Desenvolvimento sustentável e impactos ambientais

  • 8,635 views
Uploaded on

Aula: Desenvolvimento Sustentável e impactos ambientais, contido no conteúdo programático do Edital Embraer 2013.

Aula: Desenvolvimento Sustentável e impactos ambientais, contido no conteúdo programático do Edital Embraer 2013.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
8,635
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
246
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. DesenvolvimentoDesenvolvimento sustentávelsustentável Impactos ambientaisImpactos ambientais
  • 2. Desenvolvimento sustentável Definições:  É o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações.  É um modelo de desenvolvimento que contempla de forma integrada, articulada e transparente as dimensões econômicas, social e ambiental. (Fernando Almeida)
  • 3. Desenvolvimento sustentável Histórico 1933- Cientistas, jornalistas e políticos convocados pela Sociedade dos Amigos das Árvores, realizaram a Primeira Conferência Brasileira de Proteção à Natureza, com foco na preservação do patrimônio vegetal.
  • 4. Criação de parques como instrumento de conservação. Em 1937 – Criado o primeiro parque nacional brasileiro, o de Itatiaia. Rio/MG; Em 1939 – A Serra dos Órgãos no RJ e a região das cataratas do Iguaçu, no Paraná ganharam o mesmo status; 1940 – 1959 nenhum parque foi criado; 1958 por influência da Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza(FBCN) foram criados três parques e oito em 1961;
  • 5. 1962- Rachel Carson publica o livro “primavera Silenciosa” expondo os perigos do inseticida diclorodifeniltricloretano (DDT).
  • 6. 1968 – Roma: Fundação do Clube de Roma; 1968 - Paris: Conferência Sobre Conservação e Uso Racional de Recurso da Biosfera; 1972- Estocolmo: Primeira Conferência das Nações Unidas Sobre Meio Ambiente na qual surgiu o conceito normativo de Desenvolvimento Sustentável; 1973 – Criação da Secretaria especial do Meio Ambiente.
  • 7. Desenvolvimento sustentável O que é preciso fazer para alcançar o desenvolvimento sustentável? Justiça social Prudência ecológica Eficiência econômica
  • 8. Integração dos critérios ambientais nas práticas econômicas de forma que as estratégias da organização:  “Desenvolvimento que satisfaz as necessidades da presente geração sem comprometer a habilidade das futuras gerações de satisfazerem suas próprias necessidades”  Satisfaçam às necessidades de crescimento contínuo e Conservem o “capital” natural DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (ONU, 1987)
  • 9. 12 Desenvolvimento Sustentável Eficiência Econômica Justiça Social Sustentabilidade Ambiental Desenvolviment o Sustentável
  • 10. 13 Qualidade de Vida  Ambiental – preservação e conservação de recursos naturais (Agenda 21)  Social – saneamento básico e escolas (redução de mortalidade infantil e analfabetismo) - empregos não qualificados  Econômico – empregos diretos, gerando alternativas econômicas às regiões economicamente deprimidas. Há 13 bolsões de pobreza crônicos no Brasil: Vale do Ribeira, Jequitinhonha, etc...
  • 11. Dinâmica do Desenvolvimento Sustentável Considerações Sóciopoliticas para obter desenvolvimento sustentável:  Econômico Crescimento dos negócios e eficiência  Social Justiça Social Oportunidades de trabalho  Ambiental Conservação dos Recursos Naturais Saúde Pública
  • 12. principais problemas ambientais a serem trabalhados  Aquecimento Global  Poluição dos mananciais e Corpos d´águas  Proteção aquíferos (Guarani)  Desmatamento de áreas vitais  Resíduos Sólidos Urbanos  Esgotos Domésticos  Nível populacional do planeta  Emissão de gases causadores do efeito estufa Pobreza: Encurta a média de vida do Homem em cerca de 11 anos
  • 13. 16 Efeitos da Poluição do Ar SUS gasta R$360 milhões/ano em moléstias respiratórias; Perdas por absenteísmo (ausência do funcionário no emprego) resultam em mais de R$2 bilhões/ano na cidade de São Paulo devido a problemas respiratórios. Economia e ambiente
  • 14. 17 Uma Contradição do Ponto de Vista Ético Científico O ar limpo tornaria-se uma commodity (produtos básicos)que pode ser negociado em bolsas de valores como qualquer outra mercadoria, através dos "créditos de carbono". As empresas, assim, continuariam a contribuir para o efeito estufa e a deteriorar a qualidade do ar local, global e de vida em seus locais de emissões.
