Your SlideShare is downloading. ×
0
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Dcm imagens apres
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Dcm imagens apres

135

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
135
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS BRAGA Mestrado em Formação e Comunicação MultimédiaEva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  2. As Imagens e Diferentes FormatosAs imagens digitais podem ter muitas e diversasextensões, neste pequeno resumo vou, sucintamenteapresentar as características de dois formatos: GIF e JPEG.Quando as imagens são “ricas” em cores, perdem bastantequalidade se forem convertidas de JPEG para GIF, deixandoclaro que o formato não é adequado para fotos com muitascores.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  3. O formato JPEG ( Joint Pictures Expert Group), teve a sua primeira especificação em 1983 por um grupo que tem o mesmo nome. É um dos padrões mais populares da internet por ter duas características importantes: - oferece bons níveis de qualidade de imagem, e gera arquivos de tamanho pequeno quando comparado a outros formatos, facilitando o seu armazenamento e a sua distribuição. O JPEG possibilita isto porque é um formato que utiliza compressão de imagens.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  4. A compressão consiste na eliminação de dados redundantes nos arquivos. No caso de imagens, é possível fazer a compressão de forma a que, a informação retirada não prejudique a qualidade (lossless - sem perda), assim como é possível utilizar níveis maiores de compressão que causam perdas visíveis (lossy - com perda), tudo vai depender do nível de compressão a que estamos dispostos a expor a nossa imagem e assim, perder mais ou menos definição. Desta forma quanto maior o nível de compressão menor é o tamanho do ficheiro e decresce também a qualidade da imagem a compressão pode ser determinada através de programas de tratamento de imagens, que por si só, já comprimem ligeiramente a imagem a trabalhar.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  5. O formato GIF (Graphics Interchange Format), é outro bastante popular na internet. Foi criado pela CompuServe em 1987 e, assim como o JPEG, gera arquivos de tamanho reduzido, no entanto, o seu uso não é muito comum em fotografias, já que é capaz de trabalhar com apenas 256 cores (8 bits), assim, a sua utilização é muito comum em ícones, ilustrações ou qualquer tipo de imagem que não necessita de muitas cores. Há, no entanto, uma característica que faz o formato GIF perdurar até hoje, foi sujeito a uma modificação realizada em 1989 e passou a ter a capacidade de suportar animações.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  6. O GIF passou a permitir a inserção de uma sequência de imagens num único arquivo. Assim, quando um GIF nestas condições é exibido, cada uma das imagens inseridas é mostrada seguindo uma ordem, dando a sensação de movimento. O formato GIF ainda tem outro diferencial: é capaz de permitir um efeito conhecido como fundo transparente. Isso significa que um arquivo GIF pode ter áreas da imagem que assimilam a cor do local onde está a ser exibido, como se fosse, de fato, uma transparência. Se uma imagem GIF estiver exposta numa página Web com fundo verde, as áreas “transparentes” do arquivo serão mostrados na mesma cor. O GIF também utiliza compressão, mas esta não causa perda de qualidade, mesmo que a imagem seja guardada várias vezes.