História da vida na terra

4,524
-1

Published on

0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,524
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

História da vida na terra

  1. 1. A HISTÓRIA DA VIDA NA TERRA
  2. 2. Fósseis  Fósseis – são restos de seres vivos que viveram há muitos anos no nosso planeta, ou ainda vestígios da sua actividade, que ficaram preservados nas rochas. Trilobite Amonite
  3. 3. Fósseis Fósseis vivos – organismos que se mantiveram praticamente inalterados na sua forma ao longo de milhões de anos. “São idênticos aos fósseis da mesma espécie com milhões de anos.” GinkgoNautilus
  4. 4. Etapas da Formação de um Fóssil O peixe morre e o seu corpo fica no fundo do mar. Sobre ele depositam-se sedimentos que o cobrem totalmente. As partes moles do organismo decompõem-se. Com o tempo a água vai depositando minerais que lentamente vão substituindo as partes duras.
  5. 5.  Fóssil de um Peixe
  6. 6. Processos de Fossilização  Conservação – há preservação total de um ser vivo ou de parte dele na resina (âmbar) ou no gelo. Aranha preservada no âmbar Fóssil de um mamute bebé preservado no gelo
  7. 7. Processos de Fossilização  Mineralização – processo de fossilização em que a matéria orgânica que constitui o ser vivo é substituída por minerais, “há transformação do fóssil em pedra”,
  8. 8. Processos de Fossilização  Moldagem – é um tipo de fossilização em que o ser vivo desaparece deixando, gravada na rocha um molde das suas partes duras (conchas, dentes, unhas, etc). Moldes de um bivalve Molde externo Molde interno
  9. 9. Processos de Fossilização  Marcas – vestígios resultantes da actividade dos seres vivos. Ex: pegadas, ovos fósseis, fezes fossilizadas… Pegadas de Dinossáurios
  10. 10. Como calcular a idade das rochas e da Terra? Qual a idade das rochas e da Terra? Sabemos hoje que a Terra tem cerca de 4600 M.a. de idade. Mas como sabemos isso? E como podemos dizer que uma rocha tem uma certa idade? Em relação às rochas, pode-se falar na sua: - Idade Relativa - Idade Absoluta
  11. 11. MARCO MIGUEL Se dissermos que o Marco tem 10 anos e o Miguel tem 7 anos, já sabemos mesmo a idade concreta deles. Assim, também podemos, após a análise da constituição das rochas, dizer que a rocha A tem 30 M.a. e a rocha B tem 25 M.a.. Sabemos a idade concreta dos estratos. A B Idade Absoluta: Quais os processos de datação das rochas?
  12. 12. Para compararmos os estratos e rochas, utilizamos um conjunto de princípios. Podemos dizer que o Marco é mais velho que o Miguel. Estabelecemos uma comparação entre as idades de ambos os rapazes, embora não se saiba qual é mesmo a idade deles. Do mesmo modo, por comparação, podemos dizer que o estrato A é mais antigo que o estrato B, mas não sabemos quais as suas idades concretas. MARCO MIGUELA B Idade Relativa: Quais os processos de datação das rochas?
  13. 13. Datação  Datação Relativa – consiste em datar os estratos uns em relação aos outros. Sempre que nos é possível afirmar que determinado estrato é mais antigo ou mais moderno do que outro, estamos a atribuir-lhe uma Idade Relativa. Rochas Sedimentares O fóssil A é mais recente do que o fóssil B
  14. 14. A B C D E + recente + antigo Quais os princípios usados na datação relativa? Princípio da Sobreposição dos estratos: Numa sequência estratigráfica não deformada, uma camada de sedimentos é mais recente do que a que está por baixo e mais antiga do que a que está por cima.
  15. 15. Estratos com localização diferente, mas com o mesmo fóssil têm a mesma idade relativa.
  16. 16. Quais os princípios usados na datação relativa? Princípio da Identidade Paleontológica: Os estratos que apresentam os mesmos fósseis têm a mesma idade.
  17. 17. Características:  foram muito abundantes;  tiveram ampla distribuição geográfica;  Viveram num curto período de tempo geológico. Como os fósseis de idade ajudam a saber a idade das rochas? Fósseis de idade  Indicam a idade das rochas em que se encontram. Ex. Trilobite e amonite
  18. 18. Permitem saber como eram os ambientes passados (paleoambientes). Tem uma reduzida distribuição geográfica, isto é só vivem em locais específicos. Ainda sabes o que são fósseis de fácies? Os fósseis de fácies
  19. 19. O estudo do registo fóssil presente nas rochas é importante porque … …permite obter informações sobre o tipo de seres vivos que existiu no passado, o ambiente em que viveram e a idade das rochas que os contêm.

×