0
2010Rel atórioAnual
Cielo Relatório Anual 2010   2               Missão e                   valores               Missão               Ser a r...
Destaques 2010»» 	 igração para o cenário multibandeira   M»» 	Fortalecimento do posicionamento em pagamento móvel, com a ...
An          te                        ri             Vi                  o                 sa                      re     ...
premiaçõesEmpresa de Valor 2010                               Melhores & MaioresJornal Valor Econômico                    ...
Papel de cada participante no       negócio de pagamento     eletrônico com cartões  BANCO EMISSOR  Responsável pela emiss...
5   Cielo Relatório Anual 2010Sumário        Mensagem da Administração                       06     01. A cielo           ...
mensagem da  AdministraçãoO ano de 2010 foi um divisor de águas parao setor de meios eletrônicos de pagamento,marcado pelo...
7   Cielo Relatório Anual 2010mais aceitas internacionalmente e que, portanto,   como a maior rede de pagamentos eletrônic...
Cielo Relatório Anual 2010   8                                 Somos igualmente comprometidos                    Nossa pol...
9   Cielo Relatório Anual 2010Este novo cenário continuará representando um     prêmio Valor Carreira. Também ganhamos ogr...
11   Cielo Relatório Anual 2010A CIELO          1
Cielo Relatório Anual 2010    12               A Cielo               M             aior rede de meios de pagamento eletrôn...
13   Cielo Relatório Anual 2010AMPLA COBERTURA COM A MELHOR DISPONIBILIDADE DE REDE DO MERCADO                            ...
Cielo Relatório Anual 2010   14                                                                  História               20...
15   Cielo Relatório Anual 2010O caminho   da transaçãoAs transações realizadas com cartões são iniciadas no estabelecimen...
17   Cielo Relatório Anual 2010 Vantagenscompetitivas   2
Cielo Relatório Anual 2010   18               vantagens                  competitivas               A       Cielo acredita...
19   Cielo Relatório Anual 2010                  Em um país de dimensões continentais, a Cielo tem a maior distribuição e ...
21   Cielo Relatório Anual 2010                 3   Estrutura   Acionária eorganizacional
Cielo Relatório Anual 2010   22               Sólida base                  acionária               Os principais acionista...
23   Cielo Relatório Anual 2010Organograma  societário                                                         Bovespa - N...
25   Cielo Relatório Anual 2010 Soluções eSERVIÇOS Cielo   4
Cielo Relatório Anual 2010   26               LÍDER EM SOLUÇÕEs                  TRANSACIONAIS E SERVIÇOS DE REDE         ...
27   Cielo Relatório Anual 2010CIELO MOBILEA Cielo lançou o primeiro aplicativo quetransforma o iPhone, iPad e iPod Touch ...
Cielo Relatório Anual 2010   28                         SOLUÇÕES DE PAGAMENTO                          SOLUÇÕES DE SEGURAN...
29   Cielo Relatório Anual 2010       SOLUÇÕES DE CONVENIÊNCIA E INCREMENTO DE RECEITAA Cielo está constantemente desenvol...
Cielo Relatório Anual 2010   30                                                                              SOLUÇÕES DE G...
31   Cielo Relatório Anual 2010   Cielo fidelidade já é o segundo maior programa de relacionamento business to business   ...
33   Cielo Relatório Anual 2010               5Governança Corporativa
Cielo Relatório Anual 2010   34               Estrutura               Desde o início de sua história recente como         ...
35   Cielo Relatório Anual 2010CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOObjetivo: Definição da estratégia de negócio da Cielo e monitorame...
Cielo Relatório Anual 2010   36                                  DIRETORIA EXECUTIVA                                  Obje...
37   Cielo Relatório Anual 2010Conselho fiscal                                                                            ...
Cielo Relatório Anual 2010   38               COMITÊS DE ASSESSORAMENTO AO               CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO        ...
39   Cielo Relatório Anual 2010Princípios e     práticasPOLÍTICAS DE GOVERNANÇA CORPORATIVAO compromisso da Cielo com a tr...
41   Cielo Relatório Anual 2010              6    Ativosintangíveis
Cielo Relatório Anual 2010   42               Ativos                  intangíveis              Ca                       ap...
43   Cielo Relatório Anual 2010Capital          Conhecimento dos colaboradores, habilidades, competências e talento.humano...
45   Cielo Relatório Anual 2010              7   GestãoEstratégica
Cielo Relatório Anual 2010   46               Gestão                 Estratégica               A Cielo vai continuar utili...
47   Cielo Relatório Anual 2010Em 2010 a Cielo inovou e lançou o primeiro aplicativo que transformao iPhone, o iPad e o iP...
49   Cielo Relatório Anual 2010            8 Gestãode riscos
Cielo Relatório Anual 2010   50                                  Gestão de                                       Riscos   ...
51   Cielo Relatório Anual 2010Risco               Os resultados operacionais da Companhia podem ser afetados em razão da ...
53   Cielo Relatório Anual 2010              9DesempenhoEconômico- Financeiro
Cielo Relatório Anual 2010   54               Cenário                 Macroeconômico               A atividade econômica b...
55   Cielo Relatório Anual 2010A expansão do setor deverá ser sustentada pela    Os cartões de débito foram responsáveis p...
Cielo Relatório Anual 2010   56                                  Desempenho                                    econômico-f...
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
06 05-2011 - relatório anual 2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

06 05-2011 - relatório anual 2010

2,455

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,455
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "06 05-2011 - relatório anual 2010"

  1. 1. 2010Rel atórioAnual
  2. 2. Cielo Relatório Anual 2010 2 Missão e valores Missão Ser a referência internacional em soluções transacionais e serviços de rede. Valores »» Colaboradores com atitude, espírito de equipe e paixão em tudo o que fazem »» Cliente encantado »» Atitude de dono »» Ética em todas as relações »» Excelência na execução »» Inovação com resultados »» Sustentabilidade e responsabilidade corporativa
  3. 3. Destaques 2010»» igração para o cenário multibandeira M»» Fortalecimento do posicionamento em pagamento móvel, com a aquisição da M4U e joint venture com Oi»» ançamento do programa de ADR Nível 1 L»» aptura de volume financeiro de R$ 262 bilhões, equivalente a cerca de 7% do PIB brasileiro C 2009 2010 % variaçãoVolume financeiro de transações de crédito e débito (R$ milhões) 213.957,6 261.675,3 22,3%Número de transações (milhões) 3.426,8 4.038,7 17,9%Taxa líquida de desconto (bps) 124 119 (5)Volume financeiro de transações de crédito (R$ milhões) 134.791,8 162.933,0 20,9%Número de transações (milhões) 2.003,0 2.322,6 16,0%Taxa líquida de desconto (bps) 149 142 (7)Volume financeiro de transações de débito (R$ milhões) 79.165,8 98.742,2 24,7%Número de transações (milhões) 1.423,8 1.716,2 20,5%Taxa líquida de desconto (bps) 81 80 (1)Receita Bruta de Serviços (R$ milhões) 3.852,5 4.461,0 15,8%Crédito 2.012,0 2.317,8 15,2%Débito 637,9 785,4 23,1%POS 1.067,1 1.169,9 9,6%Outras Receitas 135,5 187,8 38,7%Lucro líquido (R$ milhões) 1.536,7 1.830,9 19,1%Margem líquida 42,4% 42,0% (0,4) p.p.EBITDA ajustado (R$ milhões) 2.450,7 2.925,9 19,4%Margem EBITDA ajustada 67,6% 67,2% (0,4) p.p.
