0
III Simpósio NacionalIII Simpósio Nacional
ABCiberABCiber
AssociaçãoAssociação
Brasileira deBrasileira de
CiberculturaCibe...
O Blog do Tas e a crise do SenadoO Blog do Tas e a crise do Senado
Federal na gestão SarneyFederal na gestão Sarney
Cláudi...
A política e as mídiasA política e as mídias
pós-massivaspós-massivas
 O Blog do Tas eO Blog do Tas e
a crise políticaa c...
A experiência política:A experiência política:
ontem e hojeontem e hoje
 AA agoraagora clássicaclássica
 Retórica verbal...
O jornalismo, a informação,O jornalismo, a informação,
a crítica e a sátira políticaa crítica e a sátira política
 Nasce ...
Os blogs e as características doOs blogs e as características do
webjornalismowebjornalismo
 HipertextualidadeHipertextua...
Cultura Digital:Cultura Digital:
Cultura da convergênciaCultura da convergência
 Conexão daConexão da
imprensa,imprensa,
...
As redes sociais de informaçãoAs redes sociais de informação
e a participação populare a participação popular
 O blog com...
O blog como modalidade deO blog como modalidade de
politização do cotidianopolitização do cotidiano
 PlataformasPlataform...
O perfil de Marcelo Tas:O perfil de Marcelo Tas:
iconoclastia midiáticaiconoclastia midiática
 Repórter Ernesto VarelaRep...
Processos intermidiáticosProcessos intermidiáticos
 Programa CQC ePrograma CQC e
oo Blog do TasBlog do Tas
 Espaço públi...
O espaço público digitalO espaço público digital
 O uso dos saberesO uso dos saberes
especializados e aespecializados e a...
Metodologia daMetodologia da
pesquisa em Comunicaçãopesquisa em Comunicação
 MapeamentoMapeamento
seletivo dos sitesselet...
Métodos quantitativosMétodos quantitativos
& qualitativos& qualitativos
 MediçãoMedição
estatística dasestatística das
in...
Aspectos afirmativos daAspectos afirmativos da
midiatização socialmidiatização social
 Princípio dePrincípio de
transparê...
Os blogs comoOs blogs como
estratégias críticasestratégias críticas
 Poder social dePoder social de
monitoramentomonitora...
Uma epistemologia daUma epistemologia da
comunicação e da esfera públicacomunicação e da esfera pública
 PensadoresPensad...
O campo interdisciplinar daO campo interdisciplinar da
comunicação políticacomunicação política
 O jornalismoO jornalismo...
Pesquisadores da interfacePesquisadores da interface
Comunicação & PolíticaComunicação & Política
 AfonsoAfonso
Albuquerq...
Para entender o conceitoPara entender o conceito
dede espaço público digitalespaço público digital
 Algo além do contexto...
Blogs jornalísticosBlogs jornalísticos
 Ascensão dasAscensão das
mídiasmídias
interativasinterativas e oe o
crepúsculo do...
As maracutaias políticas eAs maracutaias políticas e
a denúncia do Marcelotasa denúncia do Marcelotas
 Sarney e oSarney e...
Os segredos da políticaOs segredos da política
e a revelação midiáticae a revelação midiática
 Revelação dasRevelação das...
A desordem da políticaA desordem da política
e a vigilância midiáticae a vigilância midiática
 Sarney - Gravações telefôn...
A informação e o entretenimento:A informação e o entretenimento:
o bom humor, a charge, a caricaturao bom humor, a charge,...
O grotesco no ciberespaçoO grotesco no ciberespaço
A crítica, a sátira políticaA crítica, a sátira política
e a viralidade midiáticae a viralidade midiática
 Funk do Sarney...
