Semiótica e a eficácia da comunicação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Semiótica e a eficácia da comunicação

on

  • 2,875 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,875
Views on SlideShare
2,875
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
39
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Semiótica e a eficácia da comunicação Semiótica e a eficácia da comunicação Presentation Transcript

    • EMENTA
    A evolução dos códigos das culturas oral, escrita, impressa, de massa, das mídias e digital. Os tipos de linguagens. O campo de atuação e as diferentes abordagens da Semiótica. A aplicação das categorias fenomenológicas de C. S. Peirce. O estudo semiótico e a tríade “signo, objeto e interpretante”. Tipos de interpretante e processo interpretativo. As diversas classificações do signo. As associações mentais por meio dos signos. Semiótica e comunicação. Aplicação da semiótica peirciana nos processos de comunicação publicitária e jornalística (impressa e eletrônica).
    • OBJETIVO GERAL
    Fazer perceber como as linguagens, todas as linguagens, são o eixo sustentador de todo processo comunicativo e, sobretudo, sua importância no campo da comunicação.
    • OBJETIVOS ESPECÍFICOS
    Propiciar uma familiaridade com a ciência semiótica, com o universo de toda malha sígnica e seus desdobramentos, ampliando assim, o entendimento e a compreensão desta ciência no estudo dos processos comunicativos.
    • CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
    • Culturas.
    • Conceitos de comunicação
    • Processos comunicativos
    • Semióticas
    • O conceito de Signo
    • Fenomenologia Peirceana
    • O signo em Peirce
    • Linguagens
    • Percepção. Um olhar nas teorias da percepção.
    • Significação, informação, mediação.
    • A semiose na comunicação
    • Exercícios de aplicação
    • Vivência em processos comunicativos
    • METODOLOGIA
    Aulas expositivas com uso de meios audiovisuais, abrangendo conceitos e técnicas.
    A ampla participação dos alunos nos temas abordados será o eixo condutor metodológico.
    Análise de casos da comunicação em geral.
    • SISTEMA DE AVALIAÇÃO
    50% trabalhos apresentados em sala de aula;
    50% participação efetiva em sala de aula.
    SEMIÓTICA E EFICÁCIA DA COMUNICAÇÃO
    PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU
    PROF. Dr. Antonio Roberto Chiachiri Filho
    prof.arcf@uol.com.br
    1
    • BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
    CHIACHIRI, Roberto. O poder sugestivo da publicidade – uma análise semiótica. São Paulo: CENGAGE: 2010.
    GONTIJO, Silvana. O livro de ouro da Comunicação. Rio de Janeiro, Ediouro:2004.
    SANTAELLA, Lucia. Matrizes da linguagem e pensamento – sonora, visual, verbal – São Paulo, Iluminuras: 2001.
    ________________. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 2001
    ________________. A percepção – Uma teoria semiótica. São Paulo, Experimento: 1998
    ________________. A teoria geral dos signos – como as linguagens significam as coisas. São Paulo, Pioneira: 2000.
    ________________. Semiótica Aplicada. São Paulo, Thonson: 2002.
    ________________. Cultura das Mídias. São Paulo, Experimento: 2003.
    SANTAELLA & NÖTH. Imagem – Cognição, semiótica, mídia. São Paulo, Iluminuras: 1998.
    ________________. Estratégias semióticas da publicidade. São Paulo, CENGAGE: 2010.
    NÖTH, Winfried. Panorama da Semiótica: de Platão a Peirce. São Paulo, Annablume: 1998.
    • BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
    BERGMAN, Mats. Peirce’s Philosophy of Communication.New York, Continuum: 2009.
    MATTELART, Armand e Michèle. Histórias das teorias da comunicação. São Paulo, Edições Loyola: 1999.
    PFÜNTZENREUTER, Edson do Prado. Criando com novas mídias – uma reflexão sobre o processo criativo. Relatório de pesquisa Doutor. São Paulo: 2004.
    ___________________ Criação e Caos. Artigo. São Paulo, 2004.
    VOLLI, Ugo. Manual de semiótica. São Paulo: Loyola, 2007
    2
  • 3
  • 4
    SEMIÓTICA E EFICÁCIA DA COMUNICAÇÃO
    “... a mais importante questão, que se encerra na relação entre cultura e comunicação, está no fato de que, por considerar o funcionamento da cultura como inseparável da comunicação, a semiótica está apta a desempenhar um papel fundamental no estudo dos meios de comunicação...” (Santaella, 2003)
  • SEMIÓTICA E EFICÁCIA DA COMUNICAÇÃO
    PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU
    PROF. Dr. Antonio Roberto Chiachiri Filho
    prof.arcf@uol.com.br
    CULTURAS
    5
  • Duas concepções básicas de cultura
    as Humanistas: bastante seletivas, separam certos segmentos das atividades humanas em culturais e não culturais: livro é cultural; televisão não é cultural.
    as Antropológicas: trama total de uma sociedade, “... a herança social inteira e a qualquer coisa que possa ser adicionada a ela” (Santaella, 2002).
    Impressionantes transformações da cultura: não se pode falar mais em separá-las
    6
  • 7
    ORAL – ESCRITA – IMPRESSA – DE MASSA – DAS MÍDIAS - DIGITAL
    ORAL – ESCRITA– IMPRESSA – DE MASSA – DAS MÍDIAS - DIGITAL
    ORAL – ESCRITA – IMPRESSA– DE MASSA – DAS MÍDIAS - DIGITAL
    ORAL – ESCRITA – IMPRESSA – DEMASSA– DAS MÍDIAS - DIGITAL
    ORAL – ESCRITA – IMPRESSA – DE MASSA – DAS MÍDIAS - DIGITAL
    ORAL – ESCRITA – IMPRESSA – DE MASSA – DAS MÍDIAS - DIGITAL
  • http://www.tvcultura.com.br/provocacoes/programas/1198
    8
  • COMUNICAÇÃO
    “...emissores e receptores não são simplesmente emissores e receptores, uma vez que o fluxo de signos está sempre prenhe de vozes, ecos e discursos de outros”. (Santaella, 2004, p.162)
    9
  • Processo comunicativo se dá a todo instante por meio de todas as linguagens manifestas.
    Comunicação está basicamente na capacidade de gerar e consumir mensagens
    Comunicar-se é questão de (sobre)vivência.
    “Não há signos seguros na comunicação, apenas sugestões e adivinhações.” (Santaella, 2004, p. 164)
    10
  • SEMIÓTICA
    Isto não é um cachimbo.
    11
  • SEMIÓTICA:
    Ciência dos signos
    Ciência das linguagens
    Ciência da interpretação
    SIGNO:
    Tenta imitar seu objeto
    Tenta estar no lugar de seu objeto
    Aquilo que dá corpo ao pensamento
    O pensamento é linguagem
    Não podemos pensar sem signos
    12
  • 13
    MUITO OBRIGADO.
    prof.arcf@uol.com.br