  4. 4. An te ri Vi o sa re s Vi sa a Va 20 Em le 10 20 10 M as teJulho Am rC ar er i d c So an ro Ex c Portfólio de Ti re pr c d es s ke t Au ra Bandeiras Po li c Pa ar dSetembro g g o G o o d JC CDezembro ar B d Em 20 11 M ai s!Janeiro Bô n u s C C ab BA al Ve Va ro le c h eq Ba u n e es c So ar dFevereiro d ex o El oAbril Sa po re
  5. 5. premiaçõesEmpresa de Valor 2010 Melhores & MaioresJornal Valor Econômico Revista ExameValor 1000 Prêmio MasterCard de InovaçãoJornal Valor Econômico Ranking das 100 empresas mais inovadoras em TIAs 150 melhores empresas para você trabalhar Information WeekRevista Exame e Você S.A. Ranking das 100 empresas de Liderança em ITMelhores em gestão de pessoas ComputerWorldJornal Valor EconômicoA importância do mercado de pagamentos eletrônicos Crescimento do uso do “dinheiro de plástico” no Brasil Aumento crescente das transações de baixo valor, substituindo cheque e dinheiro – opção de pagamento mais segura para o portador do cartão e para o estabelecimento 2010: 7,13 bilhões de transações realizadas no Brasil, com faturamento de aproximadamente R$ 580,6 bilhões (Fonte: Abecs)
  6. 6. Papel de cada participante no negócio de pagamento eletrônico com cartões BANCO EMISSOR Responsável pela emissão do cartão e pelo relacionamento com o portador DOMICÍLIO BANCÁRIO Banco indicado pelo estabelecimento para a Cielo depositar os pagamentos efetuados com cartão PORTADOR DO CARTÃO O consumidor BANDEIRAS Pessoa jurídica que oferece a organização e as normas operacionais necessárias ao funcionamento do sistema de cartão. A bandeira licencia o uso de sua logomarca para cada um dos emissores e credenciadora CREDENCIADORA Responsável, assim como a Cielo, pelo credenciamento de estabelecimentos comerciais, captura, transmissão, processamento e liquidação financeira das transações realizadas com cartões de crédito e débito, cartões de benefícios e vouchers ESTABELECIMENTO COMERCIAL ou CREDENCIADO Pessoa jurídica (comércio varejista em geral, prestadores de serviço, atacadistas, entre outros) e a pessoa física prestadora de serviço (profissionais autônomos, tais como médicos, arquitetos, advogados, entre outros) que, para aceitar cartões como forma de pagamento, é afiliada a uma credenciadora
  7. 7. 5 Cielo Relatório Anual 2010Sumário Mensagem da Administração 06 01. A cielo 10 02. Vantagens Competitivas 16 03. Estrutura Acionária e Organizacional 20 04. Soluções e Serviços cielo 24 05. Governança Corporativa 32 06. Ativos Intangíveis 40 07. Gestão Estratégica 44 08. Gestão de riscos 48 09. Desempenho econômico-financeiro 52 10. Gestão socioambiental 64 11. Demonstrações Financeiras 73
  8. 8. mensagem da AdministraçãoO ano de 2010 foi um divisor de águas parao setor de meios eletrônicos de pagamento,marcado pelo início do cenário multibandeira.Para nós, o período foi de grandes desafiose também de muitas conquistas. O primeirodeles - o desenvolvimento, a implantação e aconsolidação da nossa nova marca - começoumuito antes de 1º de julho, data em quepassamos a capturar as transações das outrasduas maiores bandeiras de cartões do mundo, aMasterCard e a American Express. Até esta data,a Cielo era a única adquirente da Visa no Brasil.Sabíamos que o trabalho de posicionamentoda marca seria intenso, pois a VisaNet, entãoexistente há 15 anos como marca e empresa,era uma potência com grande reconhecimentopor todos os públicos. Executamos esta primeiratarefa com muito êxito: pesquisa realizada pelo Queremos sempre superar limites e transpor barreiras.Instituto Expertise apontou que, em junho de2010, cerca de seis meses após o lançamento Continuamos confiantes em nosso crescimento e em nossada nova marca, 83% dos estabelecimentoscomerciais de todo o País já estavam cientes capacidade de continuar entregando resultados aos nossos acionistas, sempre com a credibilidade e transparência sobre assobre esta mudança. O nosso maior desafiofoi a preparação para o cenário multibandeira.Desde março de 2010, nossa rede já estava quais construímos a solidez da nossa marca.preparada para capturar as transações feitascom cartões da bandeira MasterCard. Noprimeiro momento, nosso objetivo foi garantir acompleta operacionalização das três bandeiras
  9. 9. 7 Cielo Relatório Anual 2010mais aceitas internacionalmente e que, portanto, como a maior rede de pagamentos eletrônicos do Brasil. Seguindo nossa estratégia de diferenciaçãogeram vendas aos estabelecimentos comerciais por meio da distribuição, firmamos outras parcerias bancárias. Uma delas foi com o HSBC, que,afiliados – a Visa, a MasterCard e a American após analisar o mercado brasileiro, escolheu a Cielo para um acordo de preferencialidade.Express, com a qual anunciamos parceria em 1ºde julho. Logo em seguida, começamos a fechar Dessa forma, priorizamos o crescimento orgânico em nosso negócio principal – que é a captura,parcerias com bandeiras regionais, cartões processamento e liquidação de transações com cartões - e também buscamos acelerar o nossode benefícios e vouchers. Nesse movimento, posicionamento no segmento de pagamento móvel. Estamos fortalecendo nosso posicionamentopassamos a capturar transações da Sorocred, como líderes em inovação. Adquirimos a M4U, empresa especializada no desenvolvimento dePolicard e Good Card, da JCB (Japan Credit plataformas tecnológicas de mobilidade e dona de uma das maiores plataformas de recarga de celularesBureau) - a quinta maior bandeira de cartões de pré-pagos do País, e logo depois unimos em uma joint venture a experiência da Oi em pagamentopagamentos do mundo -, da Ticket e da Aura. móvel à abrangência e expertise da Cielo em rede de pagamentos eletrônicos. Reafirmamos, emJá capturávamos as transações da Visa Vale. novembro, a posição de vanguarda ao trazer uma iniciativa inédita para aumentar a aceitação do cartãoAnunciamos também uma parceria com a Dotz, como meio de pagamento: o lançamento de um aplicativo para pagamento em aparelhos da Apple -uma das principais empresas de programas de iPhone, iPad e iPod touch. Estas iniciativas vão, além de consolidar nosso posicionamento em transaçõesfidelização no modelo de coalizão na América envolvendo celulares, fomentar a adoção de pagamentos móveis no Brasil e aumentar nossa penetraçãoLatina. Mesmo com a adição de todas essas em segmentos ainda pouco explorados pelos meios de pagamento, como profissionais liberais, vendasredes no nosso sistema de captura, mantivemos porta a porta, serviços de entrega e feirantes, entre outros.a taxa de 99,995% de disponibilidade em 2010,chegando a 100% nas principais datas sazonais e É constante o nosso foco em inovação, por meio de produtos que efetivamente agregam valorrelevantes para o comércio. aos estabelecimentos comerciais. Um exemplo é o Cielo Premia, lançado no segundo semestre do ano. Tão importante quanto isso é o relacionamento diferenciado que mantemos com os nossosAinda em 2010, iniciamos novos projetos estabelecimentos comerciais, sempre tentando atender as suas necessidades e muitas vezes nosque, sustentados pelos nossos diferenciais antecipar a elas por meio do desenvolvimento de soluções que não só geram mais transações aoscompetitivos, vão reforçar nossa liderança lojistas como fidelizam o consumidor.
  10. 10. Cielo Relatório Anual 2010 8 Somos igualmente comprometidos Nossa política de dividendos assegura com a transparência e respeito estatutariamente a distribuição de dividendo com os públicos com os quais nos mínimo equivalente a 50% sobre os lucros relacionamos, e imprimimos os nossos auferidos, após a constituição da reserva legal. valores indistintamente com todos eles Contudo, temos distribuído 90% do lucro - além dos estabelecimentos comerciais semestralmente, em março e em setembro. Em e os consumidores, nossos acionistas, 2010, distribuímos um total de R$ 1,5 bilhão aos investidores, as comunidades em que nossos acionistas. estamos inseridos e a imprensa. Ao nos anteciparmos à vigência do prazo Desde o início de nossa recente história como determinado pela CVM para elaboração das companhia aberta, incorporamos rígidos padrões demonstrações financeiras com base no Padrão de governança corporativa e garantimos a Internacional de Relatórios Financeiros (na fusão deles aos nossos valores. A Companhia sigla em inglês, IFRS - International Financial integra o Novo Mercado, o Índice de Ações com Reporting Standards), nos tornamos uma Governança Corporativa Diferenciada (IGC) e das primeiras empresas no Brasil a adotá-lo. o Índice de Ações com Tag Along Diferenciado Também em 2010 lançamos nosso programa (ITAG). O bloco de controle é composto de American Depositary Receipts (ADRs) Nível 1. por acionistas com histórico de melhores Até 31/12/10, ele já tinha mais de 17 milhões de práticas. Em 2010, foram revistos o escopo e as títulos emitidos. competências dos comitês de assessoramento do Conselho, que também aprovou a nossa Em 2010, nossa receita líquida incluindo a política de negociação de valores mobiliários. receita líquida de antecipação de recebíveis Nosso Conselho de Administração é assessorado cresceu 20,0% sobre 2009, para R$ 4,354 pelos comitês de Auditoria, de Finanças, de bilhões, enquanto o lucro líquido aumentou Pessoas e de Governança Corporativa e todos 19,1% e totalizou R$ 1,831 bilhão. O EBITDA eles contam com a participação dos conselheiros ajustado cresceu 19,4% em comparação a 2009, independentes como membros permanentes. para R$ 2,926 bilhões, enquanto a margem Durante a Assembleia Geral realizada no dia 30 EBITDA ajustada caiu 0,4 ponto percentual, para de abril de 2010, a Companhia disponibilizou 67,2%. Nosso volume financeiro de transações plataforma para voto eletrônico, a qual contou cresceu 22,3% em relação a 2009, para R$ 261,7 com a participação de mais de 260 acionistas, bilhões, e representou o equivalente a cerca de sediados no Brasil e no exterior. 7,4% do produto interno bruto (PIB) brasileiro.
