3º Seminário CICTEC - Tecnologias Digitais e Economia Criativa - Emanoel Querette
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

3º Seminário CICTEC - Tecnologias Digitais e Economia Criativa - Emanoel Querette

on

  • 430 views

3º Seminário CICTEC - Tecnologias Digitais e Economia Criativa - Emanoel Querette 29 05 2013 ...

3º Seminário CICTEC - Tecnologias Digitais e Economia Criativa - Emanoel Querette 29 05 2013


3º Seminário CICTEC
Palestrante: Emanoel Querette
Data: 29/05/2013

Statistics

Views

Total Views
430
Views on SlideShare
430
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

3º Seminário CICTEC - Tecnologias Digitais e Economia Criativa - Emanoel Querette 3º Seminário CICTEC - Tecnologias Digitais e Economia Criativa - Emanoel Querette Presentation Transcript

  • TECNOLOGIAS DIGITAISE A COMPETITIVIDADE DEEMPREENDIMENTOS CRIATIVOSEmanoel Querette29/05/2013desafios e oportunidades
  • Sobre o CICTEC• Monitoramento das tendênciasde mercado e de inovaçãotecnológica;• Produção de informaçõesestratégicas, pesquisas,boletins;• Identificação de fontes deinformações;• Mapeamento de fontes definanciamento;• Apoio na elaboração deprojetos competitivos eCaptação de Recursos.Centro de Inteligência Competitivapara Parques TecnológicosPorto Digital:• TIC• Economia CriativaParqTel:• Eletro-Eletrônica• TIC+EC• TIC+EE• EE+EC• TIC+EE+ECE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 2
  • O que é a Economia CriativaDiversas definições:WIPO DCMS Textos Simbólicos (Throsby) Círc. ConcêntricosInd. de Copyright (Núcleo)Agências de DireitosAutorais (collectingsocieties), Artes cênicas,Artes visuais e gráficas,Editorial, Filme e Video,Música, Publicidade,Software, TV e RádioInd.interdependentesEletrônicos, suprimentos,Instrumentos musicais,PapelInd. de copyright parciaisArquitetura, Brinquedos,Design, Moda, Vestuário,Calçados ...Arquitetura, Artee Antiguidades,Artes cênicas,Artesanato,Design, Editorial,Filme e Video,Jogos digitais,Moda, Música,Publicidade,Software, TV erádioIndústrias de núcleoEditorial, Filme, Internet,Games, Música,PublicidadeTV e RádioInd. de PeriferiaArtes criativasInd. de FronteiraEletrônicos de consumo,Esportes, Moda, SoftwareInd. do Núcleo CriativoArtes Cênicas, ArtesVisuais, Literatura,MúsicaOutras ind. de NúcleoFilme, Museus eBibliotecas, Indústriasculturais em geral,Arquitetura, Design,Editorial,Gravação de audioIndústrias RelacionadasJogos Digitais, Moda,Publicidade, Serviços dePatrimônio, TV e RádioE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 4 View slide
  • Economia Criativa: DefiniçõesNESTA, 2013 (Manifesto...):• “those sectors which specialise in theuse of creative talent for commercialpurposes”ou• “those economic activities whichinvolve the use of creative talent forcommercial purposes”Critérios:1. Processo inovador2. Resistente a mecanização (não hásubstituto mecânico)3. Função não repetitiva ou nãouniforme (trabalho varia devido acriatividade, aprendizagem,habilidades, experiência)4. Contribuição criativa para a cadeia devalor5. Re-interpretação mais do que simplestransformaçãoAbordagem mais recente leva em consideração o trabalhocriativo, mais do que a identificação de setores.E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 6 View slide
  • 8E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 8
  • Por quê Economia Criativa• Grande participação em economiasavançadas– UK, 2007: 5,2%; AUS,2007: 7%, EUA, 2008: 6,4%• Crescimento acelerado– UK: 5%, AUS: 5,8%, BRA, 2011: 11% (renda)• Novo paradigma produtivo/ gerencialE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 9
  • 10E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 10
  • Taxa de crescimento do setor de E&M2012-2016 (média global:5,7%)Fonte: PwC, 2011E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 13
  • Drivers da tecnologia digital•Combinação de novas tecnologias e melhor performance,por exemplo: Smartphone, Tablets, SmartTvs. Casos maisinovadores: Kinect (camera, motion sensing, voicerecognition); Apple Siri.Plataformas•Crescem em termos de números de usuários, densidade(conexões entre usuários), capacidade de transmissão dedados. Eg. Banda Larga doméstica, 3G/4G, hotspots.Redes•Inovações no desenvolvimento de software (eg. object-oriented, Metodologias ágeis, open source)Software•Constante evolução da capacidade de processamento(lei de Moore) (em 2020 deve chegar a 50-100 vezes aatual)HardwareE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 15
