Manejo dos efeitos colaterais     e secundários nos  tratamentos usados no      câncer de mama            Sergio Mendes   ...
Índice• Manejo das ondas de calor em pacientes com câncer de  mama com Venlafaxina e Cloridina: estudo clínico  randomizad...
Índice• Implementação de guideline institucional antiemético  para quimioterapia de baixo risco de emese com  docetaxel: u...
Artigo 1Manejo das ondas de calor em pacientes comcâncer de mama com Venlafaxina e Cloridina:estudo clínico randomizado, d...
RandomizaçãoVenlafaxina    Cloridrato de                     Placebo  75mg         Clonidina 0,1mg                    n=19...
Critérios de inclusão• Mulheres com historia de câncer de mama acima dos18 anos• Menopausa natural ou induzida por Quimiot...
Resultados
Take home messageVenlafaxina e clonidina são eficases notratamento das ondas de calor em pacientestratadas por câncer de m...
Artigo 2Terapia compressiva em pacientes comlinfedema após tratamento de câncer demama: estudo clínico controladorandomiza...
Randomização      Grupo A                              Grupo BBraçadeira compressiva              Braçadeira compressiva  ...
Critérios de Inclusão- Pós tratamento de câncer de mama (>12 meses);- Linfedema em membro superior unilateral (edema moder...
resultadoRedução do Edema do MembroGrupo AMédia em 24h = 230.5 mL (95% CI, 135.5-283.9)Grupo BMédia em 24h = 146 mL (95% C...
TolerabilidadeAo final do estudo as pacientes do grupo submetido àmenor pressão relataram maior tolerabilidade em relaçãoà...
Take home messageBraçadeiras compressivas com pressão diáriaentre 20-30 mmHg são eficazes na redução dolinfedema de membro...
Artigo 3Implementação de guideline institucionalantiemético para quimioterapia de baixorisco de emese com docetaxel: umaav...
Randomização      Grupo A                                         Grupo B  Ondansetron 4 mg         +                     ...
4 ciclos de FEC (5-fluoracil 500mg/m2 ; Epirrubicina 100mg/m2 ;  Ciclofosfamida 500mg/m2) cada 21 dias4 ciclos de EC (Epir...
Resultados                Grupo A              Grupo B              (Onda + Dexa)            (D)Náuseas           19,5%   ...
Take home message     Os presentes resultados sugerem que Dexametasonaisolada é igualmente eficaz para prevenir náuseas e ...
Artigo 4Resultados oncológicos e complicaçõescirúrgicas imediatas do lipofiling empacientes com câncer de mama:estudomulti...
Background• Técnica cirúrgica de enxertia de adipócitos  autólogos• Utilizada há décadas na cirurgia plástica• Recentement...
Lipofilling: Cirurgiaconservadora
Lipofilling: Reconstrução comprótese
Background• Faltam dados sobre a segurança oncológica do  método• Estudos em modelos murinos e “in vitro”  demonstraram es...
Background• Séries de caso não demonstraram associação  entre lipofilling e recorrência local (RL) e  sistêmica (RS)• Bons...
Desenho do EstudoEstudo observacional multicêntrico    Instituto Europeu de Oncologia- Milão,    Itália    Paris Breast Ce...
Resultados• 405 casos CDI (78%)• 108 casos CDIS (22%)• T1: 240 casos• T2: 131 casos• T3: 31 casos
Resultados• Tempo médio cirurgia oncológica –  lipofilling: 39.7 meses (Range: 0-216  meses)• Follow up médio; 19,2 meses ...
Resultados   1,5 %   1,1%   3,1 %   5,6%
Take Home Message• Lipofilling é uma ótima técnica para corrigir  defeitos da cirurgia oncológica• As taxas de complicaçõe...
0BRIGADO
Cancerdemama sergiomendes-111105-120717132029-phpapp02
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Cancerdemama sergiomendes-111105-120717132029-phpapp02

181

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
181
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cancerdemama sergiomendes-111105-120717132029-phpapp02