  • 15. 18 Mercado de Créditos de Carbono Os empresários dos países desenvolvidos que não conseguirem atingir a meta de 5% de redução (conforme previsto pelo Protocolo), poderão comprar as cotas de "não-emissão de carbono" de outras empresas no Mercado de Créditos de Carbono. Atualmente o preço no mercado varia entre US$ 3 a US$15 por tonelada de carbono.
  • 16. Recursos Naturais Classificação dos recursos O principal critério para a classificação é a capacidade de recomposição de um recurso no horizonte do tempo humano. “Um recurso que é extraído mais rápido do que é reabastecido por processos naturais é um recurso não- renovável. Um recurso que é reposto tão rápido quanto é extraído é certamente um recurso renovável” (Silva, 2003, p.35)
  • 17. Recursos naturais: São elementos da natureza que são úteis ao homem no processo de desenvolvimento da civilização, sobrevivência e conforto da sociedade em geral. Podendo ser: Renováveis: Como a energia do sol e do vento; Potencialmente renovável: Como a água, o solo e as arvores; Não renováveis: Como o petróleo e minérios em geral.
  • 18. Consumismo
  • 19. Para prover água de qualidade para todo o mundo... U$S 10 bilhões por ano e... 1,1 bilhão de pessoas não tem acesso à água. Para eliminar a fome no mundo.... US$19 bilhões por ano... Atualmente gasta-se: Maquiagem : US$ 18 bilhões/ano! Perfume : US$15 bilhões! Cruzeiros em navios : U$S14 bilhões! Orçamento Militar Mundial – 957 BILHÕES em 2003 Orçamento Militar dos EUA – 450 BILHÕES (47% do orçamento mundial) Guerra do Iraque 2003/4- 180 Bilhões Prioridades mundiais
  • 20. Impactos ambientais
  • 21. DEFINIÇÃO LEGAL DE IMPACTO AMBIENTAL Conforme a Resolução n° 01/86 do CONAMA, impacto ambiental pode ser definido como: “Qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam a saúde, a segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota e a qualidade dos recursos ambientais”.
  • 22. DEFINIÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL É qualquer alteração significativa no meio ambiente em um ou mais de seus componentes, provocada por uma ação natural ou humana, que altere as propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente.
  • 23. CICLO DE IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELO HOMEM
  • 24. Positivo ou benéfico quando a ação resulta na melhoria da qualidade de um fator ou parâmetro ambiental. Negativo ou adverso quando a ação resulta em um dano à qualidade de um fator ou parâmetro ambiental. Direto que é resultante de uma simples relação de causa e efeito também é chamado de impacto primário ou de primeira ordem. Indireto que é resultante de uma reação secundária em relação à ação, ou quando é parte de uma cadeia de reações é também chamado impacto secundário. Local é quando a ação afeta apenas o próprio sítio e suas imediações. Regional é quando o impacto se faz sentir além das imediações do sítio onde se dá a ação. Cíclico é quando o efeito se manifesta em intervalos de tempo determinados. TIPOS DE IMPACTO AMBIENTAL
  • 25. Ações impactantes Extrativismo vegetal Mineração Industria Agricultura Pavimentaçã o Lixo
  • 26. Conseqüências
  • 27. Eutrofização é o processo de poluição de corpos d´água, como rios e lagos, que acabam adquirindo uma coloração turva ficando com níveis baixíssimos de oxigênio dissolvido na água. Isso provoca a morte de diversas espécies animais e vegetais, e tem um altíssimo impacto para os ecossistemas aquáticos. Eutrofização
  • 28. Também conhecida pela sigla DBO, a Demanda Bioquímica de Oxigênio corresponde à quantidade de oxigênio necessária para ocorrer a oxidação da matéria orgânica biodegradável sob condições aeróbicas. Essa unidade de medida avalia a quantidade de oxigênio dissolvido (OD) em miligramas (mg), equivalente à quantidade que será consumida pelos organismos aeróbicos ao degradarem a matéria orgânica. A respiração aeróbia, chamada por alguns de respiração aeróbica, é um tipo de respiração que só ocorre quando há oxigênio. Todos os organismos que conseguem realizar esse tipo de respiração são chamados de seres aeróbios ou aeróbicos. Esse tipo de respiração ocorre nas células de todos os animais, sejam eles vertebrados ou invertebrados. Já a respiração anaeróbia, também chamada de respiração anaeróbica, ou também de fermentação, ocorre apenas na ausência de oxigênio. Organismos como fungos e bactérias, por exemplo, realizam a respiração na falta do oxigênio.