  11. 11. 9 Cielo Relatório Anual 2010Este novo cenário continuará representando um prêmio Valor Carreira. Também ganhamos ogrande desafio e demandando ajustes em 2011. prêmio Exame de Melhores e Maiores empresas de 2010 e fomos uma das 150 melhoresO que torna tudo isso possível é o nosso empresas para se trabalhar pela décima vezcapital intelectual, estabelecido por nossos consecutiva segundo o Guia Você S/A Exame.colaboradores, a quem proporcionamosum clima organizacional propício ao Os ajustes estão demandando mais dadesenvolvimento profissional e à retenção de Companhia. Contudo, confiamos em nossostalentos. Acreditamos que o atingimento dos fundamentos e vamos, mais do que nunca,nossos objetivos esteja diretamente relacionado utilizar a nossa expertise e alavancar nossasao envolvimento dos mesmos. Por isso, vantagens competitivas para nos diferenciarnossos valores são vivenciados no dia-a-dia neste novo cenário: nossa estratégia dee permeiam indistintamente todas as nossas distribuição, por meio de parcerias com bancos;relações e, assim como os nossos objetivos a confiabilidade de nossa rede e garantia dee nossa cultura, são disseminados por meio segurança nas transações; produtos e serviçosde uma comunicação clara e transparente inovadores; o relacionamento diferenciadoe reforçados em nossas convenções anuais, com os estabelecimentos comerciais por meioàs quais 100% dos nossos colaboradores são de nossa força de vendas própria e canaisconvidados. alternativos. Queremos sempre superar limites e transpor barreiras, sempre com a credibilidadeEstes esforços são reconhecidos pelas e transparência sobre as quais construímos apremiações mais importantes do mundo solidez da nossa marca.corporativo: fomos eleitos pela primeira vez aEmpresa de Valor do Ano no prêmio Valor 1000da edição de 2010; pela quinta vez consecutiva,fomos campeões na categoria de Serviços A AdministraçãoEspecializados e fomos eleitos uma das cincomelhores empresas na gestão de pessoas pelo
  12. 12. 11 Cielo Relatório Anual 2010A CIELO 1
  13. 13. Cielo Relatório Anual 2010 12 A Cielo M aior rede de meios de pagamento eletrônicos da América Latina, a Cielo é responsável por toda a cadeia de serviços – credenciamento de estabelecimentos; »» Maior rede de pagamentos eletrônicos da captura; transmissão; processamento e liquidação América Latina financeira das transações; além de gestão de rede para aceitação de cartões – e monitora 100% dessas »» Presente em 98% do território brasileiro transações por meio do sistema único e diferenciado »» A melhor disponibilidade do mercado Cielo Lynx. Presente em 98% do território brasileiro, a Companhia tem a melhor disponibilidade de rede do »» 100% das transações monitoradas: mercado, com 99,995% ao longo do ano e 100% nas maior segurança principais datas promocionais para o varejo. A Cielo oferece o mais completo portfólio de soluções de »» O mais moderno parque de máquinas POS pagamento, com o mais moderno parque de terminais eletrônicos do país – máquinas com idade média de 1,7 ano.
  14. 14. 13 Cielo Relatório Anual 2010AMPLA COBERTURA COM A MELHOR DISPONIBILIDADE DE REDE DO MERCADO A partir de julho, a Cielo passou a capturar as transações das outras duas maiores bandeirasA Cielo está presente em todo o Brasil, com abrangência de mais de 98% do território nacional, e de cartões do mundo, a MasterCard e apresta serviços a mais de 1,1 milhão de estabelecimentos comerciais ativos. São considerados ativos os American Express. Até esta data, a Cielo era aestabelecimentos que fizeram pelo menos uma transação em 60 dias. Sua disponibilidade de rede, de única adquirente da Visa no Brasil. A Companhia99,995%, é garantida pela redundância de sistemas e elevados critérios de monitoramento do negócio. também ampliou a captura da JCB (Japan CreditDessa forma, a Cielo presta serviços de alto valor agregado, tanto aos estabelecimentos comerciais Bureau), a quinta maior bandeira de cartõescomo aos bancos e consumidores portadores dos cartões, com segurança e eficiência. de pagamentos do mundo e única bandeira de pagamentos japonesa com atuação global,INOVAÇÃO E PIONEIRISMO e também fechou parceria com os vouchers Ticket, Sorocred, Policard e Good Card, alémA Companhia está em busca constante de identificação de novos segmentos de negócios que da Aura e a Dotz, uma das principais empresaspossam maximizar e otimizar o uso de sua rede e seus ativos. Por isso, além de líder na captura e de programas de fidelização no modelo deprocessamento de transações eletrônicas que envolvem pagamento, a Cielo é também pioneira coalizão da América Latina.no desenvolvimento e na oferta de soluções inovadoras em segmentos que têm sinergia comsuas atividades. A Companhia também mantém a liderança e a busca contínua por inovação em A marcainfraestrutura de rede para correspondentes bancários, recarga de celular, voucher eletrônico esaque, bem como em serviços de rede, que contempla a captura e o processamento de transações Os desafios da Cielo começaram muito antes doeletrônicas que não envolvem pagamento, como conectividade e autorização de transações no início do novo cenário. A Cielo lançou, no finalsegmento de saúde. de 2009, uma operação ambiciosa e desafiadora – a mudança de marca, com o objetivo deCENÁRIO MULTIBANDEIRA preparar o posicionamento da Companhia para o cenário multibandeira. O desafio era grande,O ano de 2010 foi um marco para o setor de adquirência, com o início do cenário multibandeira, em uma vez que a VisaNet era uma marca comjulho. Graças ao rígido controle sobre os processos e comprometimento da empresa toda, em março sólido reconhecimento, acumulado em seus 15de 2010, quatro meses antes do início do cenário multibandeira, a Cielo já estava totalmente preparada anos de história, mas que não mais se adequavapara capturar transações com a bandeira MasterCard. A transição da Cielo para o novo ambiente foi às necessidades de mercado da credenciadorarealizada com êxito, mantendo a mesma disponibilidade de rede. líder no País. Iniciada em novembro de 2009, a campanha de reposicionamento da marca Cielo adotou fases distintas. A primeira etapa, do final do primeiro trimestre de 2009, apresentou a nova marca para o mercado, com o slogan “Visanet agora é Cielo”, aproximando personagens do cotidiano do negócio dos clientes da credenciadora com a nova marca. Foram usados perfis de clientes como chef de cozinha, frentista de posto de gasolina e cabeleireira.
  15. 15. Cielo Relatório Anual 2010 14 História 2010 foi o ano de consolidação da marca Cielo do ponto de vista institucional, com foco em reforçar os atributos de desempenho e liderança. Anos 90 1995: Criação da VisaNet Brasil pela Visa International, Bradesco, Banco do Brasil, Banco ABN Amro Real e o extinto Banco Nacional Assim, no final do primeiro trimestre de 2010, a para administrar a rede de estabelecimentos comerciais afiliados campanha veiculada com o nadador Cesar Cielo e centralizar as operações referentes às transações dos cartões da como garoto-propaganda, recordista mundial bandeira Visa no Brasil. dos 50 e 100 metros livres, reafirmava a posição de liderança de ambos os protagonistas: o Cesar 1996: Início das operações com uma rede afiliada de mais de 100 mil Cielo, como “a máquina da natação”, e a Cielo, estabelecimentos, oferecendo serviços de captura, processamento e associada ao recordista do esporte, com o slogan liquidação de transações de cartões de crédito. “Nada Supera Essa Máquina”. A terceira etapa, adotada no começo do AnoS 90 1997 a 2007: Lançamento de serviços relacionados aos novos produtos Visa, como o cartão de débito Visa Electron, que consolidou segundo trimestre, foi desenvolvida para valorizar o atributo de desempenho da Cielo, E 2000 o uso do dinheiro eletrônico; o Visa Vale Pedágio e a prestação de com o filme publicitário “Paraquedas”, que serviços para os cartões de benefícios refeição e alimentação Visa Vale. declarava a capacidade de processamento da Cielo. Na mesma fase, foi veiculado o filme “Halterofilista”, com o objetivo de estabelecer a superioridade da Cielo em relação à Anos 2000 Junho 2009: Oferta pública inicial de ações (Initial Public Offering - IPO) da VisaNet em uma operação que levantou R$ 8,4 bilhões, o maior IPO concorrência. Por fim, como reforço da marca do Brasil até aquele momento. Início da negociação das ações no Novo para a entrada no cenário multibandeira, no Mercado da BM&FBovespa, inicialmente sob o código VNET3. começo do terceiro trimestre de 2010, foi desenvolvido o filme “Carros”, reforçando a Dezembro 2009: Alteração da razão social para Cielo S.A., em virtude capacidade da Companhia de transacionar as da quebra da relação de adquirente único da bandeira Visa que viria a novas bandeiras do novo cenário de mercado. ocorrer em julho de 2010. O código da ação passa a ser CIEL3. O resultado destes esforços foi refletido em 2010 uma pesquisa realizada pelo Instituto Expertise, Fevereiro: Lançamento do programa de ADR (American Depositary que revelou que 83% dos estabelecimentos Receipts) Nível I. comerciais do País todo já estavam cientes da mudança de nome da marca apenas seis meses Julho: Início do cenário multibandeira. após o início das campanhas sobre a nova identidade corporativa.