Para ConcluirPara Concluir
 Claudio PaivaClaudio Paiva
 Departamento deDepartamento de
Comunicação eComunicação e
Turism...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

O Blog do Tas - CQC no ABCiber - 2009

580

Published on

Um olhar paciente sobre as conexões entre os usuários, cidadãos e-leitores em rede. Analisando o debate político em dois registros: o Blog do Tas e o CQC

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
580
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "O Blog do Tas - CQC no ABCiber - 2009"

  1. 1. III Simpósio NacionalIII Simpósio Nacional ABCiberABCiber AssociaçãoAssociação Brasileira deBrasileira de CiberculturaCibercultura  ESPM - EscolaESPM - Escola Superior deSuperior de Propaganda ePropaganda e MarketingMarketing  16-19, nov./ 200916-19, nov./ 2009
  2. 2. O Blog do Tas e a crise do SenadoO Blog do Tas e a crise do Senado Federal na gestão SarneyFederal na gestão Sarney Cláudio Cardoso de PaivaCláudio Cardoso de Paiva DECOMTUR/PPGC/UFPBDECOMTUR/PPGC/UFPB UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBAUNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA A experiência política, a críticaA experiência política, a crítica jornalística e a sátira midiáticajornalística e a sátira midiática
  3. 3. A política e as mídiasA política e as mídias pós-massivaspós-massivas  O Blog do Tas eO Blog do Tas e a crise políticaa crise política do Senado Federal nado Senado Federal na gestão Sarneygestão Sarney (2006 - ?)(2006 - ?)  O contexto das mídiasO contexto das mídias móveis, interacionaismóveis, interacionais e colaborativase colaborativas  Internet e celularesInternet e celulares  Novos formatos: BlogsNovos formatos: Blogs e twitterse twitters  NovasNovas empiricidades:empiricidades:  Novas teorias eNovas teorias e metodologias dametodologias da pesquisa empesquisa em comunicação &comunicação & políticapolítica  Da comunicação deDa comunicação de massa àmassa à comunicação pós-comunicação pós- massivamassiva
  4. 4. A experiência política:A experiência política: ontem e hojeontem e hoje  AA agoraagora clássicaclássica  Retórica verbalRetórica verbal  A praça públicaA praça pública  O palanque, oO palanque, o comício, a imprensacomício, a imprensa  O ethos republicanoO ethos republicano  O sufrágio universalO sufrágio universal  A democraciaA democracia plebiscitáriaplebiscitária  AA agoraagora eletrônicaeletrônica  Retórica da imagemRetórica da imagem  O espaço públicoO espaço público digitalizadodigitalizado  O telejornal, o radio,O telejornal, o radio, a tv, a interneta tv, a internet  O ethos midiáticoO ethos midiático  A interatividadeA interatividade  A democracia virtualA democracia virtual
  5. 5. O jornalismo, a informação,O jornalismo, a informação, a crítica e a sátira políticaa crítica e a sátira política  Nasce um novoNasce um novo espaço críticoespaço crítico  fundamentalfundamental para expressar apara expressar a indignaçãoindignação popularpopular  O congresso e aO congresso e a transparência dotransparência do malfeito:malfeito:  Os atos secretosOs atos secretos  as ocorrênciasas ocorrências ocultasocultas XX  VisibilidadeVisibilidade pública , controlepública , controle e vigilância sociale vigilância social
  6. 6. Os blogs e as características doOs blogs e as características do webjornalismowebjornalismo  HipertextualidadeHipertextualidade  MobilidadeMobilidade  ConcisãoConcisão  InteracionalidadeInteracionalidade  Conexão deConexão de imagens, sons,imagens, sons, textos, vídeos,textos, vídeos, falas, desenhos,falas, desenhos, charges, animaçõescharges, animações
  7. 7. Cultura Digital:Cultura Digital: Cultura da convergênciaCultura da convergência  Conexão daConexão da imprensa,imprensa, audiovisuais,audiovisuais, programas deprogramas de televisão, os sitestelevisão, os sites da internet, osda internet, os blogs, os twittersblogs, os twitters (miniblogs),(miniblogs),  os podcastsos podcasts  AproximaçãoAproximação entre agentesentre agentes sociais de faixassociais de faixas etáriasetárias ee socioeconômicassocioeconômicas diferentesdiferentes
  8. 8. As redes sociais de informaçãoAs redes sociais de informação e a participação populare a participação popular  O blog como meioO blog como meio de participaçãode participação socialsocial  Para atualizar oPara atualizar o debate sobredebate sobre  a corrupção,a corrupção,  a impunidadea impunidade  as formas daas formas da política e dapolítica e da elegibilidadeelegibilidade  A luta pelaA luta pela democratização edemocratização e pela cidadaniapela cidadania  A competênciaA competência cognitiva no usocognitiva no uso das tecnologias dedas tecnologias de comunicaçãocomunicação
