Rizólise.

3,154 views
2,601 views

Published on

Seminário sobre o tema Rizólise, apresentado na disciplina de Odontopediatria.

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,154
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Rizólise.

  1. 1. Algumas funções dos dentes decíduos:- Preparar os alimentos para a digestão e assimilação emetapas em que a criança está em máximo crescimento.- Servem de guia de erupção: mantêm o espaço para adentição permanente.- Estimulam o crescimento dos maxilares com amastigação.- Sons: os dentes anteriores intervêm na criação de certossons.- Estética.
  2. 2.  É o processo normal da reabsorção radicular, caracterizado pala destruição gradativa dos tecidos dentários duros e moles. Inicia-se aproximadamente de 3 a 4 anos antes de o dente sofrer esfoliação. No processo de reabsorção radicular, as raízes vão adquirindo novas configurações, o que determina alterações na posição do forame apical, na área de bi ou trifurcação dos molares decíduos.
  3. 3. O que induz a reabsorção dentária nos dentes permanentes?A resposta explica porque o dentes permanentes então não reabsorvem fisiologicamente com o osso e participam do turnover ósseo. Este questionamento elaborado em 1986, motivou estudos relacionados ao entendimento da Rizólise. Então surgiu novos questionamentos. Por exemplo: Como se explica a reabsorção dentaria na dentição decídua?
  4. 4. Paratormônio - PTH Cemento Ossos Celular + células com Apoptose receptor especifico (Esfoliação Permanente Decíduos s (osteoblastos) (Rizólise) Fonte de Mediadores Reabsorção + cemento Celular parácrinos e(células com recptor autócrinos + Cemento Acelular (sem, ou especifico) poucos cementoblastos) (sem recptores) Reabsorção Folículo dentário, germe do permanente Sem Reabsorção
  5. 5.  Odontogênese na dentição decídua Cementoblasto e odontoblasto Exposição da estrutura dentaria mineralizada Efeito quimiotáxico do cristais de hidroxiapatita Proteínas dentinárias (osteopontinas) + interfrinas da membrana citoplasmática de clastos. Unidade ósseo remodeladora
  6. 6.  As células que causam a reabsorção da raiz são denominadas odontoclastos, que junto das superfícies em reabsorção, emitem projeções formando uma borda estriada, onde as células excretam enzimas lisossômicas, que vão desagregar a matéria orgânica do tecido mineralizado. A fosfatase ácida é uma das enzimas hidrolíticas liberadas pelos lisossomas, na área de reabsorção, o pH ácido favorece a decomposição da hidroxiapatita.
  7. 7.  A reabsorção de cemento, dentina e osso produz trocas tissulares, e o tecido periodontal desorganiza-se por completo. Os feixes fibrosos principais soltam-se do osso alveolar e o cemento é reabsorvido. Os vasos sanguíneos são comprimidos acelerando a reabsorção. A rizólise pode ser favorecida pelo crescimento da face, dos maxilares, aumento das forcas mastigatórias, afetando o periodonto do decíduo. A polpa dentária é a última parte a ser atingida.
  8. 8.  A reabsorção das raízes do decíduo é requisito para a erupção normal dos permanentes. Nas primeiras etapas os dois tem cripta óssea comum. Posteriormente o dente decíduo tem a cripta separada do germe do permanente pelo osso.
  9. 9. Separação óssea da cripta do dente decíduo e do germe do dente permanente

×