• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
El hornero (o joão de-barro)
 

El hornero (o joão de-barro)

on

  • 1,174 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,174
Views on SlideShare
1,173
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

1 Embed 1

http://www.50emais.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    El hornero (o joão de-barro) El hornero (o joão de-barro) Presentation Transcript

    • JOÃO-DE-BARRO Arquiteto sem diploma Vemos em muitos lugares ninhos do oleiro João-de-barro; mostro aqui essa peculiaridade num ninho que foi construído junto à uma janela do prédio onde moro, após a obtenção de cerca de 600 fotos.
    • Tudo começou com a intenção de ter gravado essa curiosidade que eu tive a sorte de presenciar todos os dias. O que eu estava compartilhando com a minha família e amigos e sempre, em resposta, encontrei rostos surpresos.
    • 000000000000000000 Terminada a construção do ninho, eu pensei que seria bom colocar as fotos on-line para compartilhar com vocês, principalmente aqueles que têm crianças no ambiente; espero que gostem
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
      • Diante do exposto, faço as seguintes observações: a primeira e fundamental: eu não sou fotógrafo profissional (apenas "saco" algumas imagens.)
      • Em segundo lugar, a “casa” foi construída entre finais de Setembro e 30 de Novembro. Terceira, o casal trabalhava de 8 a 10 horas por dia. Quarta: Eles não trabalhavam aos domingos! Não houve registros em nenhum dos domingos desses dois meses e pouco, conforme registros no meu cartão de controle... se alguém sabe o porquê, agradeço que me informem.
      • E quinta: é fascinante vê-los movimentar-se; é incrível o trabalho que fazem com os bicos e pés. Como trabalham! Enfim ... a notícia é que a partir de dezembro, durante alguns dias, eu acordava com essas criaturinhas.
      • Daniel Carbajal Solsona
      • http://carbajal.com.uy/horneros-urbanos /
    • FIN