<ul><li>Como é uma </li></ul><ul><li>sala de redação </li></ul><ul><li>de jornal, rádio, TV ou mídia online? </li></ul>
Sala de redação antes da informatização
Sala de redação – início da informatização
Sala de redação de telejornal
Jornalista geralmente faz uma baguncinha!
Sala de redação de jornal – fator web eliminando vagas
Webjornais - Redações menores
<ul><li>Como é a  </li></ul><ul><li>rotina dos jornalistas </li></ul><ul><li>em jornal, revista, rádio, TV ou mídia online...
Rotinas pouco rotineiras
<ul><li>As redações jornalísticas trabalham em  ritmo acelerado </li></ul><ul><li>Estão conectadas a diversos canais de co...
Integração Impresso x Online
<ul><li>As equipes devem ter boa relação e colaborar uma com a outra </li></ul><ul><li>Trocar informações e idéias </li></ul>
<ul><li>Novas demandas: </li></ul><ul><li>Relacionamento com o leitor </li></ul><ul><li>Processamento da informação </li><...
<ul><li>Buscar o furo na versão online e a complementação na impressa </li></ul><ul><li>O  flagrante , cada vez mais, será...
<ul><li>O  jornalismo cidadão  ou colaborativo  qualifica o jornalismo  e faz com que o jornalista busque a melhor informa...
<ul><li>Alguns jornais já integraram suas redações </li></ul>
<ul><li>Redação do Correio da Bahia </li></ul>
 
<ul><li>Open space : organizado de forma radial (Daily Telegraph) </li></ul>
<ul><li>Open space : organizado de forma radial (Daily Telegraph) </li></ul>
<ul><li>El Tiempo – set de vídeo na Redação </li></ul>
<ul><li>O que muda na prática jornalística? </li></ul><ul><li>Economia industrial na produção de notícias </li></ul><ul><l...
<ul><li>Como deve ser o profissional que trabalha numa redação integrada? </li></ul>
<ul><li>Deve ser um  profissional multimídia </li></ul><ul><li>Possuir  diversas habilidades  (apurar, fotografar, gravar ...
<ul><li>Saber produzir um  texto final </li></ul><ul><li>Estar ligado aos  detalhes  que envolvem a notícia e o processo <...
<ul><li>Características da publicação online </li></ul>
<ul><li>Custos de produção e distribuição baixos </li></ul><ul><li>Interatividade </li></ul><ul><li>Instantaneidade e atua...
<ul><li>Hipertextualidade </li></ul><ul><li>Multimídia </li></ul><ul><li>Serviços especiais </li></ul><ul><li>(busca e con...
<ul><li>Estrutura básica para um webjornal </li></ul><ul><li>(integrado ou não ao impresso) </li></ul>
<ul><li>Pessoal </li></ul><ul><li>Editor e dois repórteres </li></ul><ul><li>Um programador </li></ul><ul><li>(para dar su...
<ul><li>Estrutura </li></ul><ul><li>Computadores </li></ul><ul><li>Máquina(s) fotográfica (s) digital(is) </li></ul><ul><l...
E mais Parcerias... Muitas parcerias
<ul><li>Como tratar (produzir) a notícia para a web? </li></ul>
<ul><li>Levar em conta: </li></ul><ul><li>A instantaneidade </li></ul><ul><li>O hipertexto </li></ul><ul><li>As caracterís...
<ul><li>Instantaneidade </li></ul><ul><li>Não há deadline </li></ul><ul><li>A notícia é apurada, checada, escrita, editada...
<ul><li>Hipertexto </li></ul><ul><li>O hipertexto é constituído por nós (elementos de informação, parágrafos, páginas, ima...
<ul><li>Use links O recurso mais poderoso da notícia na web é o hipertexto </li></ul><ul><li>Use este artifício sempre que...
<ul><li>Independência das ligações </li></ul><ul><li>É necessário que haja sentido entre os links </li></ul><ul><li>Os lin...
<ul><li>Hipertexto e memória É possível explorar a notícia em relações ao passado, oferecendo informações de fundo ou linc...
<ul><li>Multimídia O repórter, na web, tem que pensar de maneira abrangente, multimídia </li></ul><ul><li>Na web pode-se u...
<ul><li>Comportamento </li></ul><ul><li>Conhecer o leitor é importantíssimo e ajuda nas estratégias de comunicação com ele...
<ul><li>Planejamento da pauta </li></ul><ul><li>Ponto de partida para qualquer edição, seja de jornal impresso, rádio, tel...
