09 12-2010 - apresentação apimec-sp
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

09 12-2010 - apresentação apimec-sp

on

  • 310 views

 

Statistics

Views

Total Views
310
Views on SlideShare
280
Embed Views
30

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

1 Embed 30

http://cielo.riweb.com.br 30

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

09 12-2010 - apresentação apimec-sp 09 12-2010 - apresentação apimec-sp Presentation Transcript

  • Reunião Pública com Analistas e Investidores APIMEC-SP 9 de dezembro de 2010
  • DISCLAIMERA Companhia faz declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos eincertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossaAdministração tomadas dentro do nosso melhor conhecimento e informações a que aCompanhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos futuros inclueminformações sobre nossas intenções, crenças ou expectativas atuais, assim comoaquelas dos membros do Conselho de Administração e Diretores da Companhia.As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro tambémincluem informações sobre resultados operacionais possíveis ou presumidos, bemcomo declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras "acredita","poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima“ ouexpressões semelhantes.As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elasenvolvem riscos, incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros,dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultadosfuturos e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativadaqueles expressos ou sugeridos pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dosfatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da capacidade decontrole ou previsão da Cielo.
  • AGENDAA CieloNosso mercadoNosso desempenhoNosso posicionamento View slide
  • CIELO – A MAIOR REDE DE PAGAMENTOS ELETRÔNICOS DA AMÉRICA LATINA Mais de 1,2 milhão de estabelecimentos ativos Presente em 98% do território nacional Capacidade de processar 1.800 transações por segundo O mais moderno parque de terminais eletrônicos do País (média de 1,7 ano) Cerca de 7% do PIB brasileiro capturado pela rede da Cielo ~ R$ 20 bilhões de valor de mercado ~ R$ 4 bilhões de receita anual Programa de ADRs nível 1 Dividend yield de aproximadamente 7% View slide
  • LINHA DO TEMPO 1995 2009 2010 4 adquirentes de Visa R$ 8,4 bilhões IPO Era multibandeira Junho 2009 +Único adquirente de Visa
  • CONTROLE ACIONÁRIO 1.364.783.800 ações ON 0,3% 28,6% 42,4% 28,6% Banco Bradesco Banco do Brasil Free-float Treasury
  • GOVERNANÇA CORPORATIVA Integrante do Novo Mercado, do Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC) e do Índice de Ações com Tag Along Diferenciado (ITAG) Comitês de assessoramento do Conselho de Administração: o Comitê de Auditoria, Comitê de Finanças, Comitê de Pessoas e Comitê de Governança Corporativa Conselho Fiscal Utilização de plataforma para voto eletrônico Políticas de negociação de valores mobiliários
  • AGENDAA CieloNosso mercadoNosso desempenhoNosso posicionamento
  • AMBIENTE MACROECONÔMICO PIB (%) 1 2 7,5 18 Comércio Varejista- Volume de vendas(%) 16 5,7 6,1 14 5,1 11,8 12 4,0 10 3,2 8 6 4 2 -0,2 0 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010(E)Fonte: IBGE(E) Estimativa mercado - Relatório Focus - BCB (03/12/2010) Source: IBGE 3 4 Taxa de Desemprego (% ) Crédito Crédito Crédito/PIB (%)12 (R$milhões) 1.612 45,011 1.600 1.414 40,0 1.40010 1.227 35,0 1.200 60% 30,0 9 1.000 936 56% 57% 25,0 800 733 8 607 20,0 54% 600 499 15,0 7 55% 400 56% 59% 40% 10,0 43% 44% 6 200 45% 46% 5,0 41% 44% 0 0,0 2004 2005 2006 2007 2008 2009 set/10 Fonte: BCB P. Física P. Jurídica Credito/PIBFonte: IBGE
  • PILARES DE CRESCIMENTO 134 milhões de contas correntes em 2009 (+6,4%sobre 2008) (Febraban) Ascensão econômica: o Classe média representará 57% da população brasileira até 2014 (Ministério da Fazenda) o Poder de compra da classe D supera a da classe B em 2010 (Data Popular) o Aumento do salário mínimo o Geração de mais empregos formais Aumento da taxa de penetração dos cartões noconsumo das famílias: 23,1% em junho/10
