da doença: alucinação auditiva, idéias delirantes ,doença: alucinação auditiva, idéias delirantes , comportamento bizarro e atos impulsivos, agitaçãocomportamento bizarro e atos impulsivos, agitação psicomotra, idéias bizarras.psicomotra, idéias bizarras.
  • 15. ConceitualizaçãoConceitualização • A esquizofrenia é conceituada como umA esquizofrenia é conceituada como um processo de doençaprocesso de doença • Embora uma etiopatogenia expliqueEmbora uma etiopatogenia explique quase todos os casos, é provável quequase todos os casos, é provável que mais de uma entidade de doença existamais de uma entidade de doença exista dentro da síndrome clínica dadentro da síndrome clínica da esquizofrenia.esquizofrenia.
  • 16. Esquizofrenia- ConceitoEsquizofrenia- Conceito • É um misto de sinais e sintomasÉ um misto de sinais e sintomas característicos (tanto positivos quantocaracterísticos (tanto positivos quanto negativos) que estiverem presentes pornegativos) que estiverem presentes por um período de tempo significativo duranteum período de tempo significativo durante um mês, com alguns sinais do transtornoum mês, com alguns sinais do transtorno persistindo pelo período minimo de 6persistindo pelo período minimo de 6 meses.meses.
  • 17. ConceitoConceito • Os sintomas característicos envolvemOs sintomas característicos envolvem uma série de disfunções cognitivas euma série de disfunções cognitivas e emocionais que acometem a percepção, oemocionais que acometem a percepção, o racicínio lógico, a linguagem e aracicínio lógico, a linguagem e a comunicação, o controle comportamental,comunicação, o controle comportamental, o afeto, a fluência e produtividade doo afeto, a fluência e produtividade do pensamento e do discurso, a volição, opensamento e do discurso, a volição, o impulso e a atençãoimpulso e a atenção
  • 18. ConceitoConceito • Delírio: crença errônea, envolvendoDelírio: crença errônea, envolvendo interpretação equivocada de percepção ouinterpretação equivocada de percepção ou experiênciasexperiências • Alucinações (auditivas + comuns, visuais,Alucinações (auditivas + comuns, visuais, olfativas, gustativas e táteis).olfativas, gustativas e táteis). • Desorganização do pensamento: por algunsDesorganização do pensamento: por alguns autores é o aspecto mais importante - salta deautores é o aspecto mais importante - salta de um assunto para outro - associaçõesum assunto para outro - associações desconexas, Discurso desagregado - salada dedesconexas, Discurso desagregado - salada de palavraspalavras
  • 19. ConceitoConceito • Comportamento desorganizado: ex. Usar luvasComportamento desorganizado: ex. Usar luvas em dias quentes, masturbar-se em público,em dias quentes, masturbar-se em público, gritar sem algum desencadeante.gritar sem algum desencadeante. • Comportamento motor :catatônico, diminuiçãoComportamento motor :catatônico, diminuição acentuada na reatividade ao ambiente.acentuada na reatividade ao ambiente. • Disfunção em áreas do funcionamento: ex.Disfunção em áreas do funcionamento: ex. Trabalho, educação, higiene e relaçõesTrabalho, educação, higiene e relações interpessoais.interpessoais.
  • 20. Critérios diagnósticos paraCritérios diagnósticos para esquizofrenia DSM IV TResquizofrenia DSM IV TR A)2 ou mais sintomas por mais de um mês:A)2 ou mais sintomas por mais de um mês: Delírios, alucinações, discursoDelírios, alucinações, discurso desorganizado,comportamento desorganizado oudesorganizado,comportamento desorganizado ou catatonico, sint. Negativoscatatonico, sint. Negativos B)disfunção sócio ocupacinalB)disfunção sócio ocupacinal C)Duração de pelo menos 6 meses com sinaisC)Duração de pelo menos 6 meses com sinais prodrômicos ou residuaisprodrômicos ou residuais D)Exclusão de transtorno esquizoafetivo e transtorno doD)Exclusão de transtorno esquizoafetivo e transtorno do humorhumor E) Exclusão do uso de substâncias ou condição médicaE) Exclusão do uso de substâncias ou condição médica geralgeral
  • 21. Classificaçao CID-10Classificaçao CID-10 • Esquizofrenia paranoideEsquizofrenia paranoide • Esquizofrenia hebefrenicaEsquizofrenia hebefrenica • Esquizofrenia catatonicaEsquizofrenia catatonica • Esquizofrenia residualEsquizofrenia residual • Esquizofrenia simplesEsquizofrenia simples • Depressao pos esquizofrenicaDepressao pos esquizofrenica

×