Violência contra a Natureza
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • fala sério vcs acham mesmo que eu ia ler, só fiz copiar e colar totalmente!!! ;-)
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • ameiê, foi só ler que me inspirei, valeu mesmo, pirou totalmente!!!!!!! bjs. ;-)
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • ameiê foi só eu ler que me inspirei na hora, valeu mesmo! bjs. ;-)
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
18,382
On Slideshare
18,299
From Embeds
83
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
82
Comments
3
Likes
1

Embeds 83

http://www.slideshare.net 32
http://www.blogger.com 23
http://csfabh.blogspot.com 14
http://www.csfabh.blogspot.com 9
http://sustentabilidadenaeducacao.blogspot.com 5

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. •Valor: 4,0 •Componentes:Yan,Jair,Sérgio,Thiago e Igor •Professora: Ivanícia Lopes
  • 2. Imagens:
  • 3. Notícia sobre Desmatamento: Maior floresta tropical do mundo, a Amazônia é um imenso estoque de biodiversidade do planeta, com inúmeras espécies animais e vegetais – muitas delas ainda desconhecidas pela humanidade. Um tesouro verde que abriga ainda 20 milhões de pessoas, habitantes de cidades grandes como Manaus e Belém e pequenos vilarejos ribeirinhos. Para proteger e desenvolver a região amazônica, é preciso encontrar soluções ecológica e economicamente viáveis, que ofereçam prosperidade às populações da floresta bem como como segurança ao meio ambiente. Um dos principais problemas da Amazônia é sua taxa anual de desmatamento, que atinge milhares de quilômetros quadrados por dia. De 2000 para cá, os índices de desmatamento têm se mantido acima dos 20 mil km2, graças principalmente ao avanço da pecuária e da soja na região. A proteção da floresta e a busca por soluções para o desenvolvimento da região é uma prioridade global do Greenpeace. Estamos trabalhando por um novo modelo de desenvolvimento para a Amazônia que combine responsabilidade social e proteção ambiental, permitindo a exploração dos recursos da floresta de maneira racional e assim garantindo qualidade de vida para os habitantes da região. Nessa árdua luta contra a destruição da floresta amazônica, o Greenpeace vem expondo a derrubada inescrupulosa de árvores feita pela indústria madeireira na Amazônia e exigindo das autoridades governamentais instrumentos eficientes de controle e fiscalização. A campanha também visa a educar consumidores, incentivando-os a escolher produtos florestais que tenham origem ecologicamente sustentável, como a madeira certificada pelo FSC (Forest Stewardship Council, ou Conselho de Manejo Florestal).
  • 4. Matérias: • As conseqüências do desmatamento: Pode ser deplorável que as florestas tenham de ser destruídas para ceder lugar ao crescimento e à expansão, tão necessários aos países em desenvolvimento. Mas, infelizmente, florestas destruídas não significam terras adequadas para atividades agrícolas e pecuárias. Se a terra não for bem manejada, ela pode se tornar infértil rapidamente. Muitas vezes, pela falta de informação do agricultor isso acaba acontecendo, e a terra é abandonada. Quando convertidas em terras para lavoura, as florestas permanecem férteis por poucos anos. Então, mais áreas de floresta têm de ser destruídas e o processo se repete. Os habitantes das florestas adotam um método agrícola baseado no corte e queima de pequenos trechos da floresta que usam para cultivo temporário. Hoje, contudo, essa prática está atingindo proporções gigantescas, deixando um rastro de terra estéril, que já não poderá ser utilizada para nada. A remoção da camada que cobre o solo da floresta pode gerar outros sérios efeitos colaterais. As florestas são diretamente responsáveis pelas chuvas, pois as gigantescas árvores absorvem grande parte da água, devolvendo-a lentamente ao meio ambiente sob forma de umidade. A devastação da floresta, reduzindo a quantidade de chuva na região, pode levar a um processo de desertificação. Desprovido de sua cobertura vegetal, o solo fica mais vulnerável à erosão. Há 40 anos, quase metade da Etiópia era coberta de florestas, fonte de água preciosa para a irrigação das lavouras. Hoje restam apenas 5% das florestas etíopes. Como conseqüência, a enorme população do país tem sido vitimada pela fome, seca e enchentes.
  • 5. Cortes ilegais de árvores: Desmatamento na Amazônia: corte ilegal de árvores O desmatamento, também chamado de desflorestamento, nas florestas brasileiras começou no instante da chegada dos portugueses ao nosso país, no ano de 1500. Interessados no lucro com a venda do pau-brasil na Europa, os portugueses iniciaram a exploração da Mata Atlântica. As caravelas portuguesas partiam do litoral brasileiro carregadas de toras de pau-brasil para serem vendidas no mercado europeu. Enquanto a madeira era utilizada para a confecção de móveis e instrumentos musicais, a seiva avermelhada do pau-brasil era usada para tingir tecidos
  • 6. Charge sobre Desmatamento: Charge Genin de Maio de 2005.
  • 7. O desmatamento A Amazônia, que antes era um terreno florestal que abrigava inúmeras espécies de animais, aves e índios; transformou-se em uma área destinada à agropecuária, produção de grãos e centro urbano. Estima-se que, se nenhuma providência for tomada, em 40 anos a Amazônia estará totalmente desmatada. Muitas pessoas já foram vítimas de grande violência por tentarem defender a terra, os índios Manokis, por exemplo, foram expulsos do seu território e outros 170 povos que ali residiam. Tudo começou em 1970, quando a ditadura militar decidiu ocupar o território para não correr o risco de perdê-la. Milhares de pessoas, de todos os lugares do país, chegavam para trabalhar nas terras, mas a maioria morria ou voltava para a terra natal por falta de recursos. Os que conseguiram permanecer nas terras fizeram queimadas para cultivar seu alimento. Havia e ainda há vários fazendeiros e especuladores interessados em apropriar-se de um pedaço de terra da Amazônia e isso, além de desmatar o que formalmente deveria ser preservado, provoca várias mortes, pois a busca incansável por terras os leva a cometer crimes ambientais e contra a vida humana. Algumas empresas renomadas também participam da destruição da Amazônia, pois ao comprarem matéria-prima ou qualquer tipo de material ilegal contribuem para que essa ação seja continuada e o ambiente altamente prejudicado. Sem falar que a floresta ameniza o aquecimento global, retendo e absorvendo o dióxido de carbono, limpa a atmosfera, traz circulações de águas, entre outros benefícios que estão sendo inibidos por pessoas sem escrúpulos. É necessário que medidas rígidas e severas sejam tomadas para o bem da nação e da vida humana, que necessita da Amazônia para amenizar o estrago feito pelo homem. Por Gabriela Cabral Equipe Brasil Escola
  • 8. •Fique ligado!! Diga NÃO ao desmatamento e sim à preservação! Vamos manter nosso planeta VIVO!