<ul><li>As fontes de informação para a pauta são as mesmas em qualquer meio </li></ul><ul><li>(e-mails, assessorias de imp...
<ul><li>Planejamento da notícia </li></ul><ul><li>Segundo Carole Rich (Creating Online Media), é preciso saber: </li></ul>...
<ul><li>Estrutura geral da notícia na internet:   </li></ul><ul><li>Pano de fundo </li></ul><ul><li>(a história por trás d...
<ul><li>Páginas de entrevistas   </li></ul><ul><li>Texto de apresentação </li></ul><ul><li>Perguntas e respostas </li></ul...
<ul><li>Páginas especiais </li></ul><ul><li>Datas especiais, notícias especiais </li></ul><ul><li>Planejadas com antecedên...
<ul><li>CONTEÚDO É REI </li></ul>
<ul><li>Bibliografia </li></ul><ul><li>CASTRO, Cosette. TOME, Takashi. BARBOSA FILHO, André. Mídias digitais. São Paulo: P...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sala de Redação

3,832

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,832
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sala de Redação

  1. 1. <ul><li>Como é uma </li></ul><ul><li>sala de redação </li></ul><ul><li>de jornal, rádio, TV ou mídia online? </li></ul>
  2. 2. Sala de redação antes da informatização
  3. 3. Sala de redação – início da informatização
  4. 4. Sala de redação de telejornal
  5. 5. Jornalista geralmente faz uma baguncinha!
  6. 6. Sala de redação de jornal – fator web eliminando vagas
  7. 7. Webjornais - Redações menores
  8. 8. <ul><li>Como é a </li></ul><ul><li>rotina dos jornalistas </li></ul><ul><li>em jornal, revista, rádio, TV ou mídia online? </li></ul>
  9. 9. Rotinas pouco rotineiras
  10. 10. <ul><li>As redações jornalísticas trabalham em ritmo acelerado </li></ul><ul><li>Estão conectadas a diversos canais de comunicação </li></ul><ul><li>(rádio, TV aberta e fechada, agências de notícias nacionais e internacionais, correspondentes e fontes de informação que transmitem dados por e-mail, telefone ou rádio). </li></ul>
  11. 11. Integração Impresso x Online
  12. 12. <ul><li>As equipes devem ter boa relação e colaborar uma com a outra </li></ul><ul><li>Trocar informações e idéias </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Novas demandas: </li></ul><ul><li>Relacionamento com o leitor </li></ul><ul><li>Processamento da informação </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Buscar o furo na versão online e a complementação na impressa </li></ul><ul><li>O flagrante , cada vez mais, será feito por amadores </li></ul><ul><li>(cidadão repórter) </li></ul>
  15. 15. <ul><li>O jornalismo cidadão ou colaborativo qualifica o jornalismo e faz com que o jornalista busque a melhor informação </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Alguns jornais já integraram suas redações </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Redação do Correio da Bahia </li></ul>
  18. 19. <ul><li>Open space : organizado de forma radial (Daily Telegraph) </li></ul>
  19. 20. <ul><li>Open space : organizado de forma radial (Daily Telegraph) </li></ul>
  20. 21. <ul><li>El Tiempo – set de vídeo na Redação </li></ul>
  21. 22. <ul><li>O que muda na prática jornalística? </li></ul><ul><li>Economia industrial na produção de notícias </li></ul><ul><li>Otimização de processos </li></ul><ul><li>Ampliação de serviços para o leitor </li></ul><ul><li>??? </li></ul>
  22. 23. <ul><li>Como deve ser o profissional que trabalha numa redação integrada? </li></ul>
  23. 24. <ul><li>Deve ser um profissional multimídia </li></ul><ul><li>Possuir diversas habilidades (apurar, fotografar, gravar em vídeo, escrever, editar e publicar os conteúdos) </li></ul>
  24. 25. <ul><li>Saber produzir um texto final </li></ul><ul><li>Estar ligado aos detalhes que envolvem a notícia e o processo </li></ul><ul><li>( da pauta à publicação ) </li></ul><ul><li>Mais responsabilidades </li></ul><ul><li>(checagem e ética ) </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Características da publicação online </li></ul>
