Your SlideShare is downloading. ×
Painel VI – A EDS e a Comunicação em Ciência: Mónica Baptista (IEUL) - Capacitação de Professores e Alunos para a Ação Sociopolítica sobre Problemáticas Sócio-Ambientais e Sócio-Científicas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Painel VI – A EDS e a Comunicação em Ciência: Mónica Baptista (IEUL) - Capacitação de Professores e Alunos para a Ação Sociopolítica sobre Problemáticas Sócio-Ambientais e Sócio-Científicas

69
views

Published on

III Conferência CIDAADS: Cidadania e boa governança. Redução da pobreza e projetos EDS Educar em transição – somos todos parceiros.

III Conferência CIDAADS: Cidadania e boa governança. Redução da pobreza e projetos EDS Educar em transição – somos todos parceiros.

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
69
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Capacitação de Professores e Alunos para a Ação Sociopolítica sobre Problemáticas SócioAmbientais e Sócio-Científicas Mónica Baptista, Teresa Conceição, Pedro Reis mbaptista@ie.ul.pt
  • 2. Reis (in press)
  • 3. Objetivos • O desenvolvimento, a implementação e o estudo de materiais e abordagens que apoiem professores e alunos na realização de ações informadas e negociadas sobre questões sócio-científicas • A promoção de processos de intervenção social e ativismo nas aulas dos diferentes níveis de educação, do Ensino Básico ao Universitário.
  • 4. 1. Discussão de QSC (a promoção de uma aprendizagem ativa baseada na investigação de situações reais) 2. Estimulação da participação dos alunos em ações coletivas de resolução democrática de problemas 3. Estimulação dos dois aspetos anteriores através de iniciativas envolvendo dramatizações, cartoons, bandadesenhada e do recurso a ferramentas da Web 2.0
  • 5. controvérsias sócio-científicas “Questões suscitadas por interações entre ciência, tecnologia, sociedade e ambiente que dividem a sociedade e relativamente às quais diferentes grupos de cidadãos apresentam explicações e possíveis soluções que são incompatíveis, baseadas em crenças, compreensões e valores” Reis (2013, p. 1)
  • 6. Por quê a discussão QSC? Potencialidades da Discussão de controvérsias sócio-científicas Aprendizagem da Ciências (conteúdo, processos e natureza) Permitindo uma compreensão do que é a ciência e de como é produzida Desenvolvimento cognitivo, moral, ético dos alunos Competências essenciais para uma cidadania ativa e responsável relativamente às controversas sócio-científicas Reis (2013, p. 2)
  • 7. Organizar grupos de pressão (cartas, petições) Mudar os próprios comportamentos Ação Propor soluções inovadoras para os problemas Educar outros (cartazes, redes sociais, blogues, panfletos, vídeos) Participar em iniciativas de voluntariado Reis (2013, p. 3)
  • 8. Um exemplo • Escola localizada no Alentejo • Duas turmas de percurso curricular alternativo do 8.º ano, cujas áreas vocacionais incidem nos temas horta, cozinha, tecnologias de informação e comunicação
  • 9. Tarefa 1 e Tarefa 2 Água Desenvolvem-se em torno da água e pretendem sensibilizar os alunos para esta temática, no que diz respeito à premência do uso racional deste recurso e às consequências ambientais, económicas, sociopolíticas e sanitárias que uma má gestão acarreta. T1 – Problema da Ribeira T2 - Consequências ambientais que resultam da utilização desregrada dos adubos sintéticos, e a valorização de práticas de adubação natural.
  • 10. Tarefa 1 Ribeira perto da escola poluída devido à descarga das águas residuais indevidamente tratadas
  • 11. Tarefa 6 e Tarefa 7 Terra e Ar A comercialização de sementes transgénicas ainda não foi autorizada na Comunidade Europeia, embora seja um assunto já em discussão há algum tempo.
  • 12. Agir para a comunidade Construção do compostor
  • 13. Agir para a comunidade Divulgação da Ação
  • 14. Agir para a comunidade Sistema de Rega
  • 15. Agir para a comunidade Um debate muito giro, muito animado e com argumentos acertados (…). O Sérgio que defendia a posição, Procidadão, argumentou que, ”se as sementes transgénicas são assim tão boas porque precisam de contratos de exclusividade?” outro argumento pertinente, “A doença sai cara. […]. Noto uma evolução ao nível da realização das tarefas e na comunicação oral e cooperação
  • 16. Agir para a comunidade No dia 5 de Abril, na EB2,3/S ---------------------------------------, comemorou-se o terceiro encontro, Aqui há ciência e … palavras. […] a turma do 8ºE, realizou um teatro de Marionetas onde sensibilizou a comunidade para assuntos relacionados com o tratamento e gestão regrada da água. (Jornal, p. 17)
  • 17. Considerações Finais As tarefas desenvolvidas como os alunos promoveu: (a) o desenvolvimento das competências essenciais que o cidadão-aluno deve ter na sociedade atual (b) aprendizagens dos alunos em torno das questões sócioambientais (c) Valorização das suas intervenções (d) Ação coletiva dos alunos nas questões sócioambientais, no contexto onde vivem
  • 18. Mónica Baptista, Teresa Conceição, Pedro Reis mbaptista@ie.ul.pt