Diretrizes do Programa de Gestão / Universidade de Brasília: 2012 - 2016
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Diretrizes do Programa de Gestão / Universidade de Brasília: 2012 - 2016

on

  • 490 views

Conheça as Diretrizes do Programa de Gestão / Universidade de Brasília: 2012 - 2016

Conheça as Diretrizes do Programa de Gestão / Universidade de Brasília: 2012 - 2016

Statistics

Views

Total Views
490
Views on SlideShare
487
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

1 Embed 3

https://si0.twimg.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Diretrizes do Programa de Gestão / Universidade de Brasília: 2012 - 2016 Diretrizes do Programa de Gestão / Universidade de Brasília: 2012 - 2016 Document Transcript

  • Apresentamos à comunidade universitária as diretrizes para a elaboração da plataforma de gestão da Chapa 82 – UnB:excelente e solidária, formada pelos professores João Batista de Sousa e Wellington Lourenço de Almeida. Nossa chapase propõe a construir com os três segmentos da UnB uma nova agenda de trabalho, capaz de ampliar os avanços conquis-tados da atual gestão, superando muitos desafios que ainda se apresentam para consolidar na Universidade de Brasíliauma visão e ação educadora, inclusiva, multicultural, pluriétnica, participativa, solidária, inovadora, sustentável e deexcelência acadêmica. Uma universidade fiel ao seu projeto original, aberta à expressão de novos valores, questionadorade todo tipo de preconceito e comprometida com as transformações necessárias à efetiva democratização do país.Eis três princípios programáticos que serão o pilar desta nova gestão da Chapa 82 – UnB: excelente e solidária:1º) Fortalecer a universidade pública educadora, inclusiva, democrática, participativa, multicultural, solidária e ambien-talmente sustentável.2º) Consolidar uma gestão universitária inspirada em valores humanistas e pautada no respeito à liberdade, à igualdadee à diversidade.3º) Garantir excelência acadêmica e compromisso com o desenvolvimento do país e o futuro da humanidade, solidarie-dade com os povos da América Latina e da África, e incentivo à inovação para melhorar a vida de todos e a sociabilidadeem suas diversas dimensões.1 - FORTALECER A UNIVERSIDADE PÚBLICA EDUCADORA, INCLUSIVA, DEMOCRÁ-TICA, PARTICIPATIVA, MULTICULTURAL, SOLIDÁRIA E AMBIENTALMENTE SUS-TENTÁVELA Reitoria da UnB deve atuar em todas as ações internas e externas que fortaleçam o modelo brasileiro de universidadepública, e adote políticas que ampliem a atuação das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) em dois eixos prin-cipais: expansão progressiva dos benefícios prestados pela universidade ao Brasil e ao mundo, e busca da excelênciaacadêmica para criar e promover esses benefícios. Para isto, consideramos indispensável firmar as seguintes diretrizes:a) Compreender a universidade pública como um ente autônomo que colabora para a solução dos problemas locais,regionais, nacionais e globais realizando a produção do conhecimento mediante o ensino, a pesquisa e a extensão.b) Atuar no âmbito das Ifes em defesa de novas estruturas econômicas, socioculturais e jurídicas que permitam a plenaatuação e autonomia da universidade pública.
  • c) Aumentar a integração com o Distrito Federal e em níveis regional, nacional e internacional, de forma a ampliar o aces-so da população à universidade, aumentar os intercâmbios, as parcerias e a cooperação, além de difundir o conhecimentocientífico, tecnológico e cultural em todas essas esferas.d) Promover uma formação humanista, democrática e cidadã mediante a implementação do Projeto Pedagógico Insti-tucional (PPI) orientado por valores, práticas sociais e atitudes pautadas em uma cultura de direitos humanos e em umaconsciência de cidadania nos níveis cognitivo, social, político e ético.e) Promover o respeito e a tolerância, de modo a garantir a importância da convivência fraterna com as