  9. 9. O blog como modalidade deO blog como modalidade de politização do cotidianopolitização do cotidiano  PlataformasPlataformas eficazes no trabalhoeficazes no trabalho dos jornalistas,dos jornalistas, escritores,escritores,  internautas,internautas,  e-leitores,e-leitores,  cidadãoscidadãos empenhados naempenhados na construção doconstrução do espaço públicoespaço público
  10. 10. O perfil de Marcelo Tas:O perfil de Marcelo Tas: iconoclastia midiáticaiconoclastia midiática  Repórter Ernesto VarelaRepórter Ernesto Varela (1984)(1984)  Prof Tiburcio – CasteloProf Tiburcio – Castelo RatimbumRatimbum (1989-1994)(1989-1994)  Os Netos do AmaralOs Netos do Amaral (1990)(1990)  VitrineVitrine (1998 - 2003)(1998 - 2003)  Saca Rolha (2006-2008)Saca Rolha (2006-2008)  CQC (2008)CQC (2008)
  11. 11. Processos intermidiáticosProcessos intermidiáticos  Programa CQC ePrograma CQC e oo Blog do TasBlog do Tas  Espaço públicoEspaço público midiático, televisual,midiático, televisual, eletrônico, digitaleletrônico, digital  Cobertura midiáticaCobertura midiática da política brasileirada política brasileira  Crítica à desordemCrítica à desordem do Congressodo Congresso NacionalNacional
  12. 12. O espaço público digitalO espaço público digital  O uso dos saberesO uso dos saberes especializados e aespecializados e a sabedoriasabedoria espontânea dosespontânea dos internautasinternautas  Democratização daDemocratização da informaçãoinformação  Viralidade eViralidade e disseminação globaldisseminação global   Mobilização dosMobilização dos usuários, e-leitores,usuários, e-leitores, cidadãoscidadãos  Intervenções deIntervenções de crianças, idosos ecrianças, idosos e adolescentesadolescentes
  13. 13. Metodologia daMetodologia da pesquisa em Comunicaçãopesquisa em Comunicação  MapeamentoMapeamento seletivo dos sitesseletivo dos sites da internetda internet  Coleta dosColeta dos discursos dosdiscursos dos jornalistas ejornalistas e especialistasespecialistas políticospolíticos  Níveis quantitativosNíveis quantitativos e qualitativos dose qualitativos dos conteúdosconteúdos  Registro do volumeRegistro do volume de acessosde acessos  Disponibilização deDisponibilização de espaço para asespaço para as respostas erespostas e comentários doscomentários dos  e-leitorese-leitores
  14. 14. Métodos quantitativosMétodos quantitativos & qualitativos& qualitativos  MediçãoMedição estatística dasestatística das intervençõesintervenções dos e-leitoresdos e-leitores  CompetênciaCompetência comunicativa:comunicativa:  ClarezaClareza  ConcisãoConcisão  ObjetividadeObjetividade  ÉticaÉtica  InteligênciaInteligência e sensibilidadee sensibilidade na reportagem dosna reportagem dos fatosfatos
  15. 15. Aspectos afirmativos daAspectos afirmativos da midiatização socialmidiatização social  Princípio dePrincípio de transparência:transparência:  uso de câmeras,uso de câmeras, vídeos, canais devídeos, canais de televisão,televisão, internet, blogs,internet, blogs, twitterstwitters  Exposição eExposição e visibilidade dasvisibilidade das atividades políticasatividades políticas  Congresso NacionalCongresso Nacional  Câmara dosCâmara dos DeputadosDeputados  Senado FederalSenado Federal
  16. 16. Os blogs comoOs blogs como estratégias críticasestratégias críticas  Poder social dePoder social de monitoramentomonitoramento das mídiasdas mídias  PossibilidadePossibilidade virtual devirtual de intervençãointervenção comunicativacomunicativa  Os e-leitoresOs e-leitores conseguemconseguem desestabilizar adesestabilizar a correspondênciacorrespondência dos políticosdos políticos profissionaisprofissionais
  17. 17. Uma epistemologia daUma epistemologia da comunicação e da esfera públicacomunicação e da esfera pública  PensadoresPensadores clássicos eclássicos e modernos:modernos:  HobbesHobbes  MaquiavelMaquiavel  TocquevilleTocqueville  ArendtArendt  HabermasHabermas  SennetSennet  BobbioBobbio  GiddensGiddens  Boaventura dosBoaventura dos SantosSantos
  18. 18. O campo interdisciplinar daO campo interdisciplinar da comunicação políticacomunicação política  O jornalismoO jornalismo  a filosofiaa filosofia  a antropologiaa antropologia  a psicologiaa psicologia  a teoria daa teoria da comunicaçãocomunicação  a ciência políticaa ciência política  Alberto DinesAlberto Dines (1997)(1997)  Marilena ChauíMarilena Chauí (2006)(2006)  Renato JanineRenato Janine Ribeiro (2005)Ribeiro (2005)  Jurandir FreireJurandir Freire Costa (1994)Costa (1994)
