Sistemas e redes de informação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Sistemas e redes de informação

on

  • 6,811 views

Alunos (Charles, Isabela e Rafael) de Biblioteconomia e Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos - em pesquisa para disciplina de Fundamentos em Biblioteconomia Documentação e ...

Alunos (Charles, Isabela e Rafael) de Biblioteconomia e Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos - em pesquisa para disciplina de Fundamentos em Biblioteconomia Documentação e Ciência da Informação. O conteúdo desses Slides remete ao seminário apresen tado em aula.Coordenados pela professora Drª Luciana

Statistics

Views

Total Views
6,811
Views on SlideShare
6,810
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
80
Comments
0

1 Embed 1

http://www.linkedin.com 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sistemas e redes de informação Presentation Transcript

  • 1. Charles Isabela Paulo Rafael
  • 2. Sistemas de Recuperação da Informação
    • Definições
    • Tipos de SRI’s
    • Vantagens e Desvantagens
  • 3. O Funcionamento dos Sistemas de Recuperação da Informação
  • 4. A Pesquisa em Recuperação da Informação
    • Origem
    • Objetivo
    • Metodologia
    • Resultados
  • 5. Outros métodos de pesquisa. Ellis (1996)
    • Pesquisa baseada em métodos esttísticos e probabilísticos
    • Abordagens cognitivas para recuperação da informação, incluindo a modelagem cognitiva do usuário
    • O desenvolvimento de sistemas especialistas intermediários como auxiliares na recuperação da informação
    • A aplicação de conceitos e técnicas de inteligência artificial à recuperação da informação
    • A recuperação da informação através do hipetexto.
  • 6.
    • Cerca de 30% de toda a literatura publicada na Ciência da Informação se dá na área de recuperação da informação.
    • (Jarvelin; Vakkari, 1993 )
  • 7.
    • Indústria
    • On-line
  • 8. 4.4 História e Desenvolvimento da Indústria On-line
    • 1950-Ao final dos anos 50 já eram lançados bases de dados para pesquisa
    • 1968-Fitas magnéticas com dados bibliográficos
    • Aos final dos 60 Lilley e Trice lançam os primeiros sistemas on-line
  • 9.
    • SAGE(Semi-automatic ground enviroment system)-Utilizado na defesa aérea norte Americana.
    • SABRE(Semi-automated booking and reservation enviroment)-Utilizado em companhias aéreas.
    • 1965- A Lockhead desenvolve o CONVERSE, para uso interno e também em ’65 desenvolve sistemas para a NASA.
  • 10.
    • Ainda em 1965 a SDC(Systen Development Corporation ) cria sistema on-line para 13 organizações
    • 1966- A IBM cria o STAIRS( Storage and Information System )
    • 1967- O Ohio College Library Center é a primeira rede de catalogação corporativa off-line
    • 1970-Consolidação da Industria on-line .
  • 11.
    • Space Documentation Center do ESA desenvolve base de dados a partir de 13 terminais para 7 países da Europa.
    • Principais bases de dados
    • DIALOG(Lockhead )
    • ORBIT(SDC)
    • BRS( Search Bibliographical Retrieve Services )
  • 12.
    • Nos anos 80 há o crescimento da indústria on-line
    • IBICT 1977
    • Front-ends
    • 1990- Disseminação mais ampla
    • Criação de bibliotecas on-line
    • Século XXI explosão da informação
  • 13. Tipos de sistemas de recuperação de informação
    • SRIs, como todos sistemas de informação, são formados por um conjunto de componentes que permitem que eles atinjam o seu objetivo.
    • Esses componentes são tecnologia:
  • 14.
    • Hardware
    • Software
    • Redes de comunicação de dados
  • 15. Também são pessoas:
    • Usuários
    • Intermediários
    • Profissionais envolvidos na criação de sistemas.
  • 16.
    • Assim, as SRIs, como as bases de dados, podem ser categorizados como referenciais ou de fontes.
    • Base referenciais são bases de dados que incluem referencias ou informações secundárias:
  • 17. Bibliográficas
  • 18. Diretórios
  • 19. Bases de Texto Completo
  • 20. Base de Dicionários
  • 21. Bases Numéricas
  • 22. Bases de imagens/Dados gráficos:
  • 23. Formas de acesso
    • Basicamente, existem duas formas de acesso aos SRI’s: Remotamente, via redes de comunicação de dados, ou localmente.
  • 24. Ferramentas e conceitos
    • Rede sem fio
  • 25.
    • Rede local
  • 26.
    • Acesso remoto
  • 27.
    • On-line : No contexto de um web site, significa estar disponível para acesso imediato a uma página de Internet, em tempo real. Na comunicação instantânea, significa estar pronto para a transmissão imediata de dados, seja por meio falado ou escrito. Num contexto de um outro sistema de informação, significa estar em plena operação, de acordo com as funções desempenhadas nessa rede ou sistema .
  • 28.
    • Embora esses sistemas on-line já estivessem disponíveis desde o final dos anos 1960 e começo da década de 1970, o seu uso não era disseminado em bibliotecas devido aos custos para acessá-lo através de ligações interurbanas ou internacionais. O surgimento das redes de comutação de pacotes teve grande impacto sobre esse uso ao baixar substancialmente esses custos .
  • 29.
    • A Comutação é o processo de interligar dois ou mais pontos entre si. No caso de telefones, as centrais telefônicas comutam (interligam) dois terminais por meio de um sistema automático, seja ele eletromecânico ou eletrônico .
  • 30.
    • RENPAC
  • 31.
    • TYMENET ou TELENET, dos EUA
                                      
