Your SlideShare is downloading. ×
Avaliação proeb língua portuguesa   9º ano (2)
Avaliação proeb língua portuguesa   9º ano (2)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Avaliação proeb língua portuguesa 9º ano (2)

14,288

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
14,288
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
194
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. AVALIAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA - PROEB – 9º ANO Aluno ______________________________________________ Turma: __________ 1- Leia o texto abaixo.Ritmo (P090011A8) Esse texto trata, principalmente:Na porta A) da descrição de atividades.a varredeira varre o cisco B) de ações feitas no dia-a-dia.varre o cisco C) dos trabalhos feitos em casa.varre o cisco D) do movimento rítmico do pião.Na piaa menininha escova os dentesescova os dentesNo arroioa lavadeira bate roupabate roupabate roupaaté que enfimse desenrolatoda a cordae o mundo gira imóvelcomo um pião.Mário Quintana. Apontamentos de história sobrenatural (1987). 2- Leia o texto abaixo.Casa de PET e isoporA construção de 4 moradias é suficiente para consumir 5.000 garrafas PET e 120m³de isopor que iriam para o lixo. Essatecnologia, desenvolvida pelo CEFET – Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná, produz blocos fabricados comcimento,areia, isopor em vez de brita e garrafas de refrigerante (PET). A estrutura dos blocosdispensa ainda o uso de diversos itens na construção, como o chapisco e o reboco; gerando ainda mais economia de mão-de-obra e energia, e barateamento em cerca de 30% o custo final da obra.Revista Semeando - Edição anual.ano 2 – 2007- pág. 38 (P050109A8) Esse texto indica que o uso de PET e isopor em construções: A) resolve o problema de moradia. B) é bom para o meio ambiente. C) gera empregos. D) economiza tempo. 3- Leia a tirinha abaixo. Quino. Toda Mafalda. São Paulo, Martins Fontes. 1991. (P090006A8) De acordo com essa tirinha, o colega de Mafalda é: A) conformado. B) indiferente. C) orgulhoso. D) questionador. 4- Leia o texto abaixo e responda.O açúcar (P08023SI) No texto, oO branco açúcar que adoçará meu café nesta manhã de Ipanema não foi produzido por mim açúcar é comparado anem surgiu dentro do açucareiro por milagre.Vejo-o puro e afável ao paladar, como beijo de moça, água, na pele, flor que se dissolve na A) uma manhã em Ipanema.boca. B) um milagre em Ipanema.Mas este açúcar não foi feito por mim. C) um jardim cheio de flores.Este açúcar veio da mercearia da esquina e tampouco o fez o Oliveira dono da mercearia. D) um beijo de moEste açúcar veio de uma usina de açúcar em Pernambuco ou no Estado do Rio e tampouco ofez o dono da usina.Este açúcar era cana e veio dos canaviais extensos que não nascem por acaso no regaço dovale.Em lugares distantes, onde não há hospital nem escola, homens que não sabem ler e morremde fome aos 27 anos plantaram e colheram a cana que viraria açúcar.Em usinas escuras, homens de vida amarga e dura produziram este açúcar branco e puro comque adoço meu café esta manhã em Ipanema. Ferreira Gullar. Dentro da noite veloz.
  • 2. 5- Leia o texto abaixo e responda às questões.A natureza em risco: extinção - Fragmento Extinguir significa fazer com que uma coisa desapareça para sempre. Essa palavra, infelizmente, está sendo muitousada para descrever a triste situação de muitos animais na face da terra. Você, com certeza, já ouviu dizer que as baleias, ostigres, as onças estão correndo risco de extinção. [...] Muitas vezes, a extinção é causada pela introdução, em uma certa região, de um espécie que não vivia lá. Se essaespécie for agressiva poderá acabar com os outros animais da região. Por isso, não é aconselhável introduzirmos animais deum certo país em outro, sem antes sabermos quais as consequências que isso pode acarretar. Um exemplo de extinção é ododô, uma ave grande que vivia na Ilha Maurício, no Oceano Índico. Com a chegada dos colonizadores europeus, as populações dessa ave começaram a diminuir. Ela era grande e nãoconseguia voar, por isso se tornou um alvo fácil para os caçadores. O homem, sem se preocupar em preservá-la, acaboueliminando essa ave preciosa. O último dodô foi visto em 1681. [...]Bragança Jornal Diário, 29/03/2000. Suplemento infantil. Adaptado. (P090024A8) O dodô era um alvo fácil para os caçadores porque: A) era muito agressivo. B) era uma ave diferente. C) tinha dificuldade de voar. D) tinha vindo de outra região. 6- Leia o texto abaixo.Um pouco antes do rio Negro encontrar com o Solimões o barco parou. E quem No trecho “Eu mergulhei feito umaquisesse podia dar um mergulho. Minha irmã estava distraída, então eu saí de perto e flecha atirada de um arco por um índiome joguei. Só que eu tinha visto que uns carinhas estavam mergulhando do teto do guarani”, a expressão destacadabarco. Então, eu, todo metido, subi no teto do barco. E foi de lá que eu mergulhei. indica que o mergulho foi:Do teto do barco eu mergulhei na água escura do rio Negro feito uma flecha atirada de A) perfeito.um arco por um índio guarani. Eu fui indo, indo e indo para baixo. E continuei indo. B) perigoso.Parecia que eu não ia nunca acabar de ir. C) rápido.SOUZA, Flávio. Jack Brodóski no coração da Amazônia. Companhia das letrinhas. p.31.Fragmento. D) trágico. 7- Leia o texto abaixo.Aí, a filha do intelectual, que nunca tirava o primeiro lugar na escola, chega em casa e pergunta ao (P050013A8) O paipai: entendeu que “a última”— Pai, você sabe qual é a última? era:O pai pensou um pouco e disse: A) a escola.— Não filha, qual é? B) a filha.E a filha: C) uma casa.— Eu. (Anedotinhas doBichinho da Maçã. Ziraldo. 1988) D) uma novidade. 8- Leia o texto abaixo.O discutível amigo (P050111A8) Esse texto mostra a O homem é o maior amigo do cão... opinião de: Há um pouco de ironia, é claro, nessa verdade. A coleira que o diga. Poucos A) uma criança.animais têm, como o homem o instinto da propriedade, o sentido de posse. Pelo que eu B) uma família.observei, ao longo do meu latir pela vida, a frase devia ser modificada: o homem é o C) um cachorro.maior amigo do seu cão. Gosta do que é dele, raramente suporta o dos outros. D) um homem. Mas há milhões de cães pelo mundo afora com um homem, ou toda uma família,a seu favor. Às vezes tratados como cães. Às vezes reconhecidos como gente.Principalmente quando na família há essa coisa boa que chamam criança.LESSA,Orígenes Confissões de um vira-lata. Rio de Janeiro. Ediouro.28.09.1972.

×