  • 29. "Proliferação ou explosão sazonal (algo que acontece em determinada época do ano) da biomassa de fitoplâncton como conseqüência do enriquecimento de nutrientes em uma massa aquática, o que conduz, entre outros efeitos, a uma perda de transparência, à coloração e à presença de odor e sabor nas águas"  FLORAÇÃO DE ALGAS, BLOOM DE ALGAS
  • 30. Magnificação trófica é um fenômeno que ocorre quando há acúmulo progressivamente maior de uma substância tóxica de um nível trófico para outro ao longo da cadeia alimentar por causa da redução da biomassa. Desse modo os consumidores apresentam maior concentração dos produtos tóxicos que os produtores.
  • 31. A inversão térmica é um fenômeno atmosférico muito comum nos centros urbanos industrializados. Os poluentes retidos nas camadas da atmosfera próximas à superfície provocam doenças respiratórias e irritações nos olhos.
  • 32. Causado pelos gases tóxicos liberados na queima de combustíveis como o carvão e o petróleo. Depois que as chaminés das indústrias e os escapamentos dos carros despejam no ar a sujeira da combustão, uma parte da poluição reage com o vapor d'água e outros componentes da atmosfera. Nesse processo, os gases poluentes se transformam em ácidos, que caem sobre a terra misturados com as gotas de tempestade, neblina ou nevoeiro. Daí vem a acidez da chuva, que pode destruir florestas, acabar com os nutrientes do solo, matar a vida aquática e prejudicar a saúde humana. Chuva ácida
  • 33. Ilha de calor é um fenômeno climático que ocorre a partir da elevação da temperatura de uma área urbana se comparada a uma zona rural, por exemplo.
  • 34. O termo “poluição” refere-se à degradação do ambiente por um ou mais fatores prejudiciais à saúde deste. Ela pode ser causada pela liberação de matéria, e também de energia (luz, calor, som): os chamados poluentes. Poluição
  • 35. Desertificação é um fenômeno em que um determinado solo é transformado em deserto, através da ação humana ou processo natural. No processo de desertificação a vegetação se reduz ou acaba totalmente, através do desmatamento Neste processo, o solo perde suas propriedades, tornando-se infértil (perda da capacidade produtiva). Desertificação
  • 36. Efeito Estufa é um mecanismo natural do planeta Terra para possibilitar a manutenção da temperatura numa média de 15ºC, ideal para o equilíbrio de grande parte das formas de vida em nosso planeta. Sem o efeito estufa natural, o planeta Terra poderia ficar muito frio, inviabilizando o desenvolvimento de grande parte das espécies animais e vegetais. Isso ocorreria, pois a radiação solar refletida pela Terra se perderia totalmente.
  • 37. O aquecimento global é o processo de aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra que ocorre desde meados do século XIX e que deverá continuar no século XXI, causado pelas emissões humanas de gases do efeito estufa, e amplificado por respostas naturais a esta perturbação inicial, em efeitos que se auto-reformam em realimentação positiva.
  • 38. A camada de ozônio é uma espécie de capa composta por gás ozônio (O3), sendo responsável por filtrar cerca de 95% dos raios ultravioleta B (UVB) emitidos pelo Sol que atingem a Terra. Essa camada é de extrema importância para a manutenção da vida terrestre, pois caso ela não existisse, as plantas teriam sua capacidade de fotossíntese reduzida e os casos de câncer de pele, catarata e alergias aumentariam, além de afetar o sistema imunológico. Destruição da camada de ozônio
  • 39. O que são Doenças Ambientais? Doenças e condições causadas por fatores do ambiente são chamados coletivamente de doenças ambientais. Pesticidas, produtos químicos, radiação, poluição do ar e poluição da água, são alguns dos perigos artificiais que são acreditados para contribuir para doenças humanas. Potenciais agentes causadores de doença estão em toda parte: em casa, no trabalho, e no lazer Cerca de 233 mil pessoas morrem todo ano no Brasil por exposição a fatores de risco ambiental, como poluição, água não tratada e grandes estruturas urbanas, revelou nesta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS). Diarréia, malária e infecções respiratórias estão entre as causas mais comuns das chamadas "mortes ambientais" no mundo. Mas, para os padrões mundiais, a situação brasileira não preocupa a OMS. Doenças ambientais
  • 40. 1- Marque a resposta correta. A ideia de desenvolvimento sustentável tem sido cada vez mais discutida junto às questões que se referem ao crescimento econômico. De acordo com este conceito considera-se que: a) o meio ambiente é fundamental para a vida humana e, portanto, deve ser intocável. b) os países subdesenvolvidos são os únicos que praticam esta ideia, pois, por sua baixa industrialização, preservam melhor o seu meio ambiente do que os países ricos. c) ocorre uma oposição entre desenvolvimento e proteção ao meio ambiente e, portanto, é inevitável que os riscos ambientais sustentem o crescimento econômico dos povos. d) deve-se buscar uma forma de progresso socioeconômico que não comprometa o meio ambiente sem que, com isso, deixemos de utilizar os recursos nele disponíveis. e) são as riquezas acumuladas nos países ricos, em prejuízo das antigas colônias durante a expansão colonial, que devem, hoje, sustentar o crescimento econômico dos povos. Exercícios
  • 41. 2- A inevitável devastação ambiental decorrente do processo de desenvolvimento industrial é um "quadro" que começa a se modificar a partir da defesa pública de um novo conceito: O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. O uso dessa expressão tem a finalidade de: a) sustentar a inevitável necessidade do desenvolvimento. b) garantir que o desenvolvimento contemporâneo não se sustenta. c) sustentar o meio ambiente em detrimento do desenvolvimento. d) propor a conciliação do desenvolvimento com o meio ambiente. e) divulgar a insustentável situação do meio ambiente.