  26. 27. <ul><li>Custos de produção e distribuição baixos </li></ul><ul><li>Interatividade </li></ul><ul><li>Instantaneidade e atualização das informações </li></ul>
  27. 28. <ul><li>Hipertextualidade </li></ul><ul><li>Multimídia </li></ul><ul><li>Serviços especiais </li></ul><ul><li>(busca e consulta a bancos de dados, fóruns de discussão, canais de bate-papo, personalização) </li></ul>
  28. 29. <ul><li>Estrutura básica para um webjornal </li></ul><ul><li>(integrado ou não ao impresso) </li></ul>
  29. 30. <ul><li>Pessoal </li></ul><ul><li>Editor e dois repórteres </li></ul><ul><li>Um programador </li></ul><ul><li>(para dar suporte e manutenção na parte de tecnologia) </li></ul><ul><li>Webdesigner </li></ul><ul><li>(para fazer atualizações: tratar foto, tirar e colocar banner, criar e mudar o design) </li></ul>
  30. 31. <ul><li>Estrutura </li></ul><ul><li>Computadores </li></ul><ul><li>Máquina(s) fotográfica (s) digital(is) </li></ul><ul><li>Telefone e celulares </li></ul><ul><li>Carro </li></ul>
  31. 32. E mais Parcerias... Muitas parcerias
  32. 33. <ul><li>Como tratar (produzir) a notícia para a web? </li></ul>
  33. 34. <ul><li>Levar em conta: </li></ul><ul><li>A instantaneidade </li></ul><ul><li>O hipertexto </li></ul><ul><li>As características multimídia da web </li></ul><ul><li>O comportamento do internauta </li></ul><ul><li>A pauta e o tratamento editorial do site. </li></ul>
  34. 35. <ul><li>Instantaneidade </li></ul><ul><li>Não há deadline </li></ul><ul><li>A notícia é apurada, checada, escrita, editada e publicada </li></ul>
  35. 36. <ul><li>Hipertexto </li></ul><ul><li>O hipertexto é constituído por nós (elementos de informação, parágrafos, páginas, imagens, seqüências musicais, etc.) e elos entre esses nós indicando a passagem de um a outro </li></ul>
  36. 37. <ul><li>Use links O recurso mais poderoso da notícia na web é o hipertexto </li></ul><ul><li>Use este artifício sempre que for possível </li></ul><ul><li>Use o bom senso </li></ul><ul><li>Faça o usuário navegar de forma complementar </li></ul>
  37. 38. <ul><li>Independência das ligações </li></ul><ul><li>É necessário que haja sentido entre os links </li></ul><ul><li>Os links podem ser clicados em qualquer ordem, o que dá ao internauta a possibilidade de uma edição singular, uma montagem da história realizada pela seleção dele </li></ul>
  38. 39. <ul><li>Hipertexto e memória É possível explorar a notícia em relações ao passado, oferecendo informações de fundo ou lincando reportagens anteriores sobre o mesmo assunto </li></ul>
  39. 40. <ul><li>Multimídia O repórter, na web, tem que pensar de maneira abrangente, multimídia </li></ul><ul><li>Na web pode-se usar textos, imagens (fotos, arte, gráficos, vídeo, animação) e áudio (som, música) </li></ul><ul><li>Não se deve pensar em repetir a informação em várias mídias, mas usá-las complementarmente para contar a história </li></ul>
  40. 41. <ul><li>Comportamento </li></ul><ul><li>Conhecer o leitor é importantíssimo e ajuda nas estratégias de comunicação com ele </li></ul><ul><li>Deve-se oferecer o que ele quer ler, ver, ouvir </li></ul><ul><li>Seu público faz parte de algum nicho? </li></ul>
  41. 42. <ul><li>Planejamento da pauta </li></ul><ul><li>Ponto de partida para qualquer edição, seja de jornal impresso, rádio, televisão, revista ou a web é a pauta. Este processo é fundamental para definir quais serão as notícias daquela edição ou daquele dia </li></ul>
  42. 43. <ul><li>As fontes de informação para a pauta são as mesmas em qualquer meio </li></ul><ul><li>(e-mails, assessorias de imprensa, agências de notícias, telefone, televisão, rádio, jornais, revistas, internet, a conversa com o amigo, a história da vovozinha) </li></ul>
  43. 44. <ul><li>Planejamento da notícia </li></ul><ul><li>Segundo Carole Rich (Creating Online Media), é preciso saber: </li></ul><ul><li>Se a notícia terá elementos multimídia </li></ul><ul><li>Se a história rende interatividade </li></ul><ul><li>Profissionais envolvidos </li></ul><ul><li>(webdesigner, programador, fotógrafo, cinegrafista, repórter, etc.) </li></ul>