  16. 16. 15 Cielo Relatório Anual 2010O caminho da transaçãoAs transações realizadas com cartões são iniciadas no estabelecimento, por meio da rede de captura daCielo, e devem ser autorizadas pelo emissor do cartão. Após transitar pelos sistemas da bandeira paravalidação e registro , as transações são concluídas com a impressão do comprovante . A transação começa na máquina Cielo, no TEF, no celular ou na internet 1 A informação passa O Extrato On-line fica 2 por fornecedores de telecomunicação disponível no site da Cielo para que o estabelecimento confira todas as transações 7 Etapas de Em seguida, é uma transação eletrônica 3 Data Center transmitida a um Data Center parceiro da Cielo. Ao mesmo tempo, ela passa pela solução de na Cielo 6Após a transação ser concluída, segurança Cielo Lynx, acontece a compensação e a que detecta fraudes, e liquidação financeira pelo Centro de 4 Monitoração e Comunicação da Cielo 5 Centro de Monitoração e Comunicação As transações de crédito e débito são autorizadas no banco emissor Tudo isso é e também na sede da bandeira, processado 1 segundo no caso do crédito em apenas
  17. 17. 17 Cielo Relatório Anual 2010 Vantagenscompetitivas 2
  18. 18. Cielo Relatório Anual 2010 18 vantagens competitivas A Cielo acredita que suas vantagens competitivas sustentam a ampla e sólida estrutura dos seus negócios e permitem antecipar tendências de mercado e identificar oportunidades, criando novas linhas de serviços que complementem as atividades dos estabelecimentos credenciados, gerem oportunidades de negócios e sejam convenientes e úteis aos portadores.
  19. 19. 19 Cielo Relatório Anual 2010 Em um país de dimensões continentais, a Cielo tem a maior distribuição e está presente em 98%Capilaridade dos municípios brasileiros. São mais de 1,1 milhão de estabelecimentos credenciados. A Cielo busca inovação com resultados, com produtos diferenciados que atendem às necessidades dos clientes, gerem oportunidades de negócios aos estabelecimentos e, assim, aumentem sua receita.Inovação Além das transações tradicionais com cartão, a Cielo lidera o processo em tecnologias de pagamento móvel e, em serviços de transação alternativos, já se posicionou no setor de saúde. O portfólio de produtos da Cielo incorpora as três bandeiras mais aceitas internacionalmente, Visa,Portfólio de MasterCard e American Express, além da JCB (Japan Credit Bureau) e Elo. Em 2011, a Cielo completa uma década de atuação no segmento de vouchers e lidera o mercado de alimentação fora do lar. Oprodutos portfólio de vouchers da Companhia inclui Visa Vale, Ticket, Sodexo, Sorocred, Policard, Good Card, Bônus CBA, Cabal Vale, Verocheque e Sapore Benefícios. A Companhia tem redundância de sistemas de rede e critérios de monitoração elevados, com 99,995%Disponibilidade de disponibilidade.Segurança Garantida pelo Cielo Lynx, um sistema único e diferenciado para detecção e monitoria de fraudes. Eleda transação proporciona um maior nível de segurança a estabelecimentos, bancos e portadores de cartão.
  20. 20. 21 Cielo Relatório Anual 2010 3 Estrutura Acionária eorganizacional
  21. 21. Cielo Relatório Anual 2010 22 Sólida base acionária Os principais acionistas da Cielo são o Banco do Base acionária 1.364.783.800 ações ON Brasil e o Bradesco, dois dos maiores bancos do País, o que confere à Companhia uma condição privilegiada na aceitação de seus serviços e contribui para sua posição de liderança no setor.Após alienação da participação do Grupo Santander Espanha na Cielo, em abril de 2010, o Bradesco e o Banco do Brasil passaram a deter, cada um, 28,6% do capital social da Companhia. A estrutura acionária da Cielo compõe uma estrutura sólida que baseia o desenvolvimento de seus negócios nas diversas frentes em que atua. 42,4% | Free-float 28,6% | Banco do Brasil 0,3% | Tesouraria 28,6% | Banco Bradesco
  22. 22. 23 Cielo Relatório Anual 2010Organograma societário Bovespa - Novo Mercado (CIEL3) ADR - Nível 1 (CIOXY)99,99% 99,99% 40,95% 99,99% Servrede Servinet CieloPar Serviços S.A. 0,01% Serviços Ltda 0,01% CBGS Participações Ltda50,1% 50% 0,01% Paggo Soluções Multidisplay Com. e Meios de e Serviços Pagamentos S.A. Tecnológicos S.A.100% M4 Produtos e Serviços S.A.
  23. 23. 25 Cielo Relatório Anual 2010 Soluções eSERVIÇOS Cielo 4
  24. 24. Cielo Relatório Anual 2010 26 LÍDER EM SOLUÇÕEs TRANSACIONAIS E SERVIÇOS DE REDE A Cielo oferece um portfólio completo de soluções diferenciadas para atender a cada tipo de negócio. SOLUÇÕES DE CAPTURA A Cielo oferece soluções que permitem que o estabelecimento aceite cartões de crédito, débito ou vouchers por meio de cartões com chip ou tarja e que a captura seja feita com rapidez e segurança. A Companhia tem uma solução para cada necessidade – desde máquinas com diversas funções, para diferentes tipos de cartão (com ou sem tarja, por exemplo), que atendem a uma loja ou a vários estabelecimentos, até aplicativos para iPhone, iPad ou iPod touch e serviços para lojas virtuais. CIELO POS O POS – Point of Sale, Ponto de Venda ou Ponto de Serviço – é a máquina que captura as transações de cartões de crédito, débito ou vouchers, com chip ou tarja, e emite comprovantes de venda. CIELO TEF O TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) é um meio de pagamento recomendado para estabelecimentos comerciais com obrigatoriedade de emissão do cupom fiscal. Esta solução está integrada a uma automação comercial que faz o controle de caixa do estabelecimento, aciona o leitor de código de barras para passagem dos produtos no caixa e é responsável pela impressão do cupom fiscal, entre outras funções. A máquina da Cielo utilizada para esta solução se chama Pin Pad. CIELO SOLUÇÕES SEGMENTADAS A solução de captura segmentada Multi ECs (Multiestabelecimentos) permite que vários estabelecimentos realizem transações por meio de uma única máquina fixa. A vantagem é que cada estabelecimento é um credenciado Cielo independente e recebe as vendas com cartões em contas bancárias separadas. Esta solução é indicada para feiras livres, consultórios médicos e dentários, leilões e pequenas galerias de lojas, entre outros.
  25. 25. 27 Cielo Relatório Anual 2010CIELO MOBILEA Cielo lançou o primeiro aplicativo quetransforma o iPhone, iPad e iPod Touch emuma máquina POS. Com este aplicativo, osprofissionais liberais podem aceitar de formarápida, simples e móvel os principais cartõesde crédito – Visa, MasterCard e AmericanExpress – e, em breve, Paggo. A segurança dastransações é garantida por meio da criptografiados dados, que são protegidos segundo oPadrão International PCI. Além disso, nenhumainformação permanece armazenada noaparelho. Com esta solução, o usuário podereceber pagamentos à vista ou parcelados,enviar por e-mail o comprovante de pagamentopara seu cliente e consultar o histórico dastransações no próprio aparelho.CIELO E-COMMERCESolução para os estabelecimentos que desejamabrir outro canal com seus clientes, o comércioeletrônico. Para o consumidor, a comodidadede ter acesso à loja virtual de qualquer lugara qualquer momento. Esta solução apresentadiversas vantagens para o estabelecimento:»» Confiável: a Cielo segue as mais rígidas exigências do Padrão Internacional Cartão PCI e a segurança das transações é garantida com a proteção dos dados.»» Simples implantação: a solução pode ser integrada a qualquer plataforma presente na loja virtual, independentemente de sua infraestrutura tecnológica.»» Econômica: na Cielo não é cobrada mensalidade pelo uso da plataforma.»» Segura: o processo de autenticação da venda é feito de acordo com as normas e padrões das bandeiras presentes nessa plataforma.
