Apresentação do MS-DOS

2,652 views
2,434 views

Published on

Nesta apresentação segue alguns exemplos de comandos para o Prompt de Comando

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,652
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
108
Actions
Shares
0
Downloads
97
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação do MS-DOS

  1. 1. Prompt de Comando - Comandos do MS DOS Professor Clayton de Almeida Souza A importância de conhecer e de saber usar o Prompt de Comando do Windows
  2. 2. O que é MS DOS? <ul><li>É um Sistema Operacional (MicroSoft Disk Operating System), desenvolvido pela empresa Microsoft em 1981. </li></ul>
  3. 3. Prompt de Comando <ul><li>Podemos definir Prompt de Comando como um programa do Windows que serve para executar tarefas sem a necessidade de uma interface gráfica. Comandos executados no MS DOS também são executados através do Prompt de Comando além de configurações no próprio Sistema Operacional como por exemplo ajustar data e hora, verificar o endereço ip na rede etc. </li></ul>
  4. 4. Prompt de Comando Para acessar basta seguir conforme mostra a figura abaixo:
  5. 5. Ou no Botão Executar digitar CMD e clicar no botão OK.
  6. 6. Tela do Prompt de Comando <ul><li>Resuma as principais características e vantagens do produto a ser apresentado </li></ul>
  7. 7. Aguns comandos Básicos <ul><li>FORMAT a : Formata um disco deixando pronto para uso. </li></ul><ul><li>AT : agenda comandos e programas para serem executados em um computador. </li></ul><ul><li>CALL : chama um programa em lotes a partir de outro </li></ul><ul><li>CD : exibe o nome da pasta atual ou faz alterações nela. </li></ul><ul><li>Cls : Limpa a tela </li></ul><ul><li>COLOR: define as cores padrão de primeiro plano e do plano de fundo do console </li></ul><ul><li>COPY: Copia um ou mais arquivos para outro local </li></ul><ul><li>DATE: Exibe ou ajusta a data. </li></ul>
  8. 8. Continuação... <ul><li>Exit : Sair do Programa </li></ul><ul><li>Time : exibe ou ajusta a hora do sistema </li></ul><ul><li>Md: Para criar pastas ou diretório </li></ul><ul><li>IPCONFIG: exibe o endereço IP do computador </li></ul><ul><li>PING –A : exibe o endereço ip de um domínio de rede </li></ul><ul><li>TITLE: define o título da janela para uma sessão do CMD.EXE. </li></ul><ul><li>TREE : Exibe graficamente a estrutura de pastas de uma unidade ou caminho. </li></ul><ul><li>VOL Exibe um rótulo e número de série de volume de disco. </li></ul><ul><li>HELP: Exibe informações de ajuda sobre o comando. </li></ul>
  9. 9. Arquivos COM, EXE e BAT <ul><li>. COM </li></ul><ul><li>Estes arquivos, em código executável, estão prontos para execução e isto significa que têm bem definida, a área de memória em que devem rodar. È o mais rapidamente executado dos programas em disco. O formato “.COM” permite um tamanho máximo de 64 Kb. </li></ul><ul><li>.EXE </li></ul><ul><li>Estes arquivos estão “quase” prontos para execução. Estão também em código de máquina porém dependem da avaliação de endereços, durante a carga, para rodarem. O formato “.EXE” permite um tamanho máximo de 640 Kb. </li></ul><ul><li>.BAT </li></ul><ul><li>Estes arquivos destinam-se ao comando BATCH (processamento em lotes). Assim, quando o MS-DOS encontra um arquivo com a terminação “.BAT” , ele passa o controle ao comando BATCH. Este, então comanda a execução dos comandos ou programas contidos no arquivo “.BAT” </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Os arquivos que tem por extensão .BAT, são reconhecidos pelo MS-DOS como arquivos autoexecutáveis e, tem como função executar um conjunto de comandos quando chamados. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>Qual o efeito de se digitar Lote quando o arquivo LOTE>BAT é um arquivo com o seguinte conteúdo: </li></ul><ul><li>DIR A: </li></ul><ul><li>DIR B: </li></ul><ul><li>Solução </li></ul><ul><li>O BATCH assume o controle e fornece a lista do diretório da unidade A e depois da unidade B, isto é exucuta o comando dir a: e depois executa o comando dir b: </li></ul>
  11. 11. Outros Exemplos <ul><li>UTILIZANDO CARACTERES CURINGA para copiar arquivos: </li></ul><ul><li>Existem dois caracteres curingas, assim como no comando DIR: </li></ul><ul><li>* - Copia todos os arquivos que atendam as especificações de nome e extensão do arquivo. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>A:> copy *.TXT B: </li></ul><ul><li>Copia todos os arquivos que tenham qualquer nome principal, e que possuam a extensão .TXT para o drive B: </li></ul><ul><li>? - Copia todos os arquivos que atendam a quantidade de caracteres globais &quot;?&quot; colocados no nome para a cópia. </li></ul>
  12. 12. FORMATO DO COMANDO MOVE: <ul><li>Exemplo de como mover arquivos e pastas: </li></ul><ul><li>A:>MOVE [DRIVE:[CAMINHO] <ARQUIVO> [DRIVE:[CAMINHO DESTINO] </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>A:>move *.* C: </li></ul><ul><li>Este comando irá mover todos os arquivos do disco do drive A: para C: </li></ul>
  13. 13. FORMATO DO COMANDO MD: <ul><li>MD [unidade:caminho] nome do diretório novo </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>C:>md TESTE </li></ul><ul><li>Cria um subdiretório chamado TESTE um nível abaixo do subdiretório atual. </li></ul><ul><li>C:>md TESTE </li></ul><ul><li>Cria um subdiretório chamado TESTE um nível abaixo da raiz. </li></ul><ul><li>C:>md B: TELASPCX </li></ul><ul><li>Cria um subdiretório chamado PCX um nível abaixo do subdiretório TELAS na unidade B: </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Bibliografias: </li></ul><ul><li>http://windows.microsoft.com/pt-BR/windows-vista/Command-Prompt-frequently-asked-questions </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/MS-DOS </li></ul><ul><li>www.apostilando.com.br </li></ul><ul><li>Apostilas JR Informática </li></ul><ul><li>O Caminho Para o Seu Futuro ! e </li></ul><ul><li>Curso de MS-DOS vol. 1 </li></ul><ul><li>Autora: Viviane de Almeida Barbosa </li></ul>

×