  • 32.  
  • 33.
    • Existem algumas desvantagens relacionadas ao acesso on-line.
  • 34.
    • No final da década de 1990, os distribuidores de bases de dados começaram a utilizar também a Internet para oferecer outra forma de acesso remoto às bases. O acesso via Internet é similar ao on-line, mas, nesse caso, a rede utilizada para acesso é, obviamente, a Internet, e o custo de telecomunicações é menor.
  • 35. Rede de Informação
    • Uma rede pode ser definida como “um conjunto de sistemas de informação e/ou comunicação – descentralizados, intercomunicastes, formados por unidade funcionais independentes, com serviços e funções inter-relacionados – cuja interação é presidida por acordos de cooperação e de adoção de normas comuns” (Vieira, 1994, p. 29).
  • 36.
    • As redes normalmente são descritas através de sua classificação por categorias. Um amplo sistema de classificação é fornecido por Becker em 1978, em um documento sobre administração e estruturas de redes.
    • Segundo ele, as redes podem ser categorias de acordo com :
  • 37. Os sinais que enviam (digital ou analógico)
  • 38. Sua estrutura ou topologia
  • 39. Seu foco institucional (rede de bibliotecas universitárias)
  • 40.
    • Quanto à sua funcionalidade, as redes são utilizadas para cooperação, compartilhamento, intercâmbio e acesso remoto a informação, documentos ou recursos computacionais. Através da participação em uma rede de serviços de informações, o usuário pode obter o benefício do acesso socializado a uma variedade de recursos informacionais, além de outros, como aproximação com os pares; já as instituições mantedoras das redes têm o benefício de racionalizar os gastos com infra-estrutura e acervo, evitando duplicação de esforços.
  • 41.
    • Dentro desses objetivos funcionais, na área de Biblioteconomia e Ciência da Informação os tipos mais comuns de rede são:
    • Redes de serviços e de apoio institucional .
    • Redes de serviços de busca e recuperação de informação:
    • *Redes cooperativas nacionais e internacionais
    • * Serviços de busca e recuperação de informação dos distribuidores de bases de dados.
  • 42. 4.8.1 Redes e serviços de apoio institucional a sistemas de informação 4.8.1.1 Rede Bibliodata Rede cooperativa de bibliotecas brasileiras
    • Principais produtos oferecidos:
    • Base de dados Catálogo Coletivo da Rede Bibliodata
    • Base de dados Catálogo de Autoridades (Nomes e Assuntos)
    • CD-ROM para catalogação cooperativa
    • CatBib – Editor MARC e gerador de produtos bibliográficos
    • Fichas Catalográficas e etiquetas
    • Principais serviços oferecidos:
    • Catalogação Cooperativa
    • Conversão retrospectiva de acervos
    • Cursos (Bibliodata, MARC 21, Autoridades e AACR2R)
    • Consultoria
  • 43. 4.8.1.2 COMUT SESU
    • 100.000 transações anuais
    • British Library Document Supply Centre(BDLSC)
    • 1.420 bibliotecas
    • Projeto “Usuários Solicitantes”
    IMPLEMENTADO
  • 44. British Library – Biblioteca Nacional do Reino Unido
  • 45. 4.8.1.3 CCN Catálogo Coletivo Nacional de Publicações Seriadas
    • Rede cooperativa de unidades de informação (1954 – IBBD)
    • Acesso a publicações periódicas científicas e técnicas
    • Dados dos títulos, sigla das bibliotecas e dados das coleções
    • 1968 – catálogo em fichas – telefone e correspondência
    • 1978 – microfichas
    • 1994 – internet através de TELNET
    • 1998 – através de WWW
  • 46.  
  • 47.  
  • 48.  
  • 49. 4.8.1 Redes e serviços de apoio institucional a sistemas de informação 4.8.1.1 Redes e sistemas cooperativos 1970 – formação de redes nacionais cooperativas e participação em internacionais, que forneceram apoio financeiro e técnico
  • 50. Saúde BIREME/OPAS
    • LILACS
    • 1982
    • 670 revistas
    • Livros, teses, anais
    • 350.000 registros
    BIREME LILACS e MEDLINE
  • 51. Agricultura 1978 BINAGRI - Biblioteca Nacional de Agricultura Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
    • AGROBASE – base de dados
    • 200 mil referências bibliográficas desde 1870
    Bibliografia Brasileira de Agricultura CD-ROM Bases de Dados da Pesquisa Agropecuária
  • 52. Desportos Sistema Brasileiro de Documentação e Informação Desportiva (SIBRADID)
    • Criado em 1985
    • Produção científica nacional em:
    • Ciências do Esporte
    • Educação Física
    • Fisioterapia
    • Terapia Ocupacional
    • Lazer
    • Recreação
  • 53. Controle de Teses
    • Referências Bibliográficas de 17 IES
    • 121.000 registros
    • Limitada = teses apenas de brasileiros e descrição bibliográfica
    • Grupo trabalhando na disponibilização de textos completos
    • Consórcio Brasileiro de Teses e Dissertação + NDLTD
  • 54. Comunicação PORTDA
    • Bibliografia Brasileira de Comunicação
    • 1977
  • 55. Informação Jurídica Bibliografia Brasileira de Direito Antiga SABI CD-ROM Legislação Republicana Brasileira
  • 56. 4.8.1 Serviços de busca e recuperação da informação de distribuidores de bases de dados e as bibliotecas digitais na Internet DIALOG INTERDATA 1977 1993 REDE ANTARES 13 Centros 1995 Programa de Informação para Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação
    • 129 IES
    • 8.000 periódicos
    • 75 bases de dados
  • 57.  
  • 58.
    • Agradecemos
    • a sua
    • Atenção