• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Producao  De Algodao Organico, Colorido E Transgenico No Brasil
 

Producao De Algodao Organico, Colorido E Transgenico No Brasil

on

  • 15,265 views

 

Statistics

Views

Total Views
15,265
Views on SlideShare
15,160
Embed Views
105

Actions

Likes
0
Downloads
173
Comments
0

5 Embeds 105

http://www.slideshare.net 70
http://kmztastshirt.yolasite.com 21
http://aleartesvisuais.synthasite.com 12
http://sitebuilder.yola.com 1
http://webcache.googleusercontent.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Producao  De Algodao Organico, Colorido E Transgenico No Brasil Producao De Algodao Organico, Colorido E Transgenico No Brasil Presentation Transcript

    • I Seminario Internacional en Ciencias Industriales
      Pisco – ICA – Peru
      Produção de Algodão Orgânico, Colorido e Transgênico no Brasil
      Adriana Yumi Sato Duarte; Regina Aparecida Sanches; Waldir Mantovani; Júlia Baruque Ramos
    • Algodão
      Fibra natural mais utilizada.
      Safra do algodão: de Junho a Dezembro.
      O Brasil é o 5º maior produtor de algodão do mundo.
      No Brasil, representa 60% do total de fibras consumidas.
    • Algodão
      Cultivo do algodão arbóreo e herbáceo.
      Produção para Mercado Interno e Externo.
      A cultura de algodão é extremamente poluidora, pois utiliza produtos químicos tóxicos para ambiente e homem.
    • Fig. 2: Capulho
      Fig. 1: Flor
      Fig. 3: Plantação
    • Algodão Orgânico
      Produção em expansão.
      Iniciativa recente, apoiada por agricultores, ONGs e empresas estrangeiras.
      Preservar equilíbrio natural do ecossistema por meio de métodos alternativos.
    • Algodão Orgânico
      Técnicas orgânicas:
      • Adubação verde;
      • Rotação de culturas;
      • Monitoramento de pragas e doenças;
      • Pulverização com produtos de origem vegetal;
      • Armadilhas com feromônios;
    • Algodão Orgânico
      • Catação manual;
      • Uso de organismos vivos ou insetos predadores.
      Custo da produção é 10 a 15% maior e rendimento final 15% menor em comparação à fibra comum.
      Certificação: Federação Internacional de Movimentos da Agricultura Orgânica.
    • Algodão Orgânico: Brasil
      Iniciou-se devido crise na produção do algodoeiro Gossypium hirsutum Marie galante Hutch, conhecido como mocó.
      Recuperar a qualidade nutricional do solo.
      Produção Nacional: pequenos produtores e mão-de-obra familiar.
    • Algodão Orgânico: Brasil
      Tabela 1: Produção de Algodão Orgânico no Brasil 2006
    • Algodão Orgânico: Brasil
      Em 2006, 361 agricultores familiares cultivaram 291 hectares em 2006.
      95% do total de agricultores estão na Região Nordeste e ocupam 270 ha (92,8%).
      Na Região Nordeste o cultivo é consorciado e na Região Sul há prática de monocultura.
    • Tabela 2: Organizações e Instituições
    • Algodão Colorido
      Forma antiga de cultivo, praticada a mais de 5.000 anos.
      Mantido por comunidades tradicionais do México, Guatemala e Peru.
      Reinserção no mercado nos anos 80, com parte produzida de forma orgânica.
    • Algodão Colorido
      Eliminação da etapa de tingimento na indústria têxtil.
      Apresenta tonalidades marrom, vermelho e verde, e em processo de desenvolvimento, a cor índigo.
      O cultivo deve ser separado do algodão branco;
    • Figs. 4 e 5: Capulho Colorido
    • Algodão Colorido: Brasil
      Algodões de fibra marrons já eram cultivados no Estados de minas Gerais e Bahia, das espécies Gossypium barbadense I. e Gossypium mustelinum.