  • Chaves para a competitividadeDIGITAL• Digitalização deconteúdo, processosde negócios• Inovação da produção• Online (cloud)• Social media• Mobile/ AppsDEMANDA• Novos padrões deconsumo• Aumento daimportância deconsumidores• Empoderados• Conectados• Móveis• Influentes• Inovadores• ProdutivosDADOS• proliferação deconteúdo digital• oceano de dadosacessíveis edisponíveis paraanálise.• Dados são a chavepara o entendimentode consumidores,experiência, branding,inovação.E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 16
  • DIGITAL
  • Crescimento DigitalE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 18
  • Crescimento de música digitalsupera perdas físicasE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 19
  • Jornais de papel estão sumindo(ou quase)Fonte: PwC, 2011E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 20
  • Crescimento dos livros eletrônicosFonte: PwC, 2011E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 21
  • ONLINE
  • Penetração Banda largaE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 23
  • Penetração Banda largaFonte: PwC, 2011E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 24
  • Crescimento Internet MóvelE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 25
  • A NuvemSlide de José Carlos Cavalcanti
  • Cloud Computing (exemplos)• Música:– Reprodução: Apple iCloud, GoogleMusic, Spotify;Edição: Soundation, FileLab...• Vídeo– Exibição: Youtube, Vimeo, NetFlix, Crackle, Blip;Edição: Youtube Editor, Pixorial (+ social sharing);Storage: Akamai, DropBox, GoogleDrive;Transcoding: Amazon Web Services, ...• Games: OnLive, Gaikai, ...• Livros: TumblebookcloudE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 28
  • Distribuição Digital / Cauda Longa• Redução do custo de oportunidade emarmazenar produtos de nicho– Ex. Loja de CDs vs. 26 milhões de faixas no iTunes– Livros de nicho na Amazon (2008) = 36,7%• Cauda longa é estratégia para redução de riscoem grandes distribuidoresE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 29
  • MOBILE
  • Penetração Celular e Banda largafonte: http://data.un.org0204060801001201402000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011assinaturas celularUsuários InternetMais linhas de celulardo que pessoas nopaís.E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 31
  • Unidades vendidasSmart DevicesFonte: PwC, 2011E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 32
  • 33E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 33
  • NOVOSPAPÉIS DOSUSUÁRIOS(Demanda)
  • Novos papéis dos usuáriosTECNOLOGIAS DIGITAISPage 1Produtores/ EmpresasConsumidores/ Usuários Produtores/ Empresas· Hierarquia: Catedral· Corporações· Sistemas proprietários· Copyright, patentes, marcas registradas· Marketing tradicional (push)· Foco no produto· Consumo de massa· Criatividade individual· Inovação dirigida pela organização· Criatividade Interna· Rede: Feira Livre· Comunidades· Sistemas abertos· Creative commons· Marketing de demanda (pull)· Foco no consumidor· Inovação em massa· Criatividade coletiva· Inovação de usuário· Criatividade de usuário (crowdsourcing)Consumidores/ UsuáriosPASSADOFUTUROFonte: Traduzido de Pinder e Collins, 2010, How will developmentswithin digital technologies affect the creative industries? Toulon:EUROMED ManagementE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 36
  • Maker Moviment• Explosão do DIY, suportada por tecnologiasdigitais• Suportada por:– Maior acesso a ferramentas CAD– Impressoras 3D– Corte a laser– Outsourcing de ManufaturaE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 37
  • Maior acesso a softwares de CAD• Autodesk 123D (gratuito)• 123D Catch: Aplicativo gratuito para Iphone,converte fotos de um objeto/ pessoa em modelo3D• 123D Make (diversas maneiras de construirmodelo 3D)• https://tinkercad.com/• http://www.sculpteo.com/ impressão, design,app, etc....E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 38