  26. 26. Cielo Relatório Anual 2010 28 SOLUÇÕES DE PAGAMENTO SOLUÇÕES DE SEGURANÇA A Cielo oferece o mais completo portfólio CIELO LYNX de soluções de pagamento do mercado, Um dos diferenciais da Cielo, a segurança das transações é garantida por um rígido controle sobre todo desenvolvido para atender às necessidades o processo. Todas as transações de todas as bandeiras aceitas pela rede da Cielo são monitoradas pelo de cada perfil de estabelecimento comercial Cielo Lynx, ferramenta neural de prevenção, monitoramento e combate a fraudes. Nos últimos 5 anos, - que demanda garantia de recebimento e a Cielo tem alcançado o menor índice de fraude do mercado brasileiro de cartões e, em 2010, o Cielo agilidade no pagamento – e dos portadores Lynx evitou mais de R$ 126,0 milhões em fraudes para a indústria de cartões. de cartões e vouchers de alimentação, refeição e automotivo, que precisam de Sistema de segurança proprietário desenvolvido em conjunto com o Instituto de Ingeneria Del diversidade de aceitação e opções de Conocimiento da Universidade de Madrid, uma das instituições científicas mais conceituadas da financiamento sem burocracia. Europa, o Cielo Lynx, lançado em abril de 2001, é baseado em inteligência artificial e é reconhecido no mundo todo como a primeira ferramenta interligada entre emissor, adquirente e estabelecimento. CIELO FINANCIAMENTO A Cielo apresenta diversas opções de financiamento para os estabelecimentos, permitindo simulações de parcelas direto na máquina, o que elimina a burocracia, reduz Sistema neural de segurança o uso de capital de giro próprio e amplia as opções de parcelamento aos portadores, que uma década protegendo suas transações têm crédito pré-aprovado. CIELO VOUCHERS – ALIMENTAÇÃO, REFEIÇÃO E AUTOMOTIVO Os cartões benefícios garantem mais segurança Além de monitorar as transações realizadas por meio das máquinas POS e solução TEF, o Cielo Lynx ao portador e ao estabelecimento. A empresa garante também a segurança das transações de antecipações de recebíveis da Cielo. O resultado está empregadora deposita mensalmente créditos refletido nos números: a Companhia nunca registrou prejuízo com fraude neste tipo de transação desde nos cartões de seus colaboradores, que os 2008, quando a operação de antecipação foi iniciada na Cielo. utilizam para pagamento de suas refeições, de suas compras de alimentos em supermercados A ferramenta está totalmente adequada ao Padrão de Segurança de Dados (PCI – DDS), conselho criado e para despesas em postos de gasolina, serviços pelas principais bandeiras de cartões para definir e gerenciar os Padrões de Segurança de Dados da automotivos e similares. Indústria de Cartões de Pagamento.
  27. 27. 29 Cielo Relatório Anual 2010 SOLUÇÕES DE CONVENIÊNCIA E INCREMENTO DE RECEITAA Cielo está constantemente desenvolvendo soluções práticas, seguras econvenientes aos portadores de cartões de forma a aumentar o fluxo de clientes e areceita dos estabelecimentos.CIELO RECARGAEm dezembro de 2010, havia no Brasil cerca de 203 milhões de celulares, segundo aAgência Nacional de Telecomunicações (Anatel), dos quais mais de 82% eram linhaspré-pagas, o que representa um grande potencial para a Cielo Recarga. Esta soluçãopermite a recarga de telefones pré-pagos fixos e móveis com cartões de débito Visa eMasterCard e também cartões de crédito destas bandeiras. Para o cliente, conveniênciae prazo para pagamento da recarga. Para o lojista, aumento de fluxo, fidelização eoportunidade de oferecer serviços adicionais a clientes aliados à economia.CIELO SAQUEEsta solução traz comodidade e segurança para o cliente, uma vez que ele não precisair ao caixa eletrônico para saques até R$ 100,00 em dinheiro nas compras acima deR$ 20,00 feitas com o cartão de débito Visa Electron. Não há cobrança de tarifa sobreo valor do saque nem para o portador do cartão, nem para o estabelecimento. Parao estabelecimento, este serviço pode aumentar o fluxo de clientes e fidelizá-los e,consequentemente, pode aumentar as vendas.CIELO CORRESPONDENTECom esta solução, os clientes do estabelecimento podem realizar saques em dinheiro, fazerpagamentos de boletos, tributos e contas com códigos de barra. Esses pagamentos podemser feitos com dinheiro ou cartão de débito Visa dos bancos habilitados, diretamente nocaixa do estabelecimento. Entre as vantagens para o estabelecimento, esta solução podecontribuir para o aumento do fluxo de clientes, fidelizá-lo pelo hábito de pagamento dascontas na loja e, consequentemente, aumentar a receita do estabelecimento.
  28. 28. Cielo Relatório Anual 2010 30 SOLUÇÕES DE GESTÃO E PRODUTIVIDADE CIELO EXTRATO O Extrato permite ao estabelecimento comercial acompanhar as movimentações financeiras das transações realizadas na Cielo com os cartões Visa, MasterCard e Elo. Esta solução facilita a conciliação financeira e o planejamento do fluxo de caixa. O estabelecimento pode consultar seus últimos lançamentos; visualizar as parcelas futuras; acessar o extrato mensal; montar extratos personalizados, de acordo com as necessidades de conciliação financeira do estabelecimento; acompanhar a movimentação financeira; e Uma nova experiência de também receber mensalmente a consolidação das movimentações financeiras do estabelecimento. compra para o consumidor e CIELO PREMIA inteligência promocional para o No segundo semestre de 2010, a Cielo mais estabelecimento, o Cielo Premia uma vez inovou e trouxe uma avançada tecnologia que muda a realização de representa a nova geração dos promoções no ponto de venda. O Cielo Premia, nova denominação da Plataforma cupons e cartelas. Promocional, é a ferramenta de marketing promocional mais flexível do mercado: fácil de usar, fácil de premiar, fácil de resgatar o prêmio, fácil de gerenciar a promoção. Esta inovação tem como objetivo fortalecer o relacionamento da Cielo com o seu cliente, o
  29. 29. 31 Cielo Relatório Anual 2010 Cielo fidelidade já é o segundo maior programa de relacionamento business to business (B2B) do Brasil e atesta o comprometimento da companhia com seus clientes. Programa de relacionamentoestabelecimento comercial, e aumentar suas CIELO FIDELIDADEvendas e fidelizar o portador de cartão. Em 2010, a Cielo reforçou sua estratégia de o segundo maior programa de relacionamento comunicação com seu cliente, o estabelecimento business to business (B2B) do Brasil.Dentre as vantagens do Cielo Premia está o comercial, com o desenvolvimento efato de surpreender o portador do cartão com implementação do Cielo Fidelidade, inicialmente O programa Cielo Fidelidade também ofereceuma experiência de pagamento diferenciada, chamado de 100% Você. Inédito no segmento, uma ferramenta de gestão de negócio.além de fidelizá-lo por meio de múltiplas o Cielo Fidelidade é um programa integrado que O estabelecimento participante do programaformas de premiação e descontos, tais como oferece vantagens para os estabelecimentos pode, além de resgatar produtos e serviçosdesconto ou brinde na próxima compra, que concentram suas vendas na Companhia. De usando seus pontos, consultar indicadoresacúmulo de valores de compras realizadas, forma simples e sem burocracia, as vendas são de seu negócio e do mercado, avaliar seuacúmulo de visitas no ponto de venda e convertidas em pontos que, quando acumulados, desempenho em relação ao dos concorrentes docampanhas comerciais cruzadas. Com o podem ser trocados por prêmios. setor com índices parametrizados pelo próprioCielo Premia também é possível segmentar a estabelecimento e participar de programas depromoção de acordo com a necessidade do Estabelecido no segundo semestre de 2010, o capacitação desenvolvidos pela Cielo. Entre estesponto de venda e gerenciar automaticamente a programa alcançou resultados expressivos: em programas estão, por exemplo, cursos sobrepromoção, reduzindo custos operacionais. dezembro do mesmo ano, clientes que aderiram fluxo de caixa e de vitrine. ao Cielo Fidelidade apresentaram um crescimentoDesta forma, os estabelecimento comercial de 22% no faturamento, comparado com umdesenvolve parcerias tanto com os emissores crescimento médio de 13% dos não participantes.como com a Cielo, visando aumento de vendas Lançado como um piloto, a adesão da basee estimulando a ativação, retenção e uso dos de clientes convidados a experimentar o Cielocartões pelos portadores. Fidelidade alcançou o índice de 76%, tornando-se
  30. 30. 33 Cielo Relatório Anual 2010 5Governança Corporativa