  1. 1. Manejo dos efeitos colaterais e secundários nos tratamentos usados no câncer de mama Sergio Mendes Diretor do IBMG R.B.S.Portuguesa de Beneficência Hospital São José
  2. 2. Índice• Manejo das ondas de calor em pacientes com câncer de mama com Venlafaxina e Cloridina: estudo clínico randomizado, duplo –cego, placebo controlado.• Terapia compressiva em pacientes com linfedema após tratamento de câncer de mama: estudo clínico controlado randomizado comparativo da relação entre o volume e a interface na mudança de pressão.
  3. 3. Índice• Implementação de guideline institucional antiemético para quimioterapia de baixo risco de emese com docetaxel: uma avaliação clínica e de custo.• Resultados oncológicos e complicações cirúrgicas imediatas do lipofiling em pacientes com câncer de mama:estudo multicêntrico Milão-Paris-Lyon, experiência de 646 procedimentos de lipofiling.
  4. 4. Artigo 1Manejo das ondas de calor em pacientes comcâncer de mama com Venlafaxina e Cloridina:estudo clínico randomizado, duplo –cego,placebo controlado
  5. 5. RandomizaçãoVenlafaxina Cloridrato de Placebo 75mg Clonidina 0,1mg n=19 n=39 n=39 Boekhout AH et al. Journal of Clinical Oncology, 2011
  6. 6. Critérios de inclusão• Mulheres com historia de câncer de mama acima dos18 anos• Menopausa natural ou induzida por Quimioterapia• Mulheres na pré menopausa com supressão ovariana(cirúrgico ou químico)•Relatos de 2 episódios de ondas de calor por dia•Nível de estradiol abaixo de 200 pmol/l
  7. 7. Resultados
  8. 8. Take home messageVenlafaxina e clonidina são eficases notratamento das ondas de calor em pacientestratadas por câncer de mama.
  9. 9. Artigo 2Terapia compressiva em pacientes comlinfedema após tratamento de câncer demama: estudo clínico controladorandomizado comparativo da relaçãoentre o volume e a interface na mudançade pressão.
  10. 10. Randomização Grupo A Grupo BBraçadeira compressiva Braçadeira compressiva (20-30 mmHg) (44-58 mmHg) n = 18 n = 18 Damstra RJ and Partsch H. Journal of Vascular Surgery, 2009.
  11. 11. Critérios de Inclusão- Pós tratamento de câncer de mama (>12 meses);- Linfedema em membro superior unilateral (edema moderado: diferença de volume 20-40% ou severo: > 40%)Critérios de exclusão- Alergia;- Doença sistêmica severa;- Trombose venosa superficial ou profunda agudas;- Doença arterial oclusiva;- Trombofilia
  12. 12. resultadoRedução do Edema do MembroGrupo AMédia em 24h = 230.5 mL (95% CI, 135.5-283.9)Grupo BMédia em 24h = 146 mL (95% CI, 101.2-313.5) p < 0,001
  13. 13. TolerabilidadeAo final do estudo as pacientes do grupo submetido àmenor pressão relataram maior tolerabilidade em relaçãoàs pacientes do grupo submetidas à maior pressão emrelação à dor e desconforto.
  14. 14. Take home messageBraçadeiras compressivas com pressão diáriaentre 20-30 mmHg são eficazes na redução dolinfedema de membro superior, além deapresentarem melhor tolerabilidade emrelação às de maior pressão.
  15. 15. Artigo 3Implementação de guideline institucionalantiemético para quimioterapia de baixorisco de emese com docetaxel: umaavaliação clínica e de custo.
  16. 16. Randomização Grupo A Grupo B Ondansetron 4 mg + Dexametazona 12 mg Dexametasona 8 mg n = 56 n = 41- 30 minutos antes do Docetaxel - 30 minutos antes do Docetaxel- Em ambos os grupos foram administrado 4mg de Ondansetron via oral nosdias 2 e 3 pós Docetaxel Hayashi T et al. Support Care Cancer, 2011 (on line).
  17. 17. 4 ciclos de FEC (5-fluoracil 500mg/m2 ; Epirrubicina 100mg/m2 ; Ciclofosfamida 500mg/m2) cada 21 dias4 ciclos de EC (Epirrubicina 100mg/m2 ; Ciclofosfamida 600mg/m2) cada 21 dias O+D D4 ciclos de Docetaxel (70-75 mg/m2) cada 21 dias
  18. 18. Resultados Grupo A Grupo B (Onda + Dexa) (D)Náuseas 19,5% 16,1%Vômitos 2,4% 0% Sem diferença estatística significante
  19. 19. Take home message Os presentes resultados sugerem que Dexametasonaisolada é igualmente eficaz para prevenir náuseas e vômitos ecom custo menor quando comparado com a associaçãoDexametasona e Ondansetron em quimioterapias comDocetaxel de baixo risco de emese.
  20. 20. Artigo 4Resultados oncológicos e complicaçõescirúrgicas imediatas do lipofiling empacientes com câncer de mama:estudomulticêntrico Milão-Paris-Lyon, experiênciade 646 procedimentos de lipofiling. Plast Surg Reconstr.2011Ago;128(2):347-2 Pety JY,and col.
  21. 21. Background• Técnica cirúrgica de enxertia de adipócitos autólogos• Utilizada há décadas na cirurgia plástica• Recentemente utilizada para corrigir defeitos causados pela cirurgia oncológica da mama
  22. 22. Lipofilling: Cirurgiaconservadora
  23. 23. Lipofilling: Reconstrução comprótese
  24. 24. Background• Faltam dados sobre a segurança oncológica do método• Estudos em modelos murinos e “in vitro” demonstraram estímulo de células tumorais localmente e á distância• Adipócitos e pré-adipocitos (ADSC) envolvidos no ciclo celular (autócrino, exócrino e paracrino)
  25. 25. Background• Séries de caso não demonstraram associação entre lipofilling e recorrência local (RL) e sistêmica (RS)• Bons resultados cosméticos• Método simples, com poucas complicações e de fácil reprodutibilidade
  26. 26. Desenho do EstudoEstudo observacional multicêntrico Instituto Europeu de Oncologia- Milão, Itália Paris Breast Center – Paris, França Leon Berrard Centre – Lyon, França Março de 2000 – Março 2010 646 lipofillings 513 pacientes Revisão de prontuários Revisão de mamografias
  27. 27. Resultados• 405 casos CDI (78%)• 108 casos CDIS (22%)• T1: 240 casos• T2: 131 casos• T3: 31 casos
  28. 28. Resultados• Tempo médio cirurgia oncológica – lipofilling: 39.7 meses (Range: 0-216 meses)• Follow up médio; 19,2 meses (Range: 1-107 meses)
  29. 29. Resultados 1,5 % 1,1% 3,1 % 5,6%
  30. 30. Take Home Message• Lipofilling é uma ótima técnica para corrigir defeitos da cirurgia oncológica• As taxas de complicações são baixas• Evidências clínicas preliminares não demonstram associação entre lipofilling e RL e RR• Técnica deve ser oferecida dentro de protocolos de estudo• Mais estudos são necessários para demonstrar segurança oncológica
  31. 31. 0BRIGADO
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×