• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
O Cordel do Seo Carlão - por Téo Azevedo
 

O Cordel do Seo Carlão - por Téo Azevedo

on

  • 875 views

O Cordel do Seo Carlão - por Téo Azevedo

O Cordel do Seo Carlão - por Téo Azevedo

Téo Azevedo declamou este cordel no evento em Homenagem ao Seu Carlão da Unidos do Peruche, ofereceido por Chico Macena

Statistics

Views

Total Views
875
Views on SlideShare
875
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-ShareAlike LicenseCC Attribution-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    O Cordel do Seo Carlão - por Téo Azevedo O Cordel do Seo Carlão - por Téo Azevedo Document Transcript

    • O Cordel do “Seo Carlão” Téo Azevedo
    • Créditos: Téo Azevedo e Mandato do Vereador ChicoMacena.Homenagem: Entrega de Medalha Anchietae Diploma de Gratidão ao “Seo Carlão da Unidos doPeruche”.Diagramação: Mandato do Vereador Chico Macena -Talita GomesCordel escrito em octilhas da linha sete sílabas. Podeser cantado em qualquer toada de partido alto.O autor sede todos os direitos autorais em favor dohomenageado, Carlos Alberto Caetano “Seo Carlão”. 2
    • O Cordel do “Seo Carlão” Téo AzevedoPeço a Deus inspiraçãoPra fazer mais um cordelA cultura popularSempre foi o meu papelPra falar de um grande homemO meu verso é soberanoO Seo Carlão do PerucheCarlos Alberto CaetanoDia Onze de setembroData do seu nascimentoMil novecentos e trintaOs pais em contentamentoSeu José Moysés CaetanoDona Maria JoséCom mais Cruz de OliveiraUma dupla de muita féDez filhos bem criadosJanaira, Maria InezE também tem a RaquelUma dama tão CortezO Wagner AparecidoDinorá AparecidaA Elaine CristinaUma mulher tão querida 3
    • O Ricardo e o KaisysMarcelo, está na linhaSendo a rapa do tachoO mimado caçulinhaNove filhos da raizCarlosamba, tão gentilVem da fonte da Mãe ÁfricaJorrou em nosso BrasilBandas de Santa CecíliaCampos Elíseos tambémBarra Funda, seus redutosOnde conviveu tão bemCeleiro de bons sambistasE muita roda de sambaCresceu nesse patrimônioFoi a corda e a caçambaQuando ainda era garotoNas bandas de PiraporaDe Bom Jesus ele iaEm batucada da horaNas rodas de BendeguêE também de CaxambuEstilos vindos dos afrosDo congado ao lundu 4
    • Pois viveu dentro do sambaCom amor e devoçãoAprendeu a manha todaFrequentando barracãoIa junto com seu paiVer o batuque rolarTinha a hora do começoMais não tinha de acabarE da escola de sambaFlor do Bosque, ritmistaCarlão tocava de tudoGrande percursionistaMas era na LavapésA sua escola queridaFoi onde permaneceuUm tempo de sua vidaDia quatro de janeiroDo ano cinquenta e seisCom alguns amigos disse:Tá chegando a nossa vezA Unidos do PerucheFoi fundada nessa dataE toda adjacênciaA história nos retrata 5
    • Tem o diploma da ordemO da Palheta DouradaFoi dado pela X-9A santista da baixadaÉ um bacharel do sambaOutro título que ganhouCarlão deixou sua marcaNos caminhos que passouFederação das EscolasDe samba e também cordõesCarnavalescos do EstadoDe São Paulo, campeõesSendo um dos fundadoresSeu nome tá na históriaSucedida pela UESPE do samba uma glóriaNo ano de setenta e cincoAtividades de sobraFundou com alguns amigosBloco Sovaco-de-CobraE no ano de dois milO Carlão um mestre bambaMais um título em suavidaO de Cidadão do Samba 6