  31. 31. Cielo Relatório Anual 2010 34 Estrutura Desde o início de sua história recente como companhia aberta, a Cielo incorporou rígidos padrões de governança corporativa aos seus valores e ao dia-a-dia de seu negócio. Buscando facilitar a participação dos acionistas no As ações da Companhia são listadas no processo de tomada de decisão, a Cielo disponibilizou Novo Mercado, segmento da BMFBovespa composto por empresas comprometidas com uma plataforma para voto eletrônico para a Assembleia as melhores práticas de governança. As ações também integram as carteiras teóricas do Geral Ordinária e Extraordinária realizada no dia 30 Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC) e do Índice de Ações com de abril de 2010, que contou com a participação de mais de 260 acionistas, sediados no Brasil e no exterior. Tag Along Diferenciado (ITAG). Em 2010, a Cielo aprimorou sua estrutura de administração, revendo o escopo e as práticas de seus comitês de assessoramento do Conselho, e criando políticas e processos que garantam a conformidade dos negócios Acionistas com os princípios observados, como, por exemplo, a política de negociação de valores mobiliários, aprovada nesse ano e, ainda, a implementação do Portal de Conselho de Administração Conselho Fiscal Governança Corporativa. Essa estrutura é concebida e aplicada para Comitê de Diretoria Executiva o alcance dos objetivos da Companhia de pessoas Presidente e Vice-Presidentes continuar crescendo e gerando valor para Comitê de Fórum de todos os seus públicos e para o mercado com auditoria gastos qualidade e inovação em todas as diversas Comitê de Comitê de áreas de atuação em soluções transacionais e governança risco emissor serviços de rede. corporativa Fórum diretivo Comitê de de sustentabilidade A Companhia possui 10 integrantes em seu finanças Comitê de Conselho de Administração e seis diretores preços estatutários, e é assessorada por nove comitês, Fórum de conforme quadro ao lado: projetos
  32. 32. 35 Cielo Relatório Anual 2010CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOObjetivo: Definição da estratégia de negócio da Cielo e monitoramento geral de sua evolução.Formação: Entre 7 a 11 membros, com no mínimo 20% de membros independentes e o restante deacionistas, eleitos pela Assembleia Geral, com mandato de dois anos, sendo permitida a reeleição.Composição em 2010: Quadro de 10 membros, eleitos em 2010, com mandato até 2012.Membros do Conselho de Data de Término doAdministração Cargo eleição mandatoArnaldo Alves Vieira Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012Jair Delgado Scalco Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012Raul Francisco Moreira Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012José Maurício Pereira Coelho Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012Denilson Gonçalves Molina Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012Paulo Rogério Caffarelli* Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012Milton Almicar Silva Vargas Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012Norberto Pinto Barbedo Conselheiro 30/04/2010 30/04/2012 ConselheiroFrancisco Augusto da Costa e Silva 30/04/2010 30/04/2012 Independente ConselheiroGilberto Mifano 30/04/2010 30/04/2012 Independente*O Sr. Paulo Rogério Caffarelli é o atual Presidente do Conselho de Administração.
  33. 33. Cielo Relatório Anual 2010 36 DIRETORIA EXECUTIVA Objetivo: Acompanhar diretamente a atuação - sendo um Diretor Presidente, um Diretor de das áreas do negócio para observar sua conduta Relações com Investidores e até seis Diretores de acordo com suas políticas, objetivos e sem designação específica -, eleitos pelo metas e com as diretrizes de seu planejamento Conselho de Administração, com um mandato estratégico. de dois anos, sendo permitida a reeleição. Formação: Entre dois e oito diretores que Composição em 2010: Quadro de seis podem acumular outros cargos na Companhia diretores estatutários. Membros da Data de Término do Diretoria Executiva Cargo eleição mandato Rômulo de Mello Dias Diretor Presidente 20/05/2010 19/05/2012 Vice-Presidente Executivo de Eduardo Chedid Simões 20/05/2010 19/05/2012 Soluções em Negócios Vice-Presidente Executivo Clovis Poggetti Junior de Finanças e Relações com 03/01/2011 19/05/2012 Investidores Vice-Presidente Executivo de Paulo Guzzo Neto 20/05/2010 19/05/2012 Tecnologia e Operações Vice-Presidente Executivo Roberto Menezes Dumani de Desenvolvimento 20/05/2010 19/05/2012 Organizacional Dilson Tadeu da Costa Vice-Presidente Executivo 06/05/2010 05/05/2012 Ribeiro Comercial e Trade Marketing
  34. 34. 37 Cielo Relatório Anual 2010Conselho fiscal COMITÊS DE ASSESSORAMENTO AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EObjetivo: Fiscalizar as atividades da administração e rever as demonstrações financeiras da Cielo, À DIRETORIA EXECUTIVAreportando suas conclusões aos acionistas. O Conselho de Administração é assessoradoFormação: O órgão não é permanente. É instalado a pedido dos acionistas ou por deliberação da pelos comitês de Auditoria, de Finanças, deAssembleia Geral, nas hipóteses previstas em lei. É composto por três a cinco membros e seus Pessoas e de Governança Corporativa e todosrespectivos suplentes para um mandato válido por um ano. eles contam com a participação dos conselheiros independentes como membros permanentes.Composição em 2010: Três membros efetivos e dois suplentes. Objetivo: Auxiliar o Conselho de Administração da Cielo, com base técnica e consultiva, sobre matérias específicas.Membros do Término doConselho Fiscal Cargo Data de eleição mandato Formação: Apenas o Comitê de AuditoriaKleber do Espírito Santo Efetivo AGO 30/04/2010 30/04/2011 tem funcionamento permanente, previsto no Regulamento do Novo Mercado e no EstatutoMarcio Hamilton Ferreira* Efetivo AGO 30/04/2010 30/04/2011 Social da Cielo. Os demais têm seus escoposHaroldo Levy Netto* 1 Efetivo AGO 30/04/2010 30/04/2011 de atuação definidos pelo Conselho deMarcelo Dal´Occo Suplente AGO 30/04/2010 30/04/2011 Administração, assim como seus membros, que fazem parte de várias áreas da Companhia eAndre Luis Dantas Furtado Suplente AGO 30/04/2010 30/04/2011 compõem uma equipe multidisciplinar.*O Sr. Márcio Hamilton é o atual Presidente do Conselho Fiscal Composição em 2010: Nove Comitês de*₁ Conselheiro Independente Assessoramento fazem parte da atual estrutura de governança corporativa da Cielo, dos quais quatro assessoram diretamente o Conselho de Administração e cinco, a Diretoria Executiva.
  35. 35. Cielo Relatório Anual 2010 38 COMITÊS DE ASSESSORAMENTO AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO »» Comitê de Pessoas: recomenda critérios e níveis de remuneração e benefícios dos colaboradores e Administradores. »» Fórum Diretivo de Sustentabilidade: implementa políticas, estratégias e ações de sustentabilidade. »» Comitê de Auditoria: auxilia o Conselho de »» Fórum de Gastos: garante a melhor alocação dos recursos da Companhia, buscando a correta Administração nas questões relacionadas aos destinação para os gastos e investimentos, bem como reforça o uso eficiente dos processos de processos de auditoria interna e externa. compras implementados na Companhia e a efetiva aplicação das normativas relacionadas. »» Comitê de Governança Corporativa: »» Fórum de Projetos: recomenda a priorização dos projetos estratégicos de acordo com as metas avalia políticas de governança corporativa de curto, médio e longo prazo da Companhia e verifica a análise de viabilidade econômica e da Companhia, observando o nível de sistêmica de projetos por meio de ferramenta específica. governança adotado e zelando pela adoção efetiva das melhores práticas internacionais. »» Comitê de Finanças: avalia e recomenda Aspectos primordiais de conduta apresentados no políticas, orçamentos, investimentos e planejamento fiscal. Código de Ética: COMITÊS DE ASSESSORAMENTO Assédio, discriminação e preconceito // Combate À DIRETORIA EXECUTIVA à pornografia infantil // Conflito de interesses // »» Fórum de Clientes: observa o atendimento ao interesse dos clientes por meio Contribuições a partidos políticos // Corrupção da identificação de ações que visam e formação de cartel // Lavagem de dinheiro a maximizar as oportunidades de desenvolvimento de novos produtos e // Presentes, favores e serviços // Preservação tecnologias. Além disso, avalia políticas de gerenciamento de clientes, recomenda de informação // Segurança das informações // ações de marketing e promocionais. Trabalho escravo // Trabalho infantil // Uso de »» Comitê de Risco Emissor: monitora, analisa e classifica o risco dos emissores de cartões de recursos da empresa todas as bandeiras.