      Estudos realizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
    • Algodão Colorido: Brasil
      1995: implementação de programas para obtenção de novas cores.
      Cultivares:
      • BRS 200;
      • BRS VERDE;
      • BRS RUBI;
      • BRS SAFIRA.
    • Algodão Colorido: Brasil
      Cultivados principalmente no Nordeste em pequenas e médias propriedades ou associações.
      2007: colheita da primeira safra comercial de algodão colorido, produtividade média de 1.800 quilos/ha.
    • Algodão Colorido: Brasil
      Tabela 3: Evolução da área plantada - Paraíba
    • Algodão Transgênico
      Os programas de melhoramento genético datam do início do século XX.
      Objetivo principal era aumentar produtividade .
      Criou-se também a possibilidade de melhoria na qualidade das fibras.
    • Algodão Transgênico
      Outro estudo está relacionado ao controle de pragas, como bicudo e lagartas.
      Atualmente são cultivados dois tipos de algodão:
      • Resistentes a insetos;
      • Resistentes a herbicida.
    • Algodão Transgênico
      Algodão B.t.:
      • Plantas com genes do Bacillus thuringiensis;
      • Manejo de pragas;
      • Diminuição do uso de pesticidas, conseqüentemente de impactos ambientais negativos;
      • Questionamento a longo prazo.
    • Algodão Transgênico
      Algodão RR:
      • Resistente a herbicida;
      • Obtido pela incorporação de uma bactéria à semente;
      • Manejo simples;
      • Reduz custo da colheita;
      • Não liberado no Brasil.
    • Fig. 6: Comparação de algodão transgênico (esq.) e comum (dir.)
    • Algodão Transgênico: Brasil
      2008: liberação do cultivo de algodão pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CNTBio)
      Necessidade de cultivo em áreas de exclusão, para não haver mistura entre espécies.
      Embrapa estuda parcerias para inserir o algodão B.t.
    • Fig. 7: Zonas de exclusão – em azul é permitido o cultivo
    • Perspectivas
      Diminuição das áreas cultivadas, alta no preço dos insumos;
      Aumento na demanda das variedades de algodão;
      Safra 2009: decréscimo de 10% na produção.
      Aumento na produção de algodão ecológico.
    • Referências Bibliográficas
      http://www.portaldoagronegocio.com.br/imagem.php?w=750&h=550&imagem=n_algodao_ampa_82706446.jpg
      http://www.cottonconsultoria.com/fotosCon/03.jpg
      http://www.estado.com.br/suplementos/agri/2007/06/06/agri-1.93.1.20070606.52.1.xml
      http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI528696-EI1434,00 do+algodao+sera+transgenico+diz+cientista.html
      http://www.cnpma.embrapa.br/projetos/index.php3?sec=bioss:::23
      http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/05/07/materia.2008-05-07.4185578209/view
      www.esplar.org.br/artigos/2007/agosto/algodao_agroecologico.pdf
      http://www.ambientebrasil.com.br/composer.php3?base=./agropecuario/index.html&conteudo=./agropecuario/agrinatural.html#oquee
      http://www.cib.org.br
      http://www. iac.sp.gov.br
      http://www.tierramerica.net/2001/0527/particulo.shtml
      http://www.rts.org.br/noticias/destaque-3/parceria-para-cultivo-do-algodao-agroecologico
      Carvalho, L. P. ALGODÃO DE FIBRA COLORIDA NO BRASIL. V Congresso Brasileiro de Algodão.
      LIMA, P. J. B. F. Algodão Orgânico: bases técnicas da produção, certificação, industrialização e mercado. VII Reunião Nacional do Algodão, Londrina, Paraná, 1995.
      SOUZA, M. C. M. Produção de algodão orgânico colorido: possibilidades e limitações. Informações Econômicas, São Paulo, v. 30, n. 6, jun/2000.