múltiplas diversi-dades de caráter étnico-racial, de gênero, orientação sexual e religião, dentre outras.f) Garantir o aperfeiçoamento da política de ação afirmativa voltada para segmentos discriminados e específicos, tendocomo alvo a diversidade étnica, de gênero, cultural e econômica, de modo a viabilizar condições para a entrada e a per-manência dos estudantes na universidade.g) Promover a formação de pessoas éticas e competentes com alta qualificação científica, tecnológica e artística, compro-metidas com o bem-estar social, capazes de se adaptarem às mudanças, exercer capacidade crítica e criativa diante dosdesafios, de modo a promover inovações e se manter atualizadas ao longo do tempo.2 - A UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DEVE FORTALECER SUA ATUAÇÃO EDUCADO-RA, SOLIDÁRIA E PARTICIPATIVAA comunidade universitária é um espaço de sociabilidade, troca de saberes e de experiências que devem contribuir paratornar a UnB um lugar de encontro e aprendizagem entre pessoas, grupos e coletividades comprometidos com um co-nhecimento inovador e socialmente responsável. Como instituição de ensino superior, congrega trabalho humano dealta complexidade. Professores, técnicos administrativos, estudantes, pesquisadores e colaboradores são sujeitos de umprocesso de conhecimento e gestão, que necessita do apoio da Reitoria da UnB. Para concretizar e efetivar este suporteinstitucional é necessário:a) Reconhecer o valor econômico e sociocultural do trabalho da comunidade universitária.b) Integrar o trabalho da comunidade universitária de forma educativa, solidária e com garantia de sustentabilidade.c) Valorizar a realização do trabalho universitário no qual seus participantes cresçam em todas as dimensões da vidahumana.d) Implementar políticas de apoio, integração e bem-estar da comunidade universitária.e) Valorizar os professores, técnicos administrativos, estudantes, pesquisadores e colaboradores nas atividades de ensino,
  • pesquisa, extensão e gestão, de modo a contribuir para sua plena realização pessoal e profissional na UnB.f) Investir na melhoria da gestão de pessoas com respeito aos princípios de compartilhamento das decisões e das respon-sabilidades.g) Manter excelência e transparência na comunicação institucional, em ações de tecnologia da informação, na gestão deprocessos, meios e do patrimônio.h) Implantar uma Política Institucional de Equalização de Oportunidades, Promoção de Direitos e Eliminação das Desi-gualdades.3 - EXCELÊNCIA ACADÊMICA E INOVAÇÃO: MELHORAR A VIDA EM TODAS AS SUAS DIMENSÕESA ciência hoje dialoga com o princípio da incerteza e divide o campo do conhecimento com outros saberes. A complexida-de do processo de conhecimento exige da universidade o papel de ensinar a saber pensar. Educar pela pesquisa no ensinoe na extensão é um princípio fundamental para orientar a prática docente, no sentido de incentivar a formação de sujeitoscríticos, criativos e inovadores comprometidos com os princípios da dignidade humana.Nesta perspectiva, a produção crítica do conhecimento continua sendo o mais poderoso instrumento para propiciar trans-formações benéficas à sociedade. A excelência acadêmica será resultado das condições materiais e intelectuais oferecidaspor uma gestão capaz de:a) Garantir a liberdade irrestrita para produzir e expressar o conhecimento.b) Canalizar, de forma prioritária, os recursos humanos e materiais da Universidade para a tarefa primordial de produzirconhecimento e transmiti-lo à sociedade.c) Avaliar de forma permanente os processos de produção e transmissão do conhecimento produzido pela UnB.d) Zelar pela oferta de condições e mecanismos que permitam alcançar a excelência, ampliar a produção científica e gerarconhecimento adequado às necessidades da sociedade.e) Intensificar a produção científica, tecnológica e artística da UnB, de modo a aprimorar sua qualidade e garantir suavisibilidade nacional e internacional.