  44. 45. <ul><li>Estrutura geral da notícia na internet: </li></ul><ul><li>Pano de fundo </li></ul><ul><li>(a história por trás do fato, mapas, fotos e gráficos) </li></ul><ul><li>Perfis ou pontos de vista da história </li></ul><ul><li>(fontes/personagens) </li></ul><ul><li>Interatividade </li></ul><ul><li>(e-mail, enquetes, fóruns, comentários) </li></ul><ul><li>Histórias afins </li></ul><ul><li>(a notícia requer hipertexto para assuntos ligados ao tema?) </li></ul><ul><li>Entrevistas com os personagens da história </li></ul><ul><li>(pingue-pongue) </li></ul>
  45. 46. <ul><li>Páginas de entrevistas </li></ul><ul><li>Texto de apresentação </li></ul><ul><li>Perguntas e respostas </li></ul><ul><li>(se for longa, dividida em links) </li></ul><ul><li>Recursos multimídia </li></ul><ul><li>(podcast ou vídeo) </li></ul>
  46. 47. <ul><li>Páginas especiais </li></ul><ul><li>Datas especiais, notícias especiais </li></ul><ul><li>Planejadas com antecedência </li></ul><ul><li>Informações complementares </li></ul><ul><li>(áudio, vídeo, depoimentos, downloads, etc.) </li></ul>
  47. 48. <ul><li>CONTEÚDO É REI </li></ul>
  48. 49. <ul><li>Bibliografia </li></ul><ul><li>CASTRO, Cosette. TOME, Takashi. BARBOSA FILHO, André. Mídias digitais. São Paulo: Paulinas, 2005. </li></ul><ul><li>DIZARD, Wilson. A nova mídia – a comunicação de massa na era da informação. Trad. Edmond Jorge, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 1997. </li></ul><ul><li>FERRARI, Pollyaba. Jornalismo digital. 2ª ed, São Paulo: Contexto, 2004. </li></ul><ul><li>FREITAS, Danielle Claudino. Os recursos da internet e os veículos de comunicação on-line. Vitória: UFES, 2002. </li></ul><ul><li>HAMILTON, Fernando Arteche. Caiu na rede é notícia: uma análise sociológica do webjornalismo. São Paulo. </li></ul><ul><li>LEMOS, André. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2004. </li></ul><ul><li>LEMOS, André; PALACIOS, Marcos (Org.) Janelas do ciberespaço: comunicação e cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2001. </li></ul><ul><li>LOPES, Dirceu Fernandes; COELHO SOBRINHO, José; PROENÇA, José Luiz. Edição em jornalismo eletrônico. São Paulo: Edicom, 2000. </li></ul><ul><li>MACHADO, Elias; PALACIOS, Marcos. Modelos de jornalismo digital. Salvador: GJOL, Calandra, 2003. </li></ul><ul><li>MARCUSCHI, Luiz Antonio. XAVIER, Antonio Carlos (orgs). Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção de sentido. São Paulo: Lucerna, 2004. </li></ul><ul><li>MIRANDA, Luciano. Jornalismo on-line. Passo Fundo: UFP, 2004. </li></ul><ul><li>MOHERDAUI, Luciana. GUIA de estilo WEB: produção e edição de notícias on-line. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: SENAC, 2002. </li></ul><ul><li>MOURA, Leonardo. Como escrever na rede: manual de conteúdo e redação para internet. Rio de Janeiro: Record. 2002. </li></ul><ul><li>PEREIRA, Luciano Iuri; SILVA, Rafael Rodrigues; MARANGONI, Reinaldo. Webjornalismo: uma reportagem sobre a prática do jornalismo online. 2. ed. Indaiatuba: Ed. do Autor, 2002. </li></ul><ul><li>PINHO, J. B.. Jornalismo na internet: planejamento e produção da informação on-line. São Paulo: Summus, 2003. </li></ul><ul><li>RODRIGUES, Bruno. Webwriting: pensando o texto para a mídia digital. São Paulo: Editora Berkeley, 2001 </li></ul><ul><li>SERRA, Paulo. O on-line nas fronteiras do jornalismo: uma reflexão a partir do tabloidismo.net de Matt Drudge. Acesso em: 22/out de 2003. Disponível em: http://www.labcom.ubi.pt/agoranet. </li></ul><ul><li>SERVA, Leão. Internet: velocidade e credibilidade da notícia. São Paulo: Senac, 2002. Acesso em: 22/out de 2003. Disponível em: http://www.webinsider.uol.com.br </li></ul><ul><li>SIMONE, José Fernando; SOARES, Mariana Monteiro. Jornalismo Online: o futuro da Informação. Rio de Janeiro: Grafline Artes, 2001. </li></ul>

×