  36. 36. 39 Cielo Relatório Anual 2010Princípios e práticasPOLÍTICAS DE GOVERNANÇA CORPORATIVAO compromisso da Cielo com a transparênciae a garantia de acesso por seus investidoresàs informações claras, objetivas e imparciais éreafirmado e observado por meio da aplicaçãode suas políticas que orientam a governança Estes pagamentos observam as disposições CÓDIGO DE ÉTICA E CANAL DE ÉTICAcorporativa da Companhia: contidas na Lei das Sociedades por Ações e no Estatuto Social da Companhia, que Em 2010, foi lançada a 2ª edição do Código de»» Política de Divulgação de Ato ou Fato estabelece a distribuição aos acionistas de Ética, elaborado em 2009 com a participação de Relevante e Preservação de Sigilo: no mínimo 50,0% do lucro líquido apurado mais de 100 colaboradores da Cielo. O Código estabelece as práticas, obrigações e nas demonstrações financeiras. tem o objetivo de traduzir os valores e os mecanismos de uso e de divulgação no princípios da Companhia e definir os aspectos mercado das informações relevantes da PLATAFORMA PARA VOTO ELETRÔNICO que devem ser observados na conduta diária de Cielo, de acordo com as regulamentações EM ASSEMBLEIA seus colaboradores e no relacionamento com definidas pela CVM. todos os públicos Cielo. Com o objetivo de facilitar a participação»» Política de Negociação de Valores dos acionistas no processo de decisão da Paralelamente, foi lançado o Canal de Mobiliários: divulgada em setembro de 2010, Cielo, a Companhia disponibilizou uma Ética, para que ocorrências relacionadas ao define as regras para a negociação dos valores plataforma para voto eletrônico que permite descumprimento ao Código pudessem ser mobiliários de emissão da Cielo, para evitar o voto remoto em assembleias. Utilizada já na registradas. Este canal é administrado por uma o uso inadequado de informações por seus Assembleia Geral Ordinária de 2010, realizada empresa independente, que garante sigilo e, controladores, empregados, administradores, no dia 30 de abril, a plataforma possibilitou se solicitado pelo denunciante, anonimato. consultores e prestadores de serviços que a participação de mais de 260 acionistas, Todos os registros são visualizados pela área de tenham acesso a informação privilegiada. sediados no Brasil e no exterior. Auditoria Interna da Cielo, que é independente da Diretoria Executiva, e realiza a apuração de»» Política de Dividendos: a partir de 2010, PORTAL DE GOVERNANÇA CORPORATIVA todos os registros. os pagamentos de dividendos e/ou juros sobre capital próprio passaram a ser Em setembro, a Companhia implantou um O Canal de Ética pode ser acessado via voz realizados duas vezes ao ano, ao final dos Portal de Governança Corporativa, que permite (0800) ou via internet, tanto por funcionários meses de março e setembro, referentes o agendamento das reuniões dos Comitês quanto por parte do público em geral. aos resultados do segundo semestre do de Assessoramento, envio de material aos exercício anterior e do primeiro semestre membros dos conselhos, bem como a consulta Para ler o Código de Ética da Cielo, acessar o do exercício corrente, respectivamente. aos documentos públicos da Companhia. site da Companhia (www.cielo.com.br).
  37. 37. 41 Cielo Relatório Anual 2010 6 Ativosintangíveis
  38. 38. Cielo Relatório Anual 2010 42 Ativos intangíveis Ca apital humano, cultura organizacional, marca e infraestrutura representam ativos que diferenciam Cielo e agregam valor aos negócios, aos acionistas e à sociedade de maneira geral. Esses ativos são o reflexo de seus valores e de sua missão e possibilitam que a Companhia execute sua estratégia.
  39. 39. 43 Cielo Relatório Anual 2010Capital Conhecimento dos colaboradores, habilidades, competências e talento.humanocultura Colaboradores motivados, alinhados aos valores e comprometidos com as diretrizes da Companhia.organizacional Credibilidade da marca Cielo, reputação e reconhecimento dos públicos interno e externoMarca de suas iniciativas.Infraestrutura Plataforma tecnológica e segura que garante a confiabilidade da rede da Cielo.
  40. 40. 45 Cielo Relatório Anual 2010 7 GestãoEstratégica
  41. 41. Cielo Relatório Anual 2010 46 Gestão Estratégica A Cielo vai continuar utilizando sua expertise, alavancando suas vantagens competitivas pagamentos eletrônicos. Além disso, em uma SERVIÇOS DE TRANSAÇÃO ALTERNATIVOS e buscando diferenciação. A estratégia de iniciativa inédita para aumentar a aceitação (NÃO PAGAMENTO) crescimento é sustentada por ações voltadas do cartão como meio de pagamento no à diversificação de serviços, otimização de Brasil, a Companhia lançou um aplicativo de A Cielo ingressou no segmento de produtos sua rede de captura e de novas tecnologias de pagamento para equipamentos da Apple - e serviços de autorização e faturamento meios de pagamento. iPhone, iPad e iPod touch. eletrônicos pelo setor de saúde, ao adquirir 41% do capital social da CBGS - Companhia No segmento de transações tradicionais com Estas iniciativas, além de consolidarem o Brasileira de Gestão de Serviços, incorporada cartão, a Cielo conta com a confiabilidade, posicionamento da Companhia para transações pela Orizon em dezembro de 2009. A empresa tanto na segurança da transação como na de adquirência envolvendo celulares, fomentam opera uma plataforma tecnológica única disponibilidade da rede, e com uma distribuição a adoção de pagamentos móveis no Brasil que permite a troca de informações entre única, fruto de seu posicionamento estratégico. e aumentam a penetração da Cielo em operadoras de saúde, prestadores de serviços A diferenciação também é consequência de um segmentos ainda pouco explorados pelos meios médicos e hospitalares e quaisquer outros portfólio de bandeiras que oferece ao lojista a de pagamento, como profissionais liberais, agentes do sistema de saúde suplementar e oportunidade de capturar mais vendas. vendas porta a porta, serviços de entrega e drogarias. Estes serviços facilitam o trabalho feirantes, entre outros. para prestadores de serviços médicos, acabando A Cielo está fortalecendo seu posicionamento com a necessidade de incluir informações para como líder em inovação e sendo pioneira Em serviços de transação alternativos, a Cielo consulta de pré-aprovação junto aos operadores no processo de tecnologias de pagamento já se posicionou no setor de saúde com a como seguradores e hospitais manualmente, emergentes. Em 2010, a Companhia anunciou controlada Orizon. proporcionando agilidade no processo. a aquisição da M4U, líder no desenvolvimento de plataformas tecnológicas para soluções TRANSAÇÃO COM CARTÕES TRADICIONAIS Esse é um exemplo claro de transação em mobilidade e dona de uma das maiores não pagamento com cartão, no qual a Cielo plataformas de recarga de celulares pré‑pagos Continuar ampliando as bandeiras e parcerias pretende investir para alavancar a infraestrutura do País, e também a joint venture com a Oi, para aceitação de transações de crédito, débito, de processamento e customizar a base para unindo sua experiência em pagamento móvel pré-pago e comercial é a meta estratégica da processar transações de outros setores, como o à abrangência e expertise da Cielo em rede de Cielo em seu principal negócio. de transportes e fidelidade, entre outros.