  • 39123D Make
  • Impressora 3D• Materiais: Poliamida. E também: cerâmica, plásticos,resina, vidro, metais (prata, outro), gesso, pedras preciosas,arenito.• Mas, o importante mesmo não é possuir uma impressora. Éo serviço.• Serviços de impressão 3d:– http://i.materialise.com/– http://www.shapeways.com/– http://www.3dprint-uk.co.uk/– http://www.sculpteo.com/en/– http://www.ponoko.com/3d-printing (portal de recursos: buy, sell,make, apps, referências, blog)– http://3dprintingpricecheck.com/ (site de comparação de preços)E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 40
  • 41E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa.
  • 42Sapato da designer MariekaRatsma, impresso empoliamida através doserviço Shapeways.
  • 43Wilmington Robotic Exoskeleton (WREX)E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa.
  • 44Eric Standleyhttp://www.wired.com/design/2013/05/laser-cut-record/Corte a laserE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa.
  • • Alibaba.com (China)• http://www.mfg.com/pt (site em português)
  • Conteúdo/ Inovação de Usuário• Mods, Hobbyist, MakerMoviment, YouTube– YouTube: 1 hora de vídeos a cada segundo– Wordpress: 60 million blog publishing– Níveis, personagens, itens para games: Minecraft, portal Steam– Open Source communities: Linux, Android• Possíveis carreiras na indústria criativa, por exemplo:– Justin Bieber cantando no Youtube– E.L.James (50 Shades of Grey): exercício de escritaFanFiction.net• Crowdsourcing– OpenStreetMap (mapas), TopCoder (software), Kaggle(Analytics), 99Design (design gráfico), Jade Magnet (MKT) ...E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 46
  • Crowdfunding• Kickstarter.com: 39 mil projetos, US$570mi,3,8 milhões de pessoas.• Música: espetáculos e apresentação ao vivo(GigFunder e Picatic)• Artistas: Indiegogo• Me-funding: Gofundme.• Crowdfunding Equity (em análise nos EUA)• Brasil: http://www.black-key.com/E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 47
  • Social Media• Conteúdo + Online + Social (+Mobile)• Pinterest• Instagram• YoutubeRecomendações e InfluênciasFeedbacks sobre produtos/ marcas (nos posts)Dados (metadados)•Klout•Kred•PeerIndexE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 48
  • Distribuição entre usuários• Web• P2P– Na Europa, 40% dosdados em média. Ànoite, somenteBitTorrent chega a50%)Fonte: Europe Internet Observatory, 2011E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 49
  • Co-working• Surgimento de espaços compartilhados ondeusuários-fazedores ou empreendedores criativospodem trabalhar e se encontrar• Em tempos de produção digital, a presença físicafaz diferença• Flexível/ on-demand• Custos compartilhados/ Pay-per-use/ assinatura• Ex. em Recife: The Hub, ORBE Coworking.E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 50
  • ConsumidorCrowdfundingCrowdsourcing/ ModsRecomendações/ Redes SociaisP2P/ WebAnalytics/ Big DataOpiniões em Blogs, Redes SociaisUser Innovation/ InsightsMaker Moviment/ ModsYoutube...Novos papéis do usuáriona cadeia de valorE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 51
  • DADOS
  • 53Slide de José Carlos CavalcantiAnalytics/ Big Data
  • 54
  • 55Slide de José Carlos Cavalcanti
  • 56
  • Características das Indústrias Criativas• Produção organizada em torno de projetos• Intensivo em ativos intangíveis• Incerteza (mais do que risco): produtiva, demanda• Inadequação de mecanismos tradicionais de financiamento• Custos fixos elevados e baixo custo variável (tend. ganhos de escala)• Concentração em certo elos da cadeia• Mecanismos de seleção pré-mercado e gatekeepers/ intermediários• Fatores psico-sociais (gostos, modismos), externalidades de rede• Tendência à concentração geográfica em clusters (classe detrabalhadores criativos)E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 58
  • Impacto das tecnologias digitais• Falência de modelos de negócios tradicionaisvs. Digitais nativos: Ex. Jornais (Newsweek vs.HuffPost), música• Líderes são digitais: Google, Facebook,Amazon, Apple• Negócios digitais ameaçam setoresaparentemente seguros: Ex. Über (taxis elimusines)E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 59
