Transportes marítimos

  • 1,653 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,653
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
16
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Trânsportes Marítimos e Portos Nacionais
  • 2. Índice
    • Transportes marítimos :
    • Moliceiro
    • Rabelo
    • Carocho
    • Lancha poveira
    • Mercantel
    • Portos nacionais
  • 3. Transportes Marítimos
    • Alguns transportes marítimos:
    Moliceiro Rabelo Carocho Lancha poveira Mercantel Dori
  • 4. Moliceiro
    • Moliceiro é o nome dado aos barcos que circulam na Ria de Aveiro, região lagunar do Rio Vouga.
    • Esta embarcação era originalmente utilizada para a apanha do moliço, mas actualmente mais usados
    • para fins turísticos.
  • 5. Rabelo
    • O barco rabelo é uma  embarcação portuguesa típica do Rio Douro que tradicionalmente transportava as pipas de Vinho do Porto do Alto Douro, onde as vinhas se localizam, até Vila nova de Gaia  - Porto, onde o vinho era armazenado e, posteriormente, comercializado.
    • Sendo um barco de rio de montanha, o rabelo não tem quilha e é de fundo chato, com um comprimento entre os 19 e 23 metros e 4,5 metros de boca. A sua construção, de tábuas sobrepostas, tábua trincada, é nórdica, em comparação com a do Mediterrâneo.
  • 6. Carocho
    • O único tipo   de barco usado pelos pescadores do Rio Minho é o denominado «carocho», salvo próximo da barra, e sobretudo na margem espanhola, onde também se emprega na pesca a embarcação chamada  masseira.
  • 7. Lancha Poveira
    • A  lancha poveira  é um género específico de barco caracterizado por um casco largo e leme de grande profundidade, havendo diferentes lanchas com diferentes dimensões, aspectos e faina. Estas têm dimensões que vão de entre 4 a 5 até 13 a 14 metros de comprimento. A enorme vela de pendão era o seu principal meio de propulsão, ocasionalmente aliado por um conjunto de remos. A grande vela feita de lona tinha feitio trapezoidal. A  Lancha Poveira do Alto  é uma embarcação grande e adaptada ao mar alto destinada à captura de pescada; a  Catraia Pequena  destinava-se à captura de sardinha; a  Catraia Grande  para a pesca da raia e o  Caíco  para
  • 8. Mercantel
    • Em tempos o barco mercantel, que navegava na ria de Aveiro, tinha a árdua função de transportar produtos agrícolas, mercadorias, ou produtos acabados, matéria-prima para abastecer as fábricas da região, madeira para as caldeiras, o sal, entre outros. Era um barco de carga que abastecia as localidades ribeirinhas. Actualmente, serve o turismo regional, transporta pessoas em viagem de lazer... um fim mais luxuoso... Como diz um antigo arrais, "antigamente era um barco de carga, agora ricos e pobres passeiam nele".
  • 9. Outros exemplos de barcos tradicionais
    • BATEL DO ALTO
    • BATEL DO CABRESTANTE
    • CANOA CAÇADEIRA DO ALTO
    • VARINO
    • FALUA
    • DE PASSAGEIROS
    • MULETA
    • FRAGATA DE CARGA
    • CANOA DA PICADA
    • CAIAQUE
    • CANOA DO ESPINEL
  • 10. Alguns Portos Nacionais Porto de Lisboa Porto de Aveiro Porto de Sines
  • 11. Porto de Lisboa
    • O Porto de Lisboa é um grande porto europeu de orientação atlântica, cuja centralidade geoestratégica lhe confere um estatuto de relevo nas cadeias logísticas do comércio internacional e nos principais circuitos de cruzeiros.
    • O porto é líder nacional no movimento de navios (em número e em GT) e ocupa o 1º lugar no ranking nacional de movimentação de carga e de granéis sólidos agro-alimentares. Estes dois tipos de mercadorias colocam o Porto de Lisboa a par dos principais portos ibéricos.  
    • Como resultado da firme aposta na satisfação das necessidades e exigências dos seus clientes, alicerçada na prestação de um serviço de máxima qualidade, o Porto de Lisboa tem registado ao longo dos anos um crescimento notável em todos os seus negócios: a movimentação de carga, o turismo de cruzeiros, o transporte fluvial, a náutica de recreio e a dinamização cultural e de entretenimento de toda a zona ribeirinha sob a sua jurisdição.
  • 12. Porto de Aveiro
    • O Porto de Aveiro é um porto situado no distrito de Aveiro, inserido numa laguna que constitui a Ria de Aveiro. É uma zona classificada como zona de protecção especial, que assume uma especial importância para variadíssimas espécies, no que respeita à conservação de zonas húmidas. Este porto tem por objectivo a movimentação de vários tipos de mercadorias, dispõe de vários terminais, onde se faz a movimentação de granéis sólidos ou líquidos, carga geral, entre outras mercadorias. Possui ainda terminais destinados à movimentação de pescado. 
  • 13. Porto de Sines
    • O porto de Sines é um porto de águas profundas, de fundos naturais até −28 metros, com terminais especializados que permitem o movimento de diferentes tipos de mercadorias. Para além de ser o principal porto na fachada atlântica de Portugal, devido às suas características geofísicas, é a principal porta de entrada de abastecimento energético de Portugal, gás natural; carvão e petróleo .
  • 14.
    • Trabalho realizado por :
    • João Gonçalo, Nº14, 6ºA
    • Gonçalo Perna, Nº9, 6ºA
    • Sara Santos, Nº19, 6ºA
    • Diogo Costa, Nº7, 6ºA
    Fim