  42. 42. 47 Cielo Relatório Anual 2010Em 2010 a Cielo inovou e lançou o primeiro aplicativo que transformao iPhone, o iPad e o iPod touch em uma máquina da Cielo.TRANSAÇÕES DE PAGAMENTOs EMERGENTES de pagar, ao informar ao lojista o número(CARTÃO NÃO PRESENTE) do telefone, o usuário recebe um SMS com os dados da compra e autoriza a transaçãoA Cielo vê a extensão do uso do cartão do digitando sua senha pessoal no própriotradicional equipamento de POS para tecnologias aparelho. Adicionalmente, o Paggo tambémemergentes como uma consequência lógica do aceitará em seus celulares cartões de bandeirasdesenvolvimento dos mercados. Por essa razão, credenciadas pela Cielo.pagamentos móveis são prioritários na estratégiada Companhia, e a aquisição de participação Além de ser mais uma iniciativa que visa popularizaracionária na M4U - empresa especializada no o acesso aos serviços financeiros, essa parceriadesenvolvimento de soluções para pagamento potencializa os pagamentos móveis, já que ampliarámóvel e detentora de uma das maiores de 75 mil para 1,1 milhão de estabelecimentos aplataformas de recarga de celulares pré-pagos rede de aceitação de pagamento por celular. Issodo país - foi crítica para esse processo. A Cielo é possível porque o acordo combina a tecnologiaconta com o know-how e expertise da M4U inovadora da Oi e a maior rede de pagamentos dono desenvolvimento de serviços e produtos de país operada pela Cielo.mobilidade, visando a ampliação do seu portfóliode produtos e possibilitando uma atuação A joint venture envolveu a criação de uma novamais focada em segmentos pouco explorados, empresa com controle compartilhado entreacelerando a penetração dos meios eletrônicos Cielo e Oi, a Paggo Soluções, que se dedicará àde pagamento no País. condução de atividades de captura, transmissão, processamento e liquidação financeira deOutro movimento relevante neste segmento transações comerciais com a tecnologia defoi a joint venture com a Oi, por meio da qual pagamento móvel originadas ou concluídas ema Cielo passará a aceitar em seus terminais dispositivos de telefonia celular, e promoveráo sistema Paggo. O Oi Paggo foi um dos o credenciamento dos atuais e de novosprimeiros serviços de pagamento móvel lojistas à sua rede de adquirência de transaçõesdo País, transformando o aparelho celular originadas em dispositivos de telefonia celular,em meio de pagamento. As transações de por meio dos relacionamentos já mantidos pelacompra são feitas por meio de SMSs. Na hora Cielo e pela Paggo em todo território nacional.
  43. 43. 49 Cielo Relatório Anual 2010 8 Gestãode riscos
  44. 44. Cielo Relatório Anual 2010 50 Gestão de Riscos A Cielo conta com processos de gestão para identificação, avaliação e monitoramento dos riscos relacionados ao seu negócio, a fim de desenvolver iniciativas para sua mitigação e minimização de seus impactos nas atividades e nos resultados da Companhia.
  45. 45. 51 Cielo Relatório Anual 2010Risco Os resultados operacionais da Companhia podem ser afetados em razão da concorrência noCOncorrencial setor de cartões de pagamento no Brasil. Leis e regulamentos que vierem a ser editados para regulamentar o setor de cartões de pagamento noRisco Regulatório Brasil podem causar um efeito adverso na Companhia.Risco de A eventual incapacidade de a Companhia acompanhar tendências de mercado e oferecer novasMercado modalidades de pagamento pode afetar seus resultados.Risco Os sistemas de tecnologia da informação e de telecomunicação utilizados pela Companhia em suasTecnológico atividades podem falhar devido a fatores alheios ao seu controle.Risco A eventual divulgação não autorizada de dados que constem dos sistemas de informação daInformacional Companhia poderá causar um efeito relevante e adverso.
  46. 46. 53 Cielo Relatório Anual 2010 9DesempenhoEconômico- Financeiro
  47. 47. Cielo Relatório Anual 2010 54 Cenário Macroeconômico A atividade econômica brasileira em 2010 esteve Com isso, o perfil das classes econômicas MERCADO DE CARTÕES EM 2010 aquecida, após a crise financeira internacional da população brasileira tem mudado dos dois anos anteriores, com a retomada do significativamente e, segundo estudo do Nesse ambiente macroeconômico, a indústria crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) Ministério da Fazenda, as classes D e E, brasileira de cartões também foi beneficiada e em 7,5%, maior evolução desde 1986. Esse com renda total mensal até R$ 1.126,00, impulsionada com o incremento do desempenho resultado foi alcançado com a retomada dos representavam 39% da população em 2009, em do comércio varejista, que registrou aumento de investimentos públicos e privados no País, comparação a 55,0% em 2003, e devem cair 10,9% no volume de vendas no acumulado do além do aumento da oferta de crédito e de para 28,0% até 2014. ano e de 14,5% na receita nominal. produtos e serviços, impulsionada pelo aumento da demanda resultante da queda da taxa de desemprego, que encerrou o ano em 5,3% - menor índice desde o início da série histórica Evolução do número de cartões milhões do IBGE (2002) – e, consequentemente, do aumento da confiança e do poder de compra do consumidor que teve a maior renda média mensal da história em outubro (R$ 1.538,90) e 2006 2007 2008 2009 2010 encerrou o ano em R$ 1.515,10, um aumento de 249 153 225 628 6,0% sobre dezembro de 2009. Além disso, com a inflação medida pelo Índice 233 136 196 565 de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ainda sob controle, fechando o ano em 5,9%, e taxas 217 124 173 514 de juros ao consumidor declinantes, encerrando 2010 em 40,6%, os empréstimos para pessoa física cresceram 18,8% no ano e os para 201 104 147 453 Débito pessoa jurídica, 15,4%. Estes fatores também Crédito impulsionaram o consumo das famílias, que aumentou 7,0% no ano, e a queda da taxa de Private Label 187 82 118 388 inadimplência da pessoa física, que chegou a (*) Estimativa Abecs 5,7%, o menor nível em nove anos.
  48. 48. 55 Cielo Relatório Anual 2010A expansão do setor deverá ser sustentada pela Os cartões de débito foram responsáveis por 40,0% de todas as transações feitas em 2010, quemanutenção da solidez e do crescimento da aumentaram 17,4% em relação a 2009. O faturamento com este tipo de cartão cresceu 21,8% no ano,economia brasileira e também pelo aumento para R$ 157,7 bilhões, e o ticket médio totalizou R$ 55,4.do uso dos cartões como meio de pagamento,tanto em detrimento ao cheque e ao dinheiro,quanto devido ao crescimento da populaçãocom acesso a cartões de pagamento, seja por Evolução do faturamento R$ bilhõesmeio de seu primeiro acesso a contas bancáriasou por meio de obtenção de cartões de redese lojas (private label), que foram os que maiscresceram em termos de quantidade em 2010, 2006 2007 2008 2009 201014,7%, segundo estimativas da Associação 160 311 68 539Brasileira das Empresas de Cartões de Créditoe Serviços (Abecs). De acordo com um estudorealizado pelo Ibope e pelo Target Group, 11,0% 129 256 60 444das pessoas pertencentes às classes D e Etinham cartão de loja ou de supermercado em2009, um aumento de cinco pontos percentuais 107 215 53 375em relação a 2005. 83 174 45 302 DébitoO número de cartões emitidos cresceu 11,0% Créditoem 2010 e encerrou o ano em 628,0 milhões,incluindo os cartões private label, segundo Private Label 67 142 36 245estimativas da ABECS. Deste total, 39,7% (*) Estimativa Abecssão cartões de débito; 24,4%, de crédito; e35,9%, private label. O número de cartões decrédito cresceu 12,6%, enquanto os de débito Já os cartões de crédito representaram 41,6% das transações (2,845 bilhões), que geraram 57,8%aumentaram 7,2%. A penetração do cartão do faturamento da indústria. O número de transações de crédito cresceu 16,5%, para 2,965 bilhões,como meio de pagamento, por sua vez, tem enquanto o faturamento, que cresceu 21,0%, totalizou R$ 309,3 bilhões. O ticket médio dasevoluído gradualmente e, em 2010, 24,3% do transações com cartão de crédito aumentou 3,9% em relação a 2009 e totalizou R$ 104,3.consumo das famílias tinham sido feitos comcartão, ante a média de 22,5% no ano de 2009. Os cartões private label, que totalizavam 225,3 milhões ao final de 2010, movimentaram 1,321 bilhão de transações e geraram R$ 67,7 bilhões de faturamento. O ticket médio das transações foi R$ 51,2.
  49. 49. Cielo Relatório Anual 2010 56 Desempenho econômico-financeiro VOLUME FINANCEIRO DE TRANSAÇÕES Em 2010, o volume financeiro de transações totalizou R$ 261,7 bilhões, representando um acréscimo de 22,3% quando comparado aos R$ 214,0 bilhões em 2009. O volume financeiro de transações realizadas com cartões de crédito processadas pela Cielo totalizou R$ 163,0 bilhões em 2010, o que representou um crescimento de 20,9% em relação a 2009, e, em relação aos cartões de débito processadas pela Cielo, totalizou R$ 98,7 bilhões em 2010, crescimento de 24,7% em relação ao ano anterior. Volume financeiro de transações R$ milhões 2010 162.933 98.742 261.675 22,3% 2009 134.792 79.166 213.958 Cartão de crédito Cartão de débito
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×