  • Impacto das tecnologias digitais• Redução de custos produtivos:– Open Source, freeware, Ex. Audacity (música),Unity 3D, Blender– Serviços (ex. impressora 3D, MFG)– CoworkingE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 60
  • Impacto das tecnologias digitais• Novos modelos de org. da produção(colaborativa, descentralizada)– Linux (desenvolvimento de software)– TripAdvisor (viagens)– IMDB (crítica de cinema)– Wikipedia (organização de informações)– Kickstarter (financiamento)– Maker Movement (manufatura)– Steam (jogos)E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 61
  • Impacto das tecnologias digitais• Redução de barreiras de entrada eacirramento da competição – diversificaçãodos concorrentes– Empresas grandes, médias, pequenas, micro– Start-ups– Produtores individuais– Usuários– Com/ Sem fins lucrativosE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 62
  • Impacto das tecnologias digitais• Novos canais de distribuição digitais– Cloud/ Streaming (Spotify, Steam)– Web/ Download (YouTube, Amazon)– Redes Sociais (Facebook, ...)– Mobile (AppStore, GooglePlay)– SmartTV/ TV Digital– ...• Novos canais (também) de comercialização debens físicos. Ex. Etsy (web, mobile/app)E.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 63
  • • Fronteiras borradas entre oferta e demanda/amador e profissional– Open Source– User Innovation– Maker Moviment / DIY– Remix– ...Impacto das tecnologias digitaisE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 64
  • Importância das plataformasabertas• Maior acesso por usuários e provedores deconteúdo e aplicativos• Padrões abertos facilita o desenvolvimento deserviços compativeis – externalidades de rede,maior integração, portabilidade facilitada• Maior experimentação > inovação• User innovation / User content• Maior competição• Exs: Linux, AndroidE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 65
  • • Convergência tecnológica:– Online:• Ex: Consoles – XboxLive, SonyNetwork– Mobile: Celulares/Tablets tornam-se plataforma pessoal,móvel, conectada para consumo de informação, mídia eentretenimento• Games: Wikipad/ RazerEdge: tablets + consoles• Música: Pandora/ Spotify: nova exp. de rádio.– Second screens:• WiiU: controle é tela secundária• Disney Second Screen: Bluray+iPad• Umami: TV+iPad• Esportes: Conteúdo em Estádios, complementado eventoesportivoImpacto das tecnologias digitaisE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 66
  • • Por tudo exposto acima: A vez dos Indies– Adele (UK best selling artist in 2011) tem contratocom a XL (indie)– Selos indie: 25% dos 113m albuns vendidos no UKem 2011 (Adele, Arctic Monkeys, Example)– No Brasil: Trama, AbrilMusic, Biscoito Fino…– Games: SteamImpacto das tecnologias digitaisE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 67
  • Síntese
  • E daí?• Necessidade de inovar no modelo de negócios, estratégiasde monetização• Produção flexível para adaptação às demandas, mercados eplataformas• Produção na nuvem, conectada (social) e móvel• Envolver usuários:– Conteúdo– Ideias/ inovação– Feedback/ Teste de protótipos– Divulgação/ Social networking– Financiamento• Entender os consumidores via Analytics/ Big DataE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa. 69
  • 72DIGITALDEMANDADADOS•Produto Modular, Flexível eAdaptável•Combinar novas tecnologias(HW, SW, Redes) para criaçãode plataformas inovadoras•Novos canais de venda/distribuição•Novos modelos de negócio/monetização• produto aberto a múltiplospropósitos, mercados eplataformas• Criatividade + Tecnologia• Smartphone e tablets comocentrais de consumo• Apps: canal privilegiado• Integração social(recomendações, influência, ...)•Envolver o usuários nosmúltiplos elos da cadeia ConteúdoIdeias/ inovaçãoFeedback/ Teste de protótiposDivulgação/ Social networkingFinanciamentoIncluir tags emetadata noproduto, para serrastreável efornecer feedback• Entender o consumidor:• Preferências explícitas(redes sociais, blogs)• Tendências de médio elongo prazo (dados)Digital+Dados+DemandaE.Querette. 29/5/2013. Seminário CICTEC: Tecnologias digitais e Economia Criativa.
  • Obrigado.Emanoel Queretteemanoelq@gmail.com