    • A PUC em dois mil e dezOutorgou nosso CarlãoO mundo universitárioCom muita dedicaçãoGanhou título de íconeDo nosso samba paulistaQue no samba de São PauloÉ um mestre ativistaPois viveu dentro do sambaCom amor e devoçãoAprendeu a manhã todaFrequentando barracãoIa junto com seu paiVer o batuque rolarTinha a hora do começoMais não tinha de acabarCarlão batalhou na vidaEngraxou até sapatosNunca perdeu sua linhaUm homem de finos tratosSaudade dos seus colegasToniquinho BatuqueiroSimba, Nonô e CaféSilva Rosa, companheiro 7
    • Oswaldinho da CuícaE o Paulo do SalgueiroXangô de Vila MariaPé Rachado e Dom PandeiroMiguel e Madrinha EuniceInocêncio e MurilãoNenê de Vila MatildePessoas do coraçãoA escola cresceu muitoSeu trabalho competenteVárias vezes o CarlãoFoi um grande presidenteE dos Cardeais do sambaTítulo que ele ganhouJunto com mais amigosMais uma marca ele deixouParticipou do projetoFoi o carnaval de ruaNo ano sessenta e oitoNesse movimento atuaMesmo com oitenta e doisO Carlão tá um esteioO que é bom para o sambaSeo Carlão está no meio 8
    • Atualmente CarlãoDo samba embaixadorE também da velha guardaPresidente diretorVelha Guarda do PerucheCarlão é o comandanteO presidente de honraE do conselho, um giganteNo dia três de agostoNa Câmara MunicipalQue será no salão nobreUma reunião legalAno de dois mil e dozeNosso samba ganha a cenaFoi uma ideia brilhanteVereador Chico MacenaA Medalha AnchietaE o Diploma de GratidãoDa cidade de São PauloAo nosso mestre CarlãoBaluarte da culturaE é um merecedorAo Seo Carlão do PerucheMerece todo louvor 9
    • Carlão é um patrimônioDa cultura popularUm exemplo de sambistaPara o jovem se inspirarSão oitenta e dois janeirosDefendendo a culturaUm orgulho brasileiroO bardo de alma puraHo Seo CarlãoHo Seo CarlãoDo nosso sambaÉ um grande campeão (refrão bis) 10
    • Téo Azevedo Teófilo Azevedo Filho, ou Téo Azevedo, cantor,compositor, repentista, violeiro, pesquisador de culturapopular, autor de cordéis, produtor musical, radialista,nascido em Alto Belo, distrito de Bocaiúva, localizadoentre os vales dos rios Jequitinhonha e São Francisco,norte de Minas, em 2 de julho de 1943.Divulgador da cultura popular brasileira. Possui maisde 20 trabalhos gravados, entre discos de 78 rotações,vinis e CDs. É autor de 10 livros sobre cultura popular eescritor de mais de mil folhetos de cordéis, além de sero compositor vivo que mais tem músicas gravadas nahistória do Brasil, algumas das quais interpretadas porartitas como: Zé Ramalho, Milionário e José Rico, JairRodrigues, Gonzagão, Tonico e Tinoco, Sérgio Reis,Christian e Ralf, Genival Lacerda, Pena Branca e Xa-vantinho, Caju e Castanha, entre outros. É igualmenteo produtor que mais produções musicais fez até hoje,com aproximadamente 3.000 trabalhos. 11
    • “ Ao homenagear opara o samba,personagem tão importante Seo Carlão, eu desejo também reconhecer o significado desse ritmo para São Paulo. Além de destacar o valor dessa personalidade, não apenas para a comunidade do Unidos do Peruche, como também para nossa cidade, cultura e tudo o que envolve a construção da identidade Paulistana ” Vereador Chico Macena Fotografe com a câmera do seu celular o QR Code para acessar o site do mandato Acompanhe o site do Mandato: www.chicomacena.com.br