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  7. Escolhi duas imagens de cada formato, para tratar e comprimir e poder ver se as diferenças são evidentes ou pouco percetíveis. No formato Gif a imagem 1, tem um contraste de cores mais intenso e a imagem 2, tem uma cor com tonalidades mais homogéneas. Imagem 2 GIF Imagem 1 GIFEva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  8. Imagens comprimidas por redução de número de cores Gráfico da Imagem 1 GIF 256 128 GIF - Imagem 1 200 180 160 Capacidade (kb) 140 120 100 80 60 40 64 32 20 0 8 16 32 64 128 256 Cores 16 8Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  9. Se analisarmos os dados, nos gráficos, podemos concluir que o ficheiro da imagem 1, é maior, mas quando comprimido além de perder muita definição, o tamanho do ficheiro também reduz muito, sendo que a melhor relação Cores/Capacidade se verifica na primeira compressão pois a imagem não perde definição significativa e o ficheiro ocupa somente 1/3 do inicial. A partir da redução para 64 cores a imagem fica muito alterada. Se verificarmos a imagem com a paleta de cores reduzida a 64 cores começa já a exibir um efeito fantasmagórico e com os níveis de alteração muito percetíveis. Sendo por isso mais evidentes as alterações da imagem 1 pois como a paleta de cores usada era maior, as perdas são progressivamente mais notórias..Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  10. Imagens comprimidas por redução de número de cores 256 128Gráfico da Imagem 2 GIF GIF - Imagem 2 200 180 160 Capacidade (kb) 140 120 64 32 100 80 60 40 20 0 8 16 32 64 128 256 Cores 16 8 Docente: Carlos VazEva Paula Oliveira da de CarvalhoCosta
  11. A imagem 2, por ter poucos contrastes de cores tem o tamanho do ficheiro inferior ao da imagem 1, mas quando comprimida/redução de cores, não é percetível, a não ser com 64 cores, mas quando continuada a ser comprimida perde muita definição, apesar de esta perda ser atenuada pela homogeneidade dos tons da imagem. Apesar de o ficheiro ter uma redução significativa, não é tão notório como na imagem 1. A Partir da redução de 64 cores a imagem fica com muitas imperfeições. Docente: Carlos VazEva Paula Oliveira da de CarvalhoCosta
  12. Imagens comprimidas por redução de qualidade ao guardar – Imagem 1 JPEGSe verificarmos asdiversas imagens vãoperdendo definição, tantaquanta a compressão aque foram expostas.Podendo ver-se os pixéisnas imagens com menosqualidade Docente: Carlos VazEva Paula Oliveira da de CarvalhoCosta
  13. A imagem 1 tem uma qualidade bastante boa e tem umaGráfico da Imagem 1 JPEG homogeneidade de tonalidades de fundo, realçando-se as cores das flores que estão próximas. Analisando a JPEG - Imagem 1 imagem pode-se aferir que a melhor 100 relação qualidade/ capacidade é na 90 80 primeira compressão que é feita, poisCapacidade (kb) 70 60 50 a partir daí são mais evidentes as 40 30 perdas de definição da imagem. Tendo 20 10 também em conta que quando 0 0 20 40 60 80 100 reduzida a qualidade para 60% as Qualidade (%) perdas em relação à anterior não são muito notórias, sendo mais evidentes se comparadas com a de maior qualidade.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  14. Imagens comprimidas por redução de qualidade ao guardar – Imagem 2 JPEG Se verificarmos as diversas imagens vão perdendo definição, tanta quanta a compressão a que foram expostas, sendo que de cima para baixo as imagens conforme perdem qualidade notam-se os pixeis, na última compressão que é feita a imagem parece uma mistura de cores chegando a misturar-se umas com as outras, na anterior, apesar da definição ser pouca, é aceitável.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  15. Gráfico da Imagem 2 JPEG A imagem 2 não tem tanta JPEG - Imagem 2 diferenciação de cores, sendo 100 90 neste caso a melhor relação 80 Qualidade/Capacidade, quandoCapacidade (kb) 70 60 50 a imagem é comprimida para 40 30 20 60% de qualidade, as perdas 10 0 não são notórias, sendo que a 0 20 40 60 Qualidade (%) 80 100 partir desta fase as perdas de qualidade são muito drásticas.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho
  16. Este Trabalho teve como objetivo a demonstração de diferentes formas de compressão, sendo que existe sempre uma melhor relação Qualidade/Compressão. A compressão é feita através das diferentes ferramentas de manipulação de imagem. Desta forma podemos assim ter a perceção de que se comprimir uma imagem, esta vai ocupar cerca de 1/3 do ficheiro original e a perda quase não é percetível aos olhos.Eva Paula Oliveira da Docente: Carlos VazCosta de Carvalho

×