  19. 19. Pesquisadores da interfacePesquisadores da interface Comunicação & PolíticaComunicação & Política  AfonsoAfonso AlbuquerqueAlbuquerque (1999)(1999)  Wilson GomesWilson Gomes (2004)(2004)  Albino RubimAlbino Rubim (2004)(2004)  Fausto NetoFausto Neto (2001)(2001)  Venício LimaVenício Lima (2004)(2004)  Luiz GonzagaLuiz Gonzaga Mota (2002)Mota (2002)  Luiz SignatesLuiz Signates (2009)(2009)  Maria HelenaMaria Helena Weber (2000)Weber (2000)  Muniz SodréMuniz Sodré (2006; 2009)(2006; 2009)  Vera FrançaVera França (2009)(2009)
  20. 20. Para entender o conceitoPara entender o conceito dede espaço público digitalespaço público digital  Algo além do contexto acadêmico,Algo além do contexto acadêmico, financeiro, institucionalfinanceiro, institucional  Resultado das demandas sociopolíticas,Resultado das demandas sociopolíticas, dos fluxos do mercado e das formasdos fluxos do mercado e das formas colaborativas da esfera públicacolaborativas da esfera pública  Distinção entre o verdadeiro sentido daDistinção entre o verdadeiro sentido da experiência política e a sua versãoexperiência política e a sua versão espetacularizadaespetacularizada
  21. 21. Blogs jornalísticosBlogs jornalísticos  Ascensão dasAscensão das mídiasmídias interativasinterativas e oe o crepúsculo docrepúsculo do coronelismocoronelismo eletrônicoeletrônico  Os políticosOs políticos tradicionais:tradicionais:  Desinteresse eDesinteresse e incompetência paraincompetência para tratar das mídiastratar das mídias digitaisdigitais  O blog do Tas faz aO blog do Tas faz a desmontagem dosdesmontagem dos discursos populistasdiscursos populistas  E revigora o debateE revigora o debate dada comunicação,comunicação, sociedade e políticasociedade e política
  22. 22. As maracutaias políticas eAs maracutaias políticas e a denúncia do Marcelotasa denúncia do Marcelotas  Sarney e oSarney e o nepotismo:nepotismo:  empregos públicosempregos públicos para os parentes epara os parentes e amigos,amigos,  Um itinerárioUm itinerário político autoritáriopolítico autoritário  Desde a ditaduraDesde a ditadura militarmilitar  O blog do TasO blog do Tas  O discurso doO discurso do comunicadorcomunicador perplexo,perplexo, indignado,indignado, contestadorcontestador  Argumento lógico,Argumento lógico, razoávelrazoável
  23. 23. Os segredos da políticaOs segredos da política e a revelação midiáticae a revelação midiática  Revelação dasRevelação das particularidadesparticularidades ocultas cotidianaocultas cotidiana do Congressodo Congresso NacionalNacional  Ética eÉtica e responsabilidaderesponsabilidade do blog do Tasdo blog do Tas  O discursoO discurso irônico, crítico,irônico, crítico, desestabilizadordesestabilizador  Ultrapassa aUltrapassa a mediaçãomediação espetacular daespetacular da notícianotícia
  24. 24. A desordem da políticaA desordem da política e a vigilância midiáticae a vigilância midiática  Sarney - Gravações telefônicas complicamSarney - Gravações telefônicas complicam ainda mais a situacãoainda mais a situacão  http://www.youtube.com/watch?v=rj9CXpGzwhttp://www.youtube.com/watch?v=rj9CXpGzwN  Neta de Sarney pede emprego paraNeta de Sarney pede emprego para namorado no Senadonamorado no Senado  http://www.youtube.com/watch?v=ZoR18lBWDhttp://www.youtube.com/watch?v=ZoR18lBWD  ““Fora Sarney!” do Youtube às ruas do BrasilFora Sarney!” do Youtube às ruas do Brasil  SP, Rio, BSB, Maranhão, AmapáSP, Rio, BSB, Maranhão, Amapá
  25. 25. A informação e o entretenimento:A informação e o entretenimento: o bom humor, a charge, a caricaturao bom humor, a charge, a caricatura
  26. 26. O grotesco no ciberespaçoO grotesco no ciberespaço
  27. 27. A crítica, a sátira políticaA crítica, a sátira política e a viralidade midiáticae a viralidade midiática  Funk do SarneyFunk do Sarney (Eu num sei o(Eu num sei o que é atoque é ato secreto) -secreto) - #forasarney#forasarney  http://www.youtube.chttp://www.youtube.c om/watch?om/watch? v=_6DL5ixHykYv=_6DL5ixHykY
  28. 28. Para ConcluirPara Concluir  Claudio PaivaClaudio Paiva  Departamento deDepartamento de Comunicação eComunicação e TurismoTurismo  Programa de PósPrograma de Pós Graduação emGraduação em ComunicaçãoComunicação  UniversidadeUniversidade Federal da ParaíbaFederal da Paraíba claudiocpaiva@yahoo.com.brclaudiocpaiva@yahoo.com.br
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×