  • EVOLUÇÃO DAS CLASSES ECONÔMICAS 2010: 7,6% * 2010
  • A TAXA DE PENETRAÇÃO DE CARTÃO APRESENTA AMPLO POTENCIAL DE CRESCIMENTO PCE 60% Holanda O Brasil pode alcançar 50% níveis de penetração EUA 40% próximos aos dos EUA França Reino Unido nos próximos 10 anos 30% Outros países da 20% Europa Brasil 10% 0 5% 10% 15% 20% 25% Volume de cartões ($ bilhões) Crescimento (%)Fontes: Datamonitor; Euromonitor; EIU; Roland Berger
  • MERCADO DE CARTÕES 1 Faturamento (R$ bilhões) 2 Quantidade de transações (milhões) CAGR 22,0% 444 CAGR: 18,1% 6.106 5.323 375 4.429 301 3.704 244 16,1% 22,1% 136 1.781 111 1.535 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10** 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10*( *) Estimativa Abecs Fonte: Abecs 3 4 Número de cartões (milhões) Ticket Médio (R$/transação) 10,8% 4,9% 81,0 CAGR 13,4% 612 565 553 514 77,5 452 77,2 388 74,9 71,9 69,0 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10* 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10 (*) ABECS (apenas crédito e débito) 5
  • AGENDAA CieloNosso mercadoNosso desempenhoNosso posicionamento
  • DESEMPENHO OPERACIONAL Quantidade de Transações (milhões) 1 Volume Financeiro de Transações (R$ milhões) 2 3.427 213.958 CAGR: 20,1% CAGR: 24,5% 2.952 175.552 1.424 79.166 2.3891.978 1.232 136.500 64.655 987 110.749 20,6% 48.534 24,1% 836 39.552 1.038 67.257 2.003 861 134.792 54.177 1.720 440 110.897 25.7011.142 1.402 351 87.966 19.988 71.197 510 598 34.189 41.5562006 2007 2008 2009 3T09 3T10 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10 Crédito Débito Cartão de Crédito Cartão de Débito Estabelecimentos Comerciais Ativos (mil) 3 1.207 1.250 1.162 1.133 1.147 1.055 1.088 996 872 716 824 679 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10 ECs Ativos (transações em 180 dias) ECs Ativos ( transações em 60 dias)
  • DESEMPENHO FINANCEIRO Receita por Atividade (%) 1 Receita (R$ milhões) 2 3.627,8 CAGR 23,1% 52,6% 51,6% 49,9% 49,8% 48,2% 2.892,9 54,4% 2.402,2 1.945,1 16,2% 23,0% 15,0% 16,0% 15,8% 15,2% 14,7% 1.137,4 23,4% 924,4 26,4% 26,1% 27,6% 27,8% 27,9% 4,5% 5,5% 8,4% 3,3% 4,6% 3,9% 3,4% 3,5% 3,8% 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10Outras Receitas Antecipação de Recebíveis Aluguel de POS Cartão de Débito Cartão de Crédito Receita Comissões – Crédito e Débito 3 Receita com Aluguel de POS (R$ milhões) 4 (R$ milhões) 18,8% 608,6 1.067,1 CAGR: 21,4% 30,9% 903,1 512,3 204,2 745,9 596,0 155,9 10,3% 268,1 295,7 3T09 3T10 3T09 3T10 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10 Receita de Crédito Receita de Débito
  • ANTECIPAÇÃO DE RECEBÍVEIS Antecipação de Recebíveis 1 2 Prazo Médio (dias)3.000,0 10,0% 2.669,6 2.460,4 9,0% 69,7 72,02.500,0 66,1 2.193,3 8,0% 61,8 2.009,4 7,0%2.000,0 54,4 1.604,7 6,4% 6,0% 6,3% 5,8%1.500,0 5,0% 4,7% 5,3% 4,0%1.000,0 3,0% 2,0% 500,0 1,0% - 0,0% 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 Volume Financeiro das Antecipações (R$Milhoes) % Antecipação s/ Volume Financeiro de Crédito 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 Receita de Antecipação de Recebíveis 3 (s/ ajuste) (R$ milhões) 113,3 127,8% 97,1 73,3 65,5 49,7 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10
  • DESEMPENHO FINANCEIRO3.000,0 EBITDA Ajustado (R$ milhões) 80,00% 1 1.800,0 Lucro Líquido (R$ milhões) 1.500,0 60,00% 60,0% 2 2.450,7 2.000,0 75,00% 80,0% 1.600,0 1.536,72.500,0 55,00% 1.300,0 1.800,0 55,0% 1.400,0 75,0% 70,00% 1.600,0 50,00% 1.100,02.000,0 1.764,3 1.200,0 1.115,3 1.400,0 50,0% 68% 65,00% 68% 67% 70,0% 900,0 883,9 45,00% 1.409,5 1.000,0 1.200,01.500,0 1.000,0 60,00% 65,0% 800,0 657,9 42% 700,0 43% 43% 45,0% 1.038,8 40,00% 61% 800,0 59%1.000,0 600,0 39% 500,0 37% 60,0% 55,00% 35,00% 40,0% 600,0 400,0 488,1 500,0 53% 400,0 760,6 34% 300,0 396,7 50,00% 628,9 55,0% 200,0 30,00% 35,0% 200,0 100,0 0,0 25,00% 0,0 45,00% 0,0 50,0% 2006 2007 2008 2009 -100,0 30,0% 2006 2007 2008 2009 3T09 3T10 3T09 3T10 Margem EBITDA Ajustada Lucro Líquido Margem Líquida EBITDA Ajustado Custos + Despesas (R$ milhões) 3 CAGR 8,7% 1.337,4 1.278,5 1.125,0 1.041,7 26,8% 425,9 336 2006 2007 2008 2009 3Q09 3Q10