  • 42. 3)O início do século XXI tem sido marcado pela constatação de que os modelos de desenvolvimento e estilo de vida adotados pela sociedade contemporânea, caracterizada pelo aumento da produtividade e maximização do lucro, tornam-se insustentáveis e exigem mudanças profundas, sem as quais a crise social tornar-se-á cada vez mais grave. Sobre a questão, é incorreto afirmar: a) A sustentabilidade implica a alteração no padrão de valores culturais tradicionais e a adoção de uma cultura mundial homogênea. b) Os riscos para a sustentabilidade não são apenas os advindos do mundo natural, mas principalmente os criados pela atividade humana. c) Segundo alguns estudiosos, a demanda humana já pode ter excedido a capacidade regenerativa da biosfera. d) Uma das soluções possíveis para a questão implica a diminuição do crescimento populacional e do consumo industrial. e)O Desenvolvimento sustentável é uma questão ambiental, econômica e social.
  • 43. 4)(G1 – cftsc 2010)  A figura do Papa-Capim nos remete à reflexão sobre os impactos ambientais no Brasil. Sobre eles, é correto afirmar que: a) na década de 1940, a construção de Brasília (capital do Brasil) contribuiu significativamente para a descaracterização do Cerrado.   b) a maior biodiversidade brasileira é encontrada no Domínio Morfoclimático da Caatinga. No entanto, esse Domínio já foi muito devastado pelas diversas formas de ocupação a que foi submetido desde o período colonial, principalmente pela monocultura do café.   c) as atividades agropecuárias são as únicas responsáveis pela degradação da Mata Atlântica.   d) os impactos ambientais provocados pela poluição sonora estão restritos às chamadas metrópoles nacionais.   e) atualmente, o desmatamento é o principal responsável pela avançada destruição da Amazônia, onde as queimadas preparam os terrenos para os grandes projetos agropecuário
  • 44. 5)(Ufrgs 2010)  Considere as seguintes afirmações sobre o processo de exploração econômica da Amazônia e a questão ambiental. I – A derrubada da floresta contribui para o aumento da precipitação na região amazônica. II – A derrubada da floresta contribui para o avanço e a consolidação da caantiga. III – A exploração econômica atual compromete a sustentabilidade da Floresta Amazônica. Quais estão corretas?                                                         a) Apenas I.   b) Apenas II.   c) Apenas III.   d) Apenas II e III.   e) I, II e III.  
  • 45. 6)(Uece 2010)  Tratando-se do processo de desertificação, as afirmações a seguir são verdadeiras, EXCETO. a) Segundo a Convenção das Nações Unidas, a desertificação é a degradação da terra nas zonas áridas, semiáridas e subúmidas secas, resultante de fatores diversos tais como a variação climática e as atividades humanas.   b) Para o Brasil, as áreas enquadradas no conceito de desertificação, consensualmente aceito, são aquelas abrangidas pelo semiárido do bioma das caatingas.   c) A degradação das terras supõe, essencialmente, a degradação dos solos, dos recursos hídricos e da biodiversidade e não implica em perda de qualidade de vida da população afetada.   d) O semiárido brasileiro apresenta diversidades geoambientais e as deficiências hídricas afetam diretamente as atividades ligadas ao setor primário da economia.   e) As práticas da agricultura convencional tem ,como uma de suas conseqüências, o processo de desertificação
  • 46. Respostas 1-D 2-D 3-A 4-E 5-C 6-C