Dislipidemia

12,289 views

Published on

O termo “dislipidemia” utiliza-se para descrever alterações, isoladas ou combinadas, nos níveis de determinadas gorduras do sangue. Estas gorduras influenciam o risco cardiovascular de cada indivíduo e podem favorecer o desenvolvimento dos processos de aterosclerose, acelerando o aparecimento de doenças do coração e cerebrovasculares.

Published in: Health & Medicine
1 Comment
8 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
12,289
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
84
Actions
Shares
0
Downloads
396
Comments
1
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dislipidemia

  1. 1. DISLIPIDÉMIA<br />Fisiologista do Exercício<br />Carlos Fradão<br />
  2. 2. Conceito<br /><ul><li>Define-se como sendo uma concentração anormal de lipoproteínas e/ou lípidos na corrente sanguínea.
  3. 3. Considerada um factor de risco altamente modificável na doença das artérias coronárias (DAC)</li></ul>(ACSM,2006)<br />
  4. 4. Classificação<br />Dislipidémias Primárias – A alteração genética é confirmada pelo estudo da história familiar do doente.<br />Hipercolesterolémia familiar (FH) ,<br />Hiperlipidémia combinada familiar (FCHL), <br />Hipertrigliceridémia familiar (FHT),<br />Hipobetalipoproteinemia (FHBL)<br />Dislipidémias Secundárias– resultantes do estilo de vida da pessoa. <br />
  5. 5. Dislipidémias Primárias<br /><ul><li>Hipercolesterolémia combinada Familiar – caracteriza-se pelos níveis elevados de colesterol (LDL) no sangue.
  6. 6. Hiperlipidémia combinada Familiar – consiste em concentrações elevadas de gorduras (colesterol e/ou triglicerídeos) no sangue.
  7. 7. Hipertrigliceridémia familiar - Distúrbio hereditário comum, no qual a concentração sérica de lipoproteínas de densidade muito baixa (VLDL) encontra-se elevada.</li></ul>Hipobetalipoproteinemia Familiar - Entre as características estão LDL anormalmente baixa, níveis normal de triglicéridos e má absorção da gordura alimentar.<br />
  8. 8. Principais Lípidos<br /><ul><li>Colesterol – Insolúvel na água, e consequentemente, no sangue para ser transportado na corrente sanguínea liga-se a algumas proteínas e a outros lípidos através de ligações não covalentes num complexo denominado de lipoproteínas.
  9. 9. Triglicéridos – Insolúveis na água, tem como função assegurarem a transferência de energia dos alimentos para as células.</li></li></ul><li>Transporte do Colesterol<br />HDL<br />AmericanHeartAssociation<br />
  10. 10. Tipos de Lipoproteínas<br /><ul><li>Quilomícron - > lipoproteína, responsável pelo transporte de gordura digerida para os vários tecidos e para outras lipoproteínas.
  11. 11. VeryLow-DensityLiproproteins (VLDL) e IntermediateDensituLipoproteins (IDL) – a medida que perdem Triglicéridos podem captar colesterol e tornarem-se LDL.
  12. 12. Low-DensityLipoproteins (LDL) – transportam o colesterol do local da sua síntese, fígado, até as células de vários outros tecidos. (70%)
  13. 13. High-DensityLipoproteins (HDL) – transportam o excesso de colesterol de volta para o fígado, onde é utilizado para síntese de sais biliares.</li></li></ul><li>Classificação dos Níveis de Colesterol<br />Adaptado do NationalCholesterolEducationProgram (NCEP).<br />
  14. 14. Terapêutica<br /><ul><li>Inibidores do HMG-CoA redutase (Estatinas) – reduzem o excesso de colesterol produzido no fígado.
  15. 15. Inibidores Selectivos de Absorção de Colesterol – reduzem a absorção do colesterol e gorduras.
  16. 16. Niacina (ácido nicotínico) - vitamina B3 encontrada nos alimentos e suplementos alimentares, reduzem a produção de colesterol no fígado.
  17. 17. Fibratos – aumenta a acção da lipoproteínas lipáse, resultando no aumento do catabolismo das VLDL e ILDL.</li></li></ul><li>Contra - Indicações<br /><ul><li> Não existem contra-indicações para a prática do exercício físico em indivíduos com dislipidémia. As únicas excepções encontram-se relacionadas com as desordens genéticas.</li></li></ul><li>Sinais e Sintomas <br /><ul><li> Eventos coronários em pessoas jovens da mesma família.
  18. 18. Pancreatites recorrentes ou crises frequentes de dor abdominal inexplicável devem levantar a suspeita de hipertrigliceridémia familiar.
  19. 19. Xantomas (plano, tuberoso, tendinosos, eruptivos)
  20. 20. Arco Córneo lipídico.</li></li></ul><li>Guidelines<br />ACSM (2006), ACSM´S Guidelines for Exercise Testing and Prescription.<br />
  21. 21. Guidelines<br />ACSM (2006), ACSM´S Guidelines for Exercise Testing and Prescription.<br />
  22. 22. Referências Bibliográficas<br />AmericanHeartAssociationhttp://www.americanheart.org/presenter.jhtml?identifier=4778<br /> ACSM (2006), Dislipidémia, ACSM´S Guidelines for ExerciseTesting and Prescription.<br />Barata, T. et al (1997). Actividade Física e Medicina Moderna. Europress.<br />NationalCholesterolEducationProgram, 2002 <br /> Raposo, R., e Marques,R. (2007). Populações Especiais – Avaliação e prescrição de exercício. Colecção “Fitness é Manz”<br />
  23. 23. Obrigado a todos<br />

×