  • AGENDAA CieloNosso mercadoNosso desempenhoNosso posicionamento
  • POTENCIAL DE CRESCIMENTO COM PORTFÓLIOINTEGRADO DE PRODUTOS E SERVIÇOS Serviços de Transação Alternativos Serviços de Transação Alternativos: Alavancar a infraestrutura de processamento e Saúde Transporte Fidelidade ATM customizara base para processar outros tipos Tecnologias de Pagamento Emergentes de transação. Ex: Orizon Transações de Pagamentos Emergentes: Estender o uso do cartão do tradicional E-commerce Pagamento Móvel equipamento de POS para tecnologias Transações Tradicionais com Cartão emergentes. Ex: M4U, joint venture com Oi e Visa Mobile Pay Crédito Débito Pré-pago Comercial Transações Tradicionais com Cartão: Aumentar a penetração, ativação e uso dos cartões no ponto de vendas. Ex: ativação de débito, transações B2B, etc. A Cielo continuará criando novos produtos para aceitação dos estabelecimentos credenciados com a promoção do uso do cartão e das transações sem pagamento.
  • TRANSAÇÕES TRADICIONAIS COM CARTÃO Portfólio inclui três bandeiras mais aceitas internacionalmente - Visa, MasterCard e American Express – e JCB, quinta maior bandeira do mundo Bandeiras regionais: Policard, Sorocred, Good Card e Aura Vouchers: Visa Vale e Ticket Disponibilidade de 99,995% Segurança: Certificação PCI DSS e sistema neural antifraude Lynx
  • TECNOLOGIAS DE PAGAMENTO EMERGENTES Inovação e desenvolvimento de plataformas tecnológicas de mobilidade Maiores plataformas de recarga de celulares pré-pagos e pagamentos móveis do país União: Oi (experiência em mobile payments) + Cielo (abrangência e experiência em redes de pagamento eletrônico) = joint-venture oferecer o serviço de adquirência e captura de transações via dispositivos móveis 1º aplicativo no Brasil para solução de pagamento para iPhone, iPad e iPod touch Aparelhos poderão ser usados como terminal POS e realizar pagamentos móveis com Visa, MasterCard e American Express
  • INICIATIVAS EM PAGAMENTO MÓVEL PELOMUNDOAT&T, Verizon e T-Mobile anunciam criação da ISIS, plataforma nacional de comérciomóvel (16/11/10)- ISIS permitirá pagamentos no POS com smartphones e serviço será lançado em 18 meses- Discover Financial Services e Barclays também fazem parte da parceriaBancos holandeses e operadoras móveis se unem em iniciativa de pagamentosmóveis (9/9/10)- ABN AMRO, Rabobank e ING se unem a T-Mobile, KPN e Vodafone e assinam carta de intenções paraintroduzir pagamentos móveis na HolandaBofA e Visa devem testar pagamentos no celular (19/8/10)- O Bank of America e a Visa devem iniciar em setembro um projeto-piloto de pagamento via smartphones- Projeto-piloto terminará no final de dezembro, na região metropolitana de Nova York, e representa omaior passo das duas empresas até agora para a criação de uma “carteira digital” com uma série deserviços financeiros desenvolvidos nos mais sofisticados celulares.
  • SERVIÇOS DE TRANSAÇÃO ALTERNATIVOS Alavancar serviços de transação alternativos através da nossa rede quer seja no segmento B2B ou na ampliação e melhoria de produtos atuais para nossos estabelecimentos afiliados: Solução que possibilita ao banco, Plataforma Promocional bandeiras e Cielo realizarem promoções com os estabelecimentos, concedendo benefícios ou vantagens ao portador de cartão no instante da compra, trazendo uma nova experiência de utilização do cartão Participação de 40,95%; Interconexão de operadoras de saúde e odonto e prestadores de serviços,
  • NOVO CENÁRIO Desafio intensificado Novo cenário competitivo instalado em julho de 2010 é um desafio Competição mais acirrada do que antecipado principalmente no segmento de grandes varejistas
  • Área de Relações com Investidoreswww.cielo.com.br/